Ganhou, mas perdeu

0

Com a aprovação pela Assembléia do projeto reajustando em oito parcelas o piso salarial dos professores, o governador Marcelo Déda (PT) ganhou o quebra de braço travado com o Sindicato dos Educadores, mas perdeu o secretário de Estado dos Direitos Humanos e Cidadania, Iran Barbosa (PT). Educador por formação, o petista preferiu ficar ao lado dos companheiros de luta. Porém, não é só isso. Déda também perdeu o apoio político de uma categoria consciente, com forte poder de mobilização popular e que votava nele há muito tempo. Irritados com a aprovação do projeto, os professores vão permanecer mobilizados e manter a greve, justamente para aumentar ainda mais o desgaste do governo junto aos pais dos estudantes, que estão sem aulas há quase um mês. Ainda é cedo para avaliar as conseqüências políticas causadas pela aprovação do polêmico projeto, mas elas serão muito ruins para o governo petista.

Todos juntos

Depois da desgastante sessão plenária de ontem, que aprovou o reajuste parcelado do piso dos professores, os deputados estaduais esqueceram os acalorados debates e foram se confraternizar na chácara da colega Susana Azevedo (PSC). O almoço foi só descontração, nem parecia que horas antes oposição e situação quase foram aos tapas em plenário. Depois do rega-bofe, o líder do governo, Francisco Gualberto (PT) até deu um showzinho a parte, cantando músicas de Raul Seixas.

Braços cruzados

Os petroleiros cruzaram os braços ontem por duas horas no Campo de Carmópolis em solidariedade aos bombeiros do Rio de Janeiro. A paralisação fez parte da mobilização do dia nacional de apoio à luta dos bombeiros cariocas convocado pela Federação Nacional dos Petroleiros.

Mordida

O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) explicou ao jornalista Lauro Jardins, editor da coluna Radar on-line, da revista Veja, que o seu tratamento odontológico não foi estético. No último dia 6, o colunista publicou o seguinte: “O Senado pagou a uma clínica cerca de 26 000 reais pelo tratamento odontológico de Antônio Carlos Valadares. Com dinheiro público, fica mais fácil sorrir”. Segundo o senador, o tratamento foi motivado por uma infecção generalizada em sua boca e garganta, que vinha lhe causando problemas de pressão e febre freqüente. Então, tá!

Cargo vago

O blog foi informado que Everton Teixeira entregou a diretoria administrativa e financeira da Deso. Aposentado do Banco do Brasil, Everton está no cargo desde o primeiro governo de Marcelo Déda (PT), tendo permanecido na companhia mesmo com a recente mudança ocorrida na presidência.

Fórum cearense

Os governadores do Nordeste se reúnem hoje em Fortaleza para discutir a reforma tributária e a guerra fiscal travada entre os estados para atrair novas empresas. O governador Marcelo Déda (PT) deveria ter seguido ontem para a capital cearense, mas resolveu dormir em Aracaju e pegar hoje cedo uma carona no jatinho do colega baiano Jacques Wagner. Os governadores vão definir a proposta da Agenda Tributária do Nordeste.

Café do BB

A superintendência do Banco do Brasil em Sergipe vai reunir a imprensa sergipana na próxima quarta-feira para um café da manhã. Será no Hotel Quality, oportunidade em que a superintendente Marília Prado Lima fará uma breve explanação das ações do BB em Sergipe.

Grana suja

O Banco Central editou mais uma regulamentação sobre cédulas danificadas por dispositivos antifurto. Segundo o BC, quando o cliente sacar dinheiro manchado em um banco ou terminal de autoatendimento, a instituição financeira deverá trocar a nota danificada. Em seguida, os bancos deverão enviar a ‘grana’ suja ao Banco Central e arcar com os custos dos serviços de análise e reposição. A decisão do BC visa preservar o interesse do cidadão e contribuir para inibir furtos e roubos a caixas eletrônicos, ao dificultar a circulação de notas roubadas.

Vasco vice

Veja o que publica o site www.sensacionista.com.br: “O Vasco da Gama arrancou para uma campanha vitoriosa, que o levará ao vice-campeonato da Libertadores 2012. Com a conquista da Copa do Brasil, o clube se qualifica para um título ainda mais importante: o segundo lugar das Américas. Se vencer a Libertadores, o Vasco então estará livre para aquela que será sua maior vitória: o vice-campeonato mundial de futebol”. É mole?

Do baú político

Nas eleições de 2002, o saudoso deputado estadual Nego da Farmácia (PL), que foi candidato com o número 22222, andou não se reelegendo. Nas últimas projeções feitas pela Justiça Eleitoral, o parlamentar aparecia sempre na suplência. Foi o bastante para seus adversários espalharem carros de som nas ruas de Boquim divulgando que os “cinco patinhos” (referência ao número do deputado) morreram afogados. Terminada a apuração, Nego se elege graças aos votos de Boquim e Salgado. Imediatamente seus aliados colocaram carros de som nas ruas boquinhenses anunciando que “os cinco patinhos sabem nadar”.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais