Discussão de chapas

0

O deputado estadual Mardoqueu Bodano (PL) deu uma mexida neste momento de entressafra política. Sugeriu, ontem, o nome do deputado federal Heleno Silva, presidente regional do Partido Liberal em Sergipe, para ser o candidato a vice-governador na chapa que será liderada pelo prefeito Marcelo Déda (PT). Evidente que a discussão sobre a formação das chapas majoritárias deveria vir à mesa no decorrer das conversas para formação de novas e fortes composições. Entretanto, talvez com o objetivo de chacoalhar um vespeiro, o deputado Mardoqueu Bodano puxou a ponta do novelo, para abrir o diálogo da chapa majoritária que terá como cabeça Marcelo Déda. O Partido Liberal nunca mostrou timidez sobre suas pretensões. O próprio Heleno se lançou candidato a senador, ao pressentir que o ex-governador Albano Franco (PSDB) era a menina dos olhos da ala dominante do Partido dos Trabalhadores para disputar o mandato. Tranqüilizou-se quando sentiu que se tratava apenas de uma pretensão que se perdia em divergências ideológicas e nas regras eleitorais, quando se tinha certeza da permanência da verticalização.

 

O Partido Liberal reaparece hoje com propostas majoritárias. Coincidentemente é quase certo que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) derrube um instrumento que ele mesmo construiu em 2002 e ponha por terra a verticalização. Esse novo quadro possibilita o retorno das conversas entre o PT e o PSDB no estado, mesmo que isso contraste com o que acontecerá na disputa para presidente da República. O próprio Heleno tem avisado que o seu partido não servirá apenas para segurar escadas. Quer também um lugar no topo, de preferência o Senado, mas se isso for impossível se contentará com a vice, cargo que um político que já o exerceu disse que não o desejaria para seu pior inimigo. Evidente que o prefeito Marcelo Déda, como o líder do bloco, é que vai fazer as acomodações para evitar qualquer tipo de divergência interna, mas não será fácil acomodar partidos que têm poucos nomes para ocupar uma chapa majoritária.

 

O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) vai colocar dois nomes do seu partido à disposição para ser candidato a vice-governador ao lado de Marcelo Déda. São eles: deputado Belivaldo Chagas e o agrônomo Paulo Viana, atual presidente regional do PSB. O senador não se recusa a discutir esses nomes diante da apresentação de outros, mas deixou bem claro: “não aceito vetos. Se vetar tem que explicar”. O deputado federal Heleno Silva não perdeu tempo: “se não aceita veto, também não pode vetar”, numa clara insinuação de que o Partido Liberal tem nome para ficar ao lado de Marcelo Déda na disputa pelo governo do estado. Coincidentemente, Mardoqueu indica Heleno e é possível que seja uma tática interna, fácil de identificar: Heleno abandonando a reeleição para disputar a vice, abre caminho para Mardoqueu tentar a Câmara Federal. E isso fica muito claro, porque entre os liberais não há lideranças mais expressivas para pleitear um lugar na chapa majoritária e a disputa por uma vaga no legislativo federal.

 

Do bloco oposicionista, apenas o deputado federal Jackson Barreto (PTB) não discute posição majoritária. Ele tem um projeto que, caso caia a verticalização, pode dar certo: Albano Franco (PSDB) seria candidato a deputado federal, indicaria o deputado estadual Ulices Andrade para vice e José Eduardo Dutra (PT) disputaria o Senado Federal. É uma chapa forte, mas que precisa de muito trabalho para concretizá-la, porque o PSDB hoje está muito dividido, tem um nome disposto a disputar o governo – Ricardo Franco – que o fará exatamente para que o pai não se integre à oposição. Apesar da distância para o pleito (menos de uma gestação) há indícios de que até a convenção haverá muito trabalho para quebrar as arestas e fazer acomodações de todos os lados. Está claro que, da mesma forma, o grupo liderado pelo governador João Alves Filho (PFL), candidato à reeleição, encontra muita dificuldade para a formação de uma chapa que insira nomes de “velhos” cristãos novos.

 

 

SENADO

Segundo informação de um membro do PSDB ao deputado José Carlos Machado (PFL) os tucanos só aceitam composição com Albano Franco sendo candidato ao Senado.

Embora o ex-governador não confirme a exigência, seus aliados acham muito pouco fortalecer uma chapa sem ter um lugar nela.

 

FÉRIAS-1

O prefeito de Capela, Manoel Messias Sukita (PSB), ao lado do secretário metropolitano André Moura (PFL) estão em viagem de férias com seus familiares.

Passaram alguns dias em Natal e hoje se encontram em Fortaleza curtindo férias. Retornam a Sergipe na próxima semana.

 

FÉRIAS-2

A maioria dos secretários está de férias embora procurem esconder isso, como se fosse um crime. Férias é um direito de todo cidadão que trabalha. Esconder por quê?

O secretário de Esporte e Lazer, Carlos Batalha, está saindo de férias por estes dias. O governador João Alves Filho já viajou desde ontem para alguns dias de descanso.

 

RETORNO

Quando retornar de férias o governador João Alves Filho já está agendando encontro políticos e administrativos com alguns prefeitos.

Alguns deles da oposição que estão querendo tratar de problemas em seus municípios, que dependem do governo do estado.

 

INDICAÇÃO

O deputado Mardoqueu Bodano (PL) lança o nome do deputado federal Heleno Silva (PL) para candidato a vice-governador na chapa do prefeito Marcelo Déda (PT).

Mas não apenas para vice. Mardoqueu acrescenta que Heleno “é um excelente nome para concorrer ao mandato de senador”.

 

CONDIÇÃO

O deputado federal Heleno Silva, que comanda o PL em Sergipe, se dispõe a apoiar Marcelo Déda, mas quer uma posição para o partido na chapa majoritária.

Dizia antes que não abria mão do Senado, agora, através do deputado Bodano, está insinuando desejo de ser ou indicar o candidato à vice.

 

AUGUSTO

O deputado Augusto Bezerra (PFL) disse que vai mostrar todas as comprovações das denuncias feitas contra o radialista Gilmar Carvalho.

Vai exibir o cheque da compra do Chevett incendiado em frente ao Palácio e a gravação de uma conversa entre o repórter Anselmo Tavares com uma autoridade.

 

CONVERSA

O presidente regional do PSDB, deputado federal Bosco Costa, vai conversar com o empresário Ricardo Franco (PSDB) sobre as eleições deste ano.

Bosco sempre foi defensor de candidatura própria para o partido e acha Ricardo um bom nome. De qualquer forma, a conversa envolve o ex-governador Albano Franco.

 

GILMAR

O radialista Gilmar Carvalho desafia o deputado Augusto Bezerra a apresentar qualquer cheque que lhe envolva na compra de qualquer veículo.

Quer também que o deputado apresente qualquer prova que o envolve em atos de corrupção: “vou aguardar as denuncias para depois mostrar quem é o deputado”.

 

CONVOCAÇÃO

Está certa a convocação da Assembléia Legislativa para segunda-feira (9) para discussão e votação de alguns projetos de interesse do Executivo.

Deputados que estão fora do estado já foram comunicados e começam a retornar a Sergipe. Chegam no domingo.

 

GASOLINA

O proprietário de um posto de gasolina da Petrobras disse que a estatal aumenta o preço dos combustíveis quase todos os dias.

Segundo ele, esse aumento é de poucos centavos ao dia, “que nós não colocamos para o cliente”. O aumento só é anunciado quando atinge o bolso do consumidor.

 

SEM JEITO

O proprietário disse, ainda, que não há um motivo real que justifique o aumento de hoje e lamentou: “esse país não tem jeito”.

Quanto à iniciativa de votar em outro nome para presidente da república foi rápido: “é tudo a mesma coisa e nada vai mudar”. O povo está descrente…

 

DEPUTADOS

A Câmara Federal anunciou ontem que 50 deputados deixaram de receber ou doaram o salário referente à convocação extraordinária.

Até o momento, não aparece na lista ninguém de Sergipe.

Os deputados recebem o pagamento em duas parcelas. A primeira foi no valor de R$ 12.847,20 paga dia 30/12. A outra será depositada em fevereiro.

 

 

Notas

 

PESSOAL

Projeto de Lei Complementar 297/05, do deputado Luiz Couto (PT-PB), que altera a Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101/00) para responsabilizar o gestor público pelas despesas de pessoal consideradas ilegais, no caso de contratação de servidores sem a realização de concurso público.
Couto diz que os novos gestores, ao assumirem suas funções, deparam-se com situações em que o estado ou município encontra-se “afogado em débitos salariais, originados de má gestão ou inchaço do quadro de pessoal”.

CAMPANHA

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) finalizou terça-feira à noite, as normas que já estão prontas para serem baixadas e valerem para as eleições de outubro. A Receita Federal também fará nas prestações de contas dos candidatos. Atualmente, apenas a Justiça Eleitoral investiga esse tipo de irregularidade.
Os candidatos não terão mais que esperar o final da campanha para prestar contas. Terão de fazê-lo a cada 15 dias. Receitas e despesas da campanha serão encaminhadas ao TSE, que as disponibilizar na página a Internet.

 

VERTICALIZAÇÃO

Segundo o Blog do Noblat, os partidos que não conseguiram derrubar a verticalização em 2005, “agora querem esperar o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidir sobre o assunto. É o que o presidente da Câmara, Aldo Rebelo (PC do B-SP), fará, apesar de a emenda constar na pauta da convocação de janeiro”.

 Em entrevista ao blog, Aldo disse que vai esperar a decisão do TSE em fevereiro, quando o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal e também do TSE, responde a uma consulta sobre a verticalização. 

 

 

É fogo

 

Elber Filho, pré-candidato a governador pelo PDT, está no pára-brisa traseiro dos ônibus desejando feliz ano novo aos sergipanos.

 

Elber Filho tem discutido bem a sua candidatura e revela a execução de projetos que podem renovar a administração pública.

 

O deputado federal João Fontes (PDT) ainda não apareceu na relação da Câmara como transferindo o salário da convocação extraordinária para alguma entidade.

 

O ex-prefeito Jerônimo Reis (PFL) está trabalhando sua candidatura, viajando por cidades onde tem influência política.

 

José Raymundo, também candidato a deputado federal, está vibrando com uma pesquisa que o coloca em primeiro lugar em Lagarto.

 

O deputado estadual Fabiano Oliveira animado com a expectativa de um Pré-Caju mais movimentado, pelo retorno à avenida Beira Mar.

 

A experiência do Pré-Caju na área do mercado não foi aprovada e a própria população sugeriu o retorno no percurso de antes.

 

O vereador Iran Barbosa (PT) poderá tentar uma vaga na Câmara Federal. Espera contar com o apoio do Síntese.

 

A candidatura de Iran Barbosa a deputado federal é um sonho antigo de alguns professores sergipanos, que nunca tiveram um representante na Câmara Federal.

 

Mais uma etapa do cronograma de pagamento dos créditos complementares do FGTS, referentes aos Planos Verão e Collor I será iniciada no dia 11.

 

O consumidor esteve mais otimista durante p último trimestre de 2005. AS constatação é da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

 

Enquanto o comércio tradicional lamenta o crescimento modesto de 1% nas vendas de Natal, o varejo on-line comemora o crescimento de 61%.


brayner@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais