Dia de decisão

0

Logo depois do Carnaval, os petistas aracajuanos se reúnem para definir o candidato a prefeito da capital. Será na sexta-feira da semana que vem, durante o encontro municipal do PT. Portanto, Rogério Carvalho, Ana Lúcia e Sílvio Santos só têm pouco mais de uma semana para conquistar a simpatia dos delegados com direito a voto e que ainda estão indefinidos. Segundo alguns petistas, Rogério aparece hoje com maior chance de vencer a disputa interna, contudo até o dia 24 próximo muita água passará sob a ponte do PT. Como nada é impossível em política, o encontro pode até decidir pelo apoio a um prefeiturável de outro partido governista, mas para quem conhece a militância petista e seus principais líderes, se isso acontecer será uma grande zebra.

Discurso pronto

O deputado federal Rogério Carvalho defende que o candidato do partido a prefeito de Aracaju seja definido pela militância para que seja garantida a unidade do partido. No caso de seu nome ser o escolhido, ele já tem discurso pronto. “Se o PT me escolher espero poder discutir uma aliança ampla para fazer de Aracaju uma cidade do futuro e evitar que ela caia novamente nas mãos do passado”, frisa. Tem indireta mais direta?

Privilegiado

Diferente dos demais estados, que só têm três representantes no Senado, Sergipe conta hoje com quatro senadores. É que, embora esteja licenciado das atividades parlamentares sem remuneração, Eduardo Amorim (PSC) continua fazendo política e defendendo os interesses dos sergipanos dentro e fora do estado. Além dele, Sergipe conta com os senadores Antônio Carlos Valadares (PSB), Maria do Carmo Alves (DEM) e Lauro Antônio (PR). É ou não muito privilégio?

Em Aracaju

E quem é esperado amanhã em Aracaju é o Ophir Cavalcante, presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Após se reunir com os colegas da seccional sergipana da OAB, ele concederá entrevista à imprensa. O encontro de Ophir com os jornalista está marcado para as 16h, na sede da OAB, ali na avenida Ivo do Prado.

Estância espera

Os estancianos ficaram mais confiantes na recuperação física da Estação Rodoviária local depois que o deputado estadual Gilson Andrade (PTC) levou o apelo deles ao conhecimento do governador Marcelo Déda (PT). “Esperamos que o secretário Sérgio Ferrari, de Desenvolvimento Urbano, Saneamento, Habitação e Transporte, a quem estão ligados hoje os terminais rodoviários de Sergipe, determine a recuperação da nossa rodoviária, que é de suma importância para a população que sai e chega em Estância de ônibus”, diz Gilson.

Na posse

O governador Marcelo Déda (PT) fez questão de prestigiar ontem no Rio a posse da nova presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster. O petista saiu da solenidade muito esperançoso que nos próximos dias seja anunciada a indicação de Zé Eduardo Dutra (PT) para a Diretoria de Gestão Corporativa da estatal. Tomara!

Boa notícia

O governador Marcelo Déda ouviu pessoalmente da presidenta da República, Dilma Rousseff (PT), da nova presidente da Petrobras, Graça Foster, e do presidente da Vale, Murilo Ferreira, que o Projeto Carnalita é prioritário para o Brasil. O contrato para sua execução em Sergipe deve ser assinado em breve pelas duas megaempresas. Avaliado em 4 bilhões de dólares, o projeto consiste na extração da carnalita para a produção de potássio.

Contra a Aids

Começa hoje na TV aberta a campanha contra a Aids no Carnaval. O vídeo é apresentado por dois jovens – um homem e uma mulher – que falam sobre a doença e apresentam dados. No vídeo, o rapaz e a garota comentam sobre a incidência da Aids, o aumento de 10% de casos da doença entre os jovens gays e o uso regular de preservativos por apenas 43% dos jovens.

Siri na Lata

Será na próxima sexta-feira o desfile do bloco carnavalesco Siri na Lata. Organizado há sete anos pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), o bloco tem por objetivo pautar as reivindicações trabalhistas de forma irreverente e criativa. A concentração vai acontecer na Praça Fausto Cardoso, centro da capital, devendo o desfile contar com as participações de sindicalistas, representantes dos movimentos sociais e o povão.

Caiu de maduro

Depois de ter perdido 13 dos 15 pontos que disputou, o Clube Sportivo Sergipe deu cartão vermelho ao treinador Zé Humberto. E para tirar o chamado “Mais Querido” da lanterna do Campeonato Sergipano foi contratado o experiente técnico Celso Freitas. Ele deve ser apresentado ao time rubro daqui a pouco no Estádio João Hora. Há quem garanta, contudo, que a tarefa de Freitas é inglória, pois a equipe vermelhinha é ruim demais da conta.

Do baú político

O deputado federal Jackson Barreto (PMDB) já sonhou, um dia, em ser vice-presidente do Brasil. Foi em 1989, quando Lula disputou pela 1ª vez a presidência. “Plantada” na imprensa sergipana sabe-se lá por quem, a notícia que Jackson teria sido convidado para ser candidato a vice na chapa petista, provocou reações contrárias do PT. O então deputado estadual Marcelo Déda (PT) apressou-se em discursar na Assembléia para desfazer a informação: “Jackson não tem moral para ser vice de Lula”, bradou. Para por um fim ao disse-me-disse, o secretário-geral do PT, José Dirceu, declarou que o partido não convidou o ex-prefeito de Aracaju para ser companheiro de chapa de Lula. 20 anos depois, Jackson se elegeu vice-governador justamente na chapa encabeçada por Marcelo Déda. São as voltas que o mundo dá!

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários