Fiscais da Emsurb e o bar Parati

0

Quem freqüenta o bar Parati, na rodovia Sarney, comprovou no último sábado que existe uma relação estranha entre dois fiscais da Emsurb e o estabelecimento. Os fiscais ficam no local para proibir que ambulantes fiquem na beira da praia. Isto mesmo, homens pagos com dinheiro público estão proibindo que o povo fique na areia da praia, que é pública, mas parece que naquele local, virou área privada.

 

No meio da semana passada os dois fiscais da Emsurb chegaram a recolher  – pasme caro leitor – carrinhos de picolé que estavam na areia da praia. Um absurdo. Com certeza nem o prefeito Edvaldo Nogueira, nem a presidente da Emsurb, Lucimara Passos, não sabem deste abuso e de uma relação promiscua existente. É preciso uma punição severa para estes dois fiscais. Sé que algum diretor da Emsurb deu ordem para estes fiscais ficarem de plantão naquele bar?

 

Sergipanos que freqüentam o local estão indignados. No sábado mesmo, uma ambulante, que vende cangas, estava com o seu cavalete na areia da praia e os fiscais foram retirá-la. Um dos clientes chamou os dois e avisou que aquilo era abuso.  Os fiscais querem que os ambulantes fiquem a 100 metros da  frente do bar. Privatizaram um espaço da praia e ninguém faz nada.

 

E os proprietários do bar Parati, uma das principais atrações turísticas da rodovia Sarney, o que dizem desta relação promiscua com estes fiscais? Se os ambulantes estivessem na dependência do bar, eles tinham o direito de retirá-lo, mas nas areias da praia?  Aliás, para isso ele já tem seguranças no local. O blog vai esperar uma resposta da Emsurb e já pediu a dois amigos para, na próxima vez, fotografar e filmar a ação dos fiscais.

 

Nova BR em SE sendo estudada I

Está no Plano Nacional de Viação, do Ministério dos Transportes, a criação de uma nova rodovia federal, que interligará a capital de Sergipe, Aracaju/Brasília. Seria a BR-349, que ainda depende de um estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental, sucedido do projeto de engenharia. Seria uma rodovia diagonal com 1.242,4 km. Seu ponto zero está em Aracaju, no encontro das BRs-101 e 235, e acaba no entroncamento com a BR-020, distante 323 km de Brasília, próximo à divisa da Bahia com Goiás.

 

Nova BR em SE sendo estudada II

A rodovia cortaria os municípios Itaporanga d´Ajuda, Pedrinhas e Tobias Barreto, em Sergipe, e Itapicuru, Olindina, Teofilândia, Conceição do Coité, Nova Fátima, Capela do Alto Alegre, Mundo Novo, Utinga, Seabra, Ibitiara, Ibipitanga, Macaúbas, Bom Jesus da Lapa, São Felix do Coribe, Santa Maria da Vitória e Correntina. A partir de Bom Jesus da Lapa a rodovia já existe. O trecho entre Bom Jesus e Santa Maria da Vitória, cerca de 79 km, já está recuperado. Informações do Rodovias & Vias.

 

Ineditismo

Tem sido motivo de comentários o ineditismo da decisão do secretário da Sedetec, Jorge Santana, que no auge de uma gestão marcada pelo sucesso, entregou o cargo para cuidar da sua próspera empresa. E não faltaram apelos do próprio governador, que o sondou para outras áreas do governo e até para importante cargo federal, conforme declarou ao vivo em entrevista na TV Atalaia.

 

Opção

Empresários daqui e de fora, de todos os portes e segmentos, além das mais importantes lideranças do setor, também insistiram pela sua permanência, mas o secretário justificou a necessidade de voltar a capitanear a Infox, nesse momento em que a empresa se projeta nacionalmente, com clientes em 12 Estados, incluindo Pernambuco (onde abriu filial no Porto Digital do Recife), Minas Gerais, Distrito Federal e São Paulo.

 

Revelação

Como declarou o governador Marcelo Déda na posse da nova diretoria do Sebrae/SE, Jorge Santana foi uma das grandes revelações da sua equipe, conduzindo praticamente 3 secretarias (desenvolvimento econômico, ciência e tecnologia, e turismo) e produzindo resultados nunca antes vistos, razão pela qual deseja mantê-lo como assessor especial do seu gabinete.

 

Ventríloquo

Por tudo isso, não tem sido fácil para uma certa colunista social, ventríloquo de um minúsculo grupo de empresários demistas e que servia naquela secretaria no último governo pefelista, aceitar que o secretário simplesmente abriu mão daquela que ele próprio tornou uma das mais poderosas pastas do governo.

 

Processo do acervo de R$ 1,2 milhão

Sobre a matéria do acervo de R$ 1,2 milhão, que o MP ingressou com ação na Justiça publicada na semana passada – com grande repercussão – o blog faz Justiça e lembra que toda peça  muito bem elaborada pelos promotores teve como base a sindicância da Casa Civil e o inquérito realizado pelo Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap) cuja equipe, comandada pela delegada Danielle Garcia fez um excelente trabalho.

 

Afastamento de Flávio

Só para lembrar: mesmo com a Operação Navalha foi a primeira vez que o Ministério Público de Sergipe pediu o afastamento do conselheiro Flávio Conceição do cargo. E pela primeira vez os indícios de uma dispensa de licitação viciada são grandes, inclusive com o testemunho de pessoas envolvidas como o motorista e o jardineiro, usados como laranja. E o ofício, assinado por Flávio, tem ainda na parte direita em cima, a assinatura autorizando do governador da época.

 

Turismo

E o trabalho de José Roberto à frente do turismo vem sendo reconhecido por muita gente. Ele deve deixar a Emsetur em fevereiro, mas deve continuar na área, como secretário-adjunto do Turismo. Como técnico da área e a experiência adquirida José Roberto pode ajudar muito na reestruturação da pasta, que terá como titular Elber Filho.

 

“Proposta” não atendida

E o blog recebeu uma informação de que um programa de rádio está “batendo” diariamente numa determinada prefeitura da Grande Aracaju, por uma razão: “propôs” um contrato com a bagatela mensal de quase R$ 10 mil. É mole? Como não conseguiu o “pau está comendo”. Prometeram enviar uma cópia da proposta ao blog. Se enviarem o blog publicará sem receio.

 

Secretaria de esportes

O prefeito Edvaldo Nogueira poderá cumprir antiga promessa. Trata-se da criação de uma secretaria municipal de esportes. Há dois anos, a implantação foi anunciada e até mesmo um nome para comandá-la, Carla Trindade. O projeto foi deletado. A oportunidade, agora, é excelente. Pois vive-se, no país, um clima de intensa motivação para a prática desportiva, com a proximidade da Copa do Mundo, no Brasil (2014) e da Olimpíada (2016). Sem falar que o ministro de Esportes é do PCdoB.

 

Saúde

O governador Marcelo Déda estará se reunindo hoje, às 8:30 horas, na secretaria de Estado da saúde com o prefeito Edvaldo Nogueira, o secretário municipal de saúde, Silvio Santos e a equipe dirigente da saúde no município de Aracaju. A reunião faz parte da estratégia do governador de dar prioridade a área da saúde, atuando em comum acordo com a capital sergipana, que possui gestão plena da saúde e responde por importantes serviços da área no estado.

 

Cooperação

Segundo Déda, a palavra de ordem é cooperação. Estado e Município dão as mãos para levantar os problemas da prestação do serviço e formular ações de cooperação visando a eficiência da Saúde. Desde que se reelegeu, o governador Marcelo Déda tem sido enfático em declarar a prioridade absoluta para a área da saúde, chegando a dizer que seria o segundo secretário da pasta, tal o grau de controle e acompanhamento que deseja realizar.

 

Précaju 2011: Parceria na área de marketing

A w1-Informações para Marketing (http://www.w1.ppg.br), empresa especialista em pesquisas de marketing e consultoria empresarial, firmou parceria para a realização de pesquisas, durante o Précaju 2011, com a ASBT – Associação Sergipana de Blocos de Trio. O acordo entre as partes, conforme o contrato assinado prevê, entre outras ações, a implantação de uma base operacional para a coleta de dados durante todo o evento. Esse foi o resultado de uma reunião, ocorrida na sede do Augustu’s, entre Fabiano Oliveira, Augusto Oliveira, e o diretor da w1, Oscar Wagner.

 

Camarote w1

A base operacional para a coleta e supervisão dos dados apurados, ou “camarote w1”, como já vem sendo chamado, será instalada na área reservada para a imprensa e promete ser uma das mais movimentadas. Segundo Oscar Wagner, “essa parceria é de tamanha importância para a nossa empresa, pois através das ações que serão desenvolvidas, a w1 deverá ampliar sua área de atuação no mercado sergipano”.

 

Experiência profissional

Ainda pouco conhecida no mercado, a w1-Informações para Marketing tem em seu quadro, um profissional com quase 30 anos de experiência na área de marketing. Destes, nove anos exclusivamente na área de pesquisas de mídia, opinião e mercado. A expectativa para as duas empresas é grande. Agora é só esperar pelos resultados.

 

Justa Indignação I

O senhor Rosalvo Fontes, 93 anos, é reconhecido por todos, em Aracaju, como o mais antigo morador da Atalaia. Ele já era um adulto quando ajudou no recolhimento dos corpos que apareceram na costa sergipana, na região do Mosqueiro, vítimas do torpedeamento, por submarinos alemães, de cinco navios mercantes brasileiros, no ano da graça de 1942. Seu Rosalvo tinha, então, 25 anos de idade. Participante ativo, durante décadas, da vida do bairro, ainda hoje Rosalvo Fontes auxilia na administração do cemitério da Atalaia. No final de 2010, nosso personagem assumiu uma atitude de profunda indignação. Ocorre que a Emurb resolveu que a Atalaia, sua querida Atalaia, agora começa depois do restaurante “O Miguel”. Até esse ponto, todo o território que começa logo após a ponte JK, sobre o rio Poxim, pertence ao bairro Farolândia.

 

Justa indignação II

Ainda não devidamente explicada, essa decisão da Empresa Municipal de Urbanização só está servindo para encher de indignação os velhos moradores da Atalaia, a exemplo do Sr. Rosalvo, que é um cidadão exemplar, cumpridor de seus deveres e, mesmo com 93 anos de idade, um líder inconteste da comunidade da qual faz parte. A Emurb precisa explicar as razões dessa mudança, para conhecimento de todos os aracajuanos. Sobre os mortos de 1942, foram 652. Os corpos encontrados no litoral foram sepultados, com a ajuda do Sr. Rosalvo, num cemitério, no Mosqueiro, ainda hoje existente, adequadamente denominado “Cemitério dos Náufragos”. Após grandes manifestações populares, levadas a efeito em todo o país, o Brasil declara guerra à Alemanha e à Itália. Estávamos a três anos do fim da segunda guerra mundial, que ocorreu em 1945.

 

Caixa I

O superintendente da CEF, Luciano Pimentel, apresentando resultados expressivos no ano de 2010, comemorou, na semana que passou, os 150 anos de fundação da entidade financeira estatal.

 

Caixa II

E Margarete Mendes, gerente da Caixa que por onde passa deixa uma marca de competência, trabalho e de motivação da equipe, está agora na agência da Fausto Cardoso uma das mais movimentadas do Estado. Simãodiense, Margarete é uma profissional que orgulha Sergipe.

 

Sindicalista no conselho I

Integrante do mesmo grupo político a que pertencem a deputada estadual Ana Lúcia e o ex-deputado federal Iran Barbosa, ambos ex-presidentes do SINTESE – Sindicato dos Professores, o professor Joel Almeida, que também já presidiu o referido sindicato, foi empossado, recentemente, numa das vagas do Conselho Estadual de Educação. Fato inédito.

 

Sindicalista no conselho II

Nunca antes na história deste Estado tivemos no conselho educacional a presença de um militante do movimento sindical. Sinal dos tempos. O professor Joel participou de uma lista tríplice apresentada ao governador em 2008. Mas só agora teve sua indicação confirmada. Servirá de contraponto nas discussões do órgão, de maioria nitidamente conservadora.

 

 

Ritmo lento I

Na marcha que vai, a obra de revitalização do Parque dos Cajueiros não será entregue no prazo previsto inicialmente, de um ano. Com muito otimismo, isso acontecerá apenas no final do primeiro semestre de 2012. A obra é do governo estadual e sua execução é da alçada da Secretaria de Infraestrutura – Seinfra. O custo total é de aproximadamente quatro milhões e meio de reais.

 

Ritmo lento II

A iniciativa de reforma do parque é meritória. Inaugurado em 1991 com a presença do presidente Fernando Collor, o Parque Governador Antonio Carlos Valadares deverá voltar a ser uma opção de lazer para a população aracajuana. A capital sergipana possui outros dois parques. O da cidade, denominado Governador José Rollemberg Leite, construído pelo ex-governador João Alves Filho e o mais antigo, o da Sementeira, ou Governador Augusto Franco. 

 

Ritmo lento III

Quanto ao Parque dos Cajueiros, praticantes de cooper e de caminhadas voltam a queixar-se ao blog das precárias condições do calçadão justamente no entorno do referido parque, com grande quantidade de pedras portuguesas soltas, o que representa um perigo para a turma da terceira idade, que frequenta habitualmente aquele logradouro. Com vinte anos de inaugurada sem passar por qualquer reforma, a pista para ciclistas necessita, também, de reparos urgentes. Ela se estende até a Atalaia.

 

Legislativo preparado

A partir de fevereiro próximo, inicia-se mais uma sessão legislativa na Assembléia Estadual e na Câmara Municipal de Aracaju. No âmbito estadual, o parlamento parece que será mesmo presidido pela deputada Angélica Guimarães, do PSC. O cargo de primeiro secretário, de grande importância na área administrativa, ainda não tem nome definido. Os principais candidatos são Adelson Barreto e Garibaldi Mendonça. Para a vice-presidência, está cotado o ex-líder do governo, o combativo e coerente deputado Francisco Gualberto. O que não o impede, pelo menos regimentalmente, de continuar liderando a bancada governista. Na Câmara Municipal, a mesa diretora dos trabalhos já foi eleita e empossada, tendo como presidente o veterano Emanuel Nascimento. O primeiro grande desafio será a discussão e aprovação do novo Plano Diretor de Aracaju.

 

Secretário de Saúde

Facilidade de comunicação. Empatia. Objetividade. Estas são características do novo secretário de saúde, o Dr. Antonio Carlos Guimarães, que anuncia ter como meta dialogar com todos os protagonistas da saúde pública de nosso Estado. Sindicato dos Médicos, Sociedade Médica de Sergipe, Conselho Regional de Medicina, Advocacia Geral da União, Ministério Público Estadual, MP Federal, OAB – enfim, todos os órgãos que têm ligação com a área da saúde deverão interagir com o novo titular da pasta. Bom desempenho na teoria, vamos ver como será sua atuação na prática. Este blog deseja, sinceramente, sucesso ao médico Antonio Carlos Guimarães.

 

Colégio Murilo Braga

O tradicional estabelecimento de ensino de Itabaiana conseguiu aprovar 180 alunos no último vestibular da UFS.

 

Banese

Tendo em vista o ótimo desempenho registrado no ano que passou, será consultado pelo Banco Central em alguns segmentos de atuação no mercado financeiro. No segundo semestre, será inaugurado o Centro Cultural Banese, cujas obras estão bastante adiantadas. O Centro Cultural fica localizado no antigo prédio do Atheneuzinho, tombado em 1985.

 

Banco do Brasil

Novidades previstas ainda neste primeiro semestre. Inauguração de uma nova agência Estilo, no bairro Garcia. Criação de uma segunda agência na cidade de Itabaiana. E mais uma agência na capital, situada na Coroa do Meio.

 

Governo de SE ajuda vítimas do RJ

O Governo do Estado de Sergipe, através da Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e do Desenvolvimento Social (Seides) e da Defesa Civil Estadual, está trabalhando em parceria com empresários e associações de empresas para mobilizar toda a população sergipana no sentido de arrecadar doações para as vítimas das chuvas na região serrana do Rio de Janeiro.

 

Ajuda humanitária

De acordo com a secretária de Estado da Inclusão, Eliane Aquino, a campanha de ajuda humanitária será focada, neste primeiro momento, na arrecadação de fraldas descartáveis e colchonetes. A escolha dos produtos foi feita a partir da solicitação da Defesa Civil do Rio de Janeiro, que está organizando a arrecadação de donativos juntos aos outros estados da federação.

 

Locais de entrega

Já são parceiros da iniciativa a Associação de Supermercados de Sergipe, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Associação de Dirigentes Cristãos, entre outras organizações. Além dos supermercados da capital, as doações podem ser entregues nos seguintes locais em Aracaju: Escritório do Programa Mesa Brasil SESC/SE – Rua Riachuelo, 259, bairro São José. Telefone: (79) 3216-5577 – Funcionamento de segunda a sexta, das 8h às 18h; – Corpo de Bombeiros de Sergipe – Rua Siriri, 762, Centro. Telefone: (79) 3179-3608 – Aberto 24h; – Quartel da Polícia Militar de Sergipe – Rua Itabaiana, 336, Centro – Telefone: (79) 3211-4452 – Aberto 24h;- Câmara de Dirigentes Lojistas de Aracaju (CDL) – Rua Santa Luzia, 571, bairro São José – Telefone: (79) 3212-7720; Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (ACESE) – Rua José do Prado Franco, 557, Centro. Fone: (79) 3211-9767.

 

Reunião no Arquidiocesano

Já são parceiros da iniciativa a Associação de Supermercados de Sergipe, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Associação de Dirigentes Cristãos, entre outras organizações. As doações poderão ser entregues nos quartéis da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros em Aracaju, além dos supermercados da capital. Nesta segunda, às 9h, uma reunião no Colégio Arquidiocesano vai definir detalhes da campanha.(ASN).

 

ANABB

Cooperativa Habitacional da ANABB vai construir apartamentos na Coroa do Meio. Inscrições já abertas para os associados da Associação Nacional dos Funcionários do BB. A entidade abrange funcionários da ativa e aposentados.

 

Ajuda às vítimas das enchentes

Os principais bancos brasileiros – Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Itaú e Unibanco – abriram contas especiais para arrecadar fundos em benefício dos atingidos pela tragédia climática ocorrida na região serrana do Rio de Janeiro.

 

Novo primaz

Dom Murilo Sebastião Krieger, 67 anos, foi nomeado pelo Vaticano para exercer a função de novo primaz do Brasil e arcebispo de Salvador. Dom Krieger era arcebispo de Florianópolis. Ele afirmou, em sua primeira entrevista após sua designação, que seu maior desafio será adaptar-se à realidade da Bahia, onde os católicos convivem com grande número de adeptos de cultos afro-brasileiros.

 

Crescimento do Varejo

O comércio varejista cresceu 11,9 por cento, de janeiro a novembro de 2010, de conformidade com os dados anunciados pelo IBGE.

 

Contradição

O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, não incluiu o senador Cristovam Buarque em sua  equipe. Em seu lugar, preferiu aproveitar o famoso Agaciel Maia, pivô de crise no Senado Federal.

 

Corte nos gastos

Os economistas ortodoxos avaliam que o corte de gastos seja necessário para reduzir as pressões inflacionárias.

 

Trem bala

Sugestão de um leitor da Folha de São Paulo remete a uma troca nos planos do governo federal. Sai a construção do trem bala e em seu lugar entram, com os recursos a ele destinados, as obras que visam a atenuar os efeitos dos fenômenos climáticos. O montante é de 35 bilhões de reais. Já dá para começar. Idéia brilhante do leitor da FSP.

 

Livro

“Saramago – Biografia” – Autor: João Marques Lopes. Editora  LEYA, São Paulo, 2010. A primeira biografia de um dos mais importantes escritores da literatura mundial, o português José Saramago, vencedor do prêmio NOBEL, no ano passado.

 

Salário mínimo

O governo federal anunciou, oficialmente, que será de 545 reais o salário mínimo nacional, a partir de primeiro de fevereiro. Mas a decisão definitiva compete ao Congresso Nacional. O senador Paulo Paim defende 560 e as centrais sindicais, 580 reais. Outra corrente quer que o reajuste passe o mínimo para 600 reais.

 

Jogos dos aposentados

Fase nacional dos jogos dos aposentados das AABBs acontecerá no próximo mês de maio, em São Paulo. Os atletas intensificam seus treinamentos, principalmente os integrantes dos times de futebol de campo – masters (acima de 50 anos) e supermasters (acima de 60). O presidente José Aluísio, da AABB Aracaju, estima em 80 pessoas a composição da delegação que vai a São Paulo, entre atletas, dirigentes e torcedores.

 

Gérson de Oliveira Nunes

O “canhotinha de ouro” completou, no último dia 11 de janeiro, 70 anos de idade. Nasceu em 1941. Um dos maiores craques brasileiros de todos os tempos. Participou, com brilho, da conquista do tricampeonato mundial, no México, em 1970. Atuou pelos seguintes clubes: Flamengo, Botafogo, São Paulo e Fluminense. Na seleção brasileira, jogou 69 vezes, no período compreendido entre 1961 e 1972.

 

Mudança de tática

A presidenta Dilma Rousseff anunciou que não fará mais reuniões ministeriais no estilo adotado na primeira. Vai, sim, realizar reuniões setoriais, que considera mais produtivas. Causou espécie a posição do ministro Carlos Lupi, que criticou, publicamente, a política do governo para o salário mínimo.

 

Marcos Maia

O apoio do PSB ao candidato do PT à presidência da Câmara dos Deputados forçou o presidente nacional do PC do B, Renato Rabelo, a tomar uma atitude quanto à cogitada candidatura de Aldo Rebelo. O alagoano radicado em São Paulo não é mais candidato.O deputado petista gaúcho deverá, mesmo, ser eleito para presidir a Câmara Federal. A menos que se repita o efeito “SEVERINO”.

 

Sem divergências

“Divergências públicas não são mais possíveis. Têm que ser esgotadas internamente.” – Presidente Dilma Rousseff, na abertura da primeira reunião ministerial.

 

Memória política

Carlos Lacerda, governador da Guanabara, candidato à presidência da República, foi a Montes Claros., lá em Minas. A cidade amanheceu com os muros pichados:

– “Lacerda rima com m…”.

No comício, à noite, Lacerda acabou o discurso assim:

– Aos meus amigos, deixo um grande abraço. Aos meus adversários, a rima.

FONTE: Folclore Político – Sebastião Nery – Geração Editorial, 2002.

 

60 por cento

Levantamento realizado pela FSP aponta que 60 por cento dos cargos de confiança federais estão localizados nos ministérios comandados pelo PT. Esses ministérios movimentam 30 por cento do orçamento. São 13 mil e 400 postos que serão oferecidos a profissionais especializados do setor privado ou apadrinhados políticos.

 

Em outros países

No Brasil, o governo federal possui 22 mil cargos de livrre nomeação. Nos Estados Unidos, essas vagas somam 7.000 e na Holanda, somente 780. É evidente que há cargos de confiança em demasia, no Brasil. Uma redução no número desses servidores temporários propiciaria condições para que os governos (federal, estaduais e municipais) remunerassem melhor os seus funcionários de carreira. Essa é uma das pragas que vem assolando o país, há muito tempo. Há ministérios demais, secretarias em número excessivo, e, em consequência, um grande espaço a ser ocupado pelos apadrinhados. Por isso, deve-se pensar seriamente em incluir a administrativa, ao lado das reformas que vêm sendo preconizadas há tempo, mas que os políticos não deixam que elas aconteçam.

 

Eleições na ACDS

Providência indispensável para organizar a próxima eleição da Associação dos Cronistas Desportivos de Sergipe, entidade presidida por Roberto Silva, é o recadastramento social. Informa-se que há muita gente reconhecida como cronistas esportivos que, em verdade, nunca atuaram em qualquer setor da imprensa. Uma relação completa dos associados deverá ser publicada pela entidade. A partir da nova gestão, a ACDS deverá voltar a cobrar a mensalidade devida pelos seus associados. Atualmente, as únicas fontes de renda são a cota de 0,5 por cento sobre as rendas dos jogos de futebol e a venda das carteiras sociais, o que ocorre, apenas, no início de cada ano. Em tempo: o presidente Roberto Silva é candidato à reeleição, tendo como companheiro de chapa Pedro Dantas, do Jornal da Cidade.

 

Consultas médicas I

O Conselho Federal de Medicina publicou resolução, de número 1958, que proíbe cobrança por retornos em consultas médicas. A resolução também impõe veto à fixação de intervalo mínimo entre as consultas. Esse procedimento (consultas) tem sido um dos pontos mais polêmicos nas relações entre médicos, planos de saúde e seus assistidos. Em Sergipe, ao longo dos últimos anos têm ocorrido vários períodos críticos no bojo dessa situação. Os médicos reclamam do baixo valor das consultas, atualmente em torno de 40 reais. Os participantes dos planos de saúde, por sua vez, queixam-se de que os médicos limitam o atendimento e que eles, muitas vezes, não passam mais de 15 minutos atendendo o paciente.

 

Consultas médicas II

Nos planos de saúde de autogestão, como a Cassi (BB), CASSES (Banese) e de outras estatais, tem ocorrido afastamento de profissionais, agravando o atendimento. A UNIDAS é uma entidade que congrega esses planos, denominados de autogestão, que não têm fins lucrativos, como os planos comerciais – UNIMED, PLAMED, HAPVIDA – e muitos outros. Em 2009, o fundo de pensão da Petrobrás, que cuida, ao mesmo tempo, da previdência e da saúde de seus funcionários, atendeu a reivindicação incluída no acordo coletivo de trabalho, passando o valor das consultas médicas para 80 reais. Essa medida causou problemas aos outros planos. A Referida empresa estatal também faz parte da UNIDAS. Então, vários médicos deixaram planos de autogestão e passaram a atender pelo mesmo preço pago pela Petrobrás, ou seja, 80 reais. A situação vem se agravando, a cada dia. O atendimento aos assistidos pelos planos de saúde paulatinamente vem se aproximando daquele oferecido pelo SUS – o Sistema Único de Saúde. Esse é mais um setor da saúde pública que contribui para agravar a situação atual em nosso Estado.

 

Internet na liderança

Segundo informações do Banco Central, a Internet já ultrapassou o caixa eletrônico no ranking das transações bancárias. Esse fato comprova o crescimento do novo instrumento que, aos poucos, tem conseguido conquistar as pessoas da terceira idade, antes avessas a esse tipo de transação financeira.

 

Futebol

Confirmado para o dia 6 de fevereiro o início do campeonato sergipano de 2011. Na primeira rodada, dois clássicos. O campeão atual, o River Plate, vai enfrentar o Itabaiana. E o Confiança terá pela frente o Sergipe. Uma novidade será o televisamento de jogos aos sábados. A TV Atalaia ganhou a concorrência, realizada pela Federação Sergipana de Futebol. Antes da abertura do campeonato, no dia 30, ocorrerá a reabertura do Estádio Presidente Médici, em Itabaiana.

 

DO LEITOR

 

Pousadas no nosso bairro…Atalaia

De um leitor devidamente identificado: “É fato que hoje em dia o bairro da atalaia tem tido uma grande expansão de Hotéis e Pousadas. Aliado a esse crescimento empresarial, o número de moradores veem crescendo paulatinamente.O fato de desagrado remonta no fato de as respectivas pousadas e hotéis não possuírem estacionamento suficiente para comportar a quantidade de turistas ou mesmo uma quantidade de estacionamentos condizente com a quantidade de quartos existentes. Daí o que se vê é que os respectivos turistas/hóspedes estacionam seus carros nas ruas do bairro o que acaba por aglutinar as vias de acesso, que já são pequenas, obviamente por serem ruas de bairros. Dando nomes aos bois, temos como exemplo a Pousada Sandrin que fica na Rua Jornalista Paulo Costa, ao lado do Banese da Atalaia, onde se percebe até ônibus de turismo estacionando na rua o que acaba por diminuir ainda mais o espaço de passagens de carro pela rua. Os moradores da rua, que lá chegaram bem antes da instalação da pousada, estão irritados porque em alguns momentos a rua fica intransitável. Requisitando providências a SMTT, compelindo a mesma que fiscalize a presente situação?!  E como é que pode a EMURB autorizar um projeto de pousada (ou ampliação da pousada…já que ela foi ampliada justamente aonde era o antigo estacionamento…que não existe mais) em que não possua estacionamento condizente com o tamanho da estrutura do empreendimento??!!”

 

Falta D`água em povoados

Do leitor Magnobaldo Nascimento: “A população de alguns povoados (Cajueiro dos Potes, Jenipapo, Saco de Areia, Segredo) do município de Aquidabã está passando por grandes dificuldades por conta da falta de água. No Segredo mesmo está há quatro meses sem as casas serem abastecidas pelo sistema da DESO, mas mesmo assim as faturas são levadas. A infonet no início do mês publicou uma matéria realizada nessas localidades.Será que essa população está sendo castigada devido o governador (Marcelo Déda) ter perdido no município com uma desvantagem contra o seu rival (João Alves)? Esperamos que não porque o povo vive em um regime democrático e pelo que observamos o município não foi tão bem agraciado pelo governo do estado nos últimos quatro anos.A DESO nada explica para a situação existente e muito menos age para resolver a situação e assim a povo é que paga pela má gerência dessa companhia”.

 

ARTIGO

 

A História de um Superávit – Alceu Monteiro*

 

Relato resumido que pretende explicar um problema que vem afligindo os funcionários do Banco do Brasil, da ativa, aposentados e pensionistas dá conta de que os servidores do BB são regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho e o empregador é uma sociedade de economia mista, ou seja, mais da metade da empresa pertence ao governo federal e a outra parte, minoritária, pertence aos seus acionistas.

 

O funcionário do Banco do Brasil contribui para sua caixa de previdência desde o dia da posse até sua morte, posto que, mesmo depois de aposentado, essa contribuição continua. Com o formato de fundo de pensão a caixa de previdência (PREVI) existe a partir de 1967. Fundo de pensão é uma espécie de pecúlio ou poupança formada por um conjunto de pequenos investidores e poupadores, com o intuito de garantir para si uma pensão mensal, depois de um prazo determinado. Em geral, os fundos de pensão são organizados por empresas financeiras que fazem aplicações com a soma dos dinheiros dos pequenos poupadores.

 

 No caso em foco, dos funcionários do BB, o objetivo do fundo de pensão é garantir a complementação da aposentadoria de seus participantes. Quando um funcionário aposenta-se, passa a receber o benefício do INSS. Se, por exemplo, um funcionário teria direito a aposentar-se recebendo 5 mil reais, mas o benefício da previdência oficial é de apenas 2 mil reais, o referido funcionário terá garantida a complementação de sua aposentadoria, no valor de 3 mil reais. De acordo com a lei, o Banco do Brasil é o patrocinador da PREVI.

 

Todo fundo de pensão tem um patrocinador, que é a empresa à qual estão ligados os participantes do fundo. Portanto, o BB é o patrocinador e os funcionários, participantes. Ainda de acordo com a legislação que trata da previdência complementar e privada, quando um fundo de pensão apresenta resultado positivo (superávit), por três anos consecutivos, esse resultado deverá ser, obrigatoriamente, distribuído entre os Participantes do fundo.

 

Ocorre que o Banco do Brasil resolveu que, como patrocinador, também tem direito a essa distribuição. Ou, mais do que isso, que tem direito à metade do superávit apurado. E então, baseando-se em uma resolução, número 26, do Conselho Gestor da Previdência Complementar, o BB apropriou-se, em 2008 e em 2009, de 8 bilhões de reais, fortalecendo enormemente seus balanços anuais. Concomitantemente, entidades que representam os funcionários entraram na Justiça para sustar esse procedimento do Banco do Brasil. Em primeira instância, a ação foi vitoriosa. Mas houve recurso e o processo segue seu caminho, até quando ninguém sabe. No segundo semestre de 2010, a partir de setembro, o Banco do Brasil passa a acenar no sentido de dialogar com as entidades dos funcionários, visando a encontrar uma solução para o problema. Após várias negociações, foi fechado um acordo provisório, que permitisse a concessão de benefícios aos participantes. Esse acordo foi submetido a uma consulta de âmbito nacional e aprovado por 80 por cento dos votantes. Criou-se, então, a expectativa de que os benefícios poderiam ser creditados ainda em 2010.

 

O ano velho acabou, já estamos na segunda quinzena de janeiro de 2011 e as notícias transmitidas pelo Banco do Brasil e pela PREVI não são animadoras. O resultado é que um clima de frustração paira sobre o pessoal do BB, principalmente os aposentados integrantes do Plano 1e as pensionistas, que vêm a ser, justamente, as viúvas de funcionários já falecidos. Incontestavelmente, está em jogo a credibilidade de uma instituição bicentenária, o Banco do Brasil, e do maior fundo de pensão da América Latina. A autorização final depende do Ministério da Fazenda e da PREVIC. A propósito, esta última é um organismo subordinado ao Ministério da Previdência, cuja função é controlar, regulamentar e fiscalizar os fundos de pensão. Mas o custeio de suas despesas, inclusive o pagamento dos salários de seus funcionários é responsabilidade dos próprios fundos, que, numa situação absurda, pagam para ser fiscalizados.

 

É assim que o Banco do Brasil e as autoridades da área econômica estão tratando os seus antigos funcionários. O ex-ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, também ele um aposentado do BB, garante que o acordo foi feito em seu gabinete e que sem dúvida será honrado. Enquanto isso, uma tremenda dúvida inquieta aqueles que tanto deram de si para o desenvolvimento da nação, ao longo de 30 anos ou mais de dedicação exclusiva ao banco fundado em 1808 por D. João VI e que conta, portanto, com 202 anos de existência.

 

*Alceu Monteiro, vice-presidente social da AFABB/SE – Associação dos Funcionários Aposentados e Pensionistas do Banco do Brasil de Sergipe.

 

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun

 

Frase do Dia

“A corrupção dos governantes quase sempre começa com a corrupção dos seus princípios”. Barão de Montesquieu.

 

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários