Governador! Dê uma olhada na orla

0

Nos últimos meses, Aracaju recebeu um grande número de turistas, fruto de um trabalho que vem sendo realizado há vários anos e está se consolidando agora com outras ações e eventos como o projeto Verão. Nesta área o Governo do Estado está fazendo a sua parte, atraindo turistas e viabilizando mais vôos para Sergipe como os que estão prestes a serem inaugurados, mesmo com a crise financeira que atinge todo país.

 

Porém, um dos principais cartões postais de Sergipe e de Aracaju está abandonado: trata-se dos lagos da Orla da Atalaia Velha. Em alguns trechos da orla foram realizadas algumas reformas, como nas quadras e no calçamento. Mas o espaço onde ficam os lagos com as fontes luminosas está entregue literalmente as baratas.

 

Este jornalista fica pensando qual é o tamanho da desilusão do turista que chega aos lagos da orla e se depara com diversos problemas. Primeiro as placas informativas (inclusive a da inauguração) e vários bancos estão pichados. Alguns bancos estão sem os encostos de madeira. Em um dos lados tem uma caixa coletora de lixo totalmente cheia e o material parece que tem muito tempo que não é recolhido, já que transbordou por todos os lados. No outro lado dos lagos, em frente ao kartodromo, estão jogando lixo e formando uma nova lixeira.

 

E o pior: as plantas e o gramado todo verde estão com a cor de “burro quando foge” por conta da falta de água. Ou seja, no período seco não estão regando a área. Algumas plantas estão totalmente secas.

 

Tem mais: logo na entrada dos lagos, no lado onde fica o restaurante Dragão, um dono de quiosque de venda de coco, resolveu expandir seu negócio para vender beiju e outros, e simplesmente colocou um plástico azul como telhado e outro verde, ao redor por conta do vento. Ficou lindo o cartão postal. E para completar o visual de favela, na área destinada ao estacionamento, os vendedores que têm os veículos towner resolveram demarcar os espaços com tendas (que deveriam ser pelo menos móveis) de todas as cores. O estacionamento está cheio de tendas coloridas com o espaço demarcado.

 

Até as principais atrações do local, as fontes luminosas não estão do mesmo jeito que antes. Uma funciona, mas a iluminação não é a mesma. E a outra funciona, quando quer, ou no tranco.

 

O pedido no título deste artigo, “Governador! Dê uma olhada na orla” é para alertar a Marcelo Déda para a situação. Será que ele sabe que um dos principais cartões postais está deteriorado desta forma? Qual pasta é responsável pela manutenção daquele espaço? E o pior! Para quem conhece o antes e depois, fica parecendo perseguição porque o espaço era a “menina dos olhos” do ex-governador João Alves Filho.

 

Nova gestão Hospital de Cirurgia

O médico neurologista Gilberto dos Santos, foi eleito para gerir o Hospital de Cirurgia por três anos. A eleição que contou com uma única chapa, aconteceu ontem, dia 17, ás 19 horas, no auditório da unidade cardiológica do hospital. Dr. Gilberto tomará posse no inicio de março passando a suceder Dr. Darcy Tavares Pinto na direção geral do Cirurgia. A eleição foi acompanhada pelos componentes do Conselho Deliberativo, da Mesa Administrativa e Comissão Fiscal do hospital. 

 

Sintese deveria recorrer ao MP e ao TJ

Uma pergunta: Se o Sintese está convocando os servidores para manifestações esta semana e mais para a greve marcada para o dia 9 de março, tendo como motivo principal “o desrespeito à lei do piso salarial por parte do governo do Estado”, fica no ar : por se tratar de “desrespeito à lei” não seria interessante provocar o Judiciário para resolver a questão? Ou mesmo o Ministério Público se é que este tenha base legal para agir nesses casos? Outro ponto, é que parece que a greve já está marcada para o dia 09 e a assembléia para deliberação será no dia 03. Ou seja, a próxima assembléia será apenas um referendo do que já foi decidido pela direção do Sindicato?

 

Com medo da Justiça

Um professor disse a este colunista que diversos dirigentes do Sintese sabem que uma ação na Justiça pode mostrar a realidade ao magistério. Seria um tiro “contra”. Agora tem outro dado: se a greve iniciar no dia 09 e o Governo do Estado recorrer a Justiça, mostrando inclusive que está cumprindo a lei do piso salarial. Como é que fica?

 

Em respeito, não publicará cargos comissionados

Ontem, 17, um leitor mais atento mandou uma lista de cargos comissionados, não só na Secretaria de Estado da Educação, mas em outras pastas da corrente Articulação de Esquerda, que acusa o atual governo de vender “ilusões”. Em respeito aos cargos comissionados, já que muitos deles não têm culpa de nada, este espaço não vai publicar. Apesar das acusações de alguns desesperados que querem ser oposição, mas querem continuar roendo o osso..,

 

Caso Giusepe: sai coronel Meira, entra dos Anjos

No boletim interno da Policia Militar de ontem, 17, foi publicada a saída do coronel Meira do comando das investigações da fuga do policial Giusepe Amaral e a nomeação do coronel dos Anjos. Fica no ar a pergunta: Qual o motivo que levou a saída de Meira? Só amizade com o fugitivo ou tem mais alguma coisa que a PM está escondendo? Obs: pelo jeito esse sujeito, o Giusepe, é gente boa, pelo menos para vários oficiais da PM…

 

República do Sarney desnudada

Quem gosta de política deve comprar a revista Caros Amigos deste mês. Tem uma matéria do jornalista Palmério Dória desnudando toda a república do José Sarney. “Quem governa é o Lula, mas quem manda é o Sarney”, é o título da matéria, que mostra os tentáculos de Sarney em vários ministérios e os escândalos envolvendo ele e seus familiares.  E a frase publicada é forte: “Não existe organização criminosa mais sucedida do que a que conta com o apoio estatal”. Misha Glenne, em McMáfia – O crime sem fronteiras.

 

Improbidade Administrativa

chamou atenção de quem leu, a  nova sentença do Juiz de São Cristóvão  quanto a questão do lixo, a denúncia de superfaturamento de um município da região do Vale do Cotinguiba. Onde está o Judiciário e o MP dessa cidade. Leia o trecho: ” O juiz, como agente público político, tem a obrigação de estar antenado com os fatos sociais, para que suas decisões sejam registros históricos atuais. Tem o dever de se indignar com situações esdrúxulas, mesmo que refujam à sua judicatura. E não pode deixar de se indignar quando toma conhecimento pessoal, que o Município de Riachão do Dantas, com 20.000 habitantes, situado na Região Centro-Sul do Estado, gasta pouco mais de R$ 12.000,00(doze mil reais) mensalmente; enquanto um outro, situado na Região do Vale do Rio Cotinguiba, com pouco mais de 30.000 habitantes, tem contrato destinado à limpeza urbana e coleta de lixo na razão de R$ 465.000,00(quatrocentos e sessenta e cinco mil reais)”.

 

Delegados no interior

O deputado estadual Gilmar Carvalho (PSB) anunciou que buscará uma fórmula jurídica para apresentar em breve um projeto de lei na Assembléia Legislativa. Seu objetivo é fazer com que seja obrigatório aos delegados de polícia residirem nos municípios onde atuam. Dessa forma, Carvalho acredita que diminuirá a ausência dos delegados no interior, que geralmente só trabalham a partir das 9h e “desaparecem” aos finais de semana. Com certeza é um projeto que causará polêmica entre os delegados, mas que deve ganhar apoio da opinião pública, principalmente pela fragilidade da segurança pública nos municípios sergipanos.

 

Carta de alforria

O prefeito de Lagarto, Valmir Monteiro (PSC), conta as horas para que chegue logo junho. É que daqui a quatro meses, está previsto o início do funcionamento da Rádio Comunitária Juventude, de propriedade do seu assessor Aloísio Santos Andrade, o Prefeitinho. A emissora, que terá alcance em todo Lagarto, será uma espécie de carta de alforria a Valmir, já que ele em muitas ocasiões fica obrigado a engolir seu aliado José Raymundo Ribeiro, o Cabo Zé, por ser ele o dono da FM Eldorado, que exerce influência junto à opinião pública. Com Prefeitinho, a relação de Valmir é bem mais de confiança, e com a rádio o prefeito poderá finalmente formar seu próprio grupo político. Todas as vezes que vai a Brasília, Valmir procura informações sobre o processo de concessão da rádio comunitária.

 

Bispo diz que Déda queria se vingar dele

Em entrevista ao um programa da rádio Itabaiana FM, da última segunda-feira, 16,  o prefeito Luciano Bispo afirmou que toda a obra que o Governador Marcelo Déda trouxe para Itabaiana na administração de Maria Mendonça foi porque queria se vingar dele, e que se o Governador vier inaugurar, ele só ira se Maria Mendonça (ex- prefeita) não for!”

 

Estudantes saudáveis

Depois de implantar o suco de laranja natural nas escolas de Umbaúba, o prefeito Anderson Farias (PT) através do Programa de Aquisição de Alimentos, vai comprar galinhas de capoeira diretamente aos pequenos produtores do município. A idéia de Anderson é que os estudantes tenham uma alimentação saudável, com o suco natural – foram comprados espremedores elétricos – feito na hora e uma comida de boa procedência, como é o caso da galinha. É bem melhor do que comer almôndegas, risotos e outros produtos industrializados. Além de ajudar na saúde dos estudantes, a compra das laranjas e galinhas no município ajuda a agricultura familiar.

 

Exemplo a ser seguido

O exemplo da Prefeitura de Umbaúba, bem que poderia ser seguido pelos outros municípios. Além de tornar a merenda escolar numa alimentação saudável para os estudantes, fortalece o mercado local e mais ainda: acaba com os grandes contratos da merenda escolar que em vários locais, são os ralos extensos de corrupção e desvio de recursos públicos. O secretário de Estado da Agricultura, Paulo Viana está engajado no sentido das prefeituras de Sergipe começarem a adquirir os produtos locais, como é o caso da laranja, para fortalecer a economia sergipana. A laranja que já teve a tonelada vendida por quase R$ 500,00, hoje não chega a R$ 200,00.

 

Golpe do governo das ilusões

No boletim do Sintese Informa de ontem, é informado que “O Governo de Sergipe decidiu não pagar o Piso Salarial dos Professores nos termos da Lei nº 11.738/2008, descumpriu a decisão do Supremo Tribunal Federal e não considerou o PARECER da PGE – Procuradoria Geral do Estado que orientava para que fosse integralizado 2/3 da diferença do Piso sobre o vencimento. Esse foi mais um golpe do governo das ilusões!”.

 

Perguntar não ofende…

Tem algum dirigente do Sintese participando do chamado “governo das ilusões?”. Este blog acredita que não, já que seria uma incoerência grande. Então o Governo do Estado e o próprio Sintese têm que anunciar publicamente que não existem cargos comissionados indicados pelos dirigentes do Sintese, nem mesmo um simples diretor de escola. Que o diga o secretário de Estado da Educação, José Fernandes de Lima, que teve autonomia total para indicar sua assessoria…

 

Fórum de Secretários de Esporte

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Esporte e do Lazer (SEEL), promove nesta quarta-feira 18, no auditório do Real Classic Hotel, o I Fórum de Secretários e Gestores de Esportes e Lazer do Estado de Sergipe. O encontro, que terá a participação de palestrantes do quadro de gestores da SEEL, tem como público alvo especificamente, prefeitos, secretários e gestores de esportes dos municípios sergipanos.

 

Vitrine importante

Segundo o secretário do Esporte e Lazer, Maurício Pimentel, o I Fórum de Secretários e Gestores de Esportes será um marco na gestão esportiva no estado de Sergipe. “O Fórum se apresenta como uma vitrine importante, para se mostrar o que se faz e o que se pretende fazer na gestão esportiva no estado de Sergipe. É uma forma de abrir espaço aos participantes, especialmente os secretários e gestores municipais, para apresentarem também, o que se faz na área de esporte em seus municípios”, afirmou.

 

Inaugurações

Com pouco mais de 40 dias à frente da administração municipal de Santana do São Francisco, o prefeito Ricardo Roriz (PT) inaugura na próxima quinta-feira (19), quatro obras no município. Serão entregues à população dois centros administrativos, um no povoado Saúde e outro na COHAB Nova, sendo que este abrigará definitivamente a sede do poder municipal; um Mirante, que recebe o nome de Eronildes Sacramento, e a nova sede do Conselho Tutelar no Centro da cidade, junto com um veículo para auxiliar no trabalho dos conselheiros. “Fizemos um sacrifício enorme de contenção de despesa para poder entregar essas importantes obras à população”, frisa Roriz.

 

Ipesaúde: médica tem licença-maternidade cortada

O corte arbitrário e ilegal de um direito assegurado a todas as trabalhadoras brasileiras, a licença-maternidade de 120 dias, levou a médica pediatra Márcia Pereira dos Santos, 34 anos, a ingressar, em janeiro deste ano, na Justiça de Sergipe, contra o Instituto de Promoção e de Assistência à Saúde de Servidores do Estado de Sergipe – Ipesaúde. Contratada temporária do Ipesaúde, Márcia Pereira teve o seu salário-maternidade cortado ilegalmente, sem qualquer comunicação prévia por parte da instituição, quando estava no segundo mês da licença-maternidade.     De acordo com o advogado, Rodrigo Machado, em alegação no mandato de segurança com pedido de liminar, a exclusão ocorreu de “forma arbitrária, ilegal e, acima de tudo, inconstitucional”.  (Cut/SE).

 

Deso cria mais distorção

Do boletim Água Quente, do Sindisan: “Conforme publicado pelo Jornal da Cidade na edição do último dia 8, uma estatal de Sergipe abre de vez as torneiras e cria novas gratificações. Cita a criação da gratificação para gerentes de projetos especiais e faz alusão ao valor dessas gratificações equivalente ao triplo do valor da gratificação do gerente de unidade previsto na estrutura da empresa. De acordo com o referido jornal, é difícil explicar difícil de explicar já que se trata de uma gerência que pelo próprio nome tem caráter temporário. Como o jornal não citou que estatal é essa, coincidentemente, a Deso criou algumas gratificações para gerentes de projetos especiais, segundo comentários os projetos tidos especiais pela Deso são: Adutora do São Francisco, Barragem do Poxim, Adutora do Alto Sertão e esgotos de N. Srª do Socorro e Bairro Santa Maria.  Quanto ao valor estipulado comenta-se também que praticamente o triplo do valor da gratificação de qualquer outra gerência da Deso. Do ponto de vista administrativo, depois de dar continuidade a toda essa política de achatamento da tabela salarial, segregação entre novos e antigos,  nível superior e demais empregados, a empresa cria mais essa distorção.  É! Não dá para ouvir a direção da Deso falar em conhecimentos administrativos e de gestão”.

 

Sindicatos cobram retomada das negociações

Em reunião realizada na segunda-feira (16), na sede da CUT/Sergipe, sindicalistas ligados ao serviço público estadual avaliaram todo o nível de paralisia que se encontra os trabalhos da Mesa de Negociação Permanente(MNP) do governo do Estado com as entidades sindicais dos servidores e definiram algumas ações visando a retoma das negociações. A primeira foi envio de expediente ao Secretário de Estado da Fazenda, João Andrade solicitando o agendamento de reunião objetivando cumprir atribuições e finalidade desse importante instrumento de negociação e democratização das relações de trabalho no serviço público estadual.

 

Agradecimento ao governador

A ASDERSE (Associação dos servidores do DER/SE) vem de público, agradecer”, ao governador Marcelo Déda, em ter se sensibilizado e autorizar a SEAD, efetuar o “pagamento” de todos os servidores do estado, até o dia 20 de fevereiro, antes do carnaval. Esta associação, desde o momento da divulgação do referido calendário, buscou através de sua assessoria de imprensa, fazer com que se reparasse essa discriminação. Pelo calendário divulgado, os militares, bombeiros e servidores das Autarquias e Fundações, só receberiam nos dias 26 e 27 próximo Ainda bem que chegou aos ouvidos do governador. Obrigado. Mostrou que o governo é para todos.

 

Militares: Associações também agradecem

O blog recebeu também e-mails de policiais e bombeiros militares elogiando a decisão do governador em antecipar o pagamento salarial. Um membro da Associação dos Oficiais da PM enviou e-mail agradecendo e lembrando que os policiais que vão para o interior trabalhar, têm um novo animo com a antecipação dos salários.

 

“Noite do Menestréis” pretende reunir poetas e artistas

Uma iniciativa deverá marcar a cena cultural de Aracaju: “A Noite dos Menestréis”. Idealizado pelo poeta, escritor e novelista do Portal Infonet, Anderson Sant’Anna, o projeto terá início no dia 14 de março e a temática será ‘A Cidade de Aracaju’, aproveitando a proximidade do aniversário da capital. “O objetivo é criar um ponto de encontro de poetas e artistas locais”, explica Anderson. Qualquer pessoa que tenha talento, seja para escrever poesia ou recitar poderá participar das apresentações. Para tanto basta enviar uma poesia de preferência com a temática da cidade de Aracaju, ou tema livre, para o organizador do evento através de e-mail ou entrar em contato pelo telefone (0xx79) 8809-5341. (Infonet).

 

Mal agouro

Sobre o anuncio de perda de receita no mês de fevereiro por parte do governo do estado, o presidente estadual da CUT, Antônio Carlos Góis, disse que a gestão da fazenda publica de Sergipe parece dar sinais de mal agouro. “Nunca se viu anúncio tão pessimista, através de projeções levando-se em conta um período tão curto (10 dias de fevereiro). Para se ter uma idéia o relatório de gestão fiscal relativo ao quadrimestre de setembro a novembro de 2008 ainda não foi disponibilizado pela SEFAZ, mas os profetas do pessimismo não perdem tempo para divulgar informações ruins. Se isso tem o objetivo de frear a movimentação dos servidores, acaba dando um tiro no próprio pé, quando diz que a crise já chegou em Sergipe com efeitos catastróficos, observa”.

 

Banese supera em 5% as metas do ano anterior

Conforme avaliação do desempenho das metas no 2º semestre de 2008, o Banco do Estado de Sergipe (Banese) realizou 86% das metas estabelecidas, resultado superior em 5% em relação ao mesmo período do ano anterior, 2007. Segundo a avaliação, este bom desempenho do Banese deveu-se, principalmente, aos seguintes indicadores: 1) Depósito Público, que atingiu 103% das metas projetadas; 2) Depósito em Poupança, que atingiu 99% das metas projetadas; 3) Crédito Pessoa Jurídica, cujo incremento foi de R$ 90 milhões em relação ao mês de junho/08, atingindo 111% das metas estabelecidas – Desempenho que representa um marco na história do Banco; e 4) Receitas de Prestação de Serviços, cujo resultado foi de R$ 28,8 milhões no semestre analisado, atingindo 111% das metas estabelecidas. Portanto, só resta parabenizar os baneseanos pelo excelente resultado. “O Banese está longe da crise. Parabéns, baneseano, você é responsável por este ótimo desempenho”, comemora Edson Moreira, diretor do Sindicato e funcionário do Banese.                

 

Curso sobre a LRF I

Acontecerá nos dias 07 e 08 de abril, no Hotel Sandrin (Atalaia) o curso sobre: Lei de Responsabilidade Fiscal – A Transparência e Gestão Responsável na Administração Pública, com o objetivo de aprimorar profissionais para o correto entendimento do disposto na Lei de Responsabilidade Fiscal – LRF, assegurando maior eficiência na gestão dos recursos públicos. Este curso visa apresentar uma interpretação de forma didática e prática com estudo de casos os principais aspectos operacionais da LRF. O curso é direcionado a Gestores e Administradores Públicos; Servidores públicos das áreas de Orçamento, Finanças,     Patrimônio e Contabilidade; Assessores Legislativos; Auditores e Controladores internos e externos; Estudantes de cursos de graduação e pós-graduação nas áreas de economia, administração pública e finanças públicas e demais interessados.

 

Curso sobre a LRF II

O curso será ministrado pelo contador José Luiz Marques Barreto, Analista de Finanças e Controle do Governo do Distrito Federal, Assessor da Diretoria Geral de Contabilidade da Secretaria de Estado de Fazenda, Vice Presidente do Conselho Regional de Contabilidade, Pós-graduado em Auditoria, Perícia e Controladoria – IBEP e Metodologia do Ensino Superior – UNEB. Graduação Ciências Contábeis e Estudos Sociais. Professor das seguintes cadeiras: Auditoria, Ética, Contabilidade Geral, Contabilidade Pública I e II e Análise das Demonstrações Financeiras, Estudos de casos de Auditoria Professor da ESAF e diversos cursos preparatórios para concursos. Inscrições: R$ 450,00 (quatrocentos e cinqüenta reais) por participante, inclusos almoço, coffee break, material de apoio, apostila e certificado. As inscrições deverão ser feitas na Wine Comunicação & Consultoria na Rua José Freire, 620 – Salgado Filho. Maiores informações:(79) 3246-4187 ou wine@winecomunicacao.com.br

 

DE BRASILIA

 

Legislação fortalece sindicatos

O senador Valadares, líder do PSB no Senado, apresentou projeto de lei que fortalece a classe trabalhadora diante da crise financeira internacional e atende às recomendações da Organização Internacional do Trabalho (OIT). O projeto aprimora o Código Penal, tipificando as práticas anti-sindicais que enfraquecem o poder de barganha dos trabalhadores, e estabelece penalidades para quem as pratica.  De acordo com o projeto de Valadares, o atentado contra a liberdade sindical consiste em impedir alguém, mediante fraude, violência ou grave ameaça, de exercer os direitos inerentes à sua condição de sindicalizado. E a pena prevista para tal ato consiste na detenção, de seis meses a dois anos e multa, além da pena correspondente à violência.

 

Combate aos atos anti-sindicais

E na mesma pena incorre quem exige, quando da contratação, atestado ou preenchimento de questionário sobre filiação ou passado sindical, dispensa, suspende, aplica injustas medidas disciplinares, altera local, jornada de trabalho ou tarefas do trabalhador por sua participação lícita na atividade sindical, inclusive a greve. E a pena pode ser aumentada de um sexto a um terço se a vítima é dirigente sindical ou suplente, membro de comissão ou, simplesmente, porta-voz do grupo.   “O Estado brasileiro não pode mais omitir-se quanto ao compromisso, internacionalmente assumido, de implantar política de combate aos atos anti-sindicais e é nesse sentido que apresento o projeto, para que sejam tipificadas as condutas anti-sindicais”, justifica o senador.

 

Iran quer reajuste maior para os aposentados do INSS 

O deputado Iran Barbosa defende uma solução urgente para corrigir as aposentadorias e pensões pagas pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) com valores que ultrapassam um salário-mínimo. “É um absurdo que os aposentados e pensionistas recebam reajuste menor do que o do salário mínimo, que já tem um valor baixo. É preciso mudar essa situação”, disse. Apesar de o mínimo ter sofrido este ano um reajuste de 12%, os aposentados e pensionistas que recebem benefícios acima deste valor terão uma correção de apenas 5,92%.Desde 2002, portanto há 12 anos, os aposentados e pensionistas têm reajustes inferiores ao concedido aos trabalhadores da ativa que ganham o referente a um salário mínimo.

 

Antecipação do seguro-safra

O deputado Jackson Barreto fez um discurso ontem, 17, alertando que Sergipe vive um momento difícil com a seca que volta a dificultar a vida dos sertanejos de Canindé de São Francisco, Poço Redondo, Porto da Folha, Monte Alegre de Sergipe, Nossa Senhora da Glória, Gararu, Nossa Senhora Aparecida, entre outros municípios. “Sou porta-voz dos prefeitos da região que solicitam ao Ministério do Desenvolvimento Agrário a antecipação do (Seguro-Safra) ou, como chamamos oficialmente Garantia-Safra. Serão 10 (dez) mil famílias atendidas com recurso individual de R$ 550,00 cujo total será um grande incremento na economia local. Queremos apelar ao Adoniram Peracci, no sentido de ajudar a antecipação e garantir sementes qualificadas para os nossos trabalhadores rurais. O nosso ex-deputado Heleno Silva tem cobrado esta providência, que é preocupação de quantos convivem o drama do homem e da mulher do nosso sertão”.

 

DO LEITOR

 

SINPOL/SE e o caso da rua riachão

Do vice-presidente do SINPOL/SE, Antônio Moares: “Como leitor assíduo de sua coluna, não pude deixar de ler as “entrelinhas” evidentes na notícia “Cadê as associações dos policiais?”. Assim, sobre “os duelos envolvendo policiais por causa do som alto” quero informar que o SINPOL/SE lamenta, e lamenta muito. E lamentamos também a menção, mesmo que genérica, entidade representativa dos policiais civis. O SINPOL/SE não se manifestou pelo simples fato de não ter havido comprovadamente a participação de algum policial civil (agentes, agentes auxiliares, escrivães ou delegados) no episódio da rua Riachão, ocorrido no último sábado (14/02). Peço gentilmente ao dileto colunista que faça uma correção, se assim entender, no sentido de não citar os policiais civis quando algum fato lamentável efetivamente não envolver policiais civis. Já temos os nossos próprios problemas, reconhemo-los, contudo não podemos concordar em sermos mencionados sem sequer ter havido a participação minimamente comprovada de nossos colegas de instituição. Rogamos que a corregedoria da Polícia Militar consiga identificar os possíveis policiais militares envolvidos no episódio, para puni-los, comprovado o cometimento da infração, exemplarmente. Que se obedeçam as normas disciplinares e se respeitem o devido processo legal, a ampla defesa e o contraditório. Assim, impedir-se-á que punidos os infratores retornem ao sadio convívio da corporação policial militar”.

 

Sintese – Déda – Serra

Do leitor Diogo Souza: “A política de conveniências praticada pelo Sintese não é exclusividade dele, em São Paulo o governador José Serra foi obrigado a readmitir liminarmente mais de mil professores que tiraram NOTA ZERO na avaliação feita pelo governo do Estado, mas que o Sindicato local insiste em manter nas salas de aula. Ontem ao sair de casas e me deparar com os outdoors espalhados pela cidade pelo Sintese cobrando acintosamente que o Governador cumpra a Lei, me ocorreu que está na hora de Déda impor sua autoridade e demitir os comissionados ligados ao Sindicato, haja vista que coerência não é o forte deles, acabando assim com a prática de acender uma vela pro Santo e outra pro Diabo”.

 

O “novo” Juventus

Piada do dia: É verdade que o Dragão vai lançar agora um uniforme na cor grená? Sim. Seria uma homenagem ao Juventus paulista. Por que? Porque o time da  Rua Javari era o “Rei dos Empates”. Agora o título é do Dragão.

 

Omissão da SMTT

Do leitor Acácio do Nascimento: No conjunto Augusto Franco, em frente ao Gonzagão – no retorno e mais na frente perto da praça do cuscuz famoso – muitos carros e motos insistem em pegar aquela contramão, gerando muita confusão e sujeito a atropelar quem vem certo. No São Conrado tem dias que tem 4 guardas da SMTT conversando, e naquele retorno do Augusto Franco não aparece nenhum,até os carros da 4º delegacia fazem esse retorno indevido gerando perigo a população,aqui perto onde trabalho todo dia passo em frente ao colégio Amadeus, também os pais de aluno insistem em formar fila dupla atrapalhando o transito,no começo colocaram alguns guardas depois não sei porque não colocaram mais, gerando uma grande confusão será que é porque nesse colégio estuda muita gente da alta sociedade?”

 

Corolla 2009, chique?

E-mail recebido: “Enquanto a saúde estadual capenga das pernas, secretário desfila de Corolla Zero Km. É revoltante e ao mesmo tempo constrangedor tem que engolir essa idéia de alguns secretários mandarem e desmandarem no dinheiro público sem o mínimo de compromisso ou prestação de contas com a população. Enquanto o HUSE abarrota seus corredores de moribundos, enquanto o CASE falta remédios, alguns de tratamento contínuo, enquanto pessoas morrem na fila de espera dos hospitais, muitas vezes com a justificativa de não ter dinheiro, ou do orçamento está curto. Imagino o custo para o Estado ter que manter os caprichos de algumas autoridades que insistem em transitar com carros de luxo. Meus queridos, vocês já desfrutam de belos salários, carro na porta com motorista, ajudas de custo, diárias, combustível a vontade. É campanha foi meta do Governador o corte de gastos. No início da gestão foram instalados chips nos carros da frota governamental, quem controla? O preço de um Corolla alugaria quantas ambulâncias? motolâncias? viaturas da PM? O MP deveria “cair de pau” nisso, vamos valorizar nosso dinheiro público!!!!!”

 

E por falar em educação: Maria, a Alexandrina I

Por Ailton Francisco da Rocha, Presidente do Fórum Pensar Cedro: “No dia 13 de dezembro de 2008, coincidentemente data alusiva a Santa Luzia, na campanha do natal solidário: ética e cidadania, o Fórum Pensar Cedro prestou homenagem a Professora Maria Alexandrina.  Existem pessoas que passam pela vida, outras, tornam-se  tão importantes que marcam a história de muitos, porque lhes ensinam algo inesquecível, ou mudam o rumo de suas vidas,  a  partir de seus ensinamentos.O meu primeiro contato com a Professora Maria Alexandrina, deu-se no início da década de 70, quando fomos apresentados a ela, por D. Cida, Diretora do Grupo Municipal “31 de Março”, no início do ano letivo do 4º ano primário. Formávamos uma turma de 25 alunos, sentados em cadeira dupla de madeira, com os meninos no lado direito da sala e as meninas no lado esquerdo.Maria Alexandrina, uma mulher humilde, magra e de voz mansa. A mansidão estava naquele rosto triste, na sua voz baixa, quase rouca, que desconhece argumentos e eloqüência, voz que só desejava mostrar os seus conhecimentos. Qualquer perturbação de raiva seria impensável na imagem de Alexandrina. De repente foi adquirindo a admiração de todas aquelas crianças, despertando a curiosidade pelo aprendizado em ciências, português, história, matemática e literatura. Foi com ela que aprendemos gramática, as operações de matemática, interpretar texto e gostar de literatura. Aliás, era comum, solicitarmos que ao terminar de fazermos a leitura do texto de um escritor brasileiro, pedir que descobríssemos qual a semelhança deste com outros textos já lidos, que hoje passou-se a denominar modernamente de rede neural. Paulo Freire já nos disse que na arte especial que é ensinar, métodos não bastam. É preciso interesse pelo aluno e muito afeto para azeitar as relações em sala de aula e auxiliar no desenvolvimento intelectual e afetivo dos alunos. Compartilhar momentos de alegria, tristeza, descoberta, acertos e erros, professor e aluno vão juntos vivendo emoções, construindo o conhecimento e a afetividade. A primeira tarefa da educação é ensinar as crianças a serem elas mesmas. Isso é extremamente difícil. Fernando Pessoa diz: Sou o intervalo entre o meu desejo e aquilo que os desejos dos outros fizeram de mim. Frequentemente as escolas esmagam os desejos das crianças com os desejos dos outros que lhes são impostos. O programa da escola, aquela série de saberes que as professoras tentam ensinar, representa os desejos de um outro, que não à criança. É preciso que as escolas ensinem as crianças a tomar consciência dos seus sonhos, sugere Rubem Alves.

 

E por falar em educação: Maria, a Alexandrina II

Continua Ailton Rocha: “A segunda tarefa da educação é ensinar a conviver. A vida é convivência com uma fantástica variedade de seres: seres humanos, velhos, adultos, crianças, das mais variadas raças, das mais variadas culturas, das mais variadas línguas, animais, plantas, estrelas… Conviver é viver bem em meio a essa diversidade. Educadores não podem ser produzidos. Educadores nascem. O que se pode fazer é ajudá-los a nascer. Pela educação o indivíduo se torna mais apto para viver: aprende a pensar e a resolver os problemas práticos da vida. Pela educação ele se torna mais sensível e mais rico interiormente, o que faz dele uma pessoa mais bonita, mais feliz e mais capaz de conviver com os outros. A maioria dos problemas da sociedade se resolveria se os indivíduos tivessem aprendido a pensar. Por não saber pensar tomamos as decisões políticas que não deveríamos tomar. Tenho pela Professora Maria Alexandrina uma relação de admiração e devoção. Recordo-me do seu quadro de honra, em que somente os alunos com as dez melhores notas podiam estar ali expostas e a simbologia das três melhores notas representadas pelas figuras dos astronautas americanos que estiveram na lua: Armstrong, Aldrin e Collins. Todos se esforçavam para ser Neil Armstrong, comandante da missão, o primeiro ser humano a pisar na superfície lunar. Esta saudável disputa contribuiu para que aquelas crianças se transformassem em homens e mulheres de bem, obtendo atualmente o invejável índice de 90% com formação de nível superior. Até hoje, quando me deparo com uma situação de dificuldade a ser vencida em exames escolares, fecho os olhos, faço uma oração a Deus e busco inspiração na Professora Maria Alexandrina, foi assim no concurso vestibular e na defesa da minha tese. O problema com as pessoas que amam é que elas acham o seu amor tão bonito e tão puro que dele só podem sair coisas boas. As memórias com vida própria, não ficam quietas dentro de uma caixa. São como pássaros em vôo. Vão para onde querem. A Professora Maria Alexandrina, foi uma construtora de altares. Construiu os nossos altares à beira de um abismo, com poesia e beleza. Cecília Meireles resumiu essa estória num minúsculo poema: “No mistério do Sem-Fim equilibra-se um planeta. / No planeta, um jardim. / No jardim, um canteiro. / E no canteiro, o dia inteiro/ Entre o mistério do Sem-Fim e o planeta / A asa de uma borboleta…” Era o jardim das delícias, destino dos homens, destino do universo, o destino de Deus”.

 

Frase do Dia

“Qual o melhor dos governos? Aquele que nos ensina a governarmo-nos a nós próprios”. Goethe.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários