Imprensa, “confusão” e “erros”

0

Há algumas semanas o blog vem recebendo e-mails de leitores alertando para a estratégia dos assessores do ex-governador João Alves em espalhar por alguns meios de comunicação a sua chamada “tropa de choque” para tentar desvincular do grupo de comunicação que tem o Correio de Sergipe e a rádio Jornal.

 

O blog não está fugindo da luta, mas vai esperar um pouco para mostrar alguns detalhes que vai espantar muita gente, mais muita gente mesmo. O leitor vai até se espantar.

 

Enquanto isso no próprio jornal da família, na semana passada, foi publicada uma denúncia contra PM. Na verdade, a denúncia sobre o superfaturamento das compras da Polícia Militar, no caso do filtro solar, revelou-se ser apenas desatenção do jornal que a publicou: confundiram a embalagem de 120 gramas com o pacote contendo dois litros do produto, o que de fato e uma diferença substancial.

 

Agora, porque os órgãos de comunicação de Sergipe não se acostumam a informar o público sobre seus erros? Nem um mero “erramos” em uma página interna secundária, como faz a Folha de São Paulo? Não seria justo com os leitores e com as pessoas e instituições atingidas? Da mesma forma, ainda não há nenhuma evidência de que a compra do “bacalhau e camarão” tenha sido superfaturada. Aí, os autores da denúncia mudaram para: a comida fornecida aos praças é de baixa qualidade. Tomara que antes que a nova denúncia ganhe as manchetes seja minimamente investigada.

 

Ainda no jornal da família do ex-governador na tentativa de jogar o PSB contra Déda, um dos colunistas (ex-secretário de João) considerou como “acintoso” o ato de saída de Elber Batalha da defensoria geral do Estado. Parece que no intuito de agradar o ex-governador o ex-secretário não leu na imprensa nacional há alguns meses, que foi aprovada uma Emenda Constitucional, dando, entre outras coisas, autonomia as defensorias de todo o país. Com isso em cada Estado cabe aos defensores escolher por eleição direta uma lista tríplice que foi encaminhada ao governador. Déda apenas escolheu o que os defensores votaram.

 

A propósito: em Sergipe o senador Valadares, do PSB, foi homenageado pelos defensores por conta da sua atuação decisiva na aprovação da Emenda Constitucional. Ou seja, se o governador mantém Elber, o próprio jornal diria que ele estava afrontando a CF. Coisas da política.

 

Um ano sem dirigir

Não é que um parlamentar federal perdeu o direito de dirigir por um ano, porque foi pego numa blitz em Brasília e não passou no teste do bafômetro? O blog já tem informações detalhadas, mas está apenas a publicação da suspenção da CNH para divulgar o nome.

 

Importância da Usina Nuclear

Ninguém contesta a importância para a economia de Sergipe com uma possível implantação de uma Usina Nuclear. Serão milhares de empregos gerados na construção sem falar nos bilhões gastos na obra e o que vai gerar na economia do estado. E que o risco de um acidente nuclear diminuiu muito nos últimos anos por conta das novas tecnologias na área da segurança que surgiram. Agora ressaltar Usina Nuclear como um grande feito, não é. Nos países desenvolvidos a energia nuclear está ultrapassada. Quem duvidar é só fazer uma pesquisa como este jornalista fez. Vários países da Europa, como Espanha, Suécia e a Alemanha estão abandonando a energia nuclear e desenvolvendo energias verdadeiramente limpas como a solar e a eólica. É fato, não é “achismo”.

 

Que energia limpa é essa?

Um dos argumentos dos defensores da energia nuclear é que a mesma é limpa (porque não agride a camada de ôzonio). Onde já se viu energia limpa gerar toneladas de lixo radioativo, além de ser um combustível de disponibilidade finita. Esse lixo radioativo, mesmo com toda tecnologia, é um perigo constante, não só para o meio ambiente, mas para as futuras gerações. Só para lembrar: nenhum país que tem usina nuclear até hoje encontrou uma solução satisfatória e definitiva para esse problema. É fato, não é “achismo”.

 

Usina x Refinaria

Questionamento de alguns leitores: Pela expectativa que está sendo criada será que a Usina Nuclear do governo Marcelo Déda não se transformará na refinaria de petróleo do governo João Alves Filho?

 

Nota do Sindifisco

Os jornais de domingo, publicam uma nota do Sindifisco, onde acusa “um pequeno grupo de auditores…” de divulgar mídia enganosa. Na nota o Sindifisco se coloca como a entidade que legalmente representa os Auditores Técnicos de Tributos.Interessante é que ao final da nota o Sindifisco afirma que o quadro de Auditores do Fisco de Sergipe é maior do que a do estado do Rio de Janeir. Cabe perguntar: a – Sergipe tem auditor em excesso ou o Rio de Janeiro tem auditor de menos?; b – Se Sergipe tem auditor em excesso, o que gerou essa anomalia?; c – Há possibilidades legais de haver enxugamento no caso de excesso?.

 

“Estagiários” no 1º período

O Tribunal de Contas está de olho em alguns órgãos que estão burlando a legislação de estágio, colocando estudantes ainda no primeiro período, logo quando ingressam no curso. Não é considerado estágio, já que o estudante nem sentou na cadeira. E de quebra está de olho no parentesco de estagiários com chefes dos órgãos onde os mesmos trabalham.

 

Pensamento

Um administrador que é inconsistente e muda de pensamento a todo momento, demonstra fraqueza e debilidade intelectual para os seus subordinados. Quem ameaça é porque tem telhado de vidro.

 

Agenda

Na última terça feira, o governador Marcelo Déda recebeu no Palácio, Lauro Rocha, pai de Alex, prefeito de São Cristóvão. Segundo a fonte, a audiência seria na segunda. Mas foi adiada para o dia seguinte. Assessores do governador acreditaram que o adiamento deveu-se pelo fato de que no dia anterior, ele, Lauro Rocha, fizera as honras ao ex-governador João Alves, quando da realização da procissão de Senhor dos Passos. Tudo engano. O problema foi de agenda.

 

Ar condicionado do Shopping Jardins

Comerciantes do Shopping Jardins estão fazendo um abaixo assinado para levar ao Procon contra a administração daquele empreendimento. Mesmo neste período de calor intenso o ar condicionado vem sendo desligado às 21hs. Os comerciantes, principalmente os das pequenas lojas recebem as reclamações diárias dos clientes e, principalmente dos funcionários, que não agüentam o calor intenso. É a chama economia “da besta fera”.

 

Dia da Mulher e solidariedade

Este jornalista entende que a mulher não precisa de um dia para ser lembrada. Todo dia é dia da mulher. Transformaram um momento de reflexão em mais um evento comercial. É lamentável. Virou até mesmo uma forma de discriminação. A mulher precisa ser homenageada e respeitada diariamente e não apenas no dia 8 de março.  

 

Bolões e a Caixa

Mesmo com a determinação da direção nacional da Caixa de que as loterias estão proibidas de vender os tradicionais “bolões”, em qualquer uma delas é fácil encontrar. Não há nenhuma fiscalização por parte da Caixa.

 

Ajuda do Governo estadual a prefeituras no carnaval

É preciso que o MP investigue como algumas prefeituras gastaram os recursos que receberam do governo estadual para o carnaval deste ano. Por exemplo: em Cumbe, Laranjeiras e Riachuelo só foram colocadas umas pequenas bandas para o povo. Se o governo ajudou muitos municípios é preciso saber como estes recursos foram gastos.

 

Maria Bonita I

De hoje, 8 até o dia 10 de março (quarta), a UNEB, em Paulo Afonso (BA), promoverá o II Seminário Internacional do Centenário de Nascimento da Cangaceira Maria Bonita. As inscrições estão sendo realizadas na UNEB e os 300 primeiros inscritos terão direito a um kit do evento. Participe e divulgue mais um evento de grande importância para a cultura brasileira.

 

Maria Bonita II

O evento é uma realização da Prefeitura Municipal de Paulo Afonso, tendo como coordenador responsável, o escritor João de Souza Lima e faz parte das comemorações alusivas ao aniversário de 100 anos da cangaceira mais famosa do Brasil, natural de Paulo Afonso (BA) e que acontecerá dia 8 de março de 2011. Para mais informações é só entrar em contato com o mesmo, através do número: 75 8807-4138 ou joaoarquivo44@bol.com.br. Conta com o apoio da UNEB-Campus VIII e Sociedade Brasileira do Cangaço.

 

Aniversário em Canindé

Dia 20 de março, a partir das 17h, na Praça de Eventos de Canindé de São Francisco, acontecerá o aniversário de 23 anos de fundação da nova sede do município que mais cresce em Sergipe. A festa será celebrada com a participação do cantor Irmão Lázaro e ainda gravação do DVD do cantor canindeense, Adriano Lima. O evento é gratuito, sendo uma promoção da Prefeitura Municipal de Canindé e conta com o apoio das Igrejas Evangélicas de Canindé, que denominaram a data como o “Dia de Louvor”, tendo inclusive como ministrante o pastor doutor Virgílio Carvalho.

 

Brasil supera Canadá e se torna o terceiro maior exportador agrícola

Deu no Estadão: “O Brasil ultrapassou o Canadá e se tornou o terceiro maior exportador de produtos agrícolas do mundo. Na última década, o País já havia deixado para trás Austrália e China. Hoje, apenas Estados Unidos e União Europeia vendem mais alimentos no planeta que os agricultores e pecuaristas brasileiros.Dados da Organização Mundial de Comércio (OMC), divulgados este ano, apontam que o Brasil exportou US$ 61,4 bilhões em produtos agropecuários em 2008, comparado com US$ 54 bilhões do Canadá. Em 2007, os canadenses mantinham estreita vantagem, com vendas de US$ 48,7 bilhões, ante US$ 48,3 bilhões do Brasil”.

 

Ritmo de crescimento

Continua a matéria do Estadão: O ritmo de crescimento da produção brasileira de alimentos já deixava claro que a virada estava prestes a ocorrer. Entre 2000 e 2008, as exportações agrícolas do Brasil cresceram 18,6%, em média, por ano, acima dos 6,3% do Canadá, 6% da Austrália, 8,4% dos Estados Unidos e 11,4% da União Europeia. Em 2000, o País ocupava o sexto lugar no ranking dos exportadores agrícolas.Uma série de fatores garantiu o avanço da agricultura brasileira nos últimos anos: recursos naturais (solo, água e luz) abundantes, diversidade de produtos, um câmbio relativamente favorável até 2006 (depois a valorização do real prejudicou a rentabilidade), o aumento da demanda dos países asiáticos e o crescimento da produtividade das lavouras.

 

Custo de produção baixo

“Houve uma mudança nas vantagens comparativas em favor do Brasil, que teve um custo de produção baixo para vários produtos nesse período graças aos seus recursos naturais e ao câmbio”, disse o analista sênior da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), Garry Smith.

 

Eleições no Instituto Federal de Sergipe I

O Decreto Federal  nº 6.986, de 20/10/2009 regulamenta os arts. 11, 12 e 13 da Lei no 11.892, de 29 de dezembro de 2008, que institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, para disciplinar o processo de escolha de dirigentes no âmbito destes Institutos. Foi dada competência legal ao Conselho Superior do Instituto deflagrar os processos da consulta eleitoral. Com o mandato do atual Reitor do IFS (antiga Escola Técnica Federal) findo em novembro de 2009, que até o dia 31 de março de 2010 exerce atualmente mandato tampão, serão realizadas eleições em seguida.

 

Eleições no Instituto Federal de Sergipe II

Para coordenar as Eleições para Reitor e Diretores-gerais dos campi Aracaju, Lagarto e São Cristóvão do IFS, será eleita no dia 09 de março a Comissão Eleitoral sob a responsabilidade do Comitê Eleitoral criado pelo Conselho Superior, órgão máximo do Instituto.As inscrições para comissão eleitoral serão no dia 9 de março de 2010 para candidatos a representar professores, técnico-administrativos e estudantes, nas comissões eleitorais dos respectivos campi. A votação será no dia 16 de março, nos três campi.Logo em seguida será traçado o cronograma das Eleições para Reitor do IFS e dos Diretores-gerais.O MEC, através da Secretaria de Educação Teconólogia e Profissional, está acompanhando de perto todo o processo que deverá ser completado o mais rápido, pois o mandato tampão se encerra no próximo dia 31.

 

DO LEITOR

 

Calote previdenciário continua

E-mail de um servidor: “Mesmo você publicando a alguns dias atrás sobre o calote que o IPESPREVIDÊNCIA vem dando nos servidores do estado, cedidos para as empresas do estado, e mesmo depois com a promessa do presidente do órgão num determinado programa matutino de rádio, de que até o final de fevereiro, os servidores receberiam, até este momento, nada de ressarcimento”.

 

Eleições no Instituto Federal de Sergipe I

O Decreto Federal  nº 6.986, de 20/10/2009 regulamenta os arts. 11, 12 e 13 da Lei no 11.892, de 29 de dezembro de 2008, que institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, para disciplinar o processo de escolha de dirigentes no âmbito destes Institutos. Foi dada competência legal ao Conselho Superior do Instituto deflagrar os processos da consulta eleitoral. Com o mandato do atual Reitor do IFS (antiga Escola Técnica Federal) findo em novembro de 2009, que até o dia 31 de março de 2010 exerce atualmente mandato tampão, serão realizadas eleições em seguida.

 

Eleições no Instituto Federal de Sergipe II

Para coordenar as Eleições para Reitor e Diretores-gerais dos campi Aracaju, Lagarto e São Cristóvão do IFS, será eleita no dia 09 de março a Comissão Eleitoral sob a responsabilidade do Comitê Eleitoral criado pelo Conselho Superior, órgão máximo do Instituto.As inscrições para comissão eleitoral serão no dia 9 de março de 2010 para candidatos a representar professores, técnico-administrativos e estudantes, nas comissões eleitorais dos respectivos campi. A votação será no dia 16 de março, nos três campi. Logo em seguida será traçado o cronograma das Eleições para Reitor do IFS e dos Diretores-gerais.O MEC, através da Secretaria de Educação Tecnologia e Profissional, está acompanhando de perto todo o processo que deverá ser completado o mais rápido, pois o mandato tampão se encerra no próximo dia 31.

 

Servidor do IPH desabafa

De um servidor do IPH: “Sou servidor do Instituito Parreiras Horta, agora Fundação, há mais de 15 anos. Sempre tivemos problemas na instituição, mas o que vem acontecendo nos últimos anos é algo escandaloso, nunca tivemos tamanho nível de corrupção e falta de compromisso com o nosso objetivo. Se algum órgão de fiscalização, como o Tribunal de Contas ou o Ministério Público, resolverem verificar os contratos ou as compras que são feitas no Instituto poderão comprovar o que eu estou denunciando. Acho que o governador precisa saber e tomar providências e ninguém melhor só que você para alertar o nosso governante. Alguns exemplos: verifique os pagamentos para a Somese, que são feitos mensalmente, ou o uso dos recursos do suprimentos de fundos pelas assessoras do presidentes. Esses são exemplos bobos, que merecem uma investigação”.

 

Quem é Almeida Lima?

Do leitor Lécio Max: “A quem interessa uma possível demonstração de força eleitoral de Almeida Lima?Em sua coluna Diógenes Brayner faz a defesa do Senador que teria dito: “só nãodisputarei o Senado se for convocado para ser o candidato a vice.”Mais será que o nobre senador tem essa força eleitoral toda? Pode ter forçapolítica devido a defesa de Renan e Sarney, estes que apesar de tudo dispõe deforça política e eleitoral.Questiono a força eleitoral de Almeida Lima, vejamos a carreira política: foi deputado estadual por curto período (1991-1992), sendo eleito vice prefeito de Aracaju na chapa comandada por Jackson Barreto, com a renuncia deste, assume a prefeitura em 1994 terminando o mandato em 1996 (não havia reeleição). Em 1998 acha apto a vencer para o Senado? Ou a prejudicar o primo? Pois disputa com o próprio Jackson que deve lamentar até hoje o “Acórdão” com Albano, o que possibilitou não só a derrota, mais, a única vitória para cargos majoritários do PFL em Aracaju, com Maria do Carmo sendo eleita e derrotando Jackson na capital. Em 2000 talvez mais realista concorreu a prefeitura de Aracaju consegue derrotar Valadares talvez pela campanha desesperada deste, mais não teve jeito em 2000 Deda vence magistralmente superando com folga o total de votos de todos os outros candidatos juntos. Em 2002 consegue ser eleito Senador, mandato que está terminando, eram 2 vagas e 13 postulantes garante o 2º lugar com 307.326 votos, expressiva votação? Grande vitória? Nem tanto, neste ano foi possível votar em 2 candidatos, eram 2 vagas, na verdade era 1 vaga, pois era tido como certa a vitória de Valadares para o segundo mandato, o que de fato ocorreu. Mais quem eram os outros candidatos? Os 5 mais votados foram: Valadares; Almeida; Ivan Leite; Gama; e Jerônimo Reis. Não desmerecendo os candidatos, mais considerando Valadares praticamente eleito, quem sobraria? Gama, que em Aracaju ficou em 3º lugar e no estado foi superado por Ivan Leite ficando em 4º? Jerônimo Reis? Ou Almeida Lima que contou com o apoio do PFL de João Alves que foi eleito para o 3º mandato de governador? Os outros não conseguiram nem 200 mil votos. Para finalizar mesmo com uma campanha caríssima em 2008 o senador Almeida Lima além de não levar a disputa ao 2º turno foi ultrapassado por Mendonça Prado e terminou em 3º lugar. Por isso insisto força política Almeida tem, pois ocupa o cargo que segundo dizem melhor só no céu, afinal são 8 anos de altos salários, mordomias, privilégios. Agora força eleitoral para ser novamente eleito em 2010 ou vice de Deda? Considero impossível, pois se Jackson aceitasse significaria que não aprendeu a lição do “Acórdão” de 1998. E quanto a Deda confiar em Almeida para vice? Pela força política (leia-se Renan e Sarney) Almeida pode receber um Ministério ou o comando de uma estatal e só. Se já ta difícil convencer a militância petista da aliança com os Amorim imagine, pedir votos para Almeida? A questão dos irmãos Amorim é simplesmente o custo de Deda não ter promovido de fato o governo das mudanças, não vejo o futuro, mais pode anotar com Amorim ou

sem Amorim se João Alves for disputar o governo, Deda vai enfrentar pela 1ª vez um 2º turno e se vencer (acredito que vença) será pouca a diferença de votos. Quanto a João Alves se optar pelo Senado complica ainda mais a tarefa de Deda de

organizar a chapa, pois dos 4 (incluindo Almeida) quem teria peito para continuar na disputa pela outra vaga? Já optando pelo governo João Alves corre o risco de encerrar a carreira política com outra derrota, ou alguém acha que ele teria peito para enfrentar possivelmente o mesmo Deda em 2014 para a única vaga no Senado? Muito menos ir para a 5ª eleição seguida para governador? Embora eu não goste dessa alternativa e duvido que Albano toparia, o ideal para a oposição seria lançar a senadora Maria do Carmo para disputar com Deda, se perdesse voltaria para o senado, e provavelmente em companhia do marido, se ganhasse repetiria a dobradinha governo-senado. Albano concorreria ao senado (sem João Alves eu já duvido) e colocaria fogo na disputa para o senado e para a Câmara Federal visto que provavelmente Jackson correria, Valadares não pode correr ou sacrifica o filho, Eduardo Amorim correria, pois muitos de seus eleitores votariam em João Alves. Resumindo as eleições pegariam fogo. A candidatura de Maria viria na esteira de Dilma de eleger “a primeira mulher” e contraporia esse argumento petista. Ah e o Almeida? Ficaria sem mandato, acabaria a força política e tentaria quem sabe suceder Edvaldo daqui a dois anos”.

 

Construção desordenada

Do leitor José Antônio dos Santos: “É revoltante, para quem se preocupa com a qualidade de vida e o visual da cidade, a permissividade da Emurb com as construções desordenadas, veja aquele prédio que está sendo construído pela Construtora Cunha na avenida Beira Mar na 13 de julho, é visível para qualquer um o desrespeito às normas de construção, no entanto, segundo notícia que li no Jornal Cinform, depois de embargada a obra, a pedido do Ministério Público, o órgão emitiu parecer dizendo que estava legal, o que fez o juiz suspender o embargo. O jornal,lamentavelmente, louvou a decisão.  Enquanto isso, a alguns meses, presencie a própria Emurb demolir parte de dois imóveis no bairro Porto Dantas que estavam com as construções avançadas para a rua. Decisão correta, só que tem que ser aplicada a todos, não somente aos pobres. O prefeito tem que cobrar dessa empresa que ela cumpra o seu papel”.

 

Participe ou indique este blog para um amigo: 

claudionunes@infonet.com.br

 

Frase do Dia

“Muitos são orgulhosos por causa daquilo que sabem; face ao que não sabem, são arrogantes”. Johann Goethe.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários