CONTROVÉRSIAS PARTIDÁRIAS

0

O ex-governador Albano Franco (PSDB) viajou a Brasília, acompanhado dos deputados estaduais Jorge Araújo e Ulices Andrade, terça-feira pela manhã. Lá o grupo foi acrescido do deputado federal Bosco Costa. Era uma espécie de representação do tucanato sergipano, que participaria de uma reunião do Diretório Nacional do PSDB. Antecipadamente se imaginou que o encontro teria o objetivo de colocar uma decisão nesse tumultuado processo de reformulação do partido, que vem acontecendo desde a filiação do senador José Almeida Lima, que chegou com o objetivo de comandar a legenda e ser candidato ao Governo do Estado. Coincidentemente, na segunda-feira à noite, Almeida Lima e o deputado federal João Fontes (PDT) estiveram conversando durante um jantar em Brasília. O senador revelou ao deputado o que poderia ser uma previsão… ou certeza: “até segunda-feira próxima será definida a situação dos tucanos em Sergipe”. A primeira impressão que passou é que já estava exausto com os contratempos, tanto que avisou a João Fontes que não pretendia retornar ao PDT, mas que não abriria mão de sua candidatura a governador em 2006.

 

Ontem, de Brasília, foram emitidas uma série de informações. A primeira delas dava como certa a filiação, no Partido Liberal, do grupo liderado pelo ex-governador Albano Franco, inclusive com o comando do partido. O presidente regional do PL em Sergipe, deputado federal Heleno Silva, estava visivelmente desconfortável com os fortes rumores de que todo o grupo do PSDB, liderado pelo ex-governador, já estava de malas prontas para desembarcar no campo liberal. O líder do PL na Câmara Federal, Sandro Mabel, chegou a conversar com Heleno para pedir sua compreensão pela conquista do grupo, através de uma conversa com José Alencar. Lembrou que os dois – Alencar e Albano – eram muito amigos e o convite vinha sendo feito há muito tempo. O próprio Mabel, que circula normalmente em Sergipe, onde tem apartamento, para inspecionar a fábrica de biscoitos Mabel, localizada em Itaporanga D´Ajuda, é um dos que sempre tentaram convencer Albano Franco a ingressar no Partido Liberal. Embora tenha dito que estava tranqüilo, Heleno chegou a avisar que só através de uma intervenção é que o comando da PL em Sergipe passaria para as mãos do ex-governador.

 

O deputado federal Bosco Costa tentou desfazer esse aparente tumulto de informações, ao anunciar que realmente o grupo esteve com José Alencar e foi convidado a ingressar no PL, mas que ninguém concordou. Em Brasília, entretanto, ao conversar com o colega Heleno Silva, o deputado tucano disse que “o importante é o diálogo”.

 

A notícia chegou em Aracaju e se espalhou como erva daninha. Alguns políticos avaliaram que o ex-governador Albano Franco estava tomando todas as medidas para disputar o Senado Federal, como companheiro de chapa do prefeito Marcelo Déda (PT), que é candidato a Governador do Estado. Esta chapa, entretanto, não agrada a maioria dos militante – e da própria cúpula – do Partido dos Trabalhadores. Um deles, importante no processo político liderado por Déda, anunciou que já está decidida a candidatura do presidente da Petrobras, José Eduardo Dutra, ao Senado Federal. Admitiu que uma chapa com a participação de Albano Franco, deixaria o PT com “muita dificuldade de justificar”. Entretanto se mostrou animado em ter o ex-governador como candidato a deputado federal pelo Partido Liberal, porque fortalecia a coligação e “com certeza elegerá um número maior de parlamentares”. Além disso, segundo o influente petista, Albano Franco poderia freqüentar a Câmara Federal por quatro anos e se preparar para disputar o Senado Federal, em 2010, que oferecerá duas vagas.

 

De qualquer forma, o ex-governador ainda não se manifestou, mas em Brasília, junto à bancada sergipana, não há dúvida que ele está se filiando ao PL, para ficar próximo a Déda e ao lado do presidente Lula. Daí em diante, Almeida Lima assumiria o comando do PSDB e faria o partido a seu gosto…

 

 

LIBERAIS

O líder do PL, deputado Sandro Mabel (GO) teve uma conversa, ontem, com o deputado Heleno Silva (PL) para avisar que o ex-governador Albano Franco ingressaria no partido. Mabel pediu a Heleno que entendesse a posição do partido, pois Albano tem ligação muito grande com o vice-presidente José Alencar (PL), e terá o comando da legenda em Sergipe.

 

INFORMAÇÃO

Em Aracaju essa informação já havia circulado e dizia que os deputados Jorge Araújo e Ulices Andrade já chegariam para se filiar ao Partido Liberal. A decisão foi tomada ontem durante encontro que eles tiveram com a Executiva Nacional do PL em Brasília.

 

HELENO

O deputado federal Heleno Silva confirmou a conversa com Mabel, mas não confirmou que o ex-governador Albano Franco teria o comando do PL em Sergipe. Heleno advertiu, entretanto, que não vai aceita nenhuma decisão que venha mexer no comando do partido.

 

INTERVENÇÃO

Para Heleno Silva, caso haja uma transferência de comando no Diretório Regional de Sergipe, só poderá acontecer através de intervenção. “Se a intervenção for concretizada está claro que o sentido é barrar o meu objetivo político e Sergipe teria que tomar conhecimento das razões”, advertiu Heleno Silva.

 

EXPLICA

O deputado federal Bosco Costa (PSDB) desfaz todos os comentários de que o grupo liderado pelo ex-governador Albano Franco esteja com o pé no Partido Liberal. Desfaz as informações fornecidas pelo próprio deputado Heleno Silva e a conversa que aconteceu entre ele e Sandro Mabel.

 

REUNIÃO

Segundo Bosco Costa, houve uma reunião da Executiva do PSDB, cujo objetivo foi festejar a boa posição do partido nas pesquisas de opinião pública. Quanto à presença dos deputados estaduais Jorge Araújo e Ulices Andrade, além de Albano Franco, o deputado Bosco Costa disse que eles foram convidados.

 

COM ALENCAR

Da reunião do PSDB, Albano e o grupo foram convidados pelo vice-presidente José Alencar para uma conversar, que se estendeu até à noite. “José Alencar convidou todos nós para ingressarmos no Partido Liberal, mas em nenhum momento algum de nós quis deixar o PSDB”, disse Bosco.

 

PESSOAL

Falando em termos pessoais, o deputado Bosco Costa disse que defende a permanência e a unidade dentro do ninho tucano em Sergipe. Acha, inclusive, que o PSDB deve ter candidato próprio ao Governo do Estado, dentro de um entendimento amplo.

 

PRESIDENTE

O deputado Jorge Alberto (PMDB) é presidente da comissão especial que analisa a Proposta de Emenda à Constituição, que permite a acumulação de cargos por militares. Em reunião realizada ontem, também foram definidos os demais cargos da Mesa. O relator é o deputado Odair Cunha (PT-MG)

JAPARATUBA

O prefeito Gerard Olivier (PT) continuará à frente da Prefeitura de Japaratuba. O juiz considerou que não existiam provas robustas que justificasse seu afastamento. O grupo que entrou com o processo contra o prefeito vai apelar da sentença junto ao TRE em Aracaju.

 

ASSALTO

Ontem foi um dia de cão para todos os setores policiais do Estado, inclusive a federal, que chegou a requisitar reforço da Bahia. É que se espalhou a notícia que uma agência bancária seria assaltada em Sergipe ontem ou hoje. O pessoal continua em alerta para que isso não aconteça.

 

DECISÃO

O Tribunal Pleno decidiu que a vaga deixada pelo desembargador Fernando Franco será ocupada por um membro do Ministério Público. A decisão é baseada no sistema de rodízio para o preenchimento da vaga de desembargador relativa à quinta parte de composição do Tribunal de Justiça.

 

COMUNICA

A desembargadora Marilza Maynard, presidente do Tribunal de Justiça, já comunicou a decisão ao procurador-geral de Justiça, Walter Ribeiro. O ofício também solicita a composição da lista sêxtupla com nome de integrantes do Ministério Público que tenham mais de dez anos de carreira.

 

TRÍPLICE

Depois de receber a lista sêxtupla da Procuradoria de Justiça, o plenário do Tribunal de Justiça fará apreciação para escolher apenas três nomes, que formarão a lista tríplice. A nova lista será enviada ao governador João Alves Filho que, num prazo de 20 dias, deverá indicar o novo desembargador.

 

Notas

 

REJEIÇÃO

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que já sentiu o sabor do crescimento da popularidade, agora amarga uma rejeição em todo país, provocada pelos atos de corrupção detectados em seu governo e o esforço para impedir que o Congresso Nacional fizesse um investigação através de uma CPMI. A sociedade votou no presidente indicado por um partido que sempre se mostrou transparente e, neste momento, estranha esse esforço que o Governo do PT faz para impedir as investigações eu ele próprio pregava.

 

REAÇÃO

Dentro do próprio Partido dos Trabalhadores, entre os militantes que se mantêm vinculado à filosofia inicial da legenda, também existe uma reação muito forte em busca das verdade que o Brasil precisa saber. Aqui mesmo, em Sergipe, petistas estão mostrando “O PT que temos e o PT que queremos”. A maioria dos analistas políticos do Brasil mostra que o PT se vulgarizou e está adotando, como maior intensidade, práticas que combatia quando não estava no poder. Isto decepciona quem esperava um governo seio.

 

ADMINISTRAR

Alguns deputados federais estão pedindo que o presidente Lula tome as rédeas da administração e deixe de lado o “corporativismo partidário”. É visível que Lula da Silva não tem apetite para exercer o comando do país, talvez até por incapacidade, e deixa tudo em mãos dos seus auxiliares diretos. Pela forma como Lula está despencando e pelo número e escândalo que está aparecendo o PT tem que fazer uma reformulação em suas bases e mostrar que é honesto. Caso contrário, a reeleição será apenas um sonho.

 

 

É fogo

 

O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) tinha absoluta certeza que o prefeito Sukita não seria cassado. Ficou chateado com o resultado.

 

Antes do resultado, o senador Valadares disse que esperava que o TRE legitimasse o resultado das urnas.

 

A deputada Ana Lúcia quer que o posto de gasolina que vender o seu produto adulterado, tenha o registro cassado.

 

O prefeito de Aracaju, Marcelo Déda (PT) retorna da viagem que faz à Europa até o dia 10, Quer passar o Santo Antônio em Sergipe.

 

O deputado Mardoqueu Bodano (PL) quer que seja colocado o tipo sanguíneo nas carteiras de identidade.

 

A Articulação de Esquerda e outros militantes do PT organizam seminários com o tema “O PT que temos e o PT que queremos”.

 

No próximo sábado este seminário será realizado em Aracaju, no domingo em Propriá e no dia 11 em Estância.

 

O vereador Evando Franca (PTB) advertiu que não vota mais para retirar projeto algum: “quando u boto, eu não tiro” disse.

 

O Programa Sergipe Cidadão, realizado através do Governo do Estado, está cadastrando cursistas para formação das novas turmas que passarão a funcionar no segundo semestre de 2005.

 

A elevada taxa de juros do país traz recursos para os investidores de renda fixa, que são a grande maioria da indústria, mas inibe a criação de produtos.

 

O INSS paga, desde ontem, os benefícios de maio dos aposentados e pensionistas. São liberados 11,311 bilhões para o pagamento de 23,430 milhões de beneficiários.

 

brayner@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários