Dia mundial da luta contra a desertificação e a seca

0

Fui em busca de notícias interessantes para destacar esta semana, e não é que eu encontrei…

Debate online
Quem gostou do tema da semana passada poderá saber um pouco mais no debate “Consumo, Meio Ambiente e Cidadania: relevância e desafios das pesquisas e intervenções socioambientais", que terá transmissão on line daqui a pouco diretamente da PUC Minas: será das 14h as 16h30. O trabalho é desenvolvido pelas professoras Sylmara Gonçalves Dias da PUC SP e Daniela Viegas da UNA. Não há necessidade de inscrição prévia e a participação pode ser presencial ou via web. Maiores informações podem ser obtidas com Samuel Araújo, bolsista de pesquisa do Núcleo de Pesquisas em Ética e Gestão Social do PPGA / PUC Minas (samaraujogo@gmail.com).

17 de junho – Dia mundial da luta contra a desertificação e a seca

Plantio no Rio Poxim
Na próxima segunda-feira 20, às 09h, serão plantadas cerca de mil mudas de essências florestais incluindo pau-pombo, ingá, jenipapo, biriba, jatobá, pau-brasil, falso-ingá, aroeira entre outras espécies nativas da Mata Atlântica em nascentes e matas ciliares do Rio Poxim Açu, no povoado Cajueiro, município de Areia Branca.

Será uma nova etapa do Projeto Preservando Nascentes e Municípios da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), que é executado em parceria com a Sociedade Semear e Universidade Federal de Sergipe, com recursos do Fundo Estadual de Recursos Hídricos. Além das ações de educação ambiental, comunicação e mobilização comunitária, o projeto contempla ações de coleta de sementes, isolamento de áreas e instalação de viveiro florestal, incluindo a instalação de estações hidrometeorológicas.

Foto: Edinah Mary

O rio Poxim tem como principais afluentes os rios Poxim-Açu, Poxim-Mirim e Pitanga, sendo um importante manancial utilizado no abastecimento de parte da cidade de Aracaju. Para garantir a boa qualidade das suas águas, a manutenção da vegetação ciliar desempenha um papel fundamental.

E mananciais, o que são?
São todas as fontes de água. Podem ser uma nascente, uma bica, um riacho ou toda uma bacia hidrográfica. As áreas que envolvem os mananciais são chamadas de áreas de proteção de mananciais. São protegidas por lei e não podem ser desmatadas. Essas regiões têm restrições de ocupação e não podem ser poluídas. Isso na teoria, porque na prática as coisas são bem diferentes ou não precisaria haver esse tipo de plantio citado acima.

Biocombustível em Itabaiana
A primeira micro usina de processamento de biocombustível, a partir de óleo culinário reaproveitado, já está em funcionamento em Itabaiana. É primeira do país e tem capacidade de produção de até 90 mil litros mês. A iniciativa é do Projeto Vamos escrever historia em Itabaiana pela coleta do óleo de fritura e tem a frente o Sindicato dos Caminhoneiros da cidade e a parceria do Grupo Metropolitano de São Paulo do programa Agenda 21.

No teste inicial a micro usina produziu 300 litros de óleo que abasteceram 10 caminhões dos associados do sindicato, a partir do óleo usado coletado em residências, restaurantes e lanchonetes.  A previsão é que mais 11 iguais sejam instaladas em Sergipe. O biocombustivel além de limpo na produção e na queima, também diminui a quantidade de óleo jogada no ralo da pia da cozinha. A idéia, no entanto tem um custo bem salgado: cada usina tem um custo de R$ 100 mil para ser montada. Fonte: http://emsergipe.com/mediacenter/index/id:45273

UMA DICA: mesmo sem usina de reciclagem, acostume-se a recolher o óleo de sua cozinha em uma garrafa que pode ser de água ou refrigerante, tampar bem e jogar no lixo ao invés de jogar na pia. Uma gota de óleo é capaz de poluir centenas de litros de água.

Moto elétrica a venda em Aracaju
Uma loja comercializa motos totalmente elétricas, com preço acessível e o melhor, que não emitem monóxido de carbono na atmosfera. Os valores dos três modelos das motocicletas, ou e-bikes (como são internacionalmente conhecidas) variam de R$ 2,7 mil a R$ 5,8 mil. Da marca EcoAmazon, as motos têm modelos com autonomia  para percorrer até 100 km por recarga. Além de ecologicamente corretas, as motos prometem ser bastante econômicas. Para funcionar a bateria deve ser carregada em uma tomada comum de três pontos. A velocidade máxima alcançada chega a 60 km/h. A loja revendedora fica no Centro da cidade. Fonte: Jornal da Cidade.

OUTRA DICA: Conheça a Sociedade Jabotiana Viva
Sua missão: Realizar ações afirmativas, educativas e de comunicação contribuindo para o desenvolvimento social pleno e a sustentabilidade ambiental do Bairro Jabotiana e adjacências.

Um agradecimento: ou melhor, vários! A todos que tem acessado e comentado, seja no blog ou pessoalmente, apoiando, elogiando, sugerindo e criticando também. Muito obrigada mesmo! Próxima semana trarei um tema especial bem ao ritmo junino. Até lá e não deixem de conferir 😉

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais