Informática profissional

0

Quase todos nós (profissionais de desenvolvimento de aplicações) já fomos tentados a ganhar uma grana extra, desenvolvendo aquele “programinha” para uma empresa qualquer. Isto acontece, na maioria das vezes, ainda na universidade quando ainda não temos maturidade suficiente. O tempo normalmente sobra e a vontade de mostrar serviço é alta.

Essa prática comum prejudica o mercado de informática. As empresas contratantes (que tem uma parcela de culpa) sempre pensam no “cara de informática”. Este “cara” é que vai fazer tudo e resolver seus problemas, e mais: vai cobrar bem baratinho. Só que este “cara” normalmente não está pronto para fazer aplicações de forma profissional.  No primeiro aperto este “cara” vai largar o programinha e vai deixar a empresa na mão. Isto acontece pelo simples fato que a empresa já pagou pelo serviço e ele não vai fazer nada de graça, afinal de contas, o “cara” não é bobo.

Como fica a empresa? A empresa vai ficar com aquele programinha sem suporte algum. Já vi dezenas de empresas nessa situação. Não é nada fácil para os empresários descobrir que o dinheiro foi mal investido.

O que precisamos é mostrar um pouco mais de profissionalismo. Temos que mostrar para os empresários que não existe o “cara”. Temos que mostrar que existem empresas especializadas no desenvolvimento de aplicações e que elas resolvem problemas e propõem soluções. Precisamos acabar com o “cara”, ele prejudica a empresa que ele vai prestar o serviço (não vai receber o que quer), prejudica as empresas de informática (que terão concorrência desleal) e prejudica a ele mesmo (vai ganhar a fama de enrolado).

Sei que muitos “caras” irão ficar chateados com a coluna de hoje. Acreditem no que estou falando, eu também já fui um “cara” e sei que essa prática precisa acabar. Vai ser bom para todo mundo. A empresa vai ter o software que deseja e o suporte esperado. Os preços cobrados pelo serviço serão de acordo com custos reais, ao invés de ser um preço chutado pelo “cara” (estou precisando de um celular novo então vou cobrar R$ 600,00). Os salários dos profissionais de informática tendem a ser melhores.

A coisa mais difícil do mundo é mudar uma cultura. Quebrar barreiras e impor um novo modelo é sempre traumático e é exatamente isto que estou propondo, por isso sei que não vai ser fácil. Contudo, não podemos desistir ao encontrar as adversidades. Vamos lutar para valorizar mais a nossa profissão, afinal de contas, ralamos tanto para passar em disciplinas como Grafos e Compiladores, que ganhar R$ 800,00 no final do mês é injusto.

 

Até a próxima semana!

 

Dica de site: http://www.myheritage.com/FP/Company/face-recognition.php, A idéia é bem legal. O site permite fazer upload de fotos para fazer um reconhecimento facial e comparar com um conjunto de celebridades (modelos, atores, cantores, etc) e definir o percentual de semelhança com alguns deles.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários