Fim da greve

0

É quase certo que os professores da rede estadual encerrem hoje a greve iniciada há dois meses. Caso insistam em continuar de braços cruzados, o sindicato da categoria vai pagar multas diárias, conforme determinou a Justiça ao considerar a paralisação ilegal. Mas o encerramento da greve não significará o fim do movimento em favor do reajuste de 22% do piso salarial. Tanto isso é verdade que após a assembleia, onde devem votar pelo retorno as aulas, os professores farão um ato público no qual enterrarão simbolicamente o governo Marcelo Déda (PT). Eles estão corretos em lutar por melhorias salariais, mas devem se esforçar para repor as aulas não ministradas nestes dois meses, pois os quase 200 mil estudantes da rede estadual não podem ser punidos porque o governo não pode reajustar o piso da categoria.

Pesquisa

Pesquisa feita pelo Instituto Única sobre as eleições em Aracaju será divulgada hoje à noite pela TV Atalaia, canal 8. A consulta, que entrevistou mil eleitores, apurou ser considerável o índice de rejeição ao Partido dos Trabalhadores. Também detectou que para muitos aracajuanos o único pré-candidato é o ex-governador João Alves Filho (DEM). A pesquisa será divulgada durante o Jornal do Estado, que vai ao ar às 20h.

Condenados

A Justiça condenou por crime de peculato o ex-prefeito de São Cristóvão, Jadiel Campos, e o ex-secretário de finanças do município, Wanderley Borges. Os dois foram acusados se usar cerca de R$ 100 mil do programa Bolsa Família para sanar uma dívida com a empresa de limpeza urbana. Condenados a dois anos e seis meses de reclusão, os dois tiveram as penas convertidas em prestação de serviços comunitários e pagamento de multa, revertida em favor do Lar de Zizi. Ambos prometem recorrer da decisão.

Estratégia

O deputado estadual Augusto Bezerra (DEM) propôs que a Assembléia não vote nenhum projeto enviado pelo Executivo, como forma de pressionar o governo a atender as reivindicações salariais dos servidores. A proposta contou com o apoio de vários deputados. Não seria melhor a oposição reunir força e rejeitar os projetos do governo? Ou tem medo de ir para o enfrentamento com a base governista?

Visita ilustre

E quem esteve ontem no Tribunal de Justiça de Sergipe foi o ministro Carlos Ayres de Britto, presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Foi a primeira visita oficial dele ao TJ depois que assumiu a presidência do STF.
“Sempre que posso, faço menção ao desempenho de vanguarda do nosso Tribunal de Justiça”, disse Britto.

Setor público

O Dieese e as centrais sindicais vão promover quinta-feira próxima a ‘7ª Jornada de Debates – Setor Público’. Com o tema ‘Finanças Públicas: desafios e perspectivas para a negociação no serviço público’, o evento acontecerá das 8h30 às 12h30, no Sindicato dos trabalhadores em Saúde, Trabalho e Previdência do Estado de Sergipe, localizado na rua Vila Cristina, 222, em Aracaju.

Suspendeu

O prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B) suspendeu ontem o processo licitatório para o transporte coletivo de Aracaju. A decisão foi tomada depois que a SMTT foi notificada da decisão do Tribunal de Contas do Estado, que alegou haver índices de irregularidades no edital da licitação. A Prefeitura tem 30 dias para apresentar justificativa visando mudar o ponto de vista do TCE.

Presente caro

Os principais presentes ofertados no Dia dos Namorados, comemorado hoje, podem ter uma tributação de até 53%. Segundo pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário, o relógio é o campeão em impostos, com 53,14% do preço total, seguido pelas joias (50,44%), aparelhos de MP3 (49,45%) e câmera fotográfica (44,75%). Já nos restaurantes, locais típicos para a celebração, a tributação fica em 32,31% do total.

Início de tudo

Neste 12 de junho se comemora o Dia dos Namorados. Os pombinhos apaixonados vão trocar beijos, presentes e fazer juras de amor eterno. Depois vem o casamento pomposo e, com ele, as obrigações, dívidas, brigas, separação, pensão alimentícia e o divórcio. Posteriormente, os ex-amantes se apaixonam por outras “almas gêmeas” e voltam a trocar presentes no Dia dos Namorados, para alegria do comércio.

Do baú político

Político cordato e muito experiente, o ex-governador Albano Franco (sem partido) evita polêmicas como o Diabo foge da cruz. Mesmo quando é duramente criticado, ele prefere o diálogo afável. Certa feita, o radialista Gilmar Carvalho descia a madeira em seu governo quando foi surpreendido pela intervenção ao vivo do próprio Albano. “Gilmar, quero dizer que ouço seu programa todos os dias, gosto muito e acho que você presta um grande serviço a Sergipe. Parabéns!”. O radialista não teve outra alternativa que não fosse agradecer a gentileza. Outro dia, o radialista Geoge Magalhães pediu para Albano avaliar as ações do governo Marcelo Déda (PT). Ao perceber que o entrevistado estava jogando para a platéia e que daquele mato não saia coelho, o comunicador partiu para o tudo ou nada: “De zero a 10, qual a nota que o senhor dar ao governo de Déda?”. E Albano escamoteou mais uma vez: “George, você acha que sou professor para dar nota a alguém?”.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais