Greve criminalizada

0

Em apenas dois anos, cerca de 70% das greves deflagradas em Sergipe foram consideradas ilegais, demonstrando claramente que os movimentos paredistas estão sendo criminalizados. O elevado índice foi anunciado ontem pelo dirigente do Psol no Estado, Mike Gabriel Lopes, durante debate promovido pelo partido para discutir o direito de greve e a postura do Judiciário. Taí um assunto que deve ser discutido ao extremo pelo movimento sindical, sob pena de as paralisações de trabalhadores ficarem cada vez mais raras. Lamenta-se que a criminalização das greves, instrumento utilizado com freqüência nos tempos de Ditadura Militar, continue sobrevivendo nos governos ditos democráticos, ainda que a Constituição Federal assegure a livre organização dos trabalhadores.

Pernas pro ar

Hoje é véspera de mais um grande feriadão para os servidores públicos. De amanhã até domingo, a galera vai ficar de pernas pro ar. É que nesta quinta se comemora Corpus Christi e na sexta é ponto facultativo por conta dos festejos juninos. Bancos e supermercados também não abrem amanhã e depois. Diante disso, não resta outra alternativa que não seja a de cair na gandaia. Ô vidão, sô!

Calor na bacurinha

Mesmo em cidades muito quentes, os advogados devem usar terno e gravata nos tribunais. Pelo menos foi o que decidiu ontem o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) ao analisar pedido da OAB carioca que queria determinar a forma de os advogados se vestirem. A Ordem propunha que os advogados pudessem usar calça e camisa social nas cidades mais quentes, porém o CNJ não abriu mão do surrado e quente terno e da gravata. “Papai, ai qui calor!”

Prestando contas

E quem estará hoje na Comissão de Economia, Finanças, Orçamento e Tributação da Assembléia é o secretário da Fazenda, João Andrade. Vai apresentar os resultados de cumprimento das metas fiscais do Governo relativas ao primeiro quadrimestre de 2011. A expectativa é que o secretário apresente números positivos sobre a economia estadual. Na última vez em que esteve na Assembléia, João Andrade contou tanta miséria que quase leva os deputados aos prantos.

Zé Grandão

O PMDB é o maior partido brasileiro em número de filiados. Segundo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a legenda abriga 2,3 milhões de filiações. O PT está em segundo lugar, com 1,4 milhão de seguidores. Na terceira posição aparece o PP (1,36 milhão); seguido pelo PSDB (1,32 milhão); PTB (1,15 milhão); PDT (1,13 milhão); e DEM (1,09 milhão). Com todo esse tamanho, o PMDB não larga a saia do Governo, pois precisa de muitas ‘boquinhas’ para alimentar tanta gente.

Sem acordo

Os comunicadores e os empresários da comunicação ainda não chegaram a um consenso sobre o acordo coletivo dos jornalistas e radialistas sergipanos. Reunidos ontem na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Sergipe, os empregadores ofereceram apenas um reajuste de 6,3%, mas defenderam a redução em 50% da escala de folga e trabalho, que hoje é de 30 dias. Na próxima terça-feira, jornalistas e radialistas realizam assembléia para discutir o rumo das negociações.

Bem na fita

Aliados do prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B) entendem que o índice de 20,7% dos eleitores que dizem votar no candidato a prefeito apoiado pelo comunista é muito bom. Segundo eles, a pesquisa foi divulgada 16 meses antes da eleição. Lembram ainda que em março de 2009, quando faltavam 18 meses para a eleição de Dilma Rousseff (PT), em 2010, o índice de quem votaria exclusivamente em um candidato indicado pelo presidente Lula era de 21,5%, segundo pesquisa CNT/Sensus. “E Lula, como se sabe, é um fenômeno”, afirmam os aliados de Nogueira.

Marçonaria

A rede hoteleira e o comércio de Aracaju estão em festa. É que, além dos festejos juninos, que atraem grande número de turistas, nada menos do que 1.5 mil maçons do Brasil e da América Latina estão chegando em Sergipe. Eles vão participar, de 2 a 7 de julho próximo, da XL Assembléia Geral Ordinária da Confederação da Maçonaria Simbólica do Brasil, realizada em conjunto com a Grande Loja Maçônica de Sergipe. Considerado o maior evento da Maçonaria Brasileira, a XL Assembléia acontecerá no Hotel Radisson, na orla de Atalaia.

Mais empregos

A quantidade de empregos gerados em no mês passado foi a maior da história do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Foram criados 1.304 postos de trabalho, impulsionados, principalmente, pelos setores da agropecuária (com 467 postos), serviços (com 356 postos) e da indústria de transformação (com 332 postos). Ainda de acordo com dados do Caged, Sergipe foi o terceiro estado que mais empregou na região Nordeste no mês passado – o primeiro foi Pernambuco, e o segundo a Bahia.

Do baú político

De onde vem essa história que existe muito ouro na serra de Itabaiana? Um artigo do historiador Luiz Antônio Barreto dá uma pista sobre o surgimento da lenda em torno do Eldorado itabaianense. Ele escreve que “o delírio de uma Coroa pobre e endividada alimentou o imaginário de Sergipe e do Brasil com a procura de ouro e prata na Serra de Itabaiana”. Segundo Barreto, comandou a exploração o próprio governador e administrador geral das Minas, o fidalgo espanhol Dom Rodrigo de Castelo Branco. Por mais de quatro anos, de 1673/74 até 1678, ele e o capitão Jorge Soares de Macedo vasculharam toda a região serrana, mas não encontraram um grama sequer de ouro ou prata.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários