Eleitor deve punir os fichas-suja

0

Um time de espertalhões tentará marcar presença na campanha eleitoral deste ano. São os candidatos fichas-suja, que insistirão até o fim para provar que são honestos. Ao eleitor, resta acompanhar essas estripulias e punir nas urnas os sujismundos que conseguirem se safar na Justiça. O cidadão de bem não pode apoiar um sujeito que já foi chefe de executivo ou parlamentar e, em vez de trabalhar para a coletividade, se locupletou, roubou o dinheiro alheio. O magote de congressistas corruptos encastelados em Brasília – felizmente uma minoria – é um bom exemplo de como não se deve votar. Tivesse o povo tido mais cuidado na escolha dos atuais deputados e senadores, não teria dado mandatos a tantos malandros, interessados unicamente em fazer fortunas com o dinheiro público. Portanto, nas eleições de outubro vindouro diga não aos fichas-suja, inclusive aqueles que ainda não foram condenados em última instância. Crendeuspai!

Fábrica de deputadas

Ao longo dos anos, a Secretaria de Ação Social de Socorro tem servido como trampolim para as suas titulares chegarem à Assembleia Legislativa. Agora mesmo, a secretária Carminha Paiva (PP) trabalha sua pré-candidatura ao Parlamento sergipano. Antes dela, que vem a ser esposa do prefeito Padre Inaldo (PP), foram eleitas deputadas estaduais as primeiras damas e secretárias de Ação Social daquele município, Elma Paixão, Venuzia Franco – ambas do DEM – e Sílvia Fontes (PDT). Pelo visto, os socorrenses sabem reconhecer o trabalho realizado pelas consortes dos prefeitos. Marminino!

Alô, malandragem!

A Polícia Civil de Sergipe está de braços cruzados até o início da noite desta terça-feira, enquanto a Polícia Militar faz uma operação padrão. O movimento dos policiais visa pressionar o governo a atender reivindicações como o pagamento do adicional de periculosidade e a reposição inflacionária. Enquanto os policiais trocam o trabalho pelo protesto, a malandragem aproveita para atacar a população indefesa. E assim caminha a humanidade!

Falta gestão

A crise financeira vivida por dezenas de prefeituras sergipanas é consequência, em grande parte, da falta de gestão. À maioria dos políticos interessa mais ficar bem na fita com aliados e apadrinhados do que realizar uma administração profissional, onde não haja espaço para despesas supérfluas. Será que os prefeitos, tão diligentes em presentear apadrinhados com cargos comissionados, transformariam as empresas deles em cabides de empregos? Danôsse!

Agradecendo apoio

O deputado federal Fábio Reis (MDB) e diretores do Lagarto Futebol Clube foram recebidos em audiência pelo governador Belivaldo Chagas (PSD). Acompanhados pelo presidente da Federação Sergipana de Futebol, Milton Dantas, os distintos aproveitaram a visita para agradecer o apoio do governo sergipano à equipe lagartense. Fábio Reis fez questão de citar o patrocínio do Banese à equipe de futebol da região Centro-Sul de Sergipe. Ah, bom!

Oposição sem rumo

Foi-se o tempo em que a oposição sergipana tinha lideranças firmes, um norte a trilhar. Bom exemplo disso é o saudoso ex-deputado federal José Carlos Teixeira (MDB). Por muitos anos, ele comandou com sucesso o grupo que se opunha ao governo. Com raríssimas exceções, hoje o que se enxerga é um bando de baratas tontas, totalmente sem rumo. A continuar sem comando, a oposição caminha a passos largos para um novo massacre nas urnas. Nem precisa dizer que os governistas estão festejando a incompetência adversária. Misericórdia!

Acidente grave

O empresário e político João Tarantella (DEM) sofreu num grave acidente na tarde de ontem, quando trafegava numa motocicleta pela avenida pela zona norte de Aracaju. Colhido por um carro, ele foi lançado no asfalto e sofreu politraumatismo e traumatismo craniano. Tarantella está intubado na UTI Hospital de Urgência Governador João Alves Filho, com politraumatismo e traumatismo craniano. Os médicos devem reavaliá-lo hoje para decidir se o submetem a uma intervenção cirúrgica. Melhoras!

Sem cabresto

Oito em cada 10 eleitores não seguem o conselho de seus líderes religiosos sobre qual candidato devem votar. Segundo pesquisa da Detafolha, entre os que consideram as recomendações dos padres e pastores, 4% o fazem apenas se o candidato for ligado à sua igreja. Entre as religiões, a evangélica é a mais propensa à recomendação de suas congregações. E você, aceita sugestão de reverendo sobre qual candidato deve votar? Cruzes!

Edvaldo não desistiu

Coube ao governador Belivaldo Chagas (PSD) desmentir o boato de que o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), teria desistido de disputar o governo de Sergipe. Entrevistado por uma rádio do interior, Chagas disse desconhecer essa história, acrescentando que o gestor aracajuano continua na briga para ser o escolhido como candidato dos governistas ao executivo estadual. Sobre quando essa escolha ocorrerá, Belivaldo deixou claro que não está com pressa. Então, tá!

Vida mansa

Ganha uma mariola quem souber quantos conselheiros existem nas estatais e autarquias de Sergipe e qual o custo deles para os cofres públicos. À boca miúda, comenta-se que alguns apadrinhados participam de vários conselhos consultivos, comparecem a apenas uma reunião mensal e embolsam uma grana razoável. Enquanto essa turma faz a festa, lambuzando-se com o dinheiro público, o servidor estadual passa fome. Home vôte!

Ancelmo na terrinha

“De Frei Paulo para o Brasil: a trajetória de um jornalista sergipano”. Este é o tema da palestra que Ancelmo Gois fará durante a entrega do Prêmio TJSE de Jornalismo. A solenidade está marcada para às 8h30 de amanhã, no Palácio da Justiça Tobias Barreto, localizado no centro da capital. Antes da fala do palestrante ilustre, serão conhecidos os vencedores das seis categorias do prêmio de jornalismo promovido pelo Tribunal de Justiça. Em atenção aos atos normativos do Judiciário, será exigido o comprovante de vacinação contra a Covid-19 para ter acesso ao evento. Prestigie!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano A Tribuna, em 21 de março de 1933

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais