Conversas nos bastidores

0

Houve um esfriamento na divulgação de fatos importantes no processo sucessório em Aracaju. Até o momento, a única pré-candidatura absolutamente definida, é a do prefeito Marcelo Déda (PT). O deputado estadual Gilmar Carvalho (PV), que se lançou, depois recuou e agora retomou a pré-candidatura, está em silêncio absoluto. Fala apenas em seu programa diário, assim mesmo sem se referir à sua posição. A deputada Susana Azevedo (PPS) também se recolheu e está vendo o comportamento deste período de definição. O PMDB parece agitado com duas candidaturas importantes, mas também não se manifesta de forma pública. Enfim, a sucessão está em conversas de bastidores. É bom acrescentar que o governador João Alves Filho (PFL) já está dando os primeiros passos para organizar o interior, um tanto quanto tumultuado, com as diversas candidaturas que surgem dentro do seu partido. Já fez algumas opções e deve aprofundar as decisões, embora desagrade a um ou outro aliado. Eleição é assim mesmo, não há como entrar numa campanha sem abril algumas divergências internas, que depois vão se acomodando, através da ação das lideranças. Na capital ainda não existe definições em relação ao apoio explícito do governador a determinada candidatura. Mas o PFL tem projetos que podem mudar os rumos do pleito, com a sugestão de uma chapa feminina, com candidatas de bom gosto, inteligentes e com expressão firme na televisão. O Partido dos Trabalhadores passa a impressão que terá uma campanha tranqüila na capital. A maioria das lideranças de partidos da oposição imagina que ganha no primeiro turno. O prefeito Marcelo Déda, que é o pré-candidato à reeleição, tem muito mais cautela, o que é natural a qualquer político com um mínimo de experiência. Marcelo, entretanto, inicia sua campanha, inclusive de forma espetacular, com o Forrocaju. A programação é vasta e vai atrair milhares de pessoas. São 13 dias de forró (de 17 a 29/06), que, por si só, já abre o processo através do número do partido. Aliás, bem bolado e incontestável. Com essa arrancada, Marcelo Déda parte para a campanha e vai tentar continuar à frente da administração. Arrumados em Aracaju, os partidos que formam a oposição ao Governo do Estado sofrem turbulências no interior e há necessidade de uma ação do comando e do restante da tripulação, porque o resultado caminha para uma queda brusca no projeto político traçado. Tudo pode virar destroços. Um exemplo próximo é a disputa pela Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro, praticamente na periferia de Aracaju. O PSB e o PT podem se unir à candidatura de Aélio Argolo, para derrotar os candidatos do PTB, deputado Adelson Barreto, e do PPS, prefeito José Franco, que tenta a reeleição. Subindo para a região centro-sul, há um problema significativo dentro das oposições. Em Simão Dias, terra do senador Antônio Carlos Valadares (PSB), o PT está lançando candidato para disputar com José Valadares, que vai para a reeleição. Mas, antes de Simão Dias, quando se chega em Lagarto, se assiste o PT dando apoio ao PFL, para derrotar o PTB. Essa loucura envereda pela aridez do sertão. Em Poço Redondo o clima está quente, porque o Partido dos Trabalhadores resolveu lançar candidato, contra o nome sugerido pelo prefeito Enoque Salvador (PL), que sempre esteve vinculado aos petistas. Chegando a Canindé do São Francisco depara-se com um imenso caleidoscópio, onde as cores de todos os partidos, inclusive PT, PFL, parte do PSDB, PTB e outros, formam uma bandeira em favor de Paulo Barbosa de Deus (PHS), contra a reeleição de Rosa Feitosa (PMDB). Tudo isso preocupa as lideranças oposicionistas, que tinham o projeto de chegar unido ao interior, para garantir o fortalecimento de uma estrutura que vem se formando para eleger o governador em 2006, que tende a ser o ex-prefeito Marcelo Déda. A impressão é de dificuldade para se conquistar o consenso, o que manterá o quadro histórico de que a posição ainda é forte na capital, mas perde a toda a força quando dá o primeiro passo fora de Aracaju. RODOVIA O deputado Jorge Alberto (PMDB) diz que a BR-101, no trecho entre Socorro e Pedra Branca não será concluído. Foi constatado superfaturamento no preço pelo TCU. As empresas que recupera a rodovia e constrói os viadutos estão na justiça contra o Denit (antigo DNER), que contestou os preços. DESISTE A empresa que construiu os dois viadutos não tem mais interesse em concluir as obras, porque alega que teve prejuízos e não aceita o preço do Denit. Já a empresa que está fazendo a terraplenagem da BR-101 vai esperar um entendimento com o Denit e pode ou não continuar o trabalho. REUNIÃO Os deputados Jackson Barreto, Bosco Costa, Heleno Silva e o senador Valadares têm audiência marcada com o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, para ver a situação da BR-101. Jackson esteve, ontem, com o representante do Denit em Sergipe, que lhe prestou informações que serão levadas ao ministro. DERRUBA O Superior Tribunal de Justiça derrubou, ontem, a liminar da desembargadora Clara Leite Rezende, que determina o pagamento dos dias cortados dos salários dos professores. Com a decisão do STJ, o governador João Alves Filho vai manter o corte salarial e a ilegalidade da greve. SURPRESA O deputado Jorge Alberto disse que se surpreendeu com a notícia de que o empresário Walter Franco (PMDB) seria pré-candidato à sucessão municipal. Acha que o presidente do partido, Benedito Figueiredo, teria falado sobre isso, num almoço que teve com Walter em novembro de 2003. CONFIRMA Jorge Alberto confirma sua pré-candidatura à Prefeitura de Aracaju e já conversou com o presidente nacional do partido, Michel Tamer sobre o assunto. Acha que o PMDB tem que promover uma ampla discussão do que realmente interessa ao partido e considera que pesquisas, neste momento, não definem coisa nenhuma. IMPLANTE O presidente da Emsetur, Ari Leite, desconfia que estão implantando notas na imprensa, para tentar macular sua administração e denegrir a empresa. Ari considerou inverídica a notícia de que a Emsetur está devendo a algum sanfoneiro que se apresentou nos forrós e desafia que os autores das notas provem o contrário. SILVEIRA O ex-deputado Ilzo Silveira, que pretendia disputar a Prefeitura de Itabaianinha, está chateado com a decisão do governador João Alves Filho, em indicar Renildo Santana. Como não há condições de disputar dentro do partido, Ilzo abandona a idéia da candidatura, mas pode apoiar candidatura adversária. PROGRAMAÇÃO A programa da Prefeitura de Aracaju para os festejos juninos é de derrubar qualquer festa programada para o interior do Estado. Coincidentemente, serão 13 dias de forró, que começa no dia 17 e vai ate 29 de junho. Treze é o número do Partido dos Trabalhadores. REUNIÃO O PSB vai se reunir, nesta segunda-feira, com todos os candidatos à Câmara Municipal de Aracaju, para definir a questão da coligação. A maioria defende que o partido não faça ligação proporcional e apresenta a chapa com 32 candidatos. O objetivo é manter ou ampliar a bancada. DECIDIDO O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) já avisou que o seu partido apóia o prefeito Marcelo Deda (PT) à reeleição. Acha que a escolha do vice deve ser da responsabilidade do prefeito. Entretanto não abre mão do candidato ser um membro dos partidos aliados. SERVIDOR Um advogado, que pediu para não expor seu nome, revelou que, segundo entendimento do Superior Tribunal de Justiça (STJ), não pode haver greve de funcionários. A razão é que ainda não está regulamentado o direito de greve dos servidores públicos. REFORMA O deputado Jorge Alberto diz que não sabe se a reforma política que será proposta é a ideal. Também acha que a micro-pulverização dos partidos enfraquece o legislativo. Admite que ao Executivo não interessa o fortalecimento do Congresso, porque isso trás independência e pode contrariar o presidente. ALBANO O ex-governador Albano Franco (PSDB) se encontra em São Paulo, onde participa da solenidade de inauguração do Instituto Fernando Henrique Cardoso. Terá palestra do ex-presidente dos EUA, Bill Clinton e depois um jantar, com a presença de importantes autoridades do Brasil e do mundo. Notas ALMEIDA O senador José Almeida Lima (PDT) elogiou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de reduzir o número de vereadores no país. O parlamentar criticou a disparidade entre o número de vereadores e a população de muitos municípios, situação enfrentada pela decisão do Supremo. Almeida deu exemplo da cidade de Mesquita (RJ), com 174 mil habitantes, possui nove vereadores, contingente idêntico ao de Serra da Saudade (MG), com apenas 879 habitantes. Esta distorção não dá para entender. MÁQUINA O senador Almeida Lima fez um comentário sobre proposta de Emenda à Constituição, de sua autoria, que prevê a redução da máquina política do país. Enquanto o número de vereadores oscilaria entre 5 e 31. Almeida ainda propõe o corte de 25% no total de deputados estaduais e federais. A emenda de Almeida Lima sugere a supressão da figura dos vices nos Executivos federal, estadual e municipal e a redução do número de senadores de três para dois. A maioria dos parlamentares criticou o projeto. LICENÇA A senadora Maria do Carmo Alves (PFL) deve pedir licença no Senado, para reassumir a Secretaria de Combate à Pobreza. A senadora estava esperando uma definição em Itabaianinha, sobre a candidatura ou não do suplente Renildo Santana. Já foi decidido que Renildo será o candidato a prefeito. Há informações que o segundo suplente, ex-deputado Carlos Alberto, assumiria o Senado. Entretanto, nada impede que Renildo Santana assuma o Senado e continue fazendo sua campanha política em Itabaianinha. É fogo O presidente do PMDB, Benedito Figueiredo, terá muito trabalho para conciliar as candidaturas de Walter Franco e Jorge Alberto dentro do partido. A questão de Itabaiana ainda está faltando alguns pontos para definição. Até o momento os grupos não se entendem nem na retórica. Raimundo Vieira (Mundinho) está animado com a possibilidade de eleger-se prefeito de Itabaianinha pelo PP. Disputa pelo PP, que lá é oposição. O presidente da Sebrae, José Guimarães, tem trabalhado na eleição de prefeitos da região Sul. Quer fixar base para disputar mandato de deputado federal. O Banco do Brasil reuniu, ontem, jornalistas para um churrasco, em comemoração ao Dia do Jornalista. O líder comunitário Izidoro Batista está achando que as eleições em Laranjeiras estão se transformando num caldeirão de compadres. O prefeito de Pinhão, Eduardo Marques (PFL) viajará à Alemanha, onde conhecerá um projeto de reciclagem do lixo, com aproveitamento industrial. Este projeto alemão gera empregos e tem uma ação social fundamental, que pode tirar as famílias das lixeiras. O deputado estadual Mardoqueu Bodano (PL) tem manifestado preocupação com o crescimento da violência em Sergipe. Mardoqueu acha que o Governo do Estado tem que agir com mais eficiência e escolher a segurança como prioridade no Estado. De cada mil cheques compensados em abril, 15,9 folhas foram devolvidas por falta de fundos, apurou levantamento do Serasa. O presidente da Fiesp, Horácio Lafer Piva, reivindicou, em rede pública, a diminuição de carga tributária ao Governo. Por Diógenes Brayner brayner@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais