Gravidez na Adolecência

0

A cada dia que passa, o numero de jovens grávidas aumenta e elas estão engravidando cada vez mais cedo. Muitos pais acham constrangedor ter um diálogo aberto com seus filhos. Essa falta de diálogo gera jovens mal instruídos que iniciam a vida sexual sem o mínimo de conhecimento. Também existem escolas que ainda não abordam o tema,  bem como as medidas de prevenção, alegando que “vão incentivar os adolescentes à prática sexual”.

Na fase da adolescência, o jovem está fisiologicamente sensível a  estímulos sexuais e muitas vezes  é cobrado por seus pares no sentido de viver experiências nesse campo. Os adolescentes apresentam grandes dificuldades de conviver num ambiente impregnado de erotismo e sensualidade  e dizer não a algo tão atraente e de manifestações tão fortes como o relacionamento sexual.

O comportamento sexual do adolescente é classificado de acordo com o grau de seriedade e intimidade. Vai desde o "ficar" até o namorar. "Ficar" é um tipo de relacionamento  sem compromisso. Num ambiente social (festa, barzinho, boate) dois jovens sentem-se atraídos, dançam conversam e resolvem ficar juntos  aquela noite. Nessa relação podem acontecer beijos, abraços, carícias e até uma relação sexual completa, nem sempre com preservativo.

As  consequências da gravidez  na adolescência são: perdas  de oportunidades para o trabalho, traumas psicológicos, principalmente devido ao aborto e consequências para a saúde já que a gravidez é considerada de alto risco. Muitas jovens se transformam em  mães solteiras,  pois os rapazes as abandonam. Algumas jovens deixam a escola durante o processo da gravidez, alegando vergonha da situação.

Quando os  jovens  possuem um bom diálogo com os pais e a escola também promove campanhas de prevenção e todas as demais informações, ocorre uma menor probabilidade de acontecer uma gravidez precoce e também um menor número de doenças sexualmente transmissíveis.  A única maneira de prevenção da gravidez e das DST simultaneamente é o uso correto e consistente da camisinha masculina ou feminina.

Quando a gravidez na adolescência é diagnosticada é necessário que faça todos os procedimentos do pré-natal (exames para detectar a sífilis, Hiv, vacina contra a hepatite B e outras medidas) , e o mais importante é que a jovem receba o apoio da família.  Almir Santana – Médico Sanitarista, Gerente do Programa Estadual de DST/Aids de Sergipe  – jalmirs@infonet.com.br/jose.santana@saude.se.gov.br

Comentários