Inimigos do povo

0

Para agradar as empresas de ônibus de Aracaju, 12 vereadores preferiram punir a população com um exagerado reajuste de 14,9% no preço da passagem. Encaminhado à Câmara na calada da noite, o projeto de aumento sequer foi discutido e, mesmo desconhecendo a planilha de custos das concessionárias, os inimigos do povo disseram amém ao prefeito João Alves Filho (DEM). Aliás, depois que o candidato dele a governador Eduardo Amorim (PSC) foi derrotado na capital, João tem procurado punir os aracajuanos com um pacote de projetos que se assemelha a um saco de maldades. Os vereadores que votaram contra o povo foram Adelson Barreto Filho, Adriano Taxista, Agamenon Sobral, Augusto do Japãozinho, Agnaldo Feitosa, Dr. Gonzaga, Manoel Marcos, Ivaldo José, Jailton Santana, Renilson Felix, Robson Viana e Valdir Santos. É bom que o povo saiba que estes vereadores estão mais preocupados com a saúde financeira das empresas de ônibus do que com quem usa o péssimo sistema de transporte coletivo da capital. Tomara que o povo se lembre deles para puni-los nas eleições de 2016.

Pulou fora

Para não votar favorável ao projeto aumentando exageradamente a multa para quem faz transporte clandestino em Aracaju, o vereador Renilson Félix (DEM) renunciou ontem a presidência da Comissão de Justiça da Câmara. Diante da reação de outros vereadores contrários à matéria, a presidência do Legislativo optou por retirá-la de pauta para uma melhor apreciação. Isso significa dizer que a propositura só voltará a ser discutida em 2015.

Nossas vítimas

O número de animais ameaçados de extinção no Brasil aumentou 75% entre 2003 e 2014. A nova lista nacional de espécies ameaçadas do Ministério do Meio Ambiente foi acrescida de 395 novas espécies, a maior parte de invertebrados terrestres (148), aves (100), répteis (62), mamíferos (55) e anfíbios (30). Entre os ameaçados está o macaco-prego-galego, da Mata Atlântica nordestina, que sofreu grande redução nas últimas décadas.

Tiro no escuro

Os constantes ajustes feitos nos projetos enviados pelo governo à Assembleia com o objetivo de reduzir despesas, deixam claro que eles foram feitos a toque de caixa e repique de sino. Por conta dessas mudanças de última hora, as matérias ainda não foram colocadas em apreciação nas comissões temáticas do Legislativo. E ainda tem gente por aí jurando de pés juntos que os tais projetos visam modernizar a máquina estatal. Essa indecisão permite suspeitar que, mais uma vez, o governo está dando um tiro no escuro.

Mudança no TJ

O desembargador Luiz Mendonça é o novo presidente do Tribunal de Justiça de Sergipe. Com ele vão comandar o TJ pelos próximos dois anos os também desembargadores José dos Anjos (vice) e Ricardo Múcio (corregedor-geral). A desembargadora Iolanda Guimarães foi eleita ouvidora geral da Justiça. Muita gente estranhou o fato de o atual vice-presidente da Corte, desembargador Edson Ulisses, ter ficado de fora da nova diretoria do TJ sergipano.

Nem nem

Um em cada cinco jovens brasileiros entre 15 anos e 29 anos (20,3%) não estudava nem trabalhava em 2013. De acordo com a Síntese de Indicadores Sociais do IBGE, a faixa etária que mais concentra os chamados nem nem é a de 18 anos a 24 anos, em que 24% da população não estão nas escolas nem no mercado de trabalho. A pesquisa revelou que a população total desocupada, em todas as faixas etárias, teve um crescimento maior (17,2%) do que a população ocupada (16,5%) no período.

Festa dos eleitos

Será hoje à tarde a diplomação dos eleitos no pleito de outubro passado em Sergipe. Durante a solenidade, marcada para o Teatro Tobias Barreto, vão receber diplomas o governador Jackson Barreto (PMDB), o vice Belivaldo Chagas (PSB), a senadora Maria do Carmo Alves (DEM), oito deputados federais e 24 deputados estaduais, além dos respectivos suplentes.

Sem acordo

Terminou sem acordo a audiência de conciliação entre o vereador aracajuano Agamenon Sobral (PP) e a enfermeira Flávia Brasileiro. Ela não aceitou a retratação proposta pelo parlamentar. Sobral está sendo processado por ter dito na Câmara Municipal que médicos e enfermeiras trocam os plantões do Hospital de Urgência de Sergipe pelas confortáveis camas dos motéis. Flávia vai insistir no processo contra Agamenon para ver se ele põe um freio na enorme língua de trapo.

Bico calado

A Justiça restringiu a publicidade de bebidas com teor alcoólico igual ou superior a 0,5 grau Gay Lussac (GL). Com isso, comerciais de cerveja e vinho, por exemplo, só poderão ser veiculados em emissoras de rádio e televisão entre as 21h e as 6h. A decisão vale para todo o país e dá prazo de 180 dias para a alteração de contratos comerciais de publicidade de bebidas alcoólicas, sob pena de multa diária R$ 50 mil, em caso de descumprimento. Portanto, continua permitido molhar o bico, desde que de bico calado. Menos mal, né?

Feriados

As repartições públicas não funcionarão nos próximos dias 24, 25, 31 de dezembro e 1º de janeiro de 2015 por serem, respectivamente, vésperas e dias de Natal e Ano Novo. Os pontos facultativos (24 e 31) e feriados (25 e 1º), que ocorrem no meio das duas próximas semanas, estão previstos no Decreto Estadual nº 29.700 assinado no início do ano pelo governador Jackson Barreto (PMDB). Portanto, não se programe para ir aos órgãos públicos nas próximas quartas e quintas das duas semanas que vem. No mais, boas festas regadas a muita cachaça!

Recorte de jornal

Publicado no jornal laranjeirense O Horizonte em 4 de setembro de 1885

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais