Centrão fisiológico é a ultima cartada Bolsonaro pré-impeachment

0

 

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

O bolsonarista está aberto a qualquer ação do seu “mito”. Valores éticos e morais podem ser relativizados e esticados ao extremo. O bolsonarista sempre terá uma justificativa. Tudo aquilo que o bolsonarista raiz combatia, ele agora abraça e defende incondicionalmente. Não, não é cegueira, é doença, e o pior: de caráter.

Pergunta não ofende: Será que ainda há servidores públicos que ainda defendam Bolsonaro, após o anúncio do veto a possibilidade de reajuste salarial?

A Folha de São Paulo, no fim de semana, publicou uma opinião interessante. Com o título “Pedágios do centrão”, a FSP mostra que Bolsonaro pagará apoio com cargos, desgaste de imagem e risco de deslealdade. Alguns trechos:

“Não se sabe ainda o que revelarão as investigações acerca de atos de Jair Bolsonaro, seus filhos e aliados, mas o presidente decerto as teme. Sinal eloquente disso é a decisão temerária de entregar a sobrevivência de seu governo a parlamentares do chamado centrão.”

“…Bolsonaro é refém de seu discurso populista contra o que chama de “velha política”.

“Bolsonaro envereda justamente pelo pior modelo ao fazer mesuras para figuras do centrão como os notórios Roberto Jefferson (PTB-RJ), Valdemar Costa Neto (PL-SP) e Arthur Lira (Progressistas-AL).”

“A recente radicalização retórica de Bolsonaro, com ataques mais frequentes e descabelados ao Legislativo, ao Supremo Tribunal Federal e à imprensa, pode ser compreendida como tentativa de mobilizar o eleitor que já vê motivos para decepcionar-se com o mito”.

“Por fim, o terceiro pedágio a pagar é o risco de deslealdade. Se o centrão costuma ser um fornecedor confiável de votos em ocasiões definidas, não está em sua índole salvar um governo por compromisso político ou ideológico.”

“O mercado de votos pode ser volátil nas crises. Se o chefe de Estado perde sustentação nas ruas e crescem as perspectivas de recompensa com uma eventual mudança de governo, o fisiologismo muda rapidamente de lado. Assim se deu no impeachment de Dilma Rousseff (PT), apenas quatro anos atrás.”

A opinião da FSP é compartilhada pelo blog que reforça em tudo. Aliás, depois do “fora Collor”, do “tchau querida”, é a vez do “Adeus ao Genocida!”

Ao se agarrar ao Centrão fisiológico como a última corda de segurança, Bolsonaro confirmou que está prestes a cair e quando o coronavírus se dissipar o Brasil pode ter se livrado de outro vírus maléfico: o da família Bolsonaro.


Até onde se pode usar o vírus? O Deputado Estadual Luciano Bispo está infectado com o Coronavírus. Assintomático, Luciano não sentiu os efeitos do vírus… Nem febre, nem dor de cabeça, nem ânsia de vômito, nem dor de barriga. Enquanto isso, Sergipe está próximo de chegar à marca dos 22 mil infectados e quase 40 mortos.

Assessores pedindo depoimentos Longe do blog desejar o mal a ninguém, mas qual a necessidade de assessores do deputado realizarem ligações para artistas, blogueiros e pessoas comuns para gravarem vídeos sendo solidários a ele? Minha gente, Luciano não sentiu os efeitos do vírus, enquanto isso cerca de 40 sergipanos já morreram. Cadê a solidariedade às famílias que perderam os seus entes queridos? Um pouco de bom senso é sempre bom!

Gabinete do ódio em São Cristóvão Isolamento social, comércio fechado, aulas suspensas, incerteza econômica. Esses são alguns dos efeitos causados pelo Covid-19, já que não se pode mensurar o estrago social, sanitário e financeiro dos próximos meses. O mundo vivencia uma crise a qual não distingue partido, nem classe social, porém, tem um município sergipano que atravessa a quarentena cercado de uma torcida nefasta do ‘quanto pior, melhor’.

Fakes O blog, que sempre foi crítico, vê uma falta de opção, onde a oposição não é propositiva para melhorar a situação do município. Em São Cristóvão, os opositores da atual gestão passam mais tempo disseminando fake News do que higienizando mãos e máscaras, rotina de quem respeita as recomendações dos órgãos de Saúde. Armando Batalha, Adilson Júnior e Betão formam um gabinete do ódio na velha capital, no qual destorcem informações, espalham medo na população e geram desesperança.

Medo e retrocesso Pré-candidatos, a política é a arte da negociação e da confiança. Nós, eleitores, precisamos confiar em dias melhores, em serviços públicos de qualidade, nas garantias dos direitos do cidadão. O medo paralisa, anda de mãos dadas com o retrocesso. É de se questionar essa estratégia, já que Adilson Júnior insiste em se colocar como diferente, mas se une a Armando e a Betão para engrossar o coro de destruição na cidade.

Os interesses Com histórico administrativo complexo, o município começou a se organizar com o atual prefeito Marcos Santana. No final de 2019, a oposição se apressou em se unir contra o gestor. O acordo durou menos que um bricelet (biscoito de freira, tradicional no município), em boca de turista e surgiram vários pré-candidatos de oposição. Adilson rompeu com o prefeito depois de passar quase 40 meses, mais de três anos da administração, no berço esplêndido do cargo de vice, ou seja, fez e faz parte do projeto, usufrui do bônus da função e somente em ano eleitoral resolve questionar o projeto que integra, chegando, inclusive, a insinuar que não tinha gabinete. Porém, o que se sabe na cidade mãe, é que o vice nunca teve o costume de trabalhar. O interesse de Adilson é no bem estar do saocristovense ou é pessoal?

Ódio não irá prosperar Betão é uma figura conhecida na cidade. Já almejou algumas vezes cargos políticos, sem sucesso. Armando Batalha dispensa apresentações. Seu histórico político e de processos o descredibiliza o suficiente para se gastar mais tinta escrevendo a respeito. O ódio não vai prosperar em São Cristóvão. A empatia vai vencer neste momento tão difícil que todos enfrentam.

Piada do mês de maio Virou motivo de chacota nos bastidores de conversas do WhatsApp: “o primeiro ministro de uma certa autoridade é o mais novo ‘profundo conhecedor das verdades doutrinárias da Igreja sobre Nossa Senhora…’ Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós!

GNV em Sergipe: Motoristas já percebem na bomba a redução do preço, que está em torno de R$ 3,14 Desde que comprou seu veículo em 2014, o jovem polidor Weslisson Ferreira faz uso do Gás Natural Veicular (GNV) como principal combustível. O GNV, que já é conhecido por ser um combustível mais barato e econômico, está sendo ainda mais atrativo neste período da pandemia. “Moro a 18 quilômetros do trabalho. É uma distância longa e se não tivesse o GNV não conseguiria manter o carro. Sem dúvida a redução veio em boa hora”, afirma.

Ele não é o único Os motoristas sergipanos já sentem a redução no preço que foi anunciado pelo Governo do Estado no dia 15 de abril e que começou a vigorar a partir de 1º de maio. A redução na tarifa foi de 8,36%, o que representa R$ 0,16 na tarifa bruta, levando o preço a girar em torno de R$ 3,14. “Tudo que vier como redução de preço é sempre bem vindo”, completa Weslisson Ferreira.

Ele não é o único II O taxista Edivaldo de Carvalho Junior também aponta a redução do combustível como um fôlego a mais neste momento. “Tendo em vista o período em que nós estamos, a redução veio na hora certa. Hoje o GNV está compensando bem mais do que alguns meses atrás. No meu caso, por exemplo, que uso GNV e álcool, a diferença está bem melhor”, observa.

Medidas de redução A redução no preço do GNV é uma ação que vem sendo buscada há alguns meses pelo Governo do Estado, por meio da Sergas. Além da redução válida neste mês de maio, no dia 1º de fevereiro também foi registrada uma queda no preço de cerca de 5,49%, resultando em uma queda de aproximadamente R$ 0,11.

Alíquota Já no mês de março, a alíquota do ICMS incidente no Gás Natural Veicular foi reduzida de 18% para 12%, compreendendo uma redução significativa de cerca de R$ 0,29 na tarifa bruta praticada pela Sergas. Assim, o acumulado de reduções já totaliza R$ 0,56 em 2020. “Temos buscado incentivar a redução do preço do GNV como forma de incentivo ao consumo deste combustível”, explica o diretor presidente da Sergas, Valmor Barbosa.


Live com Ana Claudia Arantes, hoje, 11, às 19h: Como manter a esperança diante do medo de morrer entre o câncer e o coronavírus? Com esse tema, a Onco Hematos realiza sua próxima live hoje, 11, a partir das 19h. A oncologista clínica e paliativista Erijan Andrade receberá a geriatra e paliativista Dra. Ana Claudia Quintana Arantes, que foi responsável pela elaboração e implementação das políticas assistenciais e treinamentos institucionais em Cuidados Paliativos e Terapia da Dor no Hospital Israelita Albert Einstein. Ela é autora dos livros de grande sucesso: “A morte é um dia que vale a pena viver” e “Histórias lindas de morrer”. Ana Cláudia é formada pela USP, com residência em geriatria e gerontologia no Hospital das Clínicas da FMUSP, pós-graduada em psicologia – Intervenções em Luto pelo Instituto 4 Estações de Psicologia e especialização em Cuidados Paliativos pelo Instituto Pallium e pela Universidade de Oxford. Não perca! Acompanhe pelo Instagram @oncohematosse!

Como registrar a sua marca. Live nesta segunda-feira, 11, às 19 Do Sebrae/SE: Na LIVE desta segunda-feira, dia 11/05, às 19h, vamos conversar com Hélio Santa Rosa, Chefe do INPI em Sergipe, sobre ” Como registrar a sua marca”. Uma marca está entre os mais importantes patrimônios de uma empresa. É a principal ligação entre o negócio e o cliente e uma forma de identificação e diferenciação. É por isso que pode ser entendida como o referencial da qualidade daquele produto ou serviço. Fique atento a todas as informações e procedimentos, pois o registro é a única forma de protegê-la legalmente de possíveis copiadores e da concorrência, além de ganhar espaço no mercado. http://www.instagram.com/sebraesergipe  #empreendedorismo #SebraePorSergipe #SebraePeloBrasil



PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018

Banese x Coronavírus De alguns baneseanos: “Mais um dia das Mães passou, infelizmente o desmando continua, este é o governo Belivaldo, Infelizmente é a continuidade do pior governo do estado JB. São funcionários públicos desmoralizados, é aposentado… com menos 14 % descontado. É uma mentira e farsa de prorrogação dos empréstimos do Banese, é uma mentira atrás da outra, é o início e o fim de um governo desmoralizado. Perguntar não ofende: FM diga o segredo de sua continuidade? Será que tem? Vamos aplaudir sua força!”


O silêncio do Arcebispo Igreja do Salvador, em #Aracaju, foi interditada pela @PrefAracaju por estar com a porta aberta. Depois de muita manifestação, a decisão foi revogada. Porém, o Arcebispo ficou em silêncio, como sempre, pois parece que não pode criticar @EdvaldoNogueira. O vídeo que viralizou nas redes sociais:


VIDEO-2020-05-08-14-03-54


Vandalismo no município de São Francisco viralizou pelas redes sociais. Aconteceu no sábado, 09. Leia:

                                                                                                                                                               

 “Irmão de Fábio Henrique”? Difícil a situação em São Cristóvão Pelas redes sociais, de um leitor: “Observe o logotipo de Adilson Jr. Colocar como slogan ser IRMÃO DE FÁBIO HENRIQUE. Ele não tem identidade própria? Esqueceu que é vice-prefeito de São Cristóvão? Precisa se encostar no nome do irmão para ser alguém na politica?”

 

 

 

 

PELO E-MAIL E FACEBOOK

ARTIGO

 O Fim do Isolamento Social. Por Antônio Samarone

 A tese central de Osmar Terra, médico e deputado, é que o isolamento social é ineficaz, não impede a transmissão do coronavírus. Diz uma bobagem com o ar sério, parecendo uma descoberta científica: “As pessoas pegam a doença em Casa”, afirma sem pudor o Dr. Trevas.

 Recentemente, o Dr. Osmar Terra fez um conferência bem sucedida para as lideranças empresariais de Sergipe. Foi um sucesso. As pessoas concordam no que já acreditavam ou desejavam.

 O argumento usado contra o isolamento social pelos empresários é o mesmo usado quando lutavam contra o fim da escravidão no Brasil: “A economia vai quebrar!”. A cantiga é a mesma da luta contra a abolição, com um agravante, a imensa maioria dos militantes contra o isolamento está isolada, em seus condomínios.

 Querem o fim do isolamento dos outros. O engenho precisa funcionar…

A marcha da elite mascarada, junto com Bolsonaro, para pressionar o STF a pôr fim ao Isolamento Social, foi um episódio revelador da natureza da nossa classe dominante. Um strip-tease moral!

 Quem não sabe a quem a imprensa chama de Mercado (o mercado acha isso, o mercado acha aquilo), está ali, em carne osso, o famoso mercado. São aqueles barões do dinheiro. É para agradar aquela elite, que todos os sacrifícios dos trabalhadores são destinados. Cortes de direitos, fim das políticas sociais, aperto salarial, ajuste fiscal, desemprego, são providências para agradar ao Mercado.

 O Mercado contente, diz o Guedes, vai investir no Brasil.

 Outro argumento usado pelos negacionistas da Pandemia: “esse número de mortos é exagerado! Independentemente da causa da morte, registram tudo como Covid – 19”. Disse numa postagem recente, um professor conhecido aqui em Aracaju, ligado à música. Deu vontade de desmenti-lo.

 Professor, de 1º de janeiro a 10 de maio de 2020, morreram em Sergipe 3.962 pessoas, entre as quais, 33 foram vítimas da Pandemia. Percebeu o absurdo que o senhor disse? Entre os 3.962 óbitos esse ano, 33 foram vitimados pela Pandemia. Calcule a porcentagem! Apenas 0,8% do total de óbitos.

 Tenho recebido centenas de postagens negando a Pandemia, com argumentos disparatados, ridículos, engraçados, estúpidos, inteligentes, pretensiosos, chatos. Eu devolvo todo esse besteirol, com um carimbo: Fake News!

 Um primo escritor, me manda diariamente esses vídeos obscurantistas. E ainda me cobra com ironia: “esse serve? O homem é professor da Universidade Tal” (e cita uma famosa).

 Somos o único país no mundo onde existe uma militância apaixonada, a favor do Vírus. Gente, em boa parte, encantada pela alma do neo fascismo, que ronda o Brasil.

 Se Bolsonaro não desmarca o churrasco, e abrisse o convite para os negacionistas, tenham certeza de que a Esplanada dos Ministérios seria pequena.


PELO TWITTER


www.twitter.com/ECantanhede O ex-ministro e atual secretário Henrique Meirelles disse tudo: “O que afeta a economia é a pandemia, não as medidas para combater a pandemia”. Parece óbvio? Mas muita gente não entende, ou não quer entender.

www.twitter.com/marcoslmsantana Cedo ou tarde o confinamento mostrará sem dúvidas a real importância liberdade.


www.twitter.com/braynerr Bolsonaro é Lula unidos contra Sérgio Moro. Cada um com seu motivo.

www.twitter.com/sidneyrezende O presidente @jairbolsonaro  não governa, só arruma encrenca, briga e confronto. É um disseminador de ódio. O país não precisa disso neste momento. Já morreram mais de 10 mil brasileiros e o Chefe da Nação só atrapalha. Qual a razão de manter um governante nestas condições?

www.twitter.com/artesdepaguGente, eu tenho uma dúvida:  Se a gente não pode nunca jamais em hipótese alguma aceitar a mudança de opinião de alguém q foi a favor do golpe ou de algum bolsominion arrependido, como vcs pretendem que ganhemos as próximas eleições?

Sério, eu só quero entender a lógica.

 www.twitter.com/maxnoblogOk turma, repitam comigo: criticar o presidente e apontar falhas não te faz necessariamente comunista / esquerdista / petista. Vamos novamente?  criticar o presidente e apontar falhas não te faz necessariamente comunista / esquerdista / petista… Além disso, comunista / esquerdista / petista também possui o sagrado direito de criticar, apontar falhas, dialogar! Chama democracia isso.


Siga Blog Cláudio Nunes:                                                                                                               

Instragram

 Facebook

 Twitter

 

 



Frase do Dia
“Quem quer que tenha algo verdadeiro a dizer se expressa de modo simples. A simplicidade é o selo da verdade.” Schopenhauer, 1851.

O Globo põe na capa os nomes dos 10 mil mortos por coronavírus no Brasil.
O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários