Eleição em Glória

0

Os políticos ainda estão meio silenciosos em relação às eleições indiretas que acontecerão em Nossa Senhora da Glória, dia 29, para escolha do novo prefeito. É a primeira do tipo que ocorre em Sergipe, desde a redemocratização, porque esse modelo de pleito terminou em 1982, com as eleições gerais para Governo do Estado Daí então, as eleições passaram a ser diretas em todos os níveis, exceto no impedimento do titular e do vice, como é o caso que está acontecendo em Nossa Senhora da Glória. Evidente que as eleições indiretas naquela cidade não serão tão fáceis, como imagina o prefeito em exercício, vereador Anselmo Correia (PTB), que detém a maioria na Câmara de Vereadores. Até o momento está todo mundo mais ou menos em silêncio e só vai atuar mesmo, depois do dia 20, ou às vésperas do pleito, quando a ala de oposição achar conveniente contra-atacar para se manter à frente da Prefeitura Municipal, ter direito a disputar a reeleição e conquistar uma cidade estrategicamente importante para as eleições estaduais de 2006. O bloco oposicionista bem que está de olho nesta disputa. Primeiro, porque o principal nome para concorrer já integra uma sigla da oposição, embora sempre tenha seguido orientação de um prefeito que apoiava o Governo. Segundo, pela estratégia de tentar começar a ganhar o sertão, reduto maior do governador João Alves Filho, através de Nossa Senhora da Glória, que tem influência nas demais cidades. Quando os chefes políticos retornarem às atividades, é que se poderá avaliar a movimentação da disputa. O governador João Alves Filho, que ficará entre a Europa e os Estados Unidos até o final da próxima semana, certamente vai trabalhar para manter Gloria ao seu lado. O candidato do Governo, que tem o apoio do Partido Liberal – o que já fura o esquema de oposição – será o vereador Zico, que vai enfrentar o atual prefeito em exercício, vereador Anselmo Correa (PTB). Zico também é pessoa que interessa ao presidente da Assembléia Legislativa, deputado Antônio Passos, que pensa alçar vôos mais altos em direção à Câmara Federal, e quer contar com o apoio de Nossa Senhora da Glória. A oposição não vai cruzar os braços. Principalmente o deputado federal Jackson Barreto (PTB), porque o prefeito em exercício é sem correligionário. O prefeito de Aracaju, Marcelo Deda (PT), preocupado em manter boas Prefeituras no sertão, já teve encontros com o ex-prefeito Sérgio Oliveira, que mantém a liderança política na cidade, com o objetivo de traze-lo para o seu lado. Por enquanto, Sérgio ficará em uma assessoria importante do Governo, mas poderá ser candidato a vereador em Glória, caso o candidato a prefeito, apoiado pelo Palácio dos Despachos, não seja o nome indicado por ele. Mas o governador João Alves Filho, ao lado do presidente da Assembléia Legislativa, não vai cruzar os braços, para colocar na Prefeitura um membro do PFL e faze-lo prefeito pela via indireta, para que ele concorra à reeleição. A questão da maioria ainda não é coisa que se conte vitória, porque muitos entendimentos vão correr e, num passe de mágica, depois de algumas conversas nos gabinetes, quem, concretamente, estava a favor, pode passar a ser contra. Os próprios vereadores eleitores de Nossa Senhora da Glória sabem que chegou o momento de conseguir alguma coisa para, também, se reelegerem. Com a mais absoluta certeza, as eleições indiretas de Gloria não serão decididas no município, mas nos gabinetes fechados em Aracaju. Seja entre setores da Prefeitura de capital ou em áreas do Governo do Estado. Com certeza o pleito não ocorrerá pelos belos olhos de ninguém, mas pela robustez das contas bancárias. NELSON O ex-deputado Nelson Araújo declarou que o bloco oposicionista só vai funcionar coeso em Aracaju, para manter Marcelo Deda na Prefeitura. Garante que no interior as composições serão as mais variadas possíveis, porque são problemas regionais que nenhum partido influencia. SEM ASSUNTO O deputado federal Heleno Silva disse, ontem, que o senador Almeida Lima (PDT) é um dos poucos políticos ”com quem não tenho assunto para falar”. Heleno responde a uma declaração de Almeida Lima, de que não conversaria com o deputado Heleno Silva, porque “ele só quer se promover”. ALMEIDA O senador José Almeida Lima (PDT) defende que o candidato à Prefeitura de Aracaju dos aliados do governador, seja apenas um. Diz que o PDT terá candidato, que não seja necessariamente do partido, mas garante que na legenda tem nomes que podem concorrer contra Marcelo Deda. BENEDITO O presidente regional do PMDB, Benedito Figueiredo, assegurou que o seu partido não fez “acordo ou pacto com quem quer que seja” para as eleições municipais de Aracaju. A decisão será feita no “tempo oportuno e, de comum acordo com todos os companheiros, iremos decidir”. O destino do partido não descarta candidatura própria, seguindo orientação nacional do PMDB. SUSANA Segundo informações que correm nos bastidores da sucessão municipal, o secretário geral do PMDB, deputado estadual Augusto Bezerra, já conversou com a deputada Susana Azevedo. Ela é pré-candidata à prefeita pelo PPS e Augusto teria lhe garantido que o partido faria uma composição para apoiá-la. PARADO Segundo um influente parlamentar, está tudo absolutamente parado no Estado, com a viagem do governador ao exterior e o recesso na Assembléia. Acrescentou que o clima é de férias coletivas não dá para se resolver nada, mesmo que a governadora em exercício, Marília Mandarino, esteja à frente do Governo. SÉRGIO O ex-prefeito de Nossa Senhora da Glória compareceu, sábado, à festa em Laranjeiras e, ao encontrar um grupo de políticos, foi logo dizendo: “não sou mais político e não posso falar em sucessão”. Sergio Oliveira deve ocupar um cargo na Secretaria de Governo, que tem como titular o ex-deputado Nicodemos Falcão (PFL). ELEIÇÃO A eleição indireta em Nossa Senhora da Glória, para escolha do prefeito, não será tão fácil como se imagina. A partir do dia 20, quando o governador estiver em Aracaju, a coisa vai esquentar. Ele não deseja perder o pleito para o prefeito em exercício e vai chamar os vereadores para uma conversa. O candidato de João é o vereador Zico. REUNIÃO O deputado federal Heleno Silva (PL) reuniu-se, domingo, com vereadores do seu partido em Glória, para definir que todos votarão em Zico (PFL), para prefeito, nas eleições indiretas. No pleito de outubro o Partido Liberal estará junto ao PFL no apoio a Zico e pode apresentar o candidato a vice-prefeito. POSIÇÃO Heleno Silva, entretanto, pode levar o Partido Liberal a ter uma outra posição: “se o prefeito em exercício, Anselmo Correia (PTB), e o ex-prefeito Sergio Oliveira declararem que estão na oposição, nós podemos reestudar nossas posições”, disse. Provavelmente isso não vai acontecer. PEDRINHO O secretário de Turismo, Pedrinho Valadares (PFL), virtual candidato do partido a prefeito de Aracaju, espera o governador João Alves Filho para ter a primeira conversa sobre o assunto. Pedrinho Valadares deixa claro que um candidato apresentado pelo Governo deve ter o apoio de todos os aliados RECLAMAÇÃO O deputado José Carlos Machado (PFL) continua dizendo que de cada 10 lideranças políticas do interior, oito reclamam do mau atendimento de alguns secretários de Estado. O problema persiste, apesar da orientação do governador João Alves Filho. Tem casos que os parlamentares precisam interferir. ADELSON O deputado Adelson Barreto (PTB) compareceu à festa promovida por André Moura (PFL) durante o festival de Japaratuba, em que reuniu centenas de pessoas. Adelson disse que, apesar de ser da oposição, não poderia deixar de reconhecer o grande trabalho realizado por André à frente da Prefeitura de Pirambu. Notas CONDIÇÕES O representante do governador João Alves Filho na festa de Japaratuba, secretário de Justiça, Manoel Cacho, declarou que o prefeito de Pirambu, André Moura (PFL) tem todos os predicados políticos-administrativos, não apenas para ser prefeito de Japaratuba, mas até de governador do Estado. Isso provocou uma certa euforia entre o grupo liderado pelo prefeito André Moura, que fazia uma festa para a população de Japaratuba, utilizando trio elétrico e bandas da terra, com a participação da população. BISPO O bispo de Propriá, dom Mário Sevieri, durante a pregação na missa dos Santos Reis, deu um puxão de orelhas nos organizadores da festa. Disse que estava havendo uma mistura muito grande entre as partes religiosa e profana. Pediu que nos próximos anos a comissão que organiza a festa repense. Sevieri criticou as roupas sumárias utilizadas pelas pessoas nos blocos que faziam a festa e o barulho que chegava a atrapalhar a procissão. Dom Mário Seviéri quer que haja uma forma onde a festa religiosa atinja mais seus objetivos. RODOVIA Os 12 quilômetros da BR-10l, que devem ser duplicados do trevo em Aracaju, até Pedra Branca, devem demorar mais de 10 anos para ser concluído, caso os recursos continuem sendo liberados à gota d’agua pelo Ministério dos Transportes. A informação é do deputado federal José Carlos Machado, preocupado com a obra. Machado explica que a duplicação está orçada em 50 milhões de reais, mas até o momento o Ministério dos Transportes liberou apenas quatro milhões de reais: “se continuar neste ritmo a conclusão da obra vai demorar 15 anos”. É fogo O deputado Jorge Alberto (PMDB) estava ao lado do padre Gerard (PT) e de Hélio Sobral (PTB), na procissão de Japaratuba. Jorge Alberto integra o grupo do Governo, mas no interior está apoiando a reeleição do candidato petista. A história de que as eleições, este ano, serão diferenciadas pela unidade das composições é pura balela. Algumas coligações que estão se formando no interior demonstram, claramente, que PFL e PT podem até se dar bem em algum interior. Depende das conveniências… A senadora Maria do Carmo Alves (PFL) retornou a Aracaju, depois de passar alguns na Europa, ao lado do marido, governador João Alves Filho. O governador João Alves Filho chegou na Itália e já se encontrou com a comitiva que foi de Sergipe neste final de semana. Choveu muito em todo o sertão este final de semana, com trovoadas. Animou aos sertanejos, que reativaram a esperança de boas chuvas. Aliados de Sérgio Oliveira acham que ele deixou a Prefeitura muito cedo. Deveria ter feito entre abril e maio. O deputado federal João Fontes (sem partido) viaja amanhã para a Índia, representando o Congresso Nacional. O deputado federal Jackson Barreto continua apenas curtindo a praia de Atalaia Nova. Política, só depois do carnaval. Alguns advogados interpretam que os vices que assumiram, com a renuncia dos titulares, não podem ser candidatos à reeleição porque não eram cabeça-de-chapa. O governador João Alves Filho retorna da Europa no final de semana, ms já na segunda-feira deve começar os contatos políticos. A Receita Federal vai fazer algumas alterações no programa de declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física 2004. Por Diógenes Brayner brayner@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários