Contra o relógio

0

Faltando apenas cinco dias para o 1º turno das eleições, os candidatos correm contra o tempo para conquistarem os votos que dizem faltar para a vitória nas urnas. A correria é maior por parte dos majoritários, principalmente daqueles que estão atrás das pesquisas, como Eduardo Amorim (PSC) e Rogério Carvalho (PT), respectivamente candidatos a governador e senador. Analistas políticos acreditam que o tempo é muito curto para ambos virarem o jogo. Da parte de Amorim é visível o esmorecimento de seus simpatizantes. Já do lado de Carvalho falta a contagiante clima da virada, numa demonstração clara que a ampla diferença separando-o da favorita Maria do Carmo Alves (DEM) está desestimulando os “rogeristas”. Os marqueteiros de ambos insistem em negar as pesquisas, na tentativa de manter o clima de vitória, porém a voz rouca das ruas diz exatamente o contrário. Domingo, saberemos quem, de fato, está com a razão.

Pulou fora

O presidente da juventude do DEM, Júnior Torres, surpreendeu a todos ao anunciar que vota em Rogério Carvalho (PT) para senador. O moço foi ao programa eleitoral do petista alertar os jovens demistas que “votando em dona Maria você está votando em Ricardo Franco (PSDB), filho do ex-governador Albano Franco. Tenho muito respeito por dona Maria, mas não posso aceitar esse tipo de negociata”, discursou o rapaz. Nem precisa dizer que a turma do DEM está por aqui com Júnior Torres.

Sem greve

Com exceção do Banese, todos os demais bancos estarão fechados a partir de hoje por conta da greve nacional dos bancários. A categoria exige aumento salarial de 12,5 %, enquanto os bancos mantêm a proposta de reajuste de 7,35%. Ontem à noite, os banesianos aprovaram em assembleia a proposta salarial apresentada pelo banco e decidiram não aderir ao movimento paredista. Menos mal, né?

Debate

Será hoje à noite o debate promovido pela TV Sergipe entre os candidatos a governador. A emissora aguarda posição judicial sobre a ação que impetrou visando impedir a participação dos candidatos Airton da Cgtb (PPL) e Alberto dos Santos, o “Betinho” (PTN). Seguindo orientação da rede Globo, a TV Sergipe convidou para o debate apenas Jackson Barreto (PMDB), Eduardo Amorim (PSC) e Sônia Meire (PSOL).

Sub judice

Dois candidatos vão às urnas sub judice: André Moura (federal) e Manoel Messias Sukita (estadual). Isso significa dizer que, se depois do pleito, ambos tiverem os registros cassados os votos deles serão anulados, causando problemas graves às legendas das coligações. Como existe a expectativa de André (PSC) e Sukita (PSB) serem muito bem votados, se eles tiverem os registros cassados poderão levar outros candidatos à derrota.

Não voltará

A presidente licenciada da Assembleia, deputada Angélica Guimarães (PSC), não reassumirá o comando do Legislativo até o final do mandato. Segundo o deputado estadual Gilmar Carvalho (PR), depois das eleições, a parlamentar deve retornar ao Parlamento apenas para fazer um discurso de despedida, assumindo em seguida a vaga de conselheira do Tribunal de Contas do Estado. Angélica tem trabalhado muito para eleger o esposo Wanderbal Marinho (PTC) deputado estadual.

Fique ligado

A legislação eleitoral estabelece como crime, no dia da eleição, a arregimentação de eleitores ou a propaganda de boca de urna. A prática pode resultar em seis meses a um ano de detenção, com alternativa de prestação de serviços à comunidade, e multa que pode variar de R$ 5.320,50  a R$ 15.961,50. No dia da votação, também são proibidos o uso de alto-falantes e amplificadores de som, a promoção de comício ou carreata e a divulgação de qualquer espécie de propaganda de partidos políticos ou de seus candidatos.

Mala preta

Com o título acima, o jornalista Eugênio Nascimento publica no blog Primeira Mão a seguinte nota: Todos os comentários em torno da compra de votos na campanha eleitoral deste ano em Sergipe dão conta que a mala preta, e recheada, corre o Estado desde a madrugada da sexta-feira passada. O povo vai pegar o dinheiro, mas não deverá votar em quem avalia que o seu voto e de sua família valem apenas R$ 50. Comentam os políticos que "o homem da maça preta" atua na madrugada nos povoados.

Prazo maior

Uma boa notícia para a turma da melhor idade: foi ampliado de 60 para 72 meses o prazo máximo para o pagamento das operações de empréstimo e de cartão de crédito relativas ao crédito consignado dos aposentados e pensionistas, do INSS. A mudança passa a valer a partir de amanhã. Ficam mantidas em 2,14%, ao mês, o limite da taxa de juros para o empréstimo e em 3,06%, ao mês, para o cartão consignado. A margem consignável, que é o valor máximo da renda a ser comprometida, também permanece em 30% do valor da pensão ou aposentadoria.

Não comenta

Liderando todas as pesquisas, o governador Jackson Barreto (PMDB), candidato à reeleição, prefere não falar sobre elas. Sempre que algum comunicador o indaga sobre os índices favoráveis à sua candidatura, Jackson escapa pela tangente: “Não gosto de cantar vitória antes do tempo. Fazemos de conta que não existem pesquisas. Temos que trabalhar ainda mais e dobrar as mobilizações até domingo, dia da eleição”.

Recorte de jornal

Publicado no jornal O Estado de Sergipe em 2 de setembro de 1902

Resumo dos Jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais