Fim da novela?

0

Parece que até o ex-governador Albano Franco não agüenta mais a novela no qual é o protagonista principal e diretor. Depois de quase dois meses aparecendo na mídia sergipana, sendo cortejado pelo PFL do governador João Alves Filho e pelo PT do ex-prefeito Marcelo Deda, o tucano Albano Franco percebeu – um pouco tarde – que o PSDB está sofrendo um amplo desgaste, principalmente junto ao eleitorado pela demora na indefinição do caminho que vai seguir nas eleições 2006.

 

  Na verdade Albano sempre quis uma coligação com o PT. Como esta é impossível por conta da verticalização e a determinação em priorizar a candidatura de Geraldo Alckmin, o ex-governador chegou a ser quase seduzido pela proposta do PFL e por muito pouco não fechou, na semana passada, um acordo com João Alves. Quando o governador disse na imprensa que tinha quase 99% para o acordo fechar não era especulação. Ele estava se baseando em fatos, que mais tarde serão expostos para os leitores.

 

  Albano Franco passou todo o dia de ontem conversando com correligionários políticos na sede do partido.  Vai seguir o caminho de uma coligação proporcional com alguns outros partidos e tenta, trazer para esta coligação um partido da base do PT. Porém alguns problemas precisam ser resolvidos. O certo que além do PRP, liderado por Marcelo Arcanjo, Albano tenta trazer o apoio de outras legendas pequenas como a do PSL, que tem dois candidatos com densidade eleitoral boa, que são os ex-prefeitos de Lagarto e Itabaiana, respectivamente Cabo Zé e João de Zé de Dona. Este último aparece em primeiro lugar nas pesquisas para deputado federal em Itabaiana.

 

   Ontem também Albano recebeu uma notícia boa que foi  a decisão da Executiva Nacional do PPS em não lançar mais a candidatura de Roberto Freire à Presidência da República e recomendar à Convenção do partido o apoio ao candidato tucano Geraldo Alckmin. Com isso o ex-deputado Ivan Paixão, candidato a deputado federal, poderá fazer parte da coligação proporcional com os tucanos em Sergipe. Paixão foi eleito pela primeira vez, em 1998, com o apoio do então governador Albano Franco e da primeira-dama Leonor Franco.

 

    Porém o prazo para realização das coligações proporcionais acaba no final deste mês. Ou seja, mesmo Albano anunciando agora que optou por uma coligação proporcional muita água ainda vai rolar. Até porque apesar da tradição de gostarem de ficar em cima do muro, os tucanos em Sergipe terão que anunciar quem apoiarão para o governo estadual. Basta fechar a coligação proporcional, mas os sinais estão mais do que vermelhos, ou melhor, claros…

 

 

Bafômetro I

Uma indicação inovadora apresentada pelo vereador Adriano de Santana Feitoza na Câmara Municipal de Canindé do São Francisco: solicitou ao presidente daquele poder a aquisição de um bafômetro. Motivo: as sessões são realizadas toda terça e quinta-feira, a partir das 19h30 e alguns colegas chegam “alegres” demais. Este colunista só acreditou na indicação porque leu cópia da ata da sessão do último dia 23 de maio deste ano.

 

Bafômetro II

Depois parte da classe política reclama da imprensa e culpa a mesma pelo descrédito perante a sociedade. Um caso como este merece repercussão nacional. Já as providencias cabíveis deveriam ser tomadas pelo Ministério Público de Canindé do São Francisco. Se comprovado que alguns  vereadores  chegam para trabalhar depois de ingerirem bebidas alcoólicas não resta outra coisa a não ser pedir a cassação dos mesmos para servir como exemplo.

 

 

PTB

Circulou ontem a informação de que boa parte dos tucanos exigia para anunciar o apoio informal a candidatura de Marcelo Deda a indicação de Renato Brandão, ex-prefeito de Propriá, a candidato a vice-governador. Renato hoje é ligado ao deputado federal Jackson Barreto com forte liderança na região do Baixo São Francisco.

 

Cidade Alerta

O radialista George Magalhães conseguiu monopolizar o horário das 5h às 6h da manhã com o programa Cidade Alerta, nas emissoras AM e FM Atalaia. George há bem pouco tempo fazia um programa de rádio em uma emissora de Lagarto e conquistou rapidamente a audiência em Aracaju.

 

Coreto

Tem uma família morando no coreto na praça Fausto Cardoso em frente à Assembléia Legislativa. A praça é um dos principais cartões postais da cidade e em frente, tem a ponte do Imperador que também é visitada pelos turistas. Neste caso a responsabilidade não é da Prefeitura? E a guarda municipal não é para cuidar da preservação das praças?

 

Emoção I

Era visível a emoção do prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) ao sancionar ontem  a lei que proíbe cobranças em determinados estacionamentos em Aracaju. Como ex-presidente do DCE o prefeito ficou orgulhoso em sancionar a lei na presença das principais lideranças do movimento estudantil de Sergipe.

 

Emoção II

“Foi à luta estudantil que me desviou da carreira de médico cirurgião. Foi a minha participação no DCE que permitiu que hoje eu fosse prefeito de Aracaju e é para mim um momento de muita felicidade sancionar uma lei que vai beneficiar tantos estudantes”, disse Edvaldo, ratificando que a Prefeitura de Aracaju vai se empenhar para que a lei seja efetivamente cumprida.

 

TEF

Depois de vários meses sem maiores problemas, alguns empresários retomam a discussão sobre a implantação do sistema TEF. O pior de tudo é que não existe reclamação do consumidor que sabe que o sistema não causa prejuízo para ele. Apenas impede que impostos não sejam pagos. Mas, para desespero de poucos, o sistema funciona perfeitamente em vários restaurantes e bares. Não tem retorno…

 

 

Estudantes I

A diretora do Centro de Excelência Atheneu Sergipense, Osvaldina Ribeiro, isentou ontem de qualquer responsabilidade a produção do programa Canal Elétrico e muito menos o seu apresentador, o deputado Fabiano Oliveira, sobre a participação dos mais de 150 estudantes do colégio na gravação do programa em horário de aula e em fase de avaliação.

 

Estudantes II

Segundo a diretora, a responsabilidade sobre o incidente recaiu sobre a diretoria do grêmio, que inclusive, já se desculpou. Osvaldina disse ainda que o presidente do grêmio se ofereceu para levar os alunos não dando conhecimento ao colégio e à produção do programa de que forma isso seria feito.

 

Frase do Dia

“Obrigado muro sem vergonha e desculpem a largueza do tijolo”. Juro que dizem que essa frase foi dita por um tucano…

 

 

 

 

 

 

 

Comentários