Governo e oposição sem pressa

0

Governo e oposição não chegarão rapidamente a um consenso em torno da disputa eleitoral deste ano. Os governistas vão precisar de algum tempo para definir os candidatos majoritários. Portanto, não espere qualquer decisão antes do Carnaval. Tirando o senador Rogério Carvalho (PT), que já se lançou pré-candidato a governador, os demais partidos oposicionistas não estão com pressa para definir nomes. É visível o desejo das principais lideranças de empurrar o processo com a barriga. Pelo andar da carruagem, a maioria dos partidos de oposição só se definirá sobre a disputa pelo governo depois que a situação anunciar o seu candidato. Enquanto isso, as legendas vão avaliando cada possibilidade, minando o lado adversário até chegar o momento de colocarem os times na rua para mais um embate eleitoral. Aguardemos, portanto!

Sonhar é livre

Fundamentado em pesquisas não registradas oficialmente, o ex-prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PL), tem dito que se as eleições fossem hoje ele se elegeria governador de Sergipe. Alguém precisa informar ao distinto que ganhar um pleito majoritário não é tão fácil quanto acertar as seis dezenas da Mega-Sena da Virada. Ademais, as eleições deste ano no estado passam forçosamente pela disputa em nível nacional, sugerindo ser mais prudente aguardar a hora de a onça beber água. Misericórdia!

Rei na barriga

E os políticos não se cansam de divulgar balanços positivos dos próprios mandatos. Relacionam uma série de atividades parlamentares – muitas sem qualquer importância – e concluem dizendo que passaram o ano suando a camisa em defesa do povo. Estranho seria se estes políticos admitissem que seus mandatos são medíocres, só beneficiam eles, os familiares e alguns poucos agregados. Crendeuspai!

A cor do desemprego

O desemprego tem cor. Ela está no isopor do geladinho, no algodão doce vendido nos parques e praias, nos sombreiros dos vendedores de picolés, na cesta de pastéis e acarajé, no fogareiro improvisado para assar o queijo coalho e no saco cheio dos catadores de latinhas. A esperança é que os milhões de desempregados fiquem roxos de raiva e punam nas urnas agora em 2022 os maus políticos, que se elegem pensando unicamente em meter a mão grande no dinheiro público. Só assim, o Brasil retomará as vivas cores do progresso, da paz e do pleno emprego. Amém!

Vida religiosa

A deputada estadual Maria Mendonça (PSDB) prestigiou a missa em ação de graças pelos 11 anos de ordenação sacerdotal do padre Fábio Negromonte. Após o concorrido ato religioso, celebrado na paróquia da Imaculada Conceição e São Lucas, em Itabaiana, a parlamentar fez questão de cumprimentar o reverendo. Muito religiosa, Maria Mendonça parabenizou padre Fábio “pela perseverança junto aos ensinamentos do nosso Senhor”. Então, tá!

Apoio negado

Dublê de reverendo e político, pastor Virgínio Carvalho (DEM) jura de pés juntos que não se definiu por nenhum pré-candidato a governador. O desmentido foi feito pelo fidalgo após as línguas ferinas anunciarem que ele apoiará o senador Rogério Carvalho (PT) na disputa pelo Executivo sergipano. Virgínio confirma que esteve visitando o petista na véspera do Natal, mas garante que ambos não trataram sobre política. Por fim, o líder evangélico revela que na hora certa ele mesmo anunciará em qual palanque subirá agora em 2022. Ah, bom!

Show de boatos

A proximidade da campanha eleitoral tem estimulado algumas pessoas a divulgarem informações falsas sobre os pré-candidatos a cargos eletivos. Propagar fake news é expediente baixo, porém muito usado por determinador comunicadores e políticos visando desestabilizar os adversários, atrapalhar acordos em andamento e confundir os eleitores. Portanto, fique atento, pois o show de boatos está apenas começando. Até as eleições deste ano, uma série de informações desprovidas de quaisquer fundamentos será espalhada em Sergipe. Quem viver verá!

Pesquisas só registradas

Desde o último dia 1º, os institutos de pesquisa de opinião estão obrigados a registrar na Justiça Eleitoral as consultas de opinião sobre as eleições deste ano. A legislação determina, ainda, que todos os órgãos públicos ficam proibidos de distribuir benefícios, bens ou valores, exceto no caso de calamidade pública. Também não podem aumentar gastos com publicidade acima da média dos últimos três anos. Vale ressaltar que quem se char no direito de desrespeitar a legislação está sujeito a pesadas multas. Marminino!

Passaporte da vacina

O reitor da Universidade Federal de Sergipe, professor Valter Santana, fará reunião de sua equipe administrativa no decorrer desta semana para discutir a volta às aulas, marcada para o próximo dia 31. Constará da pauta a exigência do passaporte vacinal, tema que motivará reunião dos Conselhos da instituição de ensino. Segundo o reitor, o que os conselheiros decidirem será colocado em prática. As aulas da UFS neste semestre serão presenciais e remotas. Esta informação é do blog Primeira Mão.

Palanques legislativos

De olho nas eleições deste ano, deputados e vereadores vão transformar as tribunas dos legislativos em palanques eleitorais. A grande maioria dos deputados estaduais usará as sessões para propagar seus predicados e, naturalmente, descer a lenha nos adversários. As tribunas das câmaras municipais serão usadas para propagandear os candidatos majoritários e proporcionais apoiados pelos vereadores. Diante disso, é bom a população começar a se acostumar com o lero-lero que ocupará quase todo o tempo dos Legislativos neste 2022.Home vôte!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Diário da Tarde, em 13 de dezembro de 1933

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais