COISAS DE POLÍTICA

0

Mardoqueu diz que prefeitos gastam muito

 

 O deputado Mardoqueu Bodano (PL) reclamou do alto custo da água no sertão sergipano, onde os prefeitos estão gastando muito dinheiro com o aluguel de carros-pipa. “Apesar dos apelos ao governo, os prefeitos continuam se virando para matar a sede da população”.

 

Segundo o pastor, por diversas vezes, a Prefeitura e a Câmara Municipal de Poço Redondo enviaram correspondência ao presidente do Deso, Victor Mandarino, protestando contra a falta d`água na sede do município e nos povoados.

 

Nos últimos meses, os gastos da Prefeitura com a contratação de carros-pipa para abastecer a população e os animais montam a mais de R$ 90 mil.  O deputado afirmou que o município não agüenta tamanho dispêndio e, por isso, vive pedindo ajuda ao Governo do Estado, além da bancada federal de Sergipe.

 

Mardoqueu fez um apelo ao líder do Governo, Venâncio Fonseca (PP) para buscar uma solução junto ao Deso e a Coordenadoria de Defesa Civil, para garantir o suprimento de água à população.   

 

Fabiano pediu retirada de projeto

 

O deputado estadual Fabiano Oliveira, PSDB, solicitou a retirada da pauta de votação do projeto de gratificação dos enfermeiros do Hospital Geral Governador João Alves Filho e da Maternidade Hildete Falcão, mas não foi atendido. A proposta é do Governo do Estado, para apreciação dos parlamentares estaduais.

 

Fabiano, que faz parte da Comissão de Saúde da Assembléia Legislativa, pediu cópias das emendas, para que houvesse uma discussão ampliada, antes da votação.

Ele queria que o projeto fosse retirado da pauta e as emendas ao projeto entregues aos profissionais da saúde, para que eles pudessem conversar com o secretário de Estado da Saúde, José Lima.

 

Belivaldo Chagas lê nota de repúdio

 

O deputado estadual Belivaldo Chagas, PSB, leu a “nota de falecimento”, que foi um protesto dos enfermeiros e outros profissionais da saúde, lamentando que o Governo do Estado sepultou a isonomia salarial da categoria, no projeto que encaminhou ao Parlamento, para votação.

 

A proposta trata da gratificação dos enfermeiros do Hospital Geral Governador João Alves Filho e da Maternidade Hildete Falcão Baptista.

Belivaldo disse que a Assembléia Legislativa acaba por pagar pelos erros do Governo do Estado.

 

Ana Lúcia diz que Sergipe é quem menos paga

 

Após saudar os profissionais da saúde do Hospital Geral Governador João Alves Filho e da Maternidade Hildete Falcão Baptista, a professora deputada Ana Lúcia Menezes, PT, disse que todos os trabalhadores do serviço público têm que ser respeitados.

 

Segundo ela, os trabalhadores da saúde têm a missão de salvar vidas e precisam ser tratadas com dignidade.

 

Ana Lúcia disse que é preciso haver o diálogo, mas, infelizmente, ainda existe o autoritarismo em Sergipe, mas é preciso reaver a democracia, com o debate amplo e isso tem que se dar, exatamente, na Assembléia Legislativa, que tem todas às matizes da sociedade.

 

Mostrou a parlamentar que as diferenças e idéias conflituosas ensinam os caminhos da democracia.

 

Goretti pede aos enfermeiros que aceitem proposta do Governo

 

A enfermeira deputada estadual Goretti Reis, PFL, pediu aos seus companheiros enfermeiros que aceitassem a proposta negociada com o Governo. Observou que não é a ideal, mas se trata de um avanço para a categoria.

 

Segundo ela, nenhum projeto consegue agradar a todos e há o entendimento que há uma defasagem salarial muito grande e tem que se lutar, para que seja aprovado o Plano de Cargos e Salários.

 

Goretti Reis diz que é preciso ver a saúde como um contexto geral e não de forma isolada.

 

A deputada disse que houve um avanço, mesmo insistindo numa distância da isonomia com relação ao pessoal que está na retaguarda.

 

Antônio dos Santos defende aprovação do projeto na AL

 

O pastor-deputado estadual Antônio dos Santos, PSC, lembrou aos enfermeiros e demais profissionais da saúde, que na semana passada disse que não votaria o projeto do Governo, que trata da gratificação do pessoal, se não houvesse alteração na proposta.

 

Antônio dos Santos louvou a decisão do governador João Alves Filho de mandar reavaliar o projeto, que sofreu algumas alterações.

 

O deputado se colocou à disposição para intermediar as negociações para os ajustes que não foram possíveis neste projeto.

 

Vamos pedir ao Governo do Estado para que faça os ajustes. O trabalho não terminou, mas esse primeiro passo foi dado com sucesso, completou.

 

Venâncio afirma que João ignorava a folga de caixa

 

O líder do Governo na Assembléia Legislativa, Venâncio Fonseca (PP), contou que o governador João Alves ficou “irritado” quando soube que havia folga de caixa, para dar um aumento maior aos servidores da Saúde. Conforme o deputado, o caso criado com o pessoal da enfermagem poderia ter sido evitado, se o governador soubesse que o Estado poderia pagar o salário de R$ 1.100,00 à categoria.

 

Fonseca explicou que o projeto foi rediscutido numa reunião com o governador João Alves, a equipe econômica do Governo e o secretário da Saúde, José Lima. Na sua avaliação, não havia necessidade de polêmica.

 

“O governador deu o aumento que o Estado poderia pagar. Além disso, estendeu o benefício aos servidores de nível superior, à exceção dos médicos”, afirmou.

 

Deputado Estadual reafirma que Deputado

 Federal “é um picareta a serviço da direita”.

 

Ao começar seu discurso, o deputado Francisco Gualberto, PT, destacou a negociação com os moradores da Baixa do Lamarão, que estavam sendo ameaçados de despejos.

Depois disso, Gualberto enfatizou matéria publicada no jornal local, onde destaca que ele vai ser processado, judicialmente, pelo deputado federal João Fontes, PDT, que não gostou de declaração atribuída ao petista, no sentido de que o pedetista é um picareta a serviço da direita.

 

Gualberto disse que provará, na Justiça, que João Fontes “é um picareta a serviço da direita”. Essa é uma briga que não traz qualquer coisa para a sociedade, mas quero encarar essa briga, disse.

 

O parlamentar disse ainda, que não tem nada a ver com as preferências de ninguém. Se este cidadão (João Fontes) prefere homens altos e fortes, eu não posso, concretamente, resolver o problema dele. Mesmo que quisesse, porque sou de estatura pequena, comentou.

 

Garibalde cobra de Deda recuperação das praças

 

Depois de saudar a escritora Ilma Ramos, pelo lançamento do seu livro “Não morda a língua” e agora com leitura para deficientes visuais, Mendonça cobrou do prefeito Marcelo Deda, PT, a recuperação das praças de Aracaju.

 

Quem passar pelas praças da capital é que vê o estado lastimável. As pedras estão soltas, causando acidentes. Deficientes visuais, cadeirantes e mulheres que usem sapatos de saltos altos, não podem nem pensar em passar por essas, porque vão cair. Disse.

 

Garibalde Mendonça disse ainda, que a última reforma feita nas praças foi em 1996. São obras baratas, feitas com carta convite e fáceis de recuperar, garantiu Garibaldi Mendonça, que é engenheiro e que não quer vê Aracaju mal cuidada.

 

Jorge Araújo propõe Zona Eleitoral

 

O município de Poço Redondo pode ser a sede de uma nova Zona Eleitoral em Sergipe, se depender do deputado Jorge Araújo (PSDB). Proposta nesse sentido será entregue pelo deputado à presidente do Tribunal Regional Eleitoral, Drª Josefa Paixão.

 

Conforme a indicação, o deputado alega o crescimento populacional de Poço Redondo, que tem foro legal em Glória. O pedido ainda não foi votado em plenário, quando isso ocorrer, será remetido a desembargadora Drª Josefa Paixão.

 

Valmir Monteiro destaca a confusão em Lagarto

 

A confusão ocorrida no Estádio Paulo Barreto de Menezes, em Lagarto, durante o jogo Lagartense x Pirambu, quando houve invasão de campo e ação enérgica da PM, também, foi ressaltada pelo parlamentar, que se diz um apaixonado pelo esporte.

 

Valmir disse que o presidente da Lagartense, Jerônimo Reios, não agiu corretamente, quando invadiu o campo. É muita irresponsabilidade, completou o deputado, dizendo que não se pode culpar os Policiais Militares.

 

GRANDE OPORTUNIDADE

 

VENDE-SE OU TROCA POR CARRO TERRENO NA PRAIA DO ROBALO, PROXIMO AO CLUBE DA POLICIA FEDERAL – MEDINDO 18X35 VALOR R$ 17.000,00 – TRATAR COM JOÃO EVANGELISTA PELO FONE: 9959 2600.

 

 

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais