Da peleja de Floro com o Dono do Céu

0

“A Peleja Do Diabo Com O Dono Do Céu”, é uma música de Zé Ramalho que virou sucesso cantada pelo grupo Falamansa. A primeira estrofe da música: “Mas com tanto dinheiro girando no mundo / Quem tem pede muito / Quem não tem, pede mais / Cobiçam a terra e toda riqueza / Do reino dos homens e dos animais / Cobiçam até a planície dos sonhos / Lugares eternos para descansar / A terra do verde que foi prometida / Até que se cansem de tanto esperar / Eu não vim de longe para me enganar / Eu não vim de longe para me enganar / Eu não vim de longe para me enganar.

 

Pois bem não é que Floro Calheiros, considerado bandido foragido na Terra, se depender dos seus advogados está brigando com São Pedro para entrar no Céu? Brincadeira à parte o que vem ocorrendo nos últimos dias em Sergipe é algo absurdo. Com o apoio de setores da imprensa de Sergipe os advogados de Floro estão conseguindo transformá-lo em herói e se deixar vão pedir a canonização dele no Vaticano.

 

Todo mundo sabe que Evaldo Campos é um dos melhores advogados criminalistas deste estado e um excelente professor, mas ele vem exagerando na defesa de Floro. Evaldo é tão danado de bom que consegue transformar uma simples frase como “atirei o pau no gato”, para algo do tipo “arremessei o bastão no felino”.

 

O blog elogia aqui os discursos ontem, 12, na AL, dos deputados  capitão Samuel e Gilmar Carvalho. Capitão Samuel criticou a inversão de papéis neste caso, onde autoridades estão sendo acusadas e Floro saindo de bom moço. “E o que eu estou ouvindo todos os dias e tem me causado preocupação é quando quem erra passa a ser certo e quem vai defender a sociedade passa a ser errado. Está tudo invertido”, declarou.

 

Já Gilmar Carvalho disse que é um equívoco enorme em tratar um acusado de vários crimes como “homem de bem”, e destratar membros da Justiça e da polícia. “Não se ataca um procurador, um desembargador, os ataques são feitos ao Ministério Público e ao Tribunal, que estariam orquestrados para ver Floro morto. É grave (a denúncia), é uma afronta a Sergipe, à Justiça”, pontuou.

 

Ao tentar passar a imagem que Floro era um bom moço injustiçado em todos os processos, os advogados parecem passar a impressão que Floro depois de alguns dias de morto ainda está na peleja com o Dono do Céu (São Pedro) para tentar convencer o santo que não fez nada de errado.

 

Mas o bom senso e a Justiça falam mais alto. E enquanto ele está na Peleja brigando na porta do Céu, o Diabo que conhece Floro muito bem o espera, na espreita de braços e portas abertas.

 

Obs: em Teixeira de Freitas (BA), Floro não é tido como santo. O padre local não deixou que o corpo fosse velado no salão da igreja Sào Francisco. Lá ele tem várias acusaçòes de crimes de “mando”.

 

Jackson assume o governo por 10 dias

E o governador Marcelo Déda passa hoje a tarde, às 16hs, o cargo de governador para o vice, Jackson Barreto. Déda vai aproveitar a Semana Santa para descansar na Europa. Antes, pela manhã, às 10h30, inaugura a reforma do Restaurante Popular Padre Pedro, localizado na av. Dr. Carlos Firpo, 318, Centro.

 

Quem manda é Amorim

E ontem, 12, o radialista/deputado Gilmar Carvalho anunciou que está criando em sue programa uma série: “Quem manda é Amorim”, em homenagem a alguns colegas de imprensa. Quem são estes colegas? Quem são estes loucos que insinuam que Amorim (qual dos dois? O senador ou o empresário?) tem influência no programa de Gilmar? Só pode ser gente querendo desgastar a imagem dele. Um absurdo!

 

Da modéstia de Sukita

E o prefeito de Capela Sukita soltou ontem, 12, no programa de George Magalhães, na Liberdade FM, “cobras e lagartos” contra o titular deste espaço. Porém a vacina é forte. O ponto mais interessante da entrevista dele foi quando Sukita disse que não tem receito de disputar a eleição contra ninguém em Aracaju e até o ex-governador João Alves. Ele afirmou que se o PSB deixar ele sairá vitorioso. Modesto, sem soberba e muito menos arrogância nenhuma. Ele esquece que não pode disputar o terceiro mandato consecutivo de prefeito mesmo sendo em outro município. Já existe jurisprudência no TSE.

  

Assembleia funcionários da TV Sergipe

Ontem, 12, à noite, foi realizada uma assembléia dos funcionários da TV Sergipe, com a

Assembleia histórica da TV Sergipe, ontem à noite. Foto:Cleverton Ribeiro.
participação de cerca de 50 deles. Eles já ganharam de volta alguns direitos  como horas extras, gratificações, diárias no valor correto, pagamento quinzenal, transporte do centro para TV.

 

Prazo de 30 dias

Ficou aprovado o prazo de 30 dias para que Paulo Siqueira deixe a empresa. Tudo isso aprovado na SRTE antiga DRT com Ata. Os funcionários mostraram sensatez e maturidade. Não radicalizaram, querem seus direitos respeitados e, sobretudo, mostraram, que vestem a camisa da empresa. Este movimento ficará na história da empresa, não apenas pela luta em defesa da dignidade deles, mas também porque, mesmo com toda força e respaldo da sociedade, com todas as cartas na manga, mostraram equilíbrio para negociarem sem radicalismo. Que sirva de lição para todos.

 

Aos colegas da TV Sergipe

O blog aproveita para agradecer e-mails e telefonemas de colegas da TV Sergipe. Este espaço não fez nada demais, cumpriu com sua missão. Aproveita para pedir a alguns poucos que quando ocupam cargos de chefia esquecem que um dia estiveram no outro lado. Cada momento profissional passa e o respeito ao colega é fundamental para uma convivência salutar. Ninguém é insubstituível e “pisar” em colegas de trabalho, sobretudo de profissão não engrandece ninguém, pelo contrário.  As dificuldades que passaram nos últimos dias mostraram que todos são iguais. Ninguém é melhor do que ninguém.

 

Bandeira empunhada desde o início                                                                                                    

Dirigentes sindicais e representantes dos funcionários: maturidade no diálogo foi fundamental. foto: Cleverton Ribeiro.

Apenas uma reflexão de quem empunhou essa bandeira desde o início, quando quase todos silenciaram, mas o espaço não teve medo de retaliações e recados. Como todo mundo sabe, “em Sergipe todo mundo se conhece”. E como. Parabéns aos companheiros da TV Sergipe, o sindicato dos Jornalistas e o Sindicato dos Radialistas, que deram sustentação em todos os momentos. É assim que se faz sindicalismo: na luta, mas sem radicalismo e como muito diálogo.

 

 

 

 

 

GNV em alta em Sergipe

Com o aumento da tarifa do Etanol e da Gasolina, o GNV ficou ainda mais atrativo, principalmente para taxistas, frotistas, empresas e representantes comerciais, a procura pela conversão dos kits de GNV tem formado filas de espera nas três oficinas credenciadas pelo INMETRO em Aracaju, que estão com sua capacidade de atendimento preenchida, ou seja, é preciso agendar com antecedência para poder rodar com economia.

 

Gás terá aumento

Deu na coluna do sergipano Ancelmo Gois no Globo: Proibida por Guido Mantega de aumentar o preço da gasolina, para não pôr lenha na fogueira da inflação e também evitar o desgaste popular da medida, a Petrobras encontrou uma forma de pendurar a conta.A estatal, sem muito alarde, comunicou às concessionárias o aumento do gás natural em 10% a partir de 1o de maio.O gás natural no Brasil, que movimenta a indústria e uma frota de mais de 1,6 milhão de veículos, é considerado um dos mais caros do mundo.

 

Defesa dos trabalhadores

O deputado estadual Francisco Gualberto (PT), líder do governo na Assembleia Legislativa, afirmou que em momento algum deixará de fazer a defesa dos trabalhadores junto ao governo do Estado. Em pronunciamento na tribuna, Gualberto alertou apenas certas categorias de trabalhadores que buscam o caminho errado para tentar conseguir êxitos em suas negociações com o governo.

 

Bobo da corte

“Na história da minha vida política, nunca me neguei a contribuir com qualquer trabalhador ou trabalhadora. Mas sem ser bobo da corte. Sem ser vítima de quem se alia com adversários históricos para conseguir seus objetivos de momento”, frisou Gualberto fazendo referência a um grupo de Agentes Penitenciários que buscou o deputado Augusto Bezerra (DEM) como interlocutor. “Não alimento o oportunismo”, garante Gualberto.

 

Trem Bala

O senador Valadares (PSB) durante audiência pública manifestou sua posição favorável ao projeto e à aprovação da MP que autoriza a União a garantir um financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ao consórcio que construirá o trem-bala.

 

Polêmico

Valadares disse não ter dúvidas, pela exposição dos palestrantes, que se trata de um investimento polêmico, com alguns riscos. Mas acredita que, pela excepcional situação em que o Brasil se encontra, com alto grau de confiança internacional e equilíbrio fiscal, muitos outros países se interessarão pelo projeto, dispensando a necessidade de financiamento do BNDES. “Nossa presidente está na China, conversando com empresários e já se noticiou que o governo daquele país tem interesse em financiar até 85% do projeto”, argumentou o senador.

 

Rodovia Carira/Glória

Os deputados Garibaldi Mendonça e João Daniel ressaltaram a importância da rodovia Carira/Glória. Como engenheiro Garibaldi detalhes técnicos sobre a importância da estrada.”Hoje há uma interligação da maior bacia leiteira do Estado, que é a cidade de Glória, com o maior produtor de milho, que é Carira, e por isso vem sendo chamada de rodovia “cuscuz com leite””, disse.

 

Plano de Ação

O deputado Zezinho Guimarães (PMDB) foi recebido ontem pelo secretário de Estado do Planejamento, Sérgio Ferrari, quando fez a entrega do Plano de Ação para Erradicação de Casas de Taipa em Sergipe. O parlamentar explicou que elaborou esse plano de ação durante sua permanência de 11 meses na superintendência da Funasa, tendo constatado “in loco” esse problema que atinge mais de 60 mil pessoas. Segundo ele, existem 12.500 casas de taipa no Estado com famílias convivendo com a Doença de Chagas, sem acesso ao saneamento básico, água e outras infraestruturas.

 

BB e os municípios sergipanos

A superintendente estadual do Banco do Brasil, Marília Prado participou ontem de um encontro com gestores municipais em Aracaju. Os técnicos do BB esclareceram as parcerias do banco com os municípios e a superintendente apresentou cartilha elaborada pelo Banco e direcionada aos administradores públicos, contendo dicas de operações de crédito para investimentos nos municípios.

 

Sedetec e as futuras ações

Unificar as ações da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec) e vinculadas com a política do governo Marcelo Deda. Com esse objetivo foi realizada na manhã dde ontem sta terça-feira, dia 12, no Centro de Convenções, um encontro com dirigentes da Codise, Fapitec, Jucese, ITPS e SergipeTec (associação civil  ligada à Sedetec), a fim de definir o Planejamento Estratégico para os próximos quatro anos.

 

Unir esforços

Para o secretário Zeca da Silva o momento é de reunir esforços, a fim de alcançar um objetivo comum. “O governador Marcelo Déda é quem dá o tom e as diretrizes que devemos seguir, e após esse primeiro mandato alguns ajustes precisam ser feitos para que possamos mostrar os resultados positivos à sociedade e principalmente à classe empresarial, a fim de consolidar cada vez mais a política de desenvolvimento do Estado de Sergipe, tendo a Sedetec como grande indutora desse processo, que visa a geração de empregos e renda em Sergipe”, afirma o gestor da Sedetec.

 

R$ 100 milhões no Credi Rápido

Facilitar o acesso à concessão de crédito e ampliar o poder de compra dos sergipanos, fortalecendo a economia e o desenvolvimento do estado. Com esses objetivos, aliados a comodidade e rapidez na liberação, o Crédito Rápido Banese ultrapassa a marca de R$ 100 milhões ofertados em Sergipe.

 

Recursos na agricultura

O deputado federal André Moura esteve na tarde desta terça-feira, 12, visitando o Ministério da Agricultura. O objetivo maior foi o de conseguir a liberação dos recursos que foram empenhados para os municípios sergipanos. O deputado que está no primeiro mandato tem agilizado a liberação de emendas de parlamentares que não foram eleitos, ou não concorreram a Câmara dos Deputados.

 

Blog do Clóvis

Artigo publicado no Jornal da Cidade, edição de domingo e segunda-feira, 3 e 4 de abril de 2011, intitulado “O Óbvio que Ignoramos”. Vejam agora em http://clovisbarbosa.blogspot.com/

 

 

A Deso e as obras em São Cristovão I

Da Ascom/São Cristovão: O trabalho que a DESO vem desenvolvendo na cidade histórica de São Cristóvão visando melhorar os serviços de esgotamento sanitário do município, tem importância fundamental na melhoria da saúde dos munícipes. O que se questiona é a total falta de planejamento quanto a interdição de quadras inteiras, inviabilizando a circulação de veículos.

 

A Deso e as obras em São Cristovão II

Embora autoridades municipais tenham se manifestado, solicitando um organograma para as ações da DESO, não têm obtido resposta e o não planejamento das obras tem deixado a população revoltada. O prefeito Alex Rocha, tomando conhecimento do desabafo do prefeito Fábio Henrique, de N. S. do Socorro, alerta as autoridades do estado que, em São Cristóvão a situação é ainda mais caótica.

 

SINTUFS organiza paralisação na UFS

Os trabalhadores técnico-administrativos das Universidades Federais vão paralisar suas atividades nessa quinta-feira, 14 de abril. Será um dia Nacional de Luta Contra a Medida Provisória 520 que cria uma empresa pública de caráter privado para administrar os hospitais universitários, o que para a categoria significa um retrocesso no fortalecimento dos serviços públicos sob o controle do Estado.

 

“1º Amalá do Grupo Abaô” comemora 18 anos em SE

A primeira roda de capoeira de 2011, formada por angoleiros do Grupo Abaô, está com uma programação cheia de africanidade. A festa acontece no próximo sábado, dia 16, na nova sede do grupo, localizada na Rua Reis Limas, 193, Bairro Industrial – em frente ao Caic. A partir das 11h da manhã começa o ‘1º Amalá do Grupo Abaô’, que contará com capoeira, teatro, samba de roda, xinxim de galinha e, é claro, muito amalá. O ingresso para a comemoração com direito ao almoço africano é R$ 10.

 

Ponto de Cultura

Para quem não conhece a nova sede, este é o melhor momento, pois o Grupo Abaô completa 18 anos de ginga afro-brasileira, tendo se tornado Ponto de Cultura e importante referência para jovens do Bairro Industrial. Através do projeto ‘Batuque de Angola’, o grupo oferece oficinas de informática, confecção de instrumentos musicais, de capoeira, música e canto para jovens de 7 a 17 anos. Ao longo do curso os jovens também participam de rodas de leitura sobre a questão racial e de gênero.A coordenadora do Batuque de Angola, Rejane Maria, também informa que as matrículas para os cursos estão abertas e podem ser feitas na própria sede nas segundas, quartas, quintas e sextas-feiras à tarde. Contatos:Wellington(79) 9954-6940;Rejane Maria – (79) 8846-5729 e Marina(79) 8814-6982.

 

DO LEITOR

 

Processo eleitoral

Do técnico Lima:”Muita gente anda afirmando que o processo eleitoral de 2014 já foi iniciado e a prova disso são as críticas que Edvaldo Nogueira vem enfrentando a frente a prefeitura municipal de Aracaju. Supondo que isso seja verdade, acho que Gilmar Carvalho terá dificuldades para escolher de qual lado ficar se as circunstâncias colocarem em lados opostos o atual Governador Marcelo Déda e o Senador Eduardo Amorim. É que o jornalista e Deputado Gilmar Carvalho, para se eleger, depende quase que exclusivamente do seu trabalho com os microfones cuja propriedade atualmente é do grupo do Senador; por sua vez, a vaga na Assembléia

Legislativa está nas mãos do Governador Marcelo Déda.  Se é verdade que o processo eleitoral foi deflagrado, está na hora dos políticos deixarem claro de qual lado estão”.

 

Morte de Floro

Do leitor Joseilton Nery: “Lamentável as declarações do conceituado e eloqüente advogado Evaldo Campos a respeito do seu cliente Floro Calheiros. Acredito que Floro sabia muito acerca de poderosos sergipanos. Que, talvez, alguém tivesse interesse nesse fim trágico para o foragido. Todavia, afirmar que a sociedade estava ao lado de Floro. Que Floro era um cidadão digno, idôneo, de grande reputação, bom pai etc (só faltando dizer que era um santo), é querer brincar com a inteligência do povo sergipano. O povo sergipano não queria esse fim para Floro. Mas desejava justiça. Afinal, por que Floro era suspeito de tantos crimes? Só porque mexia com os interesses de poderosos? Por que ele fugiu de uma delegacia? Por que ele fugiu de um hospital? Por que não aproveitou as oportunidades concedidas para provar sua inocência?”

 

Prestação de Serviços do Banese

Da cliente Samírinys: “Gostaria de denunciar a falta de consideração e preocupação com o bom atendimento aos clientes do Banese, no posto localizado dentro da sede da Deso, na Rua Campo do Brito. Refiro-me à retirada de um dos dois caixas, o que reduz em 50% a eficiência do atendimento, ocasionando filas enormes e maior tempo utilizado para fazer as transações bancárias. Além disso, o cash disponibilizado para transações rápidas apresenta defeitos e travamentos constantemente, o que, novamente, desencadeia no aumento da fila e na demora para ser atendido. Enquanto cliente, que eu saiba, o prestador de serviço deve possuir pró-atividade e evolução no atendimento, e não regressão, como é o caso! Ora! Se há ausência de funcionários, abra inscrições para concurso e contrate! Enquanto isso, não “descubra um santo para descobrir outro!”

 

Roda Gigante e a roda da Vida

Do leitor Elcio Conceição de Santana “Estava conversando com meu irmão Edson Júnior, e falávamos das voltas que a vida dá em relação as nossas vidas e as pessoas que nos cercam. Foi quando saiu a palavra ” a vida é uma roda gigante”. Inicialmente, vocês podem estar pensando que estávamos falando dos nossos tempos de criança né.kkk Em parte sim, más falávamos de um período mais adulto e menos fantasioso. Mas, foi bom você pensar nos tempos de crianças. São momentos de muitos sonhos.

Poderíamos falar também que “a vida é um grande carrossel” mas, confesso que acho melhor a “roda gigante”, além de se encaixar melhor no que estávamos falando, ainda tem o movimento que é de altos e baixos, subindo e descendo. Pergunto aos amigos e leitores? A vida não é de altos e baixos? Então fiquemos com a nossa “roda da vida” ou “roda gigante”. Para as crianças, a roda gigante, dá medo, friozinho na barriga, emoção, alegria. Para nós adultos a roda da vida nos dá a oportunidade de nos fortalecermos e nos sentirmos capazes de reagir nos momentos de alta e de baixa nas nossas vidas.

Percebo, que quando acontece algo nas nossas vidas que nos decepciona, passamos muitas das vezes a nos isolar, deixando os problemas para o outro dia, inventando desculpas e com isso passamos a ter medo de coisas que nem sabemos o motivo. No popular, “criamos fantasmas”

São nesses momentos adversos, que mostramos as nossas forças, que enxergamos os nossos verdadeiros amigos, são quando reforçamos nossos valores e somos acolhidos pela família. Enfim, quando estamos fracos temos de nos sentirmos fortes. A roda gigante das crianças nunca para, apenas muda de lugar ou de cidade.

Para nós adultos a roda da vida, junto com as decepções e as alegrias são as forças que nos impulsionam em direção à realização de nossos projetos pessoais, profissionais, familiares e políticos. Como sempre fala meu irmão Edson Júnior, temos de ter sempre bom senso, avaliar sempre as consequências das nossas decisões.

As vezes temos de ousar, correr riscos, acreditar e valorizar os desafios,  porque acredito que nos abre as portas das possibilidades, temos de abrir essas portas, temos de ousar, correr riscos, acreditar e acima de tudo, temos de nos valorizar, pois, se não fizermos isso, jamais saberemos se além da porta há um dia de sol que nos permita começar de novo.

Reflexões em Silêncio

Do A.ST.D.A.: “Há um silêncio ensurdecedor na imprensa sergipana, na oposição e no próprio governo. Não sei se é mera expectativa de um servidor concursado da Fundação Hospitalar de Saúde (FHS) por novidades “novas e boas” ou se temor deste por mais uma decepção que não é e, de longe, não será a última.Sei que a data base para concessão do reajuste salarial 2011 por parte do Governo do Estado é 01 de maio. Mas alguém viu esse assunto repercuti? Claro que eu, como leitor atento e interessado, li o depoimento do Secretário da Fazenda, João Andrade, quanto à situação financeira do Estado e percebi que isso repercutiu na imprensa, mas na minha humilde opinião foi pouco.Esse ano está diferente. Apesar de estarmos no “Abril Vermelho”, as manifestações são isoladas, são poucas, sem expressão. Maio já está nos dando bom dia e pelo andar da carruagem (só anda nela quem pode) o tão esperado bom reajuste dar-nos-á boa noite antes mesmo que o encontremos.Lembro-me muito bem do ano passado (ano eleitoral). Era gostoso acessar a internet, ouvir rádio, ler jornal. Tudo era reajuste, servidor era gente desde o começo do ano. Era aquela batalha entre gregos e troianos (Governo e oposição) e a imprensa no meio intermediando o conflito.Enfim, será que as previsões “João Andradeanas” se confirmarão até 01 de maio? Será que repetiremos os 5,26% de reajuste concedido em 2010? Ou será que nem esse percentual será concedido? Quem viver verá (eu acho!)Ouvi boatos de que até maio será apresentado o Plano de Carreira da FHS. Devemos criar expectativas?!”

 

Nota de esclarecimento sobre o horário de expediente do TJSE

Diante da Resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que visa padronizar o expediente dos órgãos jurisdicionais para atendimento à população – de segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas – o Tribunal de Justiça de Sergipe vem a público esclarecer:

1. O Poder Judiciário sergipano já está alinhado com o que pede a Resolução do CNJ, de 29 de março de 2011. Isso porque, atualmente, o horário da Justiça Estadual, em Aracaju, está dividido da seguinte forma: das 7 às 13 horas atendimento geral ao público e das 13 às 18 horas em regime de plantão. O setor de Protocolo funciona das 7 às 18 horas, com atendimento ininterrupto. No interior, as Varas estão abertas ao público das 8 às 14 horas e das 14 às 18 horas em regime de plantão. Qualquer outro tipo de interpretação ao que preceitua a citada Resolução enfrentaria óbices orçamentários e legais – Lei de Responsabilidade Fiscal.

2. Estender o horário de expediente implicaria, ainda, em aumento de gastos com energia elétrica, água, papel e outros insumos. Lembramos que a última mudança de horário ocorreu em agosto de 2007, quando o expediente no Fórum Gumersindo Bessa e em setores administrativos do TJSE mudou de 12 às 18 horas para 7 às 13 horas. Na época, a medida teve como principal objetivo a redução de despesas. Foi levado em conta o consumo de energia elétrica no horário de pico, que ia das 17h30 às 20 horas: a tarifa cobrada nesse horário chegava a custar impressionantes 870% a mais que no restante do dia, segundo apontaram os estudos da Seplad. Ainda foi levada em consideração a questão da segurança, já que muitas pessoas e detentos saiam do Fórum Gumersindo Bessa à noite.

3. Desta forma, concluímos, em princípio, pela impossibilidade de mudança de horário no expediente do TJSE

 

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun

Frase do Dia

“Todos deveriam sofrer uma humilhação uma vez na vida para que a arrogância desse passagem à maturescência humana”. Jeocaz Lee-Meddi.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários