Cortando na carne

0

O governo está disposto a cortar na carne para reduzir as despesas com pessoal e custeio. O objetivo é enxugar a máquina administrativa e, com a sobra do dinheiro, tentar amenizar a aflitiva situação financeira dos servidores. Ontem, ao receber relatório da comissão criada para avaliar os gastos do Executivo e apontar soluções, o governador Jackson Barreto (PMDB) prometeu reduzir o exagerado número de cargos comissionados, cortar gratificações e comissões especiais, além de fundir secretarias. Aliados do peemedebista vão considerar as medidas antipáticas, mas certamente os contribuintes e servidores, estes há mais de um ano sem reajuste, vão aplaudi-las, pois visam reduzir o desperdício do dinheiro público.

Reajuste

O reajuste salarial dos servidores estaduais voltou a ser cobrado ontem na Assembleia. Desta vez foi o deputado capitão Samuel (PSL) quem criticou o governo por não ter anunciado ainda a melhoria salarial da categoria. O parlamentar promete acionar a Justiça para impedir o governo de nomear novos comissionados até reajustar os salários dos servidores.

Racismo

Estudo ‘A Cor dos Homicídios no Brasil’ mostra que, de 2001 a 2010, enquanto a morte de jovens brancos no país caia 27,1%, a de negros crescia 35,9%. Com base em dados do Ministério da Saúde, a pesquisa revela que no Brasil as maiores vítimas de violência são jovens negros, com baixa escolaridade. O racismo é a maior motivação para os crimes. Uma lástima!

Voadores

Depois do presidente da Câmara, Vinícius Porto (DEM), agora foi a vez da vereadora Emília Corrêa (DEM) afirmar que Aracaju tem um transporte público de qualidade. Alguém precisa dizer aos dois demistas que o transporte coletivo piorou sobremaneira nos últimos 10 meses, em que pese o preço da passagem ter sido absurdamente majorado. Os dois vereadores não podem esquecer que propaganda enganosa é crime.

Promessa

A Assembleia deve votar na semana que vem o projeto autorizando o governo de Sergipe fazer um empréstimo de R$ 160 milhões para serem usados como contrapartida das obras do Proinveste. A garantia foi dada ontem pela presidente do Legislativo, deputada Angélica Guimarães (PSC), durante solenidade de assinatura das ordens de serviço das primeiras oito obras custeadas com os recursos do Proinveste.

Fuleragem

Uma empresa de ônibus de Aracaju pretende que o cobrador arque com o prejuízo dos assaltos acima de R$ 50. A grave denúncia foi feita pelo vereador Adriano Taxista (PSDB). Segundo ele, a concessionária emitiu comunicado informando que não arcará mais com o prejuízo causado pelos assaltantes. E que culpa tem o coitado do cobrador?

Últimos dias

Os partidos políticos devem encaminhar à Justiça Eleitoral até segunda-feira próxima as relações atualizadas dos novos filiados. As informações devem ser enviadas pela internet e serão divulgadas pela Corregedoria-Geral da Justiça Eleitoral (CGE) após o processamento dos dados. Atualmente, 32 partidos estão registrados no Tribunal Superior Eleitoral.

Bancários

Uma nova proposta, que eleva para 8% (aumento real de 1,82%) o índice de reajuste salarial, foi apresentada na madrugada de hoje pela Fenaban ao Comando Nacional dos Bancários. A proposta, apresentada após o 22º dia de greve, será levada agora às assembleias para ser votada. O comando de greve está orientando os sindicatos a promover assembleias até segunda-feira e a aceitar a nova proposta. Tomara, né?

Dorminhoco

Até o governador Jackson Barreto (PMDB) tira onda com o líder do governo no Legislativo, deputado Gustinho Ribeiro (PSD). Ontem, durante assinatura de ordem de serviços para oito obras do Prinveste, o peemedebista saiu com essa: “Ninguém pode mais reclamar de Gustinho, pois ele está acordando cedo e é um dos primeiros a chegar na Assembléia”. Pode uma coisa dessa?

Dá-lhe Mengão

A vitória do Flamengo sobre o Internacional valeu três pontos e seis posições na classificação do Campeonato Brasileiro. Em grande noite de Felipe e Leonardo Moura, o Mengão derrotou o time gaúcho por 2 a 1, chegando a 37 pontos e à sétima posição na tabela. Nem precisa dizer que a torcida rubro-negra amanheceu sorrindo de orelha a orelha.

Essa é do baú

O ex-diretor do antigo Horto Florestal do Ibura, engenheiro agrônomo Roberto da Costa Barros, dedicou parte de sua vida à produção de sementes e distribuição de mudas de árvores frutíferas e arbóreas. A maioria das árvores existentes hoje nas praças, ruas e avenidas de Aracaju é resultado da dedicação deste engenheiro agrônomo, homem sério, profissional dedicado e pessoa de trato fácil. Roberto mandava, inclusive, catar sementes nas feiras livres do interior para ampliar a variedade de mudas. Seu amigo e também engenheiro agrônomo Matias Paulino conta que, certa feita, estava com ele quando chegou um cidadão para pedir algumas mudas de jaqueira. Brincalhão, o diretor do Horto apontou para o canteiro: “O senhor quer mudas de jaca dura, mole ou mel?”. Claro, que o moço escolheu a terceira opção. “Mas Roberto, como é que você sabe o tipo de jaca, se as sementes são apanhadas aleatoriamente nas feiras?”, perguntou Paulino, para ouvir do colega: “Rapaz, uma muda dessa leva mais de 20 anos para frutificar. Daqui pra lá, nem eu, nem você nem o nosso amigo aqui estaremos vivos para provar da jaca e saber se é dura, mole ou mel”.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais