Caso pastores e o silêncio sepulcral defensores dos direitos humanos

0

                                  Blog Cláudio Nunes: a serviço da verdade e da justiça
“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo

Os leitores que acompanham este espaço diariamente já têm conhecimento que o blog não é contra nenhum tipo de religião, mas sim contra aqueles que deveriam ser exemplos de seres humanos, cidadãos de bem como líderes religiosos, seja na Igreja Católica, na Igreja Quadrangular ou em qualquer outra ordem religiosa. As igrejas ficam, os homens passam.

O caso dos assédios sexuais de 2 pastores, pai e filho, da Igreja Quadrangular, em Aracaju, contra algumas mulheres, tem provocado um enorme questionamento entre cidadãos de bem por causa do sepulcral silêncio de “Instituições que sempre foram reconhecidas pela defesa dos direitos humanos”, em especial dos direitos da mulher.

Segundo um competente jurista sergipano radicado em Brasília,  “a seccional Sergipe da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SE), a Defensoria Pública Estadual e o Ministério Público Estadual deveriam estar à frente desse caso e lutando na defesa e proteção dessas mulheres que tiveram suas vidas prejudicadas pelos assédios desses lobos com peles de ovelhas, ou melhor, desses homens trajados de pastores”. “Causa-me uma grande preocupação a indiferença e o silêncio dessas importantes Instituições, assim como o silêncio de parlamentares, principalmente das parlamentares sergipanas. Onde estão as deputadas e as vereadoras de Aracaju, inclusive algumas evangélicas? Onde estão os demais parlamentares evangélicos? Parece que cada um tem o pastor ou o bispo que merece”, concluiu o jurista.

Este blog, que tem por objetivo a defesa da verdade e da justiça, e que foi pioneiro em publicar as denúncias contra esses que se dizem pastores, continuará questionando o porquê de não haver tanto empenho por parte dessas Instituições nesse caso, pois com instituições fortes e atuantes pode-se evitar que a impunidade grite mais alto.

Portanto, aguarda-se o pronunciamento, o posicionamento e o empenho da OAB/SE, da Defensoria Pública Estadual, do Ministério Público Estadual e dos Parlamentares sergipanos do legislativo municipal, estadual e federal sobre esse gritante escândalo ocorrido em solo sergipano.


Pastor Lucas Abreu presta depoimento sobre denúncia de assédio sexual Infonet: O pastor Lucas Abreu, citado nas denúncias de assédio sexual envolvendo membros de uma igreja evangélica, prestou depoimento na Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) e na Delegacia Especial de Atendimento à Criança e ao Adolescente Vítima (Deacav), ontem, 11. O pastor Luiz Antônio, pai dele, também é um dos acusados. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) confirmou que um dos pastores envolvidos na denúncia de assédio sexual contra mulheres em Aracaju foi ouvido na manhã desta terça-feira, 11, nas unidades policiais que são vinculadas ao Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV). Toda matéria aqui: https://infonet.com.br/noticias/cidade/pastor-lucas-abreu-presta-depoimento-sobre-denuncia-de-assedio-sexual/

800 mil pecados Perguntar não ofende: será que vender um apartamento para pagar R$ 800 mil de defesa pelos pecados cometidos tem salvação no Reino de Deus? Outros dizem que tudo não passa de um desvio do foco e que a entidade máxima está bancando tudo. Num caso, ou no outro, a verdade é que é melhor dinheiro nas mãos do que imóvel indisponível por conta de processo judicial…
             

 

Alô SSP/SE O blog continua cobrando da Secretaria de Segurança Pública de Sergipe “os nomes completos e as fotos” dos presos na operação “Falsos Guardiões”, que foi realizada pelo COPE na semana passada. A população precisa tomar conhecimento dos envolvidos que, segundo informação da própria SSP, invadiam as residências de sergipanos para roubar. Não se pode cair no esquecimento. Releia a reportagem aqui: https://www.ssp.se.gov.br/Noticias/Detalhes?idNoticia=18289

 


Coronel Carlos Augusto é homenageado na Câmara de Aracaju Na sessão de ontem, dia 11, o vereador Cícero do Santa Maria solicitou ao presidente da Câmara Municipal de Aracaju, Nitinho, 1 minuto de silêncio em respeito ao passamento do coronel Carlos Augusto e solicitou também que a referida sessão fosse denominada Sessão Ordinária Virtual Coronel Carlos Augusto, sendo deferido pelo presidente. Toda homenagem é justa para o valoroso profissional da PMSE de Sergipe e o cidadão humano, simples e correto.

Capes pede esclarecimentos sobre demissões de terceirizados na UFS A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) do Ministério da Educação pediu esclarecimentos sobre as demissões que estão ocorrendo na Universidade Federal de Sergipe, envolvendo trabalhadores terceirizados que, sentindo-se injustiçados, já que os avisos prévios pegou-os desprevenidos, apresentou denúncia no órgão federal, na Ouvidoria da própria instituição de ensino superior e outros organismo.

Demissões Até o momento, as demissões alcançaram cinco prestadores de serviços contratados pela UFS através de empresa terceirizada para atuarem nas diversas áreas de apoio administrativo. As denúncias dão conta de que eles foram vítimas da atitude do novo diretor do Centro de Educação Superior à Distância (CESAD), Péricles Morais de Andrade, em um dos seus primeiros atos, parecendo desconhecer os princípios da administração pública e desconsiderando a capacidade técnica e o empenho dos profissionais que demitiu.

Práticas nefastas “A atitude do Diretor do CESAD/UFS, Péricles Moraes de Andrade Junior, além de pessoal, é antiética, e reproduz práticas nefastas comuns aos contratos de mão de obra terceirizada firmados com o setor público, a qual deve ser combatida, rechaçada, porque ilegal, vez que em nome da demissão ocorre a substituição dos contratados por apadrinhados (independentemente de qualificados ou não), ferindo mortalmente o princípio da impessoalidade”, diz trecho da notícia do fato no portal de denúncia do Ministério Público do Trabalho.

Sergipe Rural, veiculado na Aperipê TV, chega a marca das 300 exibições E o Sergipe Rural, exibido pela Aperipê TV, chega a marca de 300 programas. É algo para se comemorar em Sergipe, principalmente porque o programa agropecuário tem uma qualidade enorme e por isso já ganhou a simpatia e a audiência do povo sergipano. São reportagens realizadas em todos os cantos do estado mostrando de perto a rotina nos cultivos e criações do produtor rural sergipano. O pequeno e o grande produtor se enxergam no programa que traz informação de qualidade, dicas e conteúdo relevante para a melhoria da produção. Parabéns a todos que fazem parte da equipe do Sergipe Rural. Todo sábado das 7h30 às 8h. É apresentado por Marcelo Carvalho e Lícia Moura (Reprise domingo 8h30 e quarta às 8h).

Cestas básicas para Sergipe Ontem, 11, no Ministério da Cidadania com o ministro João Roma, o deputado federal Fábio Mitidieri, o secretário de Estado Geral de Governo, José Carlos Felizola, o ex-deputado federal, André Moura e o secretário-Chefe do Escritório de Representação do Estado de Sergipe em Brasília, Manuel Dernival Santos Neto, tiveram uma audiência solicitando a entrega de cestas básicas às famílias em em situação de insegurança alimentar.

40 mil Foram solicitadas 40 mil cestas e o ministro ficou de realizar um levantamento do estoque do Ministério e, em breve, nos dará uma resposta sobre quantas serão disponibilizadas. A fome é um grave problema não apenas para quem sofre, mas para toda a sociedade. Não podemos deixar nossa gente nessa situação sem buscar soluções. Como dizia dom Helder Câmara: A fome dos outros condena a civilização dos que não têm fome”, escreveu André pelas redes sociais.

Anistia contadores Foi aprovado ontem, 11, requerimento de urgência para a votação em Plenário do PL 4157/2019 de autoria do deputado federal Laércio Oliveira que anistia débitos tributários pelo descumprimento da entrega da Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social (GFIP) pelas empresas. “Essa anistia tem um impacto pequeno, mas representa a sobrevivência para pequenas empresas de contabilidade. É muito importante porque tem pequenos escritórios fechando em função dessas dívidas. Não estamos pedindo a anistia de impostos, apenas das multas”, disse Laércio Oliveira.

Anistia contadores II Laércio explicou que trabalhou para fazer o projeto avançar. O PL foi aprovado no Senado e retornou para a Câmara dos Deputados. “Ele passou por um longo trâmite e por isso algumas datas de prazo ficaram obsoletas. Por causa dessa alteração, o projeto teve que voltar para a Câmara”, explicou.“Esse projeto é o número um em solicitações tanto nas minhas redes sociais, quanto em atendimento no gabinete. Vários contadores afirmam que não tem condições de pagar essas multas. Alguns escritórios contábeis calculam que teriam que pagar R$ 3 milhões. Mesmo vendendo todo o patrimônio de seus proprietários seria inviável o pagamento”, afirmou o parlamentar, orientando a categoria a mobilizar outros deputados para votarem a favor do projeto.

Socorro: Prefeitura adquire, com recursos próprios, dez câmaras frias para conservação de vacinas Na manhã desta terça-feira, 11, a Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), recebeu dez câmaras frias, adquiridas com recursos próprios, para uma conservação mais eficaz de vacinas nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município. Com um investimento de R$ 96 mil, as câmaras serão destinadas aos postos de saúde de maior movimento de vacinação contra a Covid-19. O secretário de Saúde, Enock Ribeiro, explicou que em caso de falta de energia, as câmaras modernas possuem geradores próprios, que conservam a refrigeração das vacinas por até três dias. “Neste momento, com a chegadas de mais lotes de vacinas enviados pela Secretaria Estadual de Saúde, o suporte dessas câmaras será de grande essencial para o trabalho de vacinação no município”, disse Enock.

Leque de opções do mercado financeiro é apresentado para associados da ASEOPP Como o mercado financeiro pode ajudar a realizar projetos no mercado imobiliário e da construção civil. Este foi o tema da reunião online da Associação Sergipana de Obras Públicas e Privadas – ASEOPP desta semana com a presença do assessor de investimentos da Real Invest, Oscar Aumari e que há 11 anos é agente autônomo da XP Investimentos em Sergipe.

Cenário atual Oscar Aumari fez uma apresentação mostrando o cenário atual, como dos percentuais do Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) e a alta de insumos que não são reflexos da alta do consumo, mas do custo operacional e as altas do dólar e do minério. Ele deu exemplos internacionais, como da China cuja economia continuou crescendo com a pandemia e as variações de algumas capitais brasileiras e os reflexos da crise do ano passado que ainda não foram normalizados como no caso dos eletrônicos. “É um gargalho que pode ocorrer de subida dos preços nos próximos meses dos eletrônicos”, alertou.

Momento dramático Sobre o panorama nacional atual, Oscar analisou que o Brasil vive um momento dramático em muitos aspectos, como sanitário, social, econômico e político-institucional. Ele lembrou que antes da pandemia a economia brasileira já enfrentava desafios importantes em termos de concluir a estabilização macroeconômica. Oscar defendeu as pautas importantes do país, dando exemplo à aprovação da reforma administrativa, a reforma tributária e o teto dos gastos. “Outro problema é o limite do teto dos gastos que sendo rompido mostrará certa fragilidade da economia brasileira”, disse, afirmando que o Brasil precisa dos investidores estrangeiros e rompendo o teto dos gastos eles fogem por conta do risco. “Já o aumento da taxa Selic aumenta o investimento estrangeiro no país”, explicou acreditando que aprovando estas pautas é provável que a economia deslanche desde que mantenha a inflação dentro da meta.

Geração de caixa O assessor de investimentos ainda falou sobre a necessidade de geração de caixa onde o mercado financeiro pode auxiliar e como são gerados os créditos na XP Investimentos; das vantagens da securitização e dos números da XP Investimentos no mercado de capitais. Ele respondeu questionamentos e dúvidas dos associados da ASEOPP relacionados ao financiamento para execução de projeto cujo mercado mostra viabilidade; sobre parcerias com fundos para financiamentos e tipos de créditos para projetos da construção civil; fusões e aquisições, entre outros.

Necessidade de cada um Oscar Aumari ressaltou que o foco da Real Invest é tirar a ideia de produto pronto, mostrando o cenário que o mercado financeiro tem para oferecer, diferente do banco, que quando você precisa de caixa vai e pega um empréstimo. “Os produtos gerados para os clientes não são produtos prontos, são para atender a necessidade de cada um, ou seja, específico de acordo com a realidade individual”, explicou. O vice-presidente da ASEOPP, Francisco Costa, agradeceu a apresentação de Oscar Aumari que abriu um leque de opções que o empresariado pode estudar e viabilizar projetos e, consequentemente, atender melhor o mercado da construção civil.

Santana do São Francisco: prefeito destaca quatro meses de trabalho com recursos próprios O prefeito de Santana do São Francisco, Ricardo Roriz (PSD), falou sobre a gestão do município ribeirinho em entrevista à Liberdade FM. Durante um bloco inteiro do programa, o prefeito santanense falou das dificuldades do município, que atualmente negocia uma dívida de R$ 16 milhões herdada da administração anterior, mas ainda assim consegue pagar o funcionalismo público em dia e exaltou o avanço na vacinação contra a Covid-19.

Dificuldades “Estamos trabalhando bastante, com toda a dificuldade, principalmente por não estarmos recebendo ajuda alguma do Governo Federal. São cinco meses de trabalho com recursos próprios para que possamos dar uma garantia de saúde de qualidade para a população […] pegamos uma dívida de mais de R$ 16 milhões, para se ter uma ideia. Estamos administrando com mãos de ferro e pagando os salários em dia, inclusive com os efetivos recebendo de forma antecipada e os demais sem nunca passar do dia 30.”, disse Ricardo.

Crise Segundo o prefeito, o seu retorno à gestão do município mais jovem de Sergipe tem sido desafiante devido à crise sanitária e econômica decorrente da pandemia da Covid-19. “Com a pandemia, a queda na compra do artesanato caiu em mais de 70%. Há artesãos com dificuldades de suprir a sua alimentação no dia-a-dia. Só em Santana, temos mais de 1.300 famílias abaixo da linha de pobreza”, destacou.

MPE apoia campanha Solidarize-SE O Ministério Público de Sergipe está apoiando a Campanha Solidarize-SE, lançada pelo Governo de Sergipe e parceiros para arrecadar alimentos. Idealizada em 2020, a Campanha é executada pela Vice-Governadoria do Estado, pela Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social (Seias) e pelo Instituto Banese. O intuito é mobilizar a sociedade a doar alimentos não perecíveis, material de higiene e limpeza, máscaras e álcool a 70%, que serão entregues a famílias em situação de extrema pobreza em todo o Estado.

 

 

             
Dificuldades “O MPSE se soma ao Governo do Estado e aos demais parceiros para tentar levar um pouco de atenção às pessoas que estão passando por dificuldades geradas pela pandemia. Se cada um doar um pouquinho já estará contribuindo grandiosamente. Todos nós, enquanto instituição ou enquanto cidadãos, temos o dever de ajudar o próximo. A solidariedade pode transformar vidas e a sua doação poderá melhorar o cenário atual para muitas famílias carentes no nosso Estado”, ressaltou o Procurador-Geral de Justiça, Manoel Cabral Machado Neto.

 

 

                   

Como doar As doações podem ser feitas por meio do Drive-thru Solidário, no Largo da Gente Sergipana – Avenida Ivo do Prado, em frente ao Museu da Gente Sergipana] – de segunda a sábado, das 8h às 16h. Outros pontos fixos para doação também estão disponíveis em agências do Banese, supermercados e na Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social (ponto de coleta em frente à Defesa Civil). Também é possível doar por meio de Pix ou transferência bancária – Chave-PIX 10.645.538/0001-07 (CNPJ do Instituto Banese) / Conta Corrente 03/103.957-3, Agência 043 do Banese. Mais informações no site www.inclusao.se.gov.br/solidarize-se ou pelos telefones (79) 3179-7676 ou (79) 99191-6066.


PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018


 

Na semana passada o blog postou foto enviada por moradores da Rua Espírito Santo, no Bairro Siqueira Campos, em Aracaju pedindo a Emsurb a podagem de um árvore que está encobrindo toda calçada. Ontem, 11, os moradores enviaram uma nova foto deste vez agradecendo a Emsurb pela podagem da árvore.

 

 


EVENTOS ONLINE – É SÓ ENVIAR PARA DIVULGAR NESTE ESPAÇO

       
Hoje, 12, Live – Direito Trabalhista na Pandemia Hoje, 12, às 17 horas, o assessor jurídico do Sincadise, Dr. Thiago Cabral, e a assessora tributária da entidade, Karyne Cardoso, participarão de um encontro virtual sobre “Direito Trabalhista na Pandemia”. A live foi organizada pelo Consórcio de Eventos de Atacadistas e Distribuidores do Nordeste e contará com membros de outras instituições do setor, sediadas em outros Estados da região. O encontro será realizado no canal do “CEAD Nordeste”, no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=3HZtZwSw9fg



 

 

 

 

 

 

 




PELO E-MAIL nunesclaudio@infonet.com.br E FACEBOOK



OPINIÃO

Lavar as mãos. Por Antônio Samarone, médico sanitarista

Depois do famoso gesto de Pilatos, o médico húngaro, Ignaz Semmelweis, revelou ao mundo (1861) que, lavar as mãos era indispensável para evitar-se contágios e a transmissão de doenças.

Foi um choque para a Medicina, que defendia a teoria miasmática, saber que a assombrosa mortalidade materna se devia à imundice nas mãos dos médicos e das parteiras.

Lavar as mãos com água e sabão foi uma das grandes descobertas da Saúde Pública.

A explicação de Semmelweis foi rejeitada! Ele foi enclausurado num hospício de doidos, onde veio a falecer em 1865, aos 47 anos. A tese só foi aceita depois de sua morte, quando o cirurgião escocês, Joseph Lister, passou a usar a assepsia em sua prática.

A simples receita de Semmelweis de lavar as mãos, necessária no combate a Covid-19, não é bem aceita no Brasil. Por aqui, não se lava as mãos nem antes das refeições.

Só lavamos as mãos depois que usamos os sanitários em restaurantes e Shopping Center, mesmo assim, se passa uma aguinha. Cuidamos mais da aparência das unhas, que da limpeza das mãos.

As pessoas aceitam mais lavar as mãos com álcool em gel, do que com água e sabão.

Não é por ignorância. É puro desmazelo cultural.

Durante muito tempo, as professoras cobravam a higiene pessoal dos alunos. Em minha escola primária, só assistiam às aulas os alunos limpinhos. Antes, passava-se por uma inspeção de unhas, orelhas, sovacos e virilhas. Agora é bullying!

No Brasil, operação “mãos limpas” significa combate a corrupção.


Mais textos Samarone:http://blogdesamarone.blogspot.com/



PELO TWITTER

www.twitter.com/glaubermacario Maiores medos do torcedor brasileiro:

– Bolsonaro vestir a camisa do seu time
– Véio da Havan patrocinar seu time
– Bolsonaro vestir a camisa do seu time com patrocínio do Véio da Havan.



www.twitter.com/dilsonramoslima Que vergonha, @Flamengo, manchando o manto com essa empresa cujo dono é mais sujo que pau de galinheiro. Não usarei uniformes novos com marca da @havanoficial

www.twitter.com/antoniotabet Há valores que nenhum dinheiro no mundo pode comprar

www.twitter.com/gugachacra Normalmente, uma empresa, ao patrocinar um time de futebol, busca melhorar a sua própria imagem e não destruir a do clube.


Siga Blog Cláudio Nunes:       

Instragram

 Facebook

 Twitter



Frase do Dia
“Aquele que esquece que o verdadeiro poder não vem senão de Deus contraria as promessas de sua ordenação.” Robert Sarah, bispo africano.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais