Choro de derrotado

0

Sumido desde a acachapante derrota de seu grupo nas eleições passadas, o dublê de político e empresário Edvan Amorim (PR) deu ontem o ar da graça. Entrevistado pela rádio Ilha/FM, ele prometeu liberar os deputados eleitos que desejarem aliar-se ao governo Jackson Barreto (PMDB). E quem disse que os eleitos estão preocupados se ele os libera ou não? Ora, que força política possui quem se candidatou a deputado estadual e recebeu míseros 156 votos, insuficientes até para eleger um medíocre inspetor de quarteirão? Antes de submeter o nome à consulta popular, Edvan posava em Sergipe de grande liderança, a ponto de muitos candidatos terem recorrido aos seus conselhos e apoio. As urnas provaram, contudo, que se depender de votos, este rapaz não irá a lugar algum, além de ser uma péssima companhia política: que o diga o irmão e senador Eduardo Amorim (PSC), que acreditou nos mirabolantes projetos do dublê e deu com os burros n’ água.

Demagogia

Tanto o governador Jackson Barreto (PMDB) quanto o prefeito João Alves Filho (DEM) jogam para a plateia quando prometem fazer o que for possível visando impedir a demolição de 49 bares na orla de Aracaju. Os dois estavam caladinhos até agora, apesar de os inquéritos para investigar a irregularidades dos bares tenham sido instaurados desde 2009. Portanto, há muito tempo que o Ministério Público Federal cobra uma solução para a ocupação irregular da praia, sem que o Governo e a Prefeitura tenham feito nadica de nada para solucionar o problema.

Pra torcida

No velho estilo jogando para a torcida, auxiliares do Governo se reuniram ontem com os donos dos 49 bares ameaçados e prometeram fazer das tripas coração para impedir as demolições. Hoje, será a vez de o prefeito João Alves Filho fazer a parte dele, ou seja, jogar conversa fora. Se os empresários acreditarem nesses cantos de sereia, vão acabar debaixo da ponte.

Patinho feio

Reportagem da jornalista Cássia Santana mostra que o DEM virou o patinho feio da política brasileira. Partidos como o Solidariedade e o PSC querem distância dos demistas. As duas legendas não afastam a hipótese de se fundirem com outras para ficarem mais fortes no Congresso, contudo, refutam qualquer aproximação com o Democratas. Pelo visto, o partido do prefeito João Alves Filho vai ‘DEMfinhar’ até a morte política. Deixem as carpideiras de plantão!

Rifadíssimo

Não apostem na possibilidade de o ainda deputado federal Almeida Lima (PMDB) ser o próximo secretário estadual da saúde. Alguns aliados do governo até que queriam vê-lo administrando uma pasta tão complexa, porém o famoso fogo amigo (ou seria inimigo?) queimou todas as chances do peemedebista assumir a Saúde. Sem mandato a partir de janeiro, Almeidinha vai tentar um outro cargo no governo do primo querido Jackson Barreto (PMDB). Deve conseguir!

No prego

Alguns agiotas estão sem dormir temendo serem vítimas de calote por parte de alguns candidatos velhacos. Os bons moços pegaram uma grana preta emprestada e agora dizem não poder pagar porque perderam a eleição. Sem ter a quem recorrer, pois agiotagem é crime, os ‘financistas’ estão passando à base de Lexotan. Só mesmo político para conseguir enganar espertos e inescrupulosos agiotas. Cruz credo, vixe Maria!

Ódio preocupa

Monitorar e mapear crimes contra os direitos humanos em redes sociais será a tarefa do grupo de trabalho lançado pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. O objetivo é receber e analisar denúncias sobre páginas da internet que promovem o ódio e fazem apologia à violência e à discriminação. Dados da SaferNet Brasil indicam um aumento entre 300% e 600% no registro desse tipo de violação no país entre 2013 e 2014. Uma lástima!

Últimos dias

Termina na próxima terça-feira, o prazo para a prestação de contas referente ao segundo turno das Eleições 2014. Candidatos, partidos políticos e comitês financeiros devem detalhar os recursos arrecadados e as despesas de campanha por meio do Sistema de Prestação de Contas Eleitorais (SPCE).

Quase seco

O senador Kaká Andrade (PDT) alerta que o Rio São Francisco vem sofrendo drástica redução em seu volume d’água. Segundo ele, os três maiores reservatórios localizados na calha do Velho Chico estão quase secos: Sobradinho apresenta 21,4% do seu volume útil, Itaparica 17,4%, e Três Marias tem menos de 3% de água. Kaká volta à condição de suplente na próxima segunda-feira, quando o titular Eduardo Amorim (PSC) retorna ao Senado depois de perder a eleição para governador.

Violência

O Jornal da Cidade publica hoje a seguinte nota: “A Polícia de Sergipe está entre as quatro mais bem pagas do Brasil, tem carros, motos, gasolina e armas para trabalhar e, no entanto, o Estado é o 4º colocado no mapa nacional da violência. Tem algo estranho acontecendo”. Bote estranho nisso, meu camaradinha!

Meia boca

Aliado da administração aracajuana, o vereador Agamenon Sobral (PP) anda injuriado com o secretário da Saúde, Luciano Paz, porque este só mandou colocar pontos eletrônicos em oito dos 48 postos de saúde da capital. “Por que o equipamento não chegou ainda na maioria das unidades?”, questionada. O pepista também denuncia que os “servidores do alto escalão não batem ponto. Ora, ou é pra todo mundo ou pra ninguém”, ensina Sobral. Certíssimo!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano O Estado de Sergipe em 29 de junho de 1935

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais