DÉDA INICIA AGENDA POSITIVA

0

Todo governante que se preza sabe muito bem o que significa por em prática uma “agenda positiva” a partir de determinado momento de sua administração. Ela é fundamental para a sobrevivência psicológica de qualquer governo. E era exatamente isso o que estava faltando ao governador Marcelo Déda para dar uma guinada de 180 graus, diante das contundentes críticas de inoperância, disparadas por seus adversários.

 

O simples fato de apontar problemas e erros da administração anterior, ao longo desses 100 primeiros dias de governo, acabou por trazer à tona um clamor da população por soluções práticas, eficientes e rápidas para os tais problemas encontrados.

 

Do que adianta ficar apenas apontando erros dos outros, se soluções não são apresentadas comitantemente? De nada. As críticas do momento inercial do novo governo contra o seu antecessor não poderiam continuar sendo fustigadas, sem que, ao mesmo tempo, soluções para os problemas fossem didaticamente mostradas à população. O povo até entende que a DESO está passando por grandes dificuldades. Mas quer resultados. Como pedir paciência a quem está sem água nas torneiras há dias?  Nessas horas, fala mais alto a carência, a necessidade do cidadão que não admite se submeter a uma situação vexatória como essa, seja qual for o motivo… Ou o governador de plantão. O sergipano, simplesmente, exige soluções. Afinal, rei morto, rei posto.

 

E foi exatamente diante desse quadro que se viu o governador Marcelo Deda até a semana passada. O governo – refém dos problemas, dos entraves, das armadilhas estrategicamente armadas – pelo visto, despertou de um sono profundo, embalado que fora pelas urnas, e partiu para a realização de uma agenda positiva, com ações pipocando nos mais diversos setores da administração (sementes para os agricultores familiares, retomada de obras na Educação, proposta de pagamento do Funaserp aos servidores, crédito a juros baixos para financiamento da economia sergipana por meio do Banese).

 

De uma hora para outra, felizmente, surgiram fatos auspiciosos. Ações capazes de transformar o Governo do Sergipe Novo no tão propalado Governo das Mudanças, apregoado pelos quatro cantos do Estado nas últimas eleições.

 

A agenda positiva do governador Marcelo Déda veio em boa hora. 

 


 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários