Faltou jogo de cintura

0

O anúncio de reajuste médio de 24% retroativo a maio, e de quase 80% escalonado até 2010, para a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros de Sergipe deixou claro que o confronto entre os PMs e governo não foi causado pela falta de recursos no cofre do Estado. Tivessem as partes sido mais cautelosas durante as negociações, em vez de privilegiar a arrogância, não teríamos testemunhado um clima de quase beligerância, que deixou a sociedade assustada com a possibilidade de um caos na segurança pública. O resultado satisfatório dos entendimentos, reiniciados com a mudança do Comando da Polícia Militar, mostrou que o governador Marcelo Déda (PT) precisa de melhores mediadores para os acordos salariais futuros, isso se não quiser ver o circo novamente pegar fogo em 2010, pleno ano eleitoral. 

 

IPI não sobe

 

Como já era esperado, o governo anunciou ontem a extensão da redução do IPI para veículos, eletrodomésticos, pães e material de construção civil – ação destinada a manter em baixa os preços e aquecer o consumo. A notícia foi bem recebida por representantes do comércio e economistas. Os fabricantes de automóveis creditam à medida a previsão de que as vendas de veículos leves baterão recorde este ano. Mas especialistas advertem que a prorrogação do corte do IPI esconde a escassez de crédito no mercado.

 

Pão congelado

 

A prorrogação por mais 18 meses da isenção de PIS e Cofins para a farinha de trigo e o pão, anunciada ontem, permitirá manter o preço de um dos produtos mais populares no país. A afirmação é da Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (Abip). De acordo com a entidade, os principais esforços para o estimular o consumo de pães pelos brasileiros estão concentrados no aumento das variedades do produto. Estão sendo desenvolvidos mais tipos de pães, como um para diabéticos e outro para hipertensos.

 

Mais biodiesel

 

O aumento do percentual de biodiesel no diesel, que passa a valer a partir de amanhã (1º) deve reduzir a queda no preço do produto estimada pelo governo em 9,6%. O biodiesel custa cerca de 30% a mais que o diesel mineral, e o aumento do combustível renovável na mistura acaba encarecendo o produto final. Comerciantes do setor calculam que o custo do aumento de 3% para 4% de biodiesel na mistura vendida nos postos é entre R$ 0,01 e R$ 0,02 por litro de diesel. Mas o impacto final para os consumidores deverá ser determinado pelo mercado.

 

Prazo maior

 

Essa interessa aos retardatários: as empresas em atividade que não optaram pelo Simples Nacional ganharam mais duas semanas para entregar a Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ). A Receita Federal prorrogou para 15 de julho a data limite para envio do documento, no qual a empresa tem de informar características como ramo de atuação e receita bruta. A declaração só pode ser enviada pela internet. Os programas para preenchimento e transmissão estão disponíveis no endereço www.receita.fazenda.gov.br.

 

Bola murcha

Está suspensa em todo território nacional, qualquer propaganda, publicidade ou promoção veiculada em meios de comunicação do medicamento Helleva, que é indicado para o tratamento de disfunção erétil e sujeito à prescrição médica. A determinação da Anvisa inclui também as propagandas que, de maneira direta ou indireta, citem, exibam e/ou relacionem a imagem da embalagem, a marca do produto ou da empresa à dificuldade de ereção ou ao desempenho sexual masculino. Danou-se!

Nota pública

 

A Associação dos Delegados do Estado de Sergipe (Adepol) distribuiu nota pública sobre o acidente automobilístico envolvendo o delegado de Itabaiana, João Eduardo, e que resultou na morte de duas pessoas. A entidade diz acreditar na apuração rigorosa dos fatos, “tais como realmente se deram”. Também revela que “não podemos esquecer da imperiosa necessidade de respeitar os princípios constitucionais, pilares do ordenamento jurídico, a exemplo da presunção de inocência e o do devido processo legal”. Os familiares do casal morto no acidente querem a mesma coisa.

 

Leilão de jóias

 

A Caixa Econômica Federal realizará em Aracaju, na próxima quinta-feira, um leilão de jóias referentes aos contratos de penhor não resgatados pelos clientes. A exposição das peças acontecerá das 10 às 15 horas de quarta, no 2º andar da agência Serigy, localizada no calçadão da Rua João Pessoa, 357, no centro. Serão ofertados 267 lotes de jóias de contratos vencidos e com mais de trinta dias de atraso. O valor dos lotes varia de R$ 77,00 a R$ 5.300,00 e serão vendidos pelo maior valor ofertado. O resultado do leilão será divulgado às 10 horas da próxima sexta-feira.

 

De bem com a vida

A 13ª edição do Encontro Cliente & Bompreço 2009, que tem como tema “De bem com a vida para você viver cada vez melhor”, traz a Aracaju, a escritora, palestrante e empresária de sucesso, Nelma Penteado. O evento vai acontecer sábado próximo, no Teatro Tobias Barreto. A palestra da escritora será baseada nos princípios de uma sociedade de tantas cobranças, onde as pessoas por vezes têm que exercer diversos 

papéis, tornando a vida massacrante e deixando algum segmento importante ser deixado para trás, ou seja, ou o lado profissional ou o lado afetivo.

 

15 anos do Real

 

O Plano Real, que trouxe junto a moeda vigente no Brasil, completa 15 anos amanhã. Criado pelo governo do ex-presidente Itamar Franco, o Plano foi importantíssimo para o equilíbrio da nossa economia. Segundo reportagem de Gustavo Paul, em O Globo, para se precaver de um possível aumento da procura por papel moeda, a direção do Banco Central encomendou, discretamente, a impressão de 130 milhões de cédulas de 100 reais na véspera do lançamento da nova moeda no mercado. Deste 1994, o brasileiro passou a conviver com uma inflação controlada e uma economia forte, apesar dos sustos, como a última crise financeira internacional.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais