IMPASSE E COMPLICAÇÕES

0

Apesar do mau tempo que incomoda o Partido dos Trabalhadores, não se pode negar que a sigla está fechado com a reeleição do presidente Lula. Apesar de ser uma legenda que sempre resolveu seus problemas aos gritos – mas que depois marcha unido – esse PT cambaleante é coerente em relação ao presidente da República e sua candidatura. Apesar desse momento de dificuldade moral, o Partido dos Trabalhadores manteve a maioria da militância. E todos que ficaram acreditam que o presidente Lula não sabe de nada sobre os escândalos que inundam o Planalto e o chamado núcleo duro do partido. Anotem um fato interessante que acontecerá depois do pleito: Lula se afastará do PT e vai tentar outra legenda que tenha folha corrida limpa. Tentar ou criar. Com ele vão todos aqueles que não se envolveram direta ou indiretamente com esse lamaçal que põe em risco a sua reeleição.

Enquanto a esquerda – se é que se pode falar assim – mantém um fidelidade canina ao presidente Lula, os partidos que lhe fazem oposição e tinham o poder de unidade para conquistar o poder, estão se desentendendo exatamente porque o candidato dos dois maiores partidos – PFL e PSDB – ex-governador Geraldo Alckmin, ainda não deslanchou como tal. Membros do Partido da Frente Liberam começam a dar sinais de impaciência com esse quadro e não concordam com a indicação do vice para a chapa do PSDB a presidente da República. Entre os obstáculos para a indicação do vice estão interesses divergentes entre os dois partidos nas eleições estaduais, a possível candidatura própria do PMDB e o desempenho de Alckmin nas pesquisas de intenção de voto. O prefeito do Rio de Janeiro, César Maia, analisa que o PFL poderá conseguir fazer uma bancada maior se estiver livre para se coligar nos estados como quiser: “se para elegermos mais deputados, o melhor for o PFL não ter candidato a vice e com isso ter mais flexibilidade nas alianças, não tenho dúvida, que é melhor não ser vice do PSDB. Já falei ao senador Bornhausen que na discussão com a direção do PSDB deveremos priorizar a maximização de nossa bancada de deputados federais, porque é o maior serviço a fazer para o seu governo”.
Há outro obstáculo que para que se feche uma coligação com o ex-governador Geraldo Alckmin: é a dificuldade que o PFL tem para fechar uma aliança com os tucanos na Bahia, Maranhão e aqui em Sergipe. O líder do PFL no Senado, José Agripino Maia (RN), um dos nomes cotados como pré-candidato a vice na chapa de Alckmin diz: “se não se resolver o problema das alianças nos estados, será mais uma dificuldade para a aliança”. Agripino surpreendeu ao declarar que a possível candidatura própria do PMDB à Presidência pode ser outro problema para a coligação com o PSDB: “é preciso que os tucanos sejam mais solidários à candidatura de Alckmin”, insistiu Agripino referindo-se às divergências entre os dois partidos no fechamento de alianças estaduais.
Em Sergipe a aliança está cada vez mais difícil. O ex-governador Albano Franco (PSDB) e o governador João Alves Filho (PFL) já conversaram. Não se entenderam. Albano não aceita ser candidato a deputado federal e indicar o vice-governador. Quer o Senado. Nos últimos dias intensificou as conversas com a oposição no estado, baseado em uma pesquisa qualitativa, que o seu partido encomendou ao Ibope. A avaliação mostrou que tanta fazia uma aliança formal com o PFL, quanto uma informal com o PT. A diferença é que na segunda opção Albano pode disputar o Senado. O resultado pode demorar a sair, mas a “coligação branca” amedronta os candidatos proporcionais do tucanato, porque ficam impedidos de integrar qualquer chapão. Segundo um deputado do PSDB, há risco de fazer apenas um parlamentar na área estadual e nenhum federal, além do ex-governador Albano Franco enfrentar uma parada difícil, tendo à frente a senadora Maria do Carmo Alves (PFL).

Evidentemente que a coisa está ficando embolada para uma aliança que parecia definida a nível nacional, mesmo com os entraves regionais. Já o PMDB está sorrindo largo, porque Garotinho cresce nas pesquisas e pode receber o apoio de um PFL sem compromissos com candidatos a presidente da República.   

 

ESCOLA

O governador João Alves Filho e o ex-governador Albano Franco estiveram juntos, em Lagarto, quinta-feira, para inauguração da Escola Municipal Prefeito Zezé Rocha.

Os dois se cumprimentaram formalmente, conversaram sobre a escola, cumprimentaram as lideranças locais e cada um foi para o seu lado.

 

JERÔNIMO

O ex-prefeito Jerônimo Reis, candidato a deputado federal pelo PFL, acha que o ex-governador Albano Franco (PSDB) deveria olhar o pleito deste ano pensando em 2010.

Jerônimo Reis diz que não vê possibilidade do ex-governador Albano Franco eleger-se senador pelo PT este ano ou em 2010.

 

MICARANA

O ex-governador João Alves Filho (PFL) passou o domingo à tarde em Itabaiana, onde participou da Micarana, ao lado de aliados como Luciano Bispo e José Carlos Machado.

Luciano Bispo disse que o governador Albano Franco foi o mais aplaudido, enquanto a prefeita Maria Mendonça (PSDB) experimentou algumas vaias.

 

TELEFONEMA

O ex-governador Albano Franco (PSDB) recebeu telefonema do vocalista Bel Marques, de Chicletes com Banana, convidando para desfiar no trio na Micarana de Itabaiana.

Os dois foram no mesmo carro de Aracaju a Itabaiana. Chiclete com Banana puxou o bloco Luau e o ex-governador estava em cima ao lado do cantor. Aconteceu no sábado.

 

OPOSIÇÃO

A prefeita de Itabaiana, Maria Mendonça (PSDB) reuniu toda a oposição em seu camarote. Estavam lá Marcelo Déda, Edvaldo Nogueira, Valadares e Jackson Barreto.

Juntou-se a eles o ex-governador Albano Franco (PSDB). José Teles de Mendonça aproveitou para lançar sua candidatura a deputado estadual pelo PSDB.

 

RETORNO

Estavam no mesmo carro de volta de Itabaiana para Aracaju o senador Antônio Carlos Valadares e o ex-governador Albano Franco (PSDB).

O senador Valadares é o articulador da aliança branca para fazer uma composição entre o PT e o PSDB.

 

ALMOÇO

No domingo, dando continuidade à conversa, Albano Franco conversou com José Eduardo Dutra (PT), em almoço reservado.

Assunto: aliança branca. Dutra reafirmou que não pretende se candidatar ao Senado. Vai disputar uma vaga na Câmara Federal.

 

PESQUISA

A pesquisa qualitativa contratada pelo PSDB ao Ibope diz que a essa altura não dá mais para lançamento de candidatura própria para as próximas eleições.

Admite que a aliança branca terá a mesma dificuldade de uma composição normal com o PFL. O ex-governador Albano Franco disse que vai se decidir no próximo dia 30.

 

PROPORCIONAL

Um candidato a deputado estadual pelo PSDB disse que o ex-governador Albano Franco não está pensando nos proporcionais.

Tem certeza que não fará deputado federal e poderá eleger apenas Ulices Andrade para estadual. Um deputado avisou: “para o suicídio eu não vou. Prefiro não me candidatar”.

 

ESQUERDA

O deputado federal João Fontes (PDT) continua defendendo uma composição ampla entre o seu partido e legendas pequenas de tendência de esquerda, com o Partido Verde, o PPS. Acha que há chance de se chegar a uma terceira via no país, apoiando a candidatura da senadora Heloísa Helena a presidente da República.

 

FABIANO

O deputado estadual Fabiano Oliveira (PSDB) reafirmou ontem que é candidato à reeleição e trabalha na grande Aracaju. Diz que em Campo do Bispo vai bem junto ao eleitorado.

Fabiano anunciou que, se foi liberado o showmício para esse ano, o bloco Chicletes com Banana virá fazer a abertura do seu primeiro comício.

 

MACHADO

O deputado federal José Carlos Machado (PFL) calcula que para eleger um deputado federal a legenda precisa de 120 mil votos.

Machado lamenta: “o pior é que é de um em um voto. Ninguém pode dar mil votos a um deputado”. O deputado quer o fim das alianças proporcionais.

 

EFICIENTE

A Prefeitura Municipal de Socorro voltou a ser reconhecida como a mais eficiente em Saúde Bucal n país, pelo Conselho Nacional de Medicina.

A solenidade aconteceu ontem à tarde no Rio de Janeiro, onde o prefeito José Franco esteve presente. O deputado federal João Fontes também foi homenageado pelo Conselho.

 

 

Notas

 

EMPREGO

A Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público pode votar ainda hoje o Projeto de Lei, do deputado federal Paes Landim (PTB-PI), que institui política para aproveitar os jovens dispensados do serviço militar em programas de treinamento profissional para o primeiro emprego.
A proposta sugere que o governo contrate jovens de até 18 anos na condição de aprendizes, sem vínculo empregatício. A contratação deverá respeitar a proporção máxima de um para cada cinco servidores públicos efetivos.

INTERNET

Comissão de Direitos Humanos e Minorias vai realizar amanhã audiência pública sobre o combate a crimes na internet. O debate foi proposto pelo presidente da comissão, deputado Luiz Eduardo Greenhalgh (PT-SP), que considera preocupante o caráter multiplicador dos ilícitos e as novas práticas criminosas.

Conteúdos racistas, homofóbicos e de pornografia infantil, a prática de ameaças, a disseminação de calúnias e de vírus vêm causando danos de difícil dimensionamento, face à ausência de instrumentos de controle.

 

ORKUT
As denúncias encaminhadas aos deputados relacionam-se ao serviço de redes sociais Orkut, com quase 14 milhões de usuários, sendo 72% de brasileiros. As denúncias indicam que a rede de relacionamentos tem abrigado “comunidades” com o claro propósito de cometer violações contra os direitos humanos.
Neste mês, a Justiça Federal de São Paulo quebrou, pela primeira vez, o sigilo de uma das comunidades no Orkut para investigar práticas de racismo, pedofilia, nazismo e outras que atentam contra o pudor.
 

 

É fogo

 

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) manteve para 8 de maio a decisão sobre a abertura de impeachment contra o presidente Lula.

 

Geraldo Alckmin, pré-candidato a presidente pelo PSDB, vai intensificar suas visitas a estados do Nordeste.

 

Uma pesquisa qualitativa apresentada a Alckmin em São Paulo mostra que ele ainda vai crescer muito, inclusive no Nordeste.

 

O ex-governador Albano Franco (PSDB) conversou com o vereador Elber Filho (PDT) sobre a situação eleitoral.

 

O deputado federal João Fontes (PDT) viajou ontem cedo para do Rio de Janeiro para Brasília, a fim de analisar alguns projetos.

 

Até o momento não houve sinalização para a liberação das certidões para que Sergipe faça empréstimos.

 

O secretário-geral do Conselho Federal da OAB, Cezar Britto, participa hoje da cerimônia comorativa aos 74 anos de instalação da seccional da OAB do Piauí.

 

Cezar Britto está em campanha para presidente da OAB nacional e está em visita a vários estados. César disputa com candidatos de Minas Gerais e Rio de Janeiro.

 

A Segurança foi elogiada na Micarana realizada em Itabaiana no final de semana prolongado. Registrou-se apenas brigas.

 

O vereador Daniel Fortes não esconde sua irritação com a direção do PSC, por conta da mudança de direção, sem falar com os vereadores.

 

O vereador Emanoel Nascimento (PT) adverte que deve se ter o máximo de cuidado com o governador João Alves Filho: “ele á hábil e sabe costurar nos bastidores”.

 

Há uma movimentação nacional para salvar a Varig, que é uma das representações do Brasil, principalmente no exterior.

 

brayner@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais