Inimigos do povo

0

Temendo serem punidos pelos aracajuanos nas eleições de 2016, alguns vereadores estão reagindo contra postagem nas redes sociais dando conta que eles não aprovaram o projeto garantindo gratuidade nos ônibus às pessoas com mais de 60 anos. Quem os ouve na Câmara, pensa que estes parlamentares sempre estiveram ao lado dos usuários do péssimo e caro transporte coletivo. Pelo contrário! Eles só pensam nos lucros das empresas, a ponto de terem votado favoráveis ao último reajuste de 14,9% no preço da tarifa. Só para refrescar a memória do eleitorado, a coluna publica a seguir os nomes dos vereadores que preferiram ficar contra o povo para beneficiar as concessionárias: Adelson Barreto Filho, Adriano Taxista, Agamenon Sobral, Augusto do Japãozinho, Agnaldo Feitosa, Dr. Gonzaga, Manoel Marcos, Ivaldo José, Jailton Santana, Renilson Felix, Robson Viana e Valdir Santos. É bom que o eleitor saiba que estes vereadores estão mais preocupados com a saúde financeira das empresas de ônibus do que com os usuários do péssimo sistema de transporte coletivo de Aracaju, incluindo aí os idosos.

Jogo duro

Terminou empatado em três a três o julgamento do registro da candidatura do deputado estadual Luciano Bispo (PMDB). O “jogo” deve ser desempatado na próxima sessão do Tribunal Regional Eleitoral, marcada para o dia 19 e que contará com a presença do juiz José Alcides Vasconcelos. Votaram pela cassação do registro os magistrados Osório Ramos, Cristiano Macedo e Denize Figueiredo. Os juízes Fernando Stefaniu, Cesário Siqueira e Gardênia Prado votaram pela condenação de Luciano Bispo. É jogo duro!

Crise braba

A indústria iniciou 2015 em queda. Pesquisa divulgada pela CNI mostra retração do faturamento real, horas trabalhadas, empregos, massa salarial real e rendimento médio real. As maiores quedas foram das horas trabalhadas e do faturamento real, com recuo respectivo de 8,5% e 6%, em comparação aos três primeiros meses de 2014. A massa salarial real caiu 4,1%, e o emprego, 3,9% no período. O rendimento médio real teve variação negativa de 0,2% em comparação ao primeiro trimestre do ano passado.

Muda de mãos

A Funcaju perdeu o direito de organizar eventos na capital, a exemplo do Forró Caju. Esta tarefa agora é de responsabilidade da toda poderosa Secretaria Municipal de Comunicação. Projeto do Executivo neste sentido foi aprovado ontem pelos vereadores governistas, sob o argumento que “nós temos na Prefeitura um secretário com grande know-how para realizar grandes eventos”. Então, ta!

Troca de farpas

Por muito pouco os vereadores Nitinho (DEM), Agamenon Sobral (PP) e Agnaldo Fonseca (PR) não saíram no tapa no plenário da Câmara de Aracaju. Nem os insistentes apelos feitos pelo presidente da sessão, pastor Roberto Morais (SD), acalmaram os ânimos dos três brigões. Alguém precisa dizer a estes parlamentares que o Parlamento não é ringue de luta livre. Aff, Maria!

Itinerante

A Assembleia realiza nesta quarta-feira uma sessão itinerante no município de Lagarto. Segundo o presidente do Legislativo, deputado Luciano Bispo (PMDB), o objetivo é aproximar o Parlamento do povo. “A sessão itinerante também visa desfazer a imagem negativa em relação à Casa. A impressão que muitos têm é que os deputados não trabalham”, argumenta Bispo.

Apaga velinhas

Pode parabenizar hoje o governador Jackson Barreto (PMDB), que está completando 71 anos. O aniversário será comemorado no povoado Aguilhadas, em Pirambu, onde Jackson assina ordem de serviço para a construção da rodovia ligando aquele município à Japaratuba. Orçada em R$ 38 milhões, a obra terá 46 km de extensão e abre uma nova fronteira turística – a foz do rio São Francisco -, uma das mais belas paisagens naturais do Brasil.

Bengala

A Câmara rejeitou os três destaques supressivos apresentados à proposta de emenda à Constituição. A PEC da Bengala, como é conhecida, aumenta de 70 para 75 anos a idade para a aposentadoria compulsória de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), do Tribunal de Contas da União (TCU) e de outros tribunais superiores. A PEC agora vai para promulgação das mesas diretoras do Senado e da Câmara nos próximos dias e passará a integrar a Constituição Brasileira.

Juros altos

Uma semana após a Caixa Econômica Federal restringir o financiamento de imóveis usados, o Banco do Brasil reajustou os juros das linhas de crédito para habitação. A partir do próximo dia 18, as taxas de financiamentos imobiliários do BB subirão de 9,9% ao ano mais a taxa referencial (TR) para 10,4% ao ano mais a TR. A mudança vale para financiamentos concedidos a partir dessa data.

Pegou mal

A coisa pode pegar para os médicos que estão distribuindo atestados para testemunhas do processo sobre o mau uso das verbas de subvenção da Assembleia. O Ministério Público e a Justiça estranharam que boa parte das pessoas intimadas tenha apresentado atestado para não depor. Estes “doentes” vão ser levados à próxima audiência pela Polícia Federal, enquanto os médicos serão chamados para explicar seus atos. Credo em Cruz!

Recorte de jornal

Publicado no Correio de Aracaju em 2 de junho de 1907.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais