IPTU AJU: aumento da tarifa disfarçada em forma de revogação

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Lamentavelmente o prefeito Edvaldo Nogueira deseja não revogar o aumento do IPTU de João Alves, dado em 2015 e 2016,, que já foi congelado pelo ex-prefeito quando perdeu a eleição para os anos posteriores, como 2017. Na verdade Edvaldo quer acabar com a lei do congelamento e conceder, além do reajuste da inflação, como ocorreu este ano, o aumento de 4% para as áreas da Zona de Expansão e outras onde não têm saneamento básico.  A alíquota passará de 1% para 4% nesses locais.

É um engodo, não só administrativo, mas eleitoral, que vem sendo repudiado pela bancada de oposição, sociedade organizada e entidades empresariais. Aliás, de maneira didática o vereador Elber Batalha, postou um vídeo que esclarece toda história, desde o aumento dado por João, o congelamento e o que pretende Edvaldo Nogueira. O deputado estadual Gilmar Carvalho fez diversos alertas sobre o que considera uma “enganação” de Edvaldo.

Edvaldo prometeu revogar o aumento de João e agora diz que não pode renunciar receita.

O engodo da isca da revogação foi descoberta.  Como diz Elber a conta da matemática de Edvaldo é outra: “para ele um mais um é menos dois. Não é essa matemática que aprendemos na escola.”

Tanatologia “as fases do luto” Elisabeth Kübler-Ross foi uma psiquiatra Sueca pioneira, que publicou um livro amplamente conhecido: "Sobre a Morte e o Processo de Morrer".Em seu livro ela descreve as emoções e reações emocionais das pessoas que, diante da inexorabilidade da morte, passam por uma sequência de eventos que pode ser chamada de fases do luto.

Cinco fases do luto Conhecer a realidade destas reações e emoções nos ajuda a entender os atos e atitudes que tem origem na mente humana especialmente quando ela está agindo ou reagindo sob forte emoção nos períodos que antecedem a morte.Pois bem, de acordo com Elisabeth Kübles-Ross, as cinco fases do luto são:

1ª Fase do luto:  Recusa ou Negação –  É um estádio de choque, em que o doente se recusa reconhecer e aceitar a sua situação(diagnostico), o paciente desconfia que os exames estão errados, desconfia da competência da equipe de saúde etc. Tal atitude pode levá-lo a se isolar, ou, temporariamente, ignorar o problema.

1ª Fase do luto:  Recusa ou Negação II A fase de negação é um valioso mecanismo de defesa para o paciente, podendo ser entendido e até ser respeitada. Se o paciente persistir indefinidamente nesta fase,  trata-se de uma atitude pouca adaptativa.

2ª Fase do luto: Cólera  É um estágio de revolta, que se verifica quando o doente ultrapassa a fase de negação e começa a enfrentar a morte, interrogando-se: “Por que isto está acontecendo comigo?"

2ª Fase do luto: Cólera II  Nesta fase, o doente pode tornar-se difícil, intolerante e agressivo, fazendo recair a sua ira, seu ódio, sua revolta e sua insatisfação sobre aquele o rodeiam, familiares, equipe cuidadora, ou mesmo contra Deus.

3ª Fase do luto: Barganha ou Negociação Neste estágio o doente tenta estabelecer um pacto, isto é tenta negociar, fazendo esta transação com Deus, com os que o rodeiam ou com a equipe de saúde. Com isto, ele Tenta conseguir um prolongamento do tempo de vida, uma diminuição da dor ou até melhores cuidados por parte da equipe de saúde.

4ª Fase do luto: Tristeza ou Depressão  Neste estágio o paciente revela tristeza, mágoa e angústia. Gradualmente ele toma consciência da sua situação e é incapaz de negar sua doença. De início a depressão é reativa. O doente verbaliza as suas manifestações e fala das suas perdas.

5ª Fase do luto: Aceitação  Neste estágio o paciente passa a aceitar a sua situação. É um período de calma e paz, em que o doente não está nem deprimido nem irritado, desejando ficar sozinho e não se preocupar com os problemas do mundo externo. Nesta fase, ele relembra o passado e contempla o futuro desconhecido.

As fases de Almeida Lima  Se o leitor analisar os atos, as atitudes e falas emanados pela Secretaria de Estado da Saúde, sob o prisma da "TANATALOGIA", não demorará a encontrar um paralelo psicológico, senão veja:

1-  Recusa ou Negação – Ao assumir a SES o Secretario por força do seu perfil gestor, negou-se a fazer um auto diagnóstico da SES, optou por desconfiar dos métodos até então empregados, da competência de alguns membros da equipe até então existente, bem como de seus antecessores. Resumindo o diagnostico real foi ignorado. Isto explica o isolamento técnico administrativo que se encontra. Diante dos desafios e das dificuldades a serem vencidos na administração da Saúde, o gestor deve se reproduzir na equipe tal qual um "Avatar", nao pode se permitir estar isolado. Por melhor que seja, o gestor sem metodologia ou com metodologia quixotesca não se chega a lugar algum!

2 – Cólera – Ao perceber a demora nos resultados, restou ao gestor o sentimento de que lutava sozinho, que todos os demais co-partícipes da Saúde não passam de meros culpados, que precisava desfazer a engrenagem até então existente. Isto é denunciador do traço da personalidade. Se o homem certo se encontrava na hora correta e no lugar adequado, o que estaria errado então?

3 -Barganha ou Negociação – Sentindo-se só, melhor, sem o coletivo trabalhador da Saúde, o gestor buscou incessante negociação com os órgãos de controle, MPF, TCE, MPE e até mesmo com setores da imprensa. Não posso afirmar se recorreu ao criador. Tudo isto tentando impor seu jeito de administrar. Esqueceu ou não contou e Ainda não conta com o principal: A classe de trabalhadores da saúde. A ausência de resultados fala por si mesma.

4 – Tristeza ou Depressão – Imaginava-se ser esta a fase atual mas em se tratando do atual gestor que é versado em factóides, pode-se está enxergando algo diferente daquilo que é sentido. Importante consignar aqui que o período depressivo é o reverso do período maníaco, podendo está aí a raiz da candidatura em gestação do seu genro.

5  – Aceitação – Infelizmente, pode-se afirmar com cem por cento de certeza que o gestor já se encontra nesta fase, a prova cabal do sentir é a contratação do plano PIAF.

Onde ser encaixará a despesa fúnebre com o PIAF? Ora, se conceitualmente, saúde é a ausência absoluta de doença, se, de acordo com os preceitos constitucionais e a lei 8080/90 não existe provisionamento para este tipo de gasto na saúde, se não há paralelo de gastos do referido montante em serviço funerário na saúde desde a criação do SUS, Se a secretaria de inclusão social existe para cuidar dos mortos e a SES para cuidar daqueles que, apesar de serem geridos por Almeida, estão vivos, onde se encaixaria a despesa fúnebre? A resposta é: trata-se de mais um factóide ou um "TAJ MAHAL POST MORTEN"                                                                                                                                                                   

Igreja centenária será tragada pelas águas e mesmo com decisão judicial, prefeito não cumpre.

TJSE concede tutela de urgência para salvar Capela da praia do Saco e prefeito de Estância não cumpre decisão Através do procurador do Estado, Pedro Dias, da Procuradoria Especial de Assuntos Fundiários e Patrimônio Imobiliário, o Governo do Estado, entrou com uma ação Pública em Proteção do Patrimônio Cultural e Turistico de Sergipe para a proteção da Nossa Senhora da Boa Viagem, na praia do Saco, em Estância. Uma igreja centenária que está próxima a ser tragada pelas águas se nada for feito.

Prefeito não cumpre O TJ/SE deferiu o pedido de tutela de urgência, através do juiz de direito da Comarca de Estância, para adoção imediata de medidas de conservação de entorno da capela e que seja feito também o tombamento judicial da referida capela. O detalhe é que o prefeito Gilson Andrade, PSC, não quer cumprir a decisão da Justiça Estadual que é quem determina sobre esta questão.       

Argumentos fortes A peça jurídica do procurador Pedro Dias foi muito bem feita em 28 páginas. Nela, além dos argumentos jurídicos, o procurador mostrou com fotos que igrejas na situação igual a da praia do Saco foram protegidas pelo poder público.        

Exemplos de igrejas na mesma situação que foram protegidas Alguns dos exemplos cujos entornos das igrejas foram protegidos: capela de São

Procurador Pedro Dias enumerou vários exemplos de igrejas que o poder público fez despesas no entorno delas para proteção das águas. 

 Benedito, na praia dos Carneiros (PE);    Igreja Nossa Senhora da Piedade, Japoatão dos Guararapes (PE); Capela São Francisco de Assis, praia do Forte (BA),entre outras. O procurador citou também exemplos de proteção no mundo, com as igrejas St. Julians Fiserhmans Church, no Pais de Gales e a Church of St. Panteleimon, no golfo de Mirabello, Creta.

Empresa IT Consulting, que presta serviços ao governo estadual não dá ticket alimentação há dois meses e corta plano de saúde O blog recebeu a denúncia de trabalhadores da IT Consulting estão há dois meses sem receberam os tickets alimentação e tiveram o plano de saúde cortados. E o pior, a empresa, que presta serviços no atendimento dos Ceac´s, através da Secretaria de Planejamento e também no atendimento do Ipes, sabe que está no contrato com o governo o fornecimento tanto do ticket, como também do plano de saúde. É o governo estadual cobrar e em caso da empresa continuar burlando o contrato rescindir o mesmo.

Liberdade de Expressão A Câmara de Aracaju realizará na próxima sexta-feira, dia 29, a Sessão Especial em comemoração ao Dia da Liberdade de Expressão no Brasil, através de requerimento de autoria do  vereador Professor Bittencourt (PCdoB).

Análise mostra Sergipe em último em ações para enfrentar a crise A revista Veja traz nesta sexta-feira, 22, matéria que mostra, como o próprio 

Revista Veja desta semana.

título, mais que informar, adverte: A crise não é desculpa.Usando levantamento do Ranking de Competitividade (http://www.rankingdecompetitividade.com.br ), a revista apresenta Sergipe como o último colocado em todo o País.A análise é feita pela divisão de pesquisas e análises do grupo que edita a revista inglesa The Economist.Na ponderação dos resultados, 66 indicadores divididos em 10 pilares: infraestrutura, educação, sustentatibilidade social, segurança pública, solidez fiscal, eficiência da máquina públcia, capital humano, sustentabilidade ambiental, potencial de mercado e inovação.A Paraíba é o Estado com melhor avaliação no Nordeste.

Imprensa “chapa branca” Do ex-deputado João Fontes após ler a matéria da Veja: “O governo de Sergipe vai muito bem na imprensa "chapa branca". A deputada Ana Lúcia disse no programa de Gilmar Carvalho que a imprensa está toda com o governo!”

Quem entende? É uma pena que o aparelhamento e “o meu parente primeiro” chegou a PM/SE O blog não acredita que é não é porque as promoções na PMSE agora só serão por merecimento que tiraram do policiamento ostensivo um oficial com o Major Vitor, que fazia um excelente trabalho na RP, até pouco tempo. E agora, pasmem leitor, o oficial encontra-se como “auxiliar” na corregedoria da PM. Será que trabalhar corretamente na PM é sinônimo de castigo? Obs: o blog não conhece o major, mas tem conhecimento do trabalho dele, assim como outros abnegados da PM. É uma pena que o aparelhamento e “o meu parente primeiro” chegou a PM.                                                                    

Professor "valentão" insiste em desrespeitar a lei e os vizinhos no condomínio Cote D`Azur. Até a SMTT tem medo dele. 

SMTT continua omissa com carro estacionado em local proibido em frente ao Condomínio Cote D`Azur  Moradores pelo WhatApp: “Bom dia. Moradores do condomínio Cote D'Azur encurralados com um morador, pofessor, que estaciona veiculo na entrada do condominio (foto), bloquenado entrada de moradores e acesso de veiculos. A SMTT não resolve, mesmo sendo chamada e tendo uma placa de proibição, nada adiante, vez que o referido professor é valentão e intimida a todos. É um tremendo irresponsavel.”

Mais moderno na odontologia no Ipesaúde O novo Centro Odontológico do Ipesaúde que foi inaugurado em agosto vem melhorando a vida dos servidores públicos.Os pacientes possuem a sua disposição o que há de mais moderno e confortável na odontologia. Na unidade é possível agendar suas consultas e contar com diversas especialidades da odontologia, a exemplo de clínica geral, endodontia, periodontia, odontopediatria, atendimento a pacientes com necessidades especiais e cirurgia buco-maxilo-facial. Confira:https://www.facebook.com/AracajuAgoraNoticias/videos/1436956849757381/

PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018

Propriá: sem condições de estudo na Escola  municipal do povoado Boa Esperança  Os moradores, alunos e pais residentes no Povoado Boa 

Essa é a situação da Escola Municipal Do povoado Boa Esperança em Propriá                        

Esperança, no município de Propriá cobram providências acerca das condições que se encontra a Escola Municipal daquela localidade. As imagens feitas por alunos mostram a triste realidade da estrutura do prédio, pias, janelas e telhado. Um balde é colocado na sala da aula para estocar a água de pingueira. Segundo um morador, os fardamentos disponibilizados a alguns alunos não foram em tamanhos adequados, inviabilizando o uso.Espera-se que o órgão competente tome providências e proporcione um tratamento justo aos alunos. Será que o prefeito sabe que a educação é a base para um futuro melhor?

Conversando sobre Adoção. Projeto Acalanto em SE é um exemplo Todo primeiro sábado de cada mês o projeto Acalanto Sergipe realiza o projeto “Conversando sobre Adoção”. No sábado, 07 de outubro, das 8ho30 às 11h, será realizada uma palestra “Brincar: o caminho para a boa relação entre pais e filhos”, com o psicólogo Andre Prudente, no Liceu Estudos Integrados ao lado do Shopping Riomar. Mais detalhes: (079) 999687355 http://www.acalantosergipe.org.br/

Sobre o Acalanto SE O Projeto Acalanto Sergipe é uma associação sem fins econômicos, com sede na cidade de Aracaju-SE, cujo objetivo é 

Conversando sobre adoção, dia 7 de outubro. 

trabalhar para que o direito à convivência familiar e comunitária seja garantido a todas as crianças e adolescentes. A fim de atender esse objetivo, pode promover atividades relacionadas à prevenção ao abandono, ao atendimento dos já abandonados, ao incentivo à cultura da adoção e ao acompanhamento de famílias adotivas e biológicas, provendo assim orientação e apoio sociofamiliar.O Projeto é composto por pais ou filhos por adoção, profissionais ligados à área, ou quaisquer pessoas que se dispõem, voluntariamente, a trabalhar em prol de seus objetivos, tornando-se um associado.

Passo a passo para adoção No site do projeto você pode se informar não só sobre o passo a passo para adoação, como também se desejar ser um associado do Acalanto Sergipe ou voluntário. Tem eventos, toda legislação, dicas de livros e filmes para se aprofundar no tema. “Não são os laços de sangue, mas os compromissos sentimentais que determinam o valor de uma família”, autor desconhecido.

PELO E-MAIL E FACEBOOK

Imbróglio jurídico da Zona de Expansão beneficia especulação e prejudica meio ambiente Uma coisa é certa o imbróglio jurídico da Zona de Expansão entre Aracaju e São Cristovão só beneficia a especulação imobiliária, aos novos empreendimentos feitos ao arrepio da lei e prejudica o meio ambiente. A Justiça Federal cancelou a visita que faria na última sexta-feira. O blog recebeu fotos do aterro da lagoa em frente ao condomínio Alamedas, quando foi iniciada a construção. A situação do postes dizem tudo…

Um desabafo no Face sobre a Petrobras colocar a venda campos terrestres localizados em Sergipe Enquanto isso, as chamadas lideranças políticas se ocupam com que? O Estado se esvaindo, sangrando numa hemorragia incontrolável de perda de recursos e de despatrimonialização, e esses boçais a cuidar da própria pele, (ou seria pêlo?) fazendo de conta de está tudo bem, tudo tranquilo, tudo dentro do que entendem ser "normal" e cada um cuidando do próprio umbigo, de sí, como se os tempos fossem de muricí. A cegueira proposital dos políticos de Sergipe, especialmente daqueles que ocupam mandato e delegações públicas, frente ao desmonte de matrizes econômicas, haverá de um dia ser cobrada. Há uma inércia gerencial e de atuação parlamentar em defesa de nosso Estado. O que ocupa essa gente, para infelicidade geral, é o ruge-ruge politiqueiro que estão a fazer, são as arrumações eleitoreiras que cabalam, haja vista que o processo eleitoral e sucessório já foi irrefletidamente deflagrado. A impressão que passam de forma ostensiva, com esse comportamento estranhamente desviado para questões que não o interesse público, é de que há um salve-se quem puder numa carreira alucidada para arrumar e acomodar os seus "pagos", seus interesses, porque "la nave va" com destino à "terra do nós". E nessa andança desabrida tocada pela busca do primeiro eu, que as questões de Estado para essa gente é de estoque tão pequeno, que cabe no não bem explicado espaço do Mistão que acabou de chegar de passagem, e onde cabe muita coisa.

PELO TWITTER

www.twitter.com/CarneiroMPCGO  "Se os governadores não construírem escolas, em 20 anos faltará dinheiro para construir presídios" (Darci Ribeiro, 1982).

www.twitter.com/RegisGalo_13  A Frase do Partido do Bolsonaro é "Brasil acima de Todos"Por pura "coincidência" a frase do Partido Nazista era "Alemanha acima de Todos".

www.twitter.com/eduardoamorimse  O povo sergipano é trabalhador, destemido e honesto. Não merece o governo que lá está. Sergipe caiu 11 posições no ranking do Índice dos Desafios da Gestão Estadual desde 2005 e o setor educacional caiu do 58º para o 88º lugar.

Cláudio Nunes no Face e no twitter:

https://www.facebook.com/blogclaudionunes/

Frase do Dia
“Nunca foi nem nunca será fácil trabalhar! Mas a estrada que está construída sobre a esperança é mais prazerosa ao viajante do que a estrada construída sobre o desespero, mesmo que ambas levem à mesma destruição.” Marion Zimmer Bradley, escritora norte-americana, morreu em 25 de Setembro de 1999 autora de "As Brumas de Avalon" (n. 1930).

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários