Coisas de Política

0

COISAS DE POÍTICA

 

 

 

CAIU A CASA DA MEGA SENA!!!


A grande farsa é descoberta!Bbrasil: paraíso da sacanagem….. se você fez apostas, foi enganado!!!

A Polícia Federal desconfiou que estivesse havendo algum tipo de fraude na MEGA SENA. Mal começaram as investigações e… Pegaram várias pessoas envolvidas no esquema, entre eles, funcionários, auditores, e muito peixe grande, ligados diretamente ao governo. Era muita gente envolvida no esquema. Eles fraudavam o peso da bolinha, fazendo sempre dar os números que eles quisessem como já havia acontecido no jogo “TOTO BOLA”, e botavam “laranjas” para jogar, em diferentes estados.


Você, que achava estranho a Mega Sena acumular tantas vezes, seguidamente, e quando saía o prêmio apenas uma pessoa ganhar e, geralmente, em algum lugar bem distante, só podia ter algum tipo de fraude mesmo!!! Disseram que tinha membro da quadrilha com 4 Bilhões em contas de paraísos fiscais, o que menos possuía tinha 8 milhões. Isso é uma sacanagem com o povo, que trabalha demais, muitos até deixam de comer alguma coisa para fazer uma fezinha. O que muito me admira é que quase
não houve divulgação!!!!!! Na TV, só passou uma vez no Jornal da Record e na BAND. Na certa foram Censurados… Com certeza, o governo não quer perder a bocada que ele fatura cada semana com os jogos, e nem quer mais CPI… Espalhem, isso não pode ficar assim não. Vamos nos unir e dar fim a essa grande rede de corrupção que envolve o nosso país. Colabore com a DIVULGAÇÃO e ajude a desmantelar essa corja de corruptos que levam 45% do seu salário em impostos e ainda têm coragem de levar mais… Passe para todos da sua lista de contatos… O BRASIL precisa saber!!!

Dr. Wagner Di Genova Ramos

PAVESIO ADVOGADOS ASSOCIADOS
55 11 4746-2513  (voice)
55 11 4743-3325  (fax)

*O único jeito de acabarmos com essa patifaria é ninguém jogar mais em nada, aí a CAIXA ECONÔMICA vai ter um puta prejuízo e, talvez só assim fará alguma coisa. E o que que as autoridades vão fazer agora? Esconder como fizeram quando essa notícia vazou???

DIVULGUE… MAS DIVULGUE MESMO, PARA VER SE ACONTECE ALGUMA COISA!!!

 

CANDIDATOS LANÇAM MANIFESTO AOS ADVOGADOS

 

 

Os candidatos à lista sêxtupla à vaga de Desembargador do TJ/SE, destinada aos advogados, Edson Ulisses de Melo, Aída Campos, Carlos Madureira, Iêda Déda, Geralda cristina e Maria Clarete, lançam nesta última quarta-feira(23/01/08), MANIFESTO PÚBLICO conclamando e mobilizando os advogados sergipanos a participarem das eleições que acontecem no próximo dia 15/02/08, das 07 às 18 horas, na sede da OAB/SE.

   

O lançamento foi às 08 horas da manhã de quarta-feiura, durante um café da manhã oferecido á imprensa sergipana, no salão de festas do edf. Ile de France, na rua Carvalho Déda- praia 13 de julho, Aracaju.

Seria má vontade?

 

 E por falar em OAB, sua diretoria decidiu que não vai colocar urnas eletrônicas nas cidades mais importantes de Sergipe porque fica muito caro. O pedido foi feito por advogados que residem ou trabalham no interior. Em vez de atendê-los, a OAB resolveu alugar veículos para transportar os “eleitores” até a capital, onde acontecerá o pleito. A medida desagradou a muita gente, pois o horário de saída dos carros não coincidirá com o encerramento das audiências. Aliás, essa recusa em colocar urnas no interior – coisa que outras entidades de classe fazem naturalmente -, até parece má vontade da OAB com os associados que trabalham ou moram no interior.

 

Aparecida Gama é empossada Desembargadora nessa quarta-feira

Acontecer nessa quarta-feira, dia 23, às 17 horas, a solenidade de posse da Juíza de Direito Maria Aparecida Santos Gama da Silva no cargo de Desembargadora. O evento acontecerá no auditório Governador José Rollemberg Leite, no Palácio da Justiça Tobias Barreto, na Praça Fausto Cardoso.

Maria Aparecida Gama é formada em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atualmente é Juíza de Direito da 13ª Vara Cível da Comarca de Aracaju, e, também,  Juíza Auxiliar da Presidência do TJSE. Pós-Graduada em Direito Processual Civil,  pela Universidade Tiradentes e Pós-Graduada também em Direito Processual Civil, curso ministrado pela Esmese, em convênio com a Fundação Vicente Greco Filho.

A nova Desembargadora iniciou a vida profissional como advogada da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso), onde atuou de 1969 até 1978. Como Juíza, passou pelas Comarcas de Porto da Folha, Aquidabã, Japaratuba,  São Cristóvão e Aracaju, onde atua desde 1988. Foi Juíza Eleitoral das 3ª, 11ª e 21ª zonas eleitorais de 1978 a 1988. A Magistrada também foi Membro Suplente do TRE-SE. Em 1990, Juíza Substituta da 27ª Zona Eleitoral no biênio 1992-1993 e Juíza Titular da 27ª Zona Eleitoral entre 2002 e 2004.

Ela já foi Juíza Auxiliar da Presidência do Tribunal de Justiça durante a gestão do Desembargador José Antônio de Andrade Góes, no biênio 2001-2002. Foi  Professora Substituta da Cadeira de Direito Civil VII de 12/11/1985 a 06/01/1986 na  Faculdade Integradas Tiradentes. Membro da Comissão de Avaliação de Estágio do Concurso da Magistratura Estadual, realizado em 2004. Em 1993, foi agraciada com a Comenda de Ordem do Mérito Serigy, em grau de Oficial, outorgada pelo Prefeito Jackson Barreto de Lima. O comprometimento com a efetividade da prestação judicial ao longo da carreira se demonstra pelos relatórios apresentados à Corregedoria Geral de Justiça e à Presidência. E, de igual forma,  pelas inspeções e correições expressas em atas.

Deputado divulga cartilha sobre a Lei de Revitalização dos Rios de Sergipe

 

A assessoria do deputado estadual Francisco Gualberto (PT), líder da bancada de situação na Assembléia Legislativa, produziu e está distribuindo em órgãos públicos e entidades civis uma cartilha explicativa sobre a Lei de Revitalização dos Rios de Sergipe. Aprovada no final de 2006, a lei destina 0,5% da arrecadação do Estado, exceto das verbas rubricadas, pra investimentos em projetos de recuperação das bacias hidrográficas.

“Eu diria que esse é um dos mais importantes projetos que nós conseguimos aprovar nesta Casa. Não apenas para mim, que sou o autor, ou para o deputado Ulices Andrade, que é co-autor. É um projeto importante para toda a Assembléia Legislativa, para o estado de Sergipe e principalmente para o povo sergipano”, definiu o parlamentar petista. “Basta dizer que esses recursos (0,5% da arrecadação), vão servir para preservar as bacias hidrográficas de Sergipe. Entre elas, está o rio Poxim, que fornece 30% da água consumida pelo aracajuano”, disse.

O Estado de Sergipe possui seis bacias hidrográficas: a do São Francisco, do Japaratuba, do rio Sergipe, do Vaza-Barris, do Piauí e do Real. De acordo com a definição, bacia hidrográfica é um conjunto de terras banhadas por um rio principal e seus afluentes e co-afluentes. No total, Sergipe tem 22 mil quilômetros quadrados de área e a maior bacia é a do rio São Francisco, com 7.226 km² (33%). A bacia do Piauí tem 3.993 km² (19%); a do rio Sergipe tem 3.243 km² (17%); Vaza-Barris tem 2.992 (12%); do Real, 2.566 (11%); a bacia do rio Japaratuba, a menor, tem 1.840 km² (8%).

É importante ressaltar que os municípios que pertencem à bacia do rio Sergipe, dentre eles Aracaju, reúnem 841 mil habitantes. É onde existe a maior concentração de pessoas. “Portanto, por um lado a lei é importante pelo aspecto da preservação do meio ambiente. Por outro, pelo resultado concreto, que é o fornecimento da água para o povo. Basta ressaltar que Sergipe é o único estado no Brasil que tem uma lei com este conteúdo”, lembra o deputado Gualberto.

A lei diz ainda que caberá ao governo do Estado publicar o demonstrativo orçamentário trimestral, discriminando as fontes e os usos dos recursos do Fundo. E para que isso ficasse mais bem definido, em 2007 o próprio Francisco Gualberto apresentou uma emenda constitucional indicando o Fundo Estadual de Recursos Hídricos como destinatário do montante financeiro a ser arrecadado através da nova lei. Os interessados em adquirir exemplares da cartilha podem procurar o gabinete do deputado Gualberto, que fica no 6º andar da Assembléia Legislativa.

Advogado nega participação de Floro em vários assassinatos

Durante entrevista ao programa Jornal da Ilha, comandado pelo radialista Gilmar Carvalho, o advogado de Floro Calheiros, Pedro Morais, disse que o seu cliente não teve nenhuma participação nos assassinatos do agiota Motinha, do deputado estadual Joaldo Barbosa, do deputado estadual da Bahia Maurício Contrim e do radialista Cazuza.

“Floro me disse que quando ocorreu o assassinato de Motinha ele estava no supermercado, afirmou ainda que Motinha era seu amigo, quando soube da morte do mesmo, foi prestar solidariedade à família da vítima”, afirmou Pedro Morais.

Sobre a participação de Floro no assassinato de Joaldo Barbosa o advogado falou que seu cliente sequer conhecia o mandante do crime, Antônio Francisco. “Floro não conhecia Antônio Francisco, a vinculação dele ao processo é porque Marcos Muganga era caseiro de Floro. Dentre as várias ligações telefônicas feitas pela polícia em nenhum momento se viu o número de Floro envolvido”, disse o advogado.

Pedro Morais disse ainda que Floro, não tem participação nos assassinatos de Cazuza e do deputado baiano Maurício Contrim, e que tudo não passa de mentira do pistoleiro Alemão. “A polícia da Bahia já sabe que o assassinato do deputado foi um crime passional e não tem nada a ver com Floro. Ele também não sabe nada sobre a morte do radialista Cazuza. Alemão foi talhado para falar as besteiras que disse”, concluiu o advogado.

Advogado de Floro explica como ele fugiu da 1ª delegacia

Durante entrevista ao programa Jornal da Ilha, comandado pelo radialista Gilmar Carvalho, o advogado de Floro Calheiros, Pedro Morais, explicou com riqueza de detalhes como Floro conseguiu fugir da 1ª Delegacia em Sergipe. Segundo o advogado, Floro teve ajuda de policiais militares e pagou R$ 20 mil. Ele disse ainda que o pistoleiro nega  a participação nos assassinatos do agiota Motinha e do deputado estadual Joaldo Barbosa.

“Estive com ele durante o interrogatório, ele isentou a delegada Meyre Mansuet e alguns policiais que foram acusados da sua fuga. Segundo Floro um policial militar dizendo-se muito conhecido pela cúpula da polícia o ajudaria na fuga, por R$ 20 mil reais. Esse policial, de nome Nailson, dizia ser muito ligado ao coronel Iunes, mas só para dizer que tinha proximidade com a cúpula da polícia, o coronel não teve nenhuma participação”, revelou Pedro Morais.

O advogado continuou fazendo revelações. “Outro policial o tirou da delegacia, e utilizou a senha “eu sou soldado”, para dizer que aquele era o momento da fuga. O suposto policial o conduziu até o lado de fora da delegacia, onde um carro já o aguardava”, disse. Pedro disse ainda que Floro inocentou a escrivã Rita e o agente Raimundo que estavam na delegacia na hora da fuga. “Quando ele saiu Rita e Raimundão não viram nada. Em seguida ele viajou para Ribeira do Pombal, depois foi para Teixeira de Freitas e finalmente para Tocantins”, afirmou o advogado.

Gilmar afirma que Luis Mendonça não tinha interesse na morte de Floro

O deputado estadual Gilmar Carvalho (PSB), afirmou durante o programa Jornal da Ilha, que o empresário Floro Calheiros mentiu durante o seu depoimento ao afirmar que o ex-secretário de Segurança e atual desembargador Luis Mendonça teria interesse na sua morte. Para Gilmar, em nenhum momento o ex-secretário teve interesse na morte de Floro, mas o empresário afirmou várias vezes, enquanto esteve preso na 1ª Delegacia, que iria matar a filha de Luis Mendonça.

“Floro disse que Luis Mendonça tinha interesse em sua morte. Isso é mentira, preciso continuar sendo justo, acompanhei diariamente os fatos, e todos os fatos das ações criminosas de Floro em Sergipe. Não era Luis que tinha interesse na morte de alguém, quem tinha interesse na morte de alguém, em todos esses episódios era o próprio Floro”, afirmou Gilmar.

Gilmar Carvalho garantiu que policiais que trabalharam na 1ª Delegacia ouviram Floro dizer que queria matar a filha de Luis Mendonça. “Vários policiais em diferentes momentos e pontos da cidade, me disseram que ouviram Floro dizer que queria matar uma filha de Luis Mendonça. Não por ter nada contra ela, mas por ter tudo contra ele, por ele ter trabalhado pela prisão de Floro, e feito de tudo para que ele permanecesse preso”, disse.

“Tudo isso foi um processo para que Luis não fosse escolhido procurador e em seguida desembargador. Floro tentou evitar isso, liberando aquelas informações mentirosas”, afirmou Gilmar. “Nesse momento o poder judiciário não pode permitir que um membro seu, seja falsamente incriminado, como está acontecendo com Luis Mendonça”, cobrou.

Com relação à fuga de Floro da 1ª Delegacia, Gilmar não acredita que o cabo Nailton tenha participado da trama sozinho. “Não é a primeira vez que ouço dizer que o cabo Nailton participou da fuga de Floro, mas dizer que o cabo participou sozinho disso é querer afrontar a inteligência do povo de Sergipe, o cabo participou, mas com a ajuda de gente mais graduada, e não foi só 20 mil reais, um criminoso do porte de Floro, não teria um preço tão barato”.

Gilmar afirma que Floro é o bandido mais perigoso dos últimos 20 anos

O deputado estadual Gilmar Carvalho (PSB), falou durante o programa Jornal da Ilha, sobre o depoimento dado pelo empresário Floro Calheiros à juíza da 5ª Vara Criminal, Iolanda Guimarães. Segundo o parlamentar, Floro mentiu durante todo o momento em que falou sobre as acusações de pistolagem, sobre os possíveis crimes cometidos por ele em Sergipe, e mentiu ainda sobre a sua fuga na 1ª Delegacia Metropolitana.

Para Gilmar Carvalho, Floro Calheiros está sendo dissimulado se passando por uma pessoa boa e educada. “A imprensa deve tomar cuidado com o jeito educado de Floro. Ele fala bem, parece ser muito cortês. Tudo isso não passa de uma farsa de uma maquiagem, um sujeito frio e calculista”, disse. Gilmar disse ainda que “Floro é o bandido mais perigoso que apareceu em Sergipe nos últimos 20 anos, ele é inquestionavelmente o criminoso mais frio, mais perigoso que apareceu no Estado nas últimas duas décadas”.

O parlamentar disse ainda que a frieza de Floro ficou claramente demonstrada quando ele mandou matar a sua própria esposa, Maria Paulina, que estava grávida de oito meses. “Floro devia ter falado ontem sobre a morte de Paulina, uma mulher que a Assembléia conhecia muito bem, porque ela trabalhava lá, uma pessoa muito elegante, educada que cometeu o erro de ser companheira de Floro. A família de Paulina nunca falou com a imprensa por ter medo dele”, disse.

Sobre o assassinato do deputado Joaldo Barbosa, Gilmar afirmou que Floro pode não ter participado diretamente do crime, mas que sabia da trama para matar o deputado. “Não posso afirmar que ele teve participação na morte de Joaldo, mas Marcos Muganga não entraria numa trama dessas sem que pelo menos tivesse participado de uma conversa com Floro. Bastava Floro dizer que não concordava, que não permitia, que Muganga não participaria do crime. Floro sabia que os dias de Joaldo Barbosa estavam contados”, revelou.

Secretário de Segurança fala sobre a prisão de Floro Calheiros

Durante entrevista ao programa Jornal da Ilha, comandado pelo radialista Gilmar Carvalho, o secretário de Segurança Pública, Kércio Pinto, falou sobre a prisão de Floro Calheiros pela Polícia Civil sergipana. Ele falou ainda sobre a fuga de Floro e sobre o encaminhamento do caso pela cúpula da SSP.

“Nós iniciamos as investigações em março passado. Buscamos no cadastro de imóveis do país onde podia existir imóveis de Floro. Tínhamos a informação de que ele estava em Rondônia, nas cidades de Machadinho do Oeste e Ariquemes, isso aconteceu em junho e julho, ai ele ficou sabendo da presença de policias e conseguiu fugir”, afirmou Kércio.

Kércio disse que o depoimento do pistoleiro Alemão foi importante para saber a localização de Floro. “A prisão de Alemão ajudou muito. Um único detalhe que ele nos forneceu deu o caminho para saber que ele estava em Tocantins. Ficamos sabendo que Floro tratava com gado, e em apenas duas cidades tem criação de gado em Tocantis, uma delas Gurupi, e vimos que tinham imóveis da família de Floro na cidade e isso fortaleceu a investigação. Foi o tempo dos policiais se vacinarem contra a febre amarela e em seguida conseguimos lograr êxito na operação”.

O secretário contou detalhes da prisão de Floro. “Na sexta-feira existia 96% de chances de Floro estar na localidade, pois a polícia já tinha visto a mulher e o filho dele. Aguardamos o final de semana, e na manhã de sábado Floro pediu uma pizza, o seu filho tinha saído, foi quando os policiais visualizaram ele, o próprio Floro foi receber a pizza. Os nossos policiais partiram para a prisão e ele não teve oportunidade de reagir”, contou.

 Fuga

Sobre a fuga de Floro da 1ª delegacia, Kércio não quis adiantar muitos detalhes. O secretário disse ainda que Floro contou uma bomba durante o seu depoimento. “Floro afirmou que tratou do assunto exclusivamente com o cabo Nailson, que o recebeu dentro do carro onde foi feito o pagamento. Tive conhecimento de que tinha uma equipe grande que veio de Teixeira de Freitas, para dar proteção ao acordo de fuga de Floro. Ele antecipou uma bomba para a polícia, mas que continua em sigilo. Ele disse que quer dizer tudo na frente da imprensa, vamos aguardar seu depoimento à Justiça, e quem sabe poderemos marcar uma coletiva dele com a imprensa”, concluiu o secretário.

OAB/SE disponibilizará transporte para que advogados possam se deslocar do interior para participar da consulta que formará lista sêxtupla para escolha do futuro desembargador que substituirá Pascoal Nabuco no TJ/SE.

 

A diretoria do Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil em Sergipe (OAB/SE) está realizando constante mobilização para incentivar a classe dos advogados a comparecer à entidade para garantir quorum mínimo na consulta direta a ser realizada no dia 15 de fevereiro para formar a lista          sêxtupla da qual sairá o nome do futuro desembargador que substituirá Manoel Pascoal Nabuco D´Ávila no Tribunal de Justiça de Sergipe.

Como parte desta mobilização, a OAB/SE disponibilizará transporte para advogados que militam no interior do Estado. Serão assegurados transportes, com destino à capital, saindo das cidades de Propriá, Lagarto, Itabaiana, Estância e Nossa Senhora da Glória. Para viabilizar o transporte dos advogados interessados no deslocamento no dia da consulta, a OAB/SE indicará advogados, que ficarão responsáveis para coordenar este deslocamento. Os nomes e contatos dos coordenadores serão divulgados posteriormente pela OAB/SE para que os interessados possam fazer suas reservas previamente.

O presidente em exercício da OAB/SE, Valmir Macedo de Araújo, informa que não há requerimentos oficializados à OAB/SE para instalação de urnas eletrônicas no interior, mas analisa como inviável este procedimento porque o número de advogados aptos a votar no interior não compensa os custos gerados pelo deslocamento de urnas e técnicos do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Como conseqüência, as urnas eletrônicas disponibilizadas pelo TRE será instaladas na sede da OAB/SE, localizada à Travessa Martinho Garcez, 71, no Centro da Cidade, no horário das 10h às 18h do dia 15 de fevereiro, de acordo com normas já estabelecida em Resolução da OAB/SE.

O presidente em exercício Valmir Macedo chama a atenção para a importância da presença dos advogados na OAB/SE no dia da consulta para que sejam assegurados o quorum mínimo exigido em resolução do Conselho Seccional e a conseqüente legitimidade da lista a ser encaminhada pela OAB/SE ao Tribunal de Justiça de Sergipe.

Esta é a segunda consulta promovida pela OAB/SE para formação da lista sêxtupla. A primeira, realizada no dia 7 de dezembro do ano passado, acabou anulada por falta de quorum.

 

Informações e Sugestões para esta coluna enviar para Email: joaoevangelista@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais