Chamou na chincha

0

A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros perderam o direito de selecionar, através de pontuação, a lista dos tenentes coronéis aptos a serem promovidos a coronel, o último posto da corporação. Sexta-feira passada, o governador Marcelo Déda (PT) baixou um decreto ampliando sua prerrogativa de escolher, entre todos os oficiais em condições de serem promovidos, aqueles que receberão a terceira estrela gemada. Nem precisa dizer que a decisão do petista surpreendeu alguns oficiais, que já contavam com a promoção por terem sido bem pontuados pela comissão da PM encarregada de elaborar a relação que seria encaminhada ao governador. Sábado passado, véspera de Natal, Déda definiu os nomes dos promovidos. Hoje à noite ele oficializará as promoções de 47 oficiais, entre as quais as de três coronéis do Corpo de Bombeiros e sete da Polícia Militar, em festa de gala no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cefap).

Os coronéis

No Corpo de Bombeiros serão promovidos a coronéis os oficiais Joran Maia Santos, Roberto Wagner de Gois Bezerra e Reginaldo Dórea. Os novos coronéis da Polícia Militar são Carlos Augusto de Bispo Lima, Augusto César de Oliveira Santos, José Enilson Aragão, José Pereira de Andrade Filho, Edmilson Batista Barros, Luiz Fernando Silveira de Almeida e Marcos da Silva Gomes.

Abra o olho

Uma péssima notícia para quem gosta de sair por aí em alta velocidade: os motoristas não precisam ser mais avisados da presença de radares fixos ou móveis nas ruas e rodovias. Uma resolução do Contran derrubou a obrigatoriedade da instalação de placas de informação antes dos equipamentos de fiscalização eletrônica. Apesar disso, os radares não podem estar escondidos da visão dos motoristas.

Discriminadas

As mulheres continuam enfrentando antigos problemas quando o assunto é a carreira. Pesquisa revela que elas ainda se deparam com discriminações de gênero no ambiente de trabalho. Dentre os problemas mais comuns, as entrevistadas citam o fato de serem relacionadas com certos estereótipos (63%), a compensação desigual (60%), o tratamento diferenciado (58%), a desigualdade de oportunidades (58%), piadas de gênero (38%) e o assédio sexual (31%).

Tapa na macaca

O Supremo Tribunal Federal vai colocar em votação processo que questiona se usar droga é crime ou somente direito individual. Pela lei, usar droga é crime, embora, desde 2006, não haja cadeia para os punidos. Se o Supremo decidir que não há crime, o usuário, em tese, não poderá receber nem advertência, a mais branda das punições previstas na lei.

Novo McDonald’s

Nossa Senhora do Socorro será a primeira cidade do interior sergipano a receber um restaurante do McDonald’s. Com inauguração marcada para as 10h da próxima quinta-feira no Shopping Prêmio, o empreendimento vai gerar cerca de 50 postos de trabalho no município, entre atendentes, coordenadores e gerentes já contratados. Para mais de 90% desses funcionários, o McDonald's significa o primeiro emprego formal. Os novos atendentes foram treinados nos três restaurantes do McDonald's em Aracaju.

Um guerreiro

Sergipe e o Brasil perderam ontem um grande guerreiro. O veterano da 2ª Guerra Mundual, Zacarias Izidoro Cardoso, ou simplesmente sargento Zacarias, que lutou com bravura na Itália contra no nazifacismo. Com 88 anos de idade, o velho combatente residia em Aracaju. Seu sepultamento está marcado para as 16h desta segunda-feira no cemitério de Maruim, sua terra natal. Que a terra lhe seja leve!

Sebrae seleciona

Terminam quarta-feira próxima as inscrições para o Processo Seletivo de contratação de Agentes Locais de Inovação (ALI’s). Estão sendo oferecidas 45 vagas (30 com contratação imediata) para o cargo. Os ALI’s são profissionais que orientam empresários na busca de soluções inovadoras para os negócios. Somente nos últimos dois anos, 1260 empreendimentos foram beneficiados pelo projeto.

Pelo ralo

A Polícia Federal investiga um grupo de organizações não governamentais (ONG’s) de Sergipe, que recebeu R$ 11,7 milhões do Ministério do Turismo e não executou os serviços ou favoreceu empresas. A informação está na edição de ontem de O Globo. Segundo o jornal, levantamento de gastos não justificados no Ministério do Turismo alcançou R$ 67 milhões e revelou que todos os convênios vigentes apresentam problemas. Que farra, hein?

Do baú político

O ex-prefeito de Simão Dias, José Matos Valadares (PSB), tomou um baita susto ao atender um telefonema de sua então secretária. Em seu segundo mandato, ele decidiu ajudar a um velho amigo de infância que se transformou em alcoólatra e usuário de droga, a ponto de ter ganhado o apelido de “Maconha”. O vício o lançou na sarjeta, mas não corrompeu sua honestidade e presteza para com as pessoas. O prefeito resolveu amenizar o sofrimento do conterrâneo. Chamou a secretária e pediu que colocasse o nome do velho amigo na relação das famílias beneficiadas com uma cesta básica mensal, pois sabia que quase todo o dinheiro dado ao pobre “Maconha” era usado na compra de cachaça e drogas. Um dia, estava o prefeito almoçando num restaurante de Aracaju quando a secretária o telefona: “Prefeito, a cesta de ‘Maconha’ está pronta, mando entregar aonde?” Zé quase caiu pra trás: “Menina, você está doida? E se meu telefone estivesse grampeado? Como é que a polícia ia saber que ‘Maconha’ não é maconha?”.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais