Golpe nunca mais

0

Muita gente passou a defender um golpe militar após ouvir o general de Exército, Antonio Hamilton Mourão, pregar uma intervenção das Forças Armadas. Em recente artigo, o magistrado Marcelo Semer, integrante da Associação Juízes para Democracia, põe por terra a sandice de quem ver no estado de exceção o remédio para a corrupção. “O golpe é a própria corrupção. A ditadura por essência se opõe aos princípios mais básicos do combate a qualquer corrupção: transparência e igualdade. Nada disso existe quando o poder é absoluto”. Semer lembra aos saudosistas da escuridão que na ditadura não existe liberdade da imprensa para divulgar, nem órgãos de controle para averiguar ilícitos. Por conta disso, “os amigos do poder tinham mais que direitos; os inimigos, bem menos do que a lei”. O magistrado adverte, ainda, que nos regimes de trevas não há “uma polícia isenta, um Ministério Público com autonomia ou a plena independência judicial”. Ainda bem que as Forças Armadas estão conscientes do seu papel constitucional. Golpe nunca mais!

Atrás da verdade

A Comissão Estadual da Verdade realiza amanhã mais uma audiência pública. Será na Câmara de Vereadores de Propriá e visa registrar as violações aos Direitos Humanos ocorridas no baixo São Francisco de Sergipe, após o golpe militar de 1964. Entre as pessoas a serem ouvidas estão os professores Hildebrando, Carlos, Luiz Chaves, Irmã Francisca, Padre Isaias, Frei Enoque e Nelson Araújo. Prestigie!

Plantando verde

Nesta fase de entressafra eleitoral todo mundo conversa com todo mundo objetivando sentir o clima no lado adversário. Segundo o deputado federal Valadares Filho (PSB), líderes da situação já o sondaram sobre as eleições de 2018. Claro que a oposição também anda conversando com governistas. Até as convenções partidárias, todo mundo vai plantar verde na esperança de colher maduro.

PT na educação

O professor Dominguinhos (PT) será empossado hoje como diretor regional de Educação, com base em Estância, onde se elegeu quatro vezes vereador. Ele diz ter aceitado o cargo após ouvir o presidente estadual do PT, Rogério Carvalho e o ex-deputado federal Márcio Macedo. Certamente o professor não ouviu o Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sintese), que execra a política estadual de educação e faz oposição radical ao governador Jackson Barreto (PMDB). Aff, Maria!

Malas prontas

O hoje deputado governista Capitão Samuel (PTC) deve bandear-se para a oposição em breve. Não que esteja contrariado com o governador Jackson Barreto (PMDB), mas porque tenciona apoiar o pré-candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSC). Samuel já apresentou projeto na Assembleia concedendo título de cidadão sergipano ao presidenciável ultradireitista e não esconde que se Bolsonaro trocar o PSC pelo  partido Patriota ele fará o mesmo. Homem, vôte!

Convite feito

Caso resolva deixar o PMDB, o governador Jackson Barreto tem para onde ir. O senador e presidenciável Álvaro Dias disse que o Podemos – ex-PTN – já ofereceu filiação a JB.  “Não sei se ele tem intenção ou não. Estamos apenas abrindo as portas para quem quer lutar pela população”, frisou Dias. Jackson esquiva-se em falar sobre o assunto, mas dificilmente ficará no PMDB se o comando do partido em Sergipe for entregue ao deputado federal André Moura (PSC). Aguardemos, portanto!

Mãos ao alto

Quem anda assustado com a violência que grassa em Sergipe é o deputado estadual Georgeo Passos (PTC). Segundo ele, as soluções de combate à criminalidade não estão dando resultados. “Estamos prendendo muito, mas mal”, afirma. O parlamentar lamentou a ausência de um Plano Estadual de Segurança e disse que “somente medidas paliativas não resolvem problema tão complexo”. É vero!

Filho ilustre

Nascido em Alagoas, o ex-deputado estadual e prefeito de Socorro, Padre Inaldo Silva (PCdoB), é o mais novo sergipano. De autoria do presidente da Assembleia, deputado Luciano Bispo (PMDB), o Título de Cidadania foi entregue, ontem, ao comunista em concorrida solenidade. “Agradeço a Sergipe por me acolher na Igreja, na Assembleia Legislativa e na Prefeitura de Socorro”, discursou, emocionado, o padre.

Cura gay

Veja que absurdo: um juiz federal autorizou que psicólogos possam atender pacientes que busquem terapia para reorientação sexual. A decisão confronta uma resolução do Conselho Federal de Psicologia que estabelece como os profissionais da área devem atuar nos casos que envolvam a orientação sexual. A determinação do Conselho baseia-se no entendimento da Organização Mundial de Saúde de que a homossexualidade não é uma doença, um distúrbio, nem uma perversão. Perfeito!

Reminiscências

E o presidente estadual do PSB, Valadares Filho, lembrou que ele era o preferido de Jackson Barreto (PMDB) para compor a chapa que disputou e venceu o governo em 2014. Foi a sua recusa que fez JB optar por Belivaldo Chagas (PMDB). O “Galeguinho”, como chamam o vice, devolveu a fustigada na lata: “Ele não aceitou com  medo de perder, pois em 2012 havia sido derrotado na disputa pela Prefeitura de Aracaju”. Crendeuspai!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano A Notícia, em 4 de fevereiro de 1932

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários