Crise hídrica

0

A queda da velha ponte sobre o rio Cotinguiba provocou a maior crise hídrica da grande Aracaju. Desde o acidente, ocorrido sábado passado, grande parte da capital, de Socorro, São Cristóvão e Barra dos Coqueiros está sem água potável. Para reduzir o sofrimento da população, o governo tem recorrido a carros-pipa, que estão abastecendo hospitais, postos de saúde e creches. Da população atingida espera-se que colabore, economizando água, pois o abastecimento não será normalizado antes da próxima sexta-feira. Assim que a tubulação danificada for recuperada e a adutora do São Francisco voltar a operar normalmente, o governo precisa averiguar o que provocou este grave acidente. A causa mais provável foi a total falta de manutenção da velha ponte, construída em 1933 e que, há décadas, era usada exclusivamente pela Deso para a passagem dos enormes canos com água do Velho Chico.

Relação negada

O Grupo Genpower, que pretende investir R$ 3,3 bilhões para implantar uma usina termoelétrica em Sergipe, nega ser controlado pelo doleiro Alberto Youssef, envolvido em denúncias da Operação Lava-Jato. Em nota, a empresa afirma se tratar “de notícia requentada e que já foi refutada”. Diz ainda que o doleiro “é pessoa desconhecida para o grupo Genpower, que com ele jamais manteve relacionamento contratual ou comercial, de qualquer ordem”. Então, tá!

Reforma política

O ex-presidente da OAB nacional, Cézar Britto, faz palestra hoje na Assembleia sobre a reforma política. Convidado pela deputada estadual Ana Lúcia, Britto também falará sobre eleições limpas. Será a partir das 15h, no plenário do Legislativo. Prestigie!

Sustentabilidade

O Sindicato da Indústria da Construção Civil de Sergipe realizará, amanhã e quarta-feira, a Conferência da Sustentabilidade da Construção Civil. O objetivo é fomentar uma discussão sobre a sustentabilidade no setor e, assim, disseminar informações sobre os melhores produtos e serviços que promovam a adoção de práticas da construção sustentável. Outras informações podem ser obtidas pelo e-mail eventos@sinduscon-se.com.br ou pelo telefone (79) 2104-8750.

Ironia

Veja que ironia do destino: no mesmo sábado em que familiares e amigos sepultaram Antônio Soares da Mota, ex-presidente do Clube Sportivo Sergipe, o Confiança sagrou-e bicampeão sergipano. Motinha, como era conhecido o desportista, foi homenageado pela Federação Sergipana de Futebol com um troféu conquistado pelo Confiança, maior rival do Sergipe.

Sem foco

O jornalista Gilvan Manoel escreve no Jornal do Dia que Eduardo Amorim (PSC) “está no quinto ano como senador, mas continua pensando como se fosse vereador de Itabaiana, onde disputas por uma banca de feira chegam às vias de fato. Eduardo Amorim precisa começar a agir como senador da República, até para dar oportunidade para que as suas ‘Angélicas’ na Assembleia e câmaras municipais façam os discursos paroquiais”. Aff, Maria!

Até que enfim

O governador Jackson Barreto (PMDB) discute hoje com auxiliares sobre a composição da Comissão Estadual da Verdade. O objetivo é ajudar a sociedade a entender e reconhecer eventos passados para não voltar a vivenciar períodos de terror como os da ditadura militar. Nos anos de chumbo do golpe, militares covardes promoveram prisões, torturas e mortes de brasileiros que se opuseram ao regime ditatorial.

Espancamento

O deputado estadual Georgeo Passos (PTC) lamentou o espancamento a que foi vítima o vereador de Ribeirópolis, Pedrinho da Topic. O parlamentar foi agredido pelo empresário Romildo, que não gostou das críticas feitas por Pedrinho à empresa de ônibus Via Norte. O vereador só não apanhou mais porque se refugiou na Igreja Matriz da cidade. Segundo o deputado Georgeo, “um ato como este é um atentado ao Poder Legislativo”. Tá certíssimo!

Faltosos

E o polêmico vereador aracajuano Agamenon Sobral (PP) está visitando escolas públicas para verificar quais os professores não aparecem nas salas de aula. Segundo ele, vários educadores do Colégio Estadual Tobias Barreto deixam as salas 25 minutos antes do fim das aulas. “Têm professores que não aparecem na escola, mas a coordenação abona suas faltas”, denuncia Sobral.

Chora miséria

Enquanto sonha com uma candidatura ao Senado, o prefeito de Canindé, Heleno Silva (PRB), chora pela redução da receita municipal. Segundo ele, de janeiro a março passado, a Prefeitura deixou de arrecadar 4,961 milhões, devido a Lei Federal que reduziu o preço da energia elétrica. “A queda da arrecadação do ICMS gerado pela usina hidrelétrica de Xingó inviabilizou vários projetos sociais, de saneamento e obras”, reclama Heleno.

Recorte de jornal

Publicado no Correio de Aracaju em 30 de dezembro de 1921.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais