Freio de mão puxado

0

A campanha política em Aracaju continuará com o freio de mão puxado por mais alguns dias. Os candidatos preferem esperar o início, amanhã, do horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão para iniciar a apresentação de propostas e fazer os ataques mais duros aos adversários. Enquanto isso, vão ajustando a estratégia da campanha, fazendo reuniões com moradores da periferia, participando de almoços organizados por entidades de classe e distribuindo os próprios ‘santinhos’ nas esquinas de Sergipe. Colocar o bloco nas ruas pra valer antes da propaganda eleitoral na mídia significa elevar consideravelmente as despesas, e quem faz isso corre o risco de morrer na praia. Portanto, se preparem para o período do barulho que começa a ficar maior com a proximidade das eleições.

Coladinhos

Pesquisa do Instituto Dataform divulgada hoje pelo Cinform mostra os candidatos a governador Jackson Barreto (PMDB) e Eduardo Amorim (PSC) praticamente empatados. O peemedebista aparece com 35,5%, enquanto seu principal adversário tem 32%. Como a margem de erro é 3% pode-se dizer que os dois estão cabeça a cabeça. Lá atrás, estão os candidatos Sônia Meire (PSOL) – 2,7%; Betinho (PSL) – 0,8%; e Airton da CGTB (PPL) – 0,7%. Brancos e nulos somam 13,8% e indecisos 11%. Não sabem e não responderam 4% dos entrevistados. Feita entre os dias 12 e 14 passados, em 29 dos 75 municípios de Sergipe, a pesquisa foi registrada no TRE com o número 00014/2014.

Na dianteira

A Pesquisa do Dataform mostra que ainda é muito grande a distância entre a senadora e candidata à reeleição Maria do Carmo Alves (DEM) e o seu principal oponente, o deputado federal Rogério Carvalho (PT). Segundo a consulta, a demista tem 45,4%, enquanto o petista conta com 12,4%. Bila (PSL) está com 5,5%, professor Marques (PCB) tem 1,7%, e Leandro (PSTU) segura a lanterna com minguados 0,8%.

Choro de derrotado

Assim que fecha a contagem
Tem candidato que diz:
– O filho de Zé Luiz
Não tá na minha listagem.
Como é que teve a coragem
De apertar minha mão,
Pedir chuteira e calção
E o voto não aparece.
Só comigo isso acontece
Quanto acaba a apuração.

O cordel acima é do poeta nordestino Mundim do Vale.

Carnificina

Acidentes de trânsito deixaram mais de 536 mil mortos no Brasil em 10 anos. A pesquisa do Instituto Alberto Luiz Coimbra da Universidade Federal do Rio de Janeiro começou no ano de 2003, com o registro de 34,7 mil mortes no trânsito, e constata um crescimento de quase 100% até 2007, ano em que é atingido o pico de 66,8 mil mortes. O número de vítimas cai até 50,7 mil de 2008 a 2010 e volta a subir nos anos seguintes, encerrando 2012 em 60,7 mil. Na conclusão, a pesquisa menciona que em 2013 houve novo recuo, para 54 mil.

Abaixo a censura

Veja trecho de acertada decisão judicial contra uma das tentativas do dublê de político e empresário Edvan Amorim (PR) de censurar a imprensa sergipana: “Os comentários apresentaram-se dentro dos contornos da liberdade de manifestação, respeitando-se a igualdade de condições dos candidatos e resguardando-se os interesses do Estado Democrático de Direito. Aplicar uma pena à empresa e ao jornalista por críticas veemente à atuação de um sujeito público seria judicializar a disputa política, em evidente retrocesso à democracia e subestimação da capacidade intelectiva do eleitor”.

Agenda de candidato

Se preso provisório votasse nas eleições deste ano, o presidiário e candidato a deputado estadual Manoel Messias Santos, vulgo “Sukita” (PSB), bem que poderia cumprir uma extensa agenda de campanha no interior do presídio. Começava o dia se reunindo no banho de sol com agentes prisionais, às 12h coordenava panfletagem no refeitório da detenção. À tarde, participava de reunião com os líderes religiosos da penitenciária e de um debate com a facção moderada do PCC.

Adeus a Pedrinho

Milhares de sergipanos foram, ontem à tarde, ao cemitério Colina da Saudade, em Aracaju, se despedir do ex-deputado federal Pedrinho Valadares (PV). Ele foi uma das vítimas da queda do jatinho que também matou o presidenciável Eduardo Campos (PSB). Todos faziam questão lembrar a alegria, o cavalheirismo e seriedade do jovem político sergipano, além de lamentar sua morte tão trágica e prematura. Plagiando os católicos, o blog roga: "dá-lhe, Senhor, o descanso eterno e que a luz perpétua o ilumine!".

Abra o olho

Muito cuidado com quem lhe entrega o ‘santinho’ de candidato. Se for um diabinho, fique certo que o sujeito do retrato é um baita santo do pau oco.

Braços cruzados

Os servidores da Saúde de Aracaju prometem cruzar os braços na próxima sexta-feira. O objetivo é protestar contra a demora do prefeito João Alves Filho (DEM) em receber o sindicato para discutir uma pauta de reivindicação da categoria. Os servidores exigem, entre outras coisas, o pagamento do reajuste salarial de 6,5% prometido pela Prefeitura, e a reavaliação do grau de insalubridade, que hoje é de 20%.

Olho por olho

O vereador aracajuano Agamenon Sobral (PP) assemelha-se a um troglodita. Veja o que ele disse sobre o menor que deu cinco tiros em um professor da rede estadual de ensino: “Um vagabundo desse tem que ser pendurado por uma corda em praça pública. O sujeito não quer estudar e quando recebe uma nota baixa atira no professor. Isso é um absurdo", reagiu.

Recorte de jornal

Publicado no jornal estanciano A Razão em 29 de agosto de 1909

Resumo dos Jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais