Fica Temer!

0

Pensando bem, será uma grande bobagem tirar o cavernoso Michel Temer (PMDB) da presidência. Qual a vantagem em substituí-lo pelo deputado direitista Rodrigo Maia (DEM), também denunciado por falcatruas diversas, figurinha carimbada nas agendas dos delatores? De que adianta antecipar as eleições para eleger novamente o “Sapo Barbudo” (PT), que abriu os cofres públicos para as empresas propineiras e deixou os petistas roubarem o país a torto e a direito? Qual a vantagem em trocar o inquilino do Planalto, se deixarem o Congresso cheio de corruptos, sonegadores de impostos, políticos safados, que se elegem somente para enriquecer e garantir o fórum privilegiado. Pensando bem, é melhor deixar o indigesto presidente enclausurado no palácio, curtindo com seus asseclas os 94% de rejeição a este governo temerário. Aos revoltados com tal estado de coisa – e que ainda dispõem de algum dinheiro – só resta cair fora dessa muvuca chamada Brasil. Por fim, aconselha-se ao último que sair apagar a luz, antes que seja cortada porque algum político safado roubou o dinheiro de pagar a conta. Êta, brasilzão sem jeito!

Segure o bolso

Passados seis meses, a segunda ação da administração Edvaldo Nogueira (PCdoB) no setor transporte coletivo deverá ser reajustar o preço da passagem dos ônibus velhos e fedorentos. A primeira foi manter a escandalosa multa aos motoristas que trafegarem pelos “corredores exclusivos” para o BRT que ninguém ver. Se quer ganhar dinheiro fácil com tal excrescência, a prefeitura deveria, ao menos, mandar repintar as já invisíveis faixas azuis e brancas dos tais corredores.

Agora vai!

Pré-candidato ao governo de Sergipe, o senador Eduardo Amorim (PSDB) não perde uma chance para fustigar o governador Jackson Barreto (PMDB). Segundo o tucano, “o estado vive um apagão administrativo. Mesmo diante da crise, é possível fazer um governo diferente e voltado para o povo”, discursa. Alguém precisa dizer a Amorim que viola de boca é fácil de tocar. Marminino!

Couro de fole

Quem acreditou que o preço da gasolina ia baixar, caiu do cavalo. O desembargador federal Hilton Queiroz derrubou a liminar que considerou ilegal o exagerado reajuste das alíquotas do PIS e da Cofins cobradas na venda de combustíveis. Só faltou o magistrado dizer em sua decisão que tem carro quem pode. Ele, certamente, tá podendo. Cala-te boca!

Quaquaraquaquá

E os donos de postos vão protestar contra o aumento dos preços dos combustíveis. Na próxima terça-feira, as bombas amanhecerão enroladas com faixas pretas, enquanto panfletos criticarão o governo por ter aumentando as alíquotas do PIS e da Cofins. Os empresários não falam, contudo, em suspender o reajuste aplicado aos preços dos combustíveis. Protestar assim é fácil, né?

Defesa da criança

O Unicef e o governo de Sergipe lançam hoje, em Aracaju, o programa Selo Unicef – Edição 2017-2020. O objetivo é estimular as prefeituras a implementarem políticas públicas para garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes. Os municípios inscritos devem melhorar a oferta e a qualidade da saúde, educação e assistência social. Em Sergipe, 49 municípios podem participar do programa.

Não se misturam

Pelas redes sociais, o senador Antônio Carlos Valadares (PSB) forneceu sua agenda para o dia de ontem: “Em Simão Dias, minha terra natal, rezando por um Brasil pacífico e progressista no dia de nossa excelsa Padroeira Senhora Sant'Ana”. Homem de Deus, deixe os santos e as santas fora da política. Os Céus agradecem!

Dois pesos

E a prefeitura está jogando duro contra os carroceiros que desovam entulhos nos canais, ruas, praças e avenidas de Aracaju. A ordem é apreender a carroça com cavalo e tudo, além de multar o infrator. Bem que a prefeitura também poderia multar as empresas de ônibus, que transportam o povo como se fosse entulho, jogando-o em qualquer lugar.

Julgamento adiado

Ficou pra depois, o julgamento do recurso contra a diplomação do prefeito de Laranjeiras, Paulo Hagenbeck (DEM), acusado pela oposição de comprar votos. Marcado para ontem, no Tribunal Regional Eleitoral, o julgamento foi adiado graças a um pedido de vista feito pelo desembargador Ricardo Múcio Santana de Abreu Lima.

Doença da alma

Pesquisa do Ibope revela que 67% das pessoas acreditam que já deixaram de ser contratadas para uma vaga por serem negras. E seis em cada 10 informaram que já foram vítimas de discriminação no ambiente de trabalho. “O gerente disse que eu deveria tirar as tranças e alisar o cabelo para ficar mais bonita”, contou uma das entrevistadas. Os racistas são doentes da alma, um mal incurável. Misericórdia!

Recorte de jornal

Publicado no jornal O Estado de Sergipe, em 31 de maio de 1933

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários