Jackson, história e os boatos contra Déda

0

  “O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

O hoje governador em exercício Jackson Barreto, é o segundo mais velho sergipano que atua na política, só perdendo para o senador Antonio Carlos Valadares, que, iniciou a sua vida pública como prefeito de Simão Dias, em 1966. Jackson obteve o seu primeiro mandato em 72, vindo a ser vereador de Aracaju. João Alves Filho somente veio a exercer um cargo em 1974, nomeado pelo então governador José Rollemberg Leite.

Bagagem é o que não lhe falta. Considerado o maior líder das oposições, desde a cassação do então governador Seixas Dória, levantou a bandeira de inúmeras lutas em favor da liberdade do povo brasileiro, em especial os sergipanos. Um líder que sabe se impor quando necessário e ao mesmo tempo sabe ser conciliador quando está em jogo  a unidade de um grupo.

Por isso e pelas circunstancias política da vida, já militou com todas as correntes deste estado. Até com Albano Franco, o que a maioria apostava que jamais aconteceria um acordo, pegou muitos de surpresa na reeleição de Albano em 1998. Perdeu no primeiro turno em 1994, sendo talvez a maior frustração política que Sergipe presenciou, depois de uma belíssima vitoria no primeiro turno, inexplicavelmente, perde no segundo.

Mesmo assim, segue o seu destino, indo aos quatro cantos do estado, juntando os cacos, enchendo o povo de esperança que só quatro anos o separava de concretizar o sonho de muitas gerações. Chega 1998 pasmem os senhores. Valadares que era parte do bloco decide ser candidato ao governo também. Com isso, enfraquece as oposições. Alia-se a Albano, sai a uma candidatura ao senado e, incompreendido pela população, perde a eleição para Maria do Carmo, esposa de João Alves. Depois da sua cassação, essa fora a segunda decepção.

Passam-se os anos e finalmente na figura do então ex-deputado estadual, federal e prefeito de Aracaju, Marcelo Déda, todas aquelas gerações, lavam a alma ao conquistarem o governo do estado. Porém com certa frustração por não ser Jackson Barreto.

Outros anos se foram, e Jackson chega ao palácio do governo de Sergipe, junto Marcelo Déda na sua reeleição, agora na condição vice-governador. Já é meio sonho realizado. Já mesmo no começo do segundo mandato  de Déda, a base aliada, começa a dar o aval para que comece a construção da pré-candidatura dele ao governo em 2014.

Infelizmente o destino antecipou fato que esperava ser momentânea, a sua condição de assumir o cargo de governador, mesmo interino. Para o bem de uma provável candidatura, eis que surge a oportunidade de ser Jackson, o condutor das centenas de inaugurações nos municípios sergipanos, fruto das realizações no governo Marcelo Déda.

Razão maior para que as oposições que já se achavam donas do palácio a partir de 2015, começassem a refletir e atacarem por atacar. Depois da desgraça que fora a não aprovação do Proinveste, no primeiro instante, retardando o desenvolvimento do estado em praticamente um ano entre outras ações, Jackson agora é o culpado por tudo.

Boatos – Agora os boatos é que na conversa que terá com o governador Marcelo Déda, Jackson Barreto ficará a bandeira e vai impor algumas coisas. Ora, Jackson está à frente do governo há muitas semanas, sempre respeitando a interinidade. Aliás, tem gente que torce pelo rompimento como única salvação para o projeto político da oposição em 2014. Sem o rompimento, e seguindo o tramite normal, com a renúncia de Deda (para ser ou não candidato ao Senado), Jackson será candidato à reeleição.  E tem gente que não aguenta o estilo de Jackson Barreto.

Jackson não é nenhum santo, mesmo porque é humano. Mas, por que tanta maldade quando se trata dele? A população sergipana não é burra para não saber escolher o que seja melhor para Sergipe. Eleição é para isso: comparar entre os candidatos quem tem mais serviços prestados.

A candidatura de Jackson ao governo e legitima, como todas as outras. Porém, todas as baterias das lideranças da oposição e do PDI, sigla denominada pelo jornalista Ivan Valença estão voltadas para atingir o relacionamento de Jackson e Déda. Vale tudo.

A verdade é que Jackson está incomodando como interino e como titular incomodará mais ainda.  Pode até não vencer a eleição, mas vai dar muito trabalho, por conhecer os bastidores da política de Sergipe como poucos.

A oposição sabe que  o projeto de Jackson não foi construído nos bastidores, entre quatro paredes, mas nas ruas através de décadas.

Senado aprova PL que libera auxílio financeiro de R$ 1,5 bi para Municípios
O Projeto de Lei de Conversão (PLV) 20/2013 foi aprovado na tarde da quinta-feira, 29 de agosto. Os prefeitos aguardavam ansiosos a aprovação do Projeto, pois o artigo 7 do PLV trata sobre o auxílio financeiro que a União prestará aos Municípios no valor de R$ 3 bilhões em caráter de urgência.Com a aprovação do Projeto e a partir da sanção, o governo terá condições legais para  liberar a primeira parcela do auxilio financeiro no valor de R$ 1,5 bilhão, conforme o compromisso assumido pela presidente da República, Dilma Rousseff, com os prefeitos durante a XVI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. A outra metade dos recursos no mesmo valor (R$ 1,5 bilhão) será paga até 15 de abril de 2014.

Regras do FPM
O dinheiro será transferido a todas as prefeituras de acordo com as regras do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Os recursos representam um alivio temporário para muitas prefeituras que passam por sérios problemas financeiros por conta da queda na arrecadação federal e a consequente diminuição dos repasses ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM).A Secretaria da Mesa do Senado Federal espera encaminhar o texto aprovado ainda nesta sexta-feira ao Palácio do Planalto para sanção pela presidente Dilma Rousseff.

Láercio Oliveira esclarece ausência em sessão de cassação – Missão Oficial
O deputado federal Laércio Oliveira não estava presente na sessão que votou a cassação do deputado federal Natan Donadon porque estava em missão oficial fora do Brasil, sem ônus para a Câmara dos Deputados. O evento – curso de Gestão Estratégica para Dirigentes Públicos – já estava marcado há mais de um ano, sendo realizado de 26 a 30 de agosto . “Em qualquer votação para perda de mandato meu voto acompanhará sempre o julgamento do Supremo Tribunal Federal”, afirmou Laércio Oliveira, que defende também o voto aberto na Câmara dos Deputados.

Ajude a reintegrar presos à sociedade. Além de humano, é mais barato para os cofres públicos
O Conselho da Comunidade na Execução Penal –CCEP/SE vem realizando um grande trabalho em Sergipe, apesar dos poucos recursos e as escassas ajudas. Todos os seus membros são abnegados sob o comando do presidente Jose Raimundo de Sousa. Estão sendo realizados vários cursos para os egressos do sistema penal. Este mês o Comitê dos funcionários do Banco do Brasil fez uma doação para vale transporte, ajudando 20 egressos por 70 dias que fazem o curso de pedreiro, através do SENAI.

Baixa reincidência. Ressocialização é a melhor forma
José Raimundo explicou que durante o tempo que estão sendo realizados cursos, das centenas de egressos que participaram, apenas três reincidiram nos delitos e voltaram para a prisão. Outro não foi reincidência, mas tinha um mandato de prisão em aberto. O egresso inclusive já estava trabalhando com carteira assinada. “De todas as formas ressocialização é a melhor forma. Alguns poucos não acertam, mas 96% passam a inscrever uma nova história”, disse Raimundo afirmando que o Conselho não quer dinheiro, nem cargo, apenas convênios dos órgãos governamentais para ajudar na capacitação dos egressos. Quem deseja ajudar com vale-transporte e cesta básica pode ligar: 9988-0188.

Coletivo Juventude do Alto Sertão destaca vitória do Campus da UFS
A universitária Joana Vieira, uma das coordenadoras do Coletivo da Juventude do Campo e da Cidade do Alto Sertão que entregou mais um documento formalizando o interesse e a pertinência dessa iniciativa ao governador em exercício, no dia 16 de agosto, durante a inauguração da rodovia que liga o povoado Sítios Novos a Santa Rosa do Ermírio, em Poço Redondo, o anúncio de Jackson provocou imensa alegria.

Luta antiga
“Esta é uma reivindicação antiga de todos os movimentos organizados e da população do Sertão. O próprio presidente Lula, em 2005, já havia recebido um documento formulando esse objetivo e a sua importância para os destinos do nosso povo”, afirmou a coordenadora. Moradora do assentamento em Jacaré-Curituba, no município de Canindé de São Francisco, a própria Joana reflete a importância dessa conquista para a vida de jovens como ela. “Eu hoje estudo numa universidade particular graças ao ProUni. Mas se tivesse a oportunidade, lógico que me esforçaria para ingressar na UFS num Campus na minha região. A UFS nos trará evolução, progresso e a possibilidade de construirmos novas perspectivas em nossas vidas vendo nossa região crescer. Essa é a realização do sonho de toda uma geração”, argumentou.

Reitor
Para o reitor da UFS, Ângelo Antoniolli a expansão da Instituição contribui para o desenvolvimento do Estado. “Essa conquista é fruto do trabalho de vários segmentos sociais e políticos: do movimento dos Sem Terra, dos trabalhadores rurais e do governador em exercício Jackson Barreto. O Sertão receberá cursos das áreas das agrárias, que certamente farão parte do desenvolvimento do arranjo produtivo regional. Ofertaremos cursos como agronomia, veterinária, zootecnia, que levarão conhecimento, formação superior, técnicas agrícolas e tecnologias para o desenvolvimento local. A Universidade é uma força propulsora do desenvolvimento do Estado. Essa é mais uma vitória do povo sergipano, dos jovens que agora terão esse espaço de formação superior”.

Redução da Maioridade Penal em debate
Atendendo à necessidade de ampliar o conhecimento da sociedade sobre a polêmica que envolve o tema da Redução da Maioridade Penal, o programa Liberdade Sem Censura, apresentado por Evenilson Santana na Rádio Liberdade FM, realizou, na manhãda última sexta-feira, 30, um debate com as presenças do deputado federal André Moura (PSC), autor da PEC 57/11 que propõe a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Alese – dep. estadual Ana Lúcia Vieira (PT/SE) e a representante Conselho Federal da OAB no Conselho Nacional do Adolescente (Conanda), Glícia Salmeron.

Argumentos
Durante cerca de duas horas, os debatedores expuseram seus argumentos e a fala inicial ficou ao cargo do deputado André Moura que, além da apresentação da PEC 57, comentou sobre o PDC 494/13, também de sua autoria, que propõe a realização de um plebiscito para que a sociedade diga o que quer que seja feito à respeito.

Tolerância
Segundo o parlamentar, os níveis de tolerância da sociedade com a falta de punição dos adolescentes em conflito com a lei estão muito baixos e cobra do Governo que este tome alguma atitude. Toda a defesa de Moura foi feita apresentando dados do Ministério da Justiça, além de resultados de pesquisas realizadas por entidades civis e mencionou que sua propositura não foi elaborada para criminalizar àqueles adolescentes que cometerem delitos tidos como banais, senão para os crimes hediondos. "O adolescente passará por uma banca examinadora multidisciplinar de todos os atos praticados pelos menores. Mas não podemos deixar de responsabilizar o adolescente que comete crimes hediondos, até porque muitos adultos que estão presos começaram a vida no crime durante a adolescência e saíram impunes".

Criminalização aos adolescentes
Contrapondo-se, a deputada professora Ana Lúcia atribuiu toda a criminalização que é feita dos adolescentes à exploração e "espetacularização" midiática que é feita quando ocorre algum tipo de ato violento cometido por um menor de idade, nesse momento o apresentador interviu e disse que a imprensa somente veicula o fato seja este cometido por um adolescente ou um adulto. Continuando a fazer o contraditório à redução da maioridade, ela disse que dos crimes de homicídio cometidos no Brasil, somente 1% são praticados pelos adolescentes, não interferindo, portanto, na diminuição da violência, muito menos nas causas e consequências que motivam essa violência".

Dever
Glícia Salmeiron argumentou que é dever de todos cuidarem das crianças e dos adolescentes e que a ausência de políticas públicas são as principais agravantes da violência infanto-juvenil devido à falta de estrutura familiar, e do Estado, além de que, segundo a Constituição, os direitos e garantias individuais são assegurados e não podem ser modificados. "A redução da maioridade fere a cláusula pétrea que garante os direitos de todos os cidadãos, além de haver uma extrema falta de informação sobre a aplicação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)".

Alto nível
O destaque do evento, além do alto nível de conhecimento sobre o tema por parte de todos os debatedores, ficou para a intensa participação do público pelas redes sociais, que opinou e interagiu com os debatedores, manifestando-se à favor e contrários à Redução da Maioridade.

Obras do mergulhão da Tancredo entram em fase final
Em breve, o aracajuano vai ser beneficiado com uma grande obra que vai, sobretudo, garantir a mobilidade urbana em uma das regiões com o trânsito mais intenso da capital. Em virtude das fortes chuvas que causaram o atraso na obra, a previsão é que até o final de novembro seja inaugurado o viaduto da avenida Tancredo Neves. A finalização das obras está em ritmo acelerado.

Corredor
A obra, que foi anunciada na gestão passada, mas só teve início neste ano, vai incorporar infraestrutura e mobilidade urbana, além de criar um corredor de trânsito que ligará importantes áreas comerciais e residenciais da capital. Cerca de 60% da obra já está pronta e sendo desenvolvida de acordo com o cronograma estabelecido no projeto.

Acesso
Com a construção, uma nova rotina para será vivenciado, já que a obra vai facilitar o acesso a pontos importantes e garantirá menos transtornos a motoristas e transeuntes que trafegam pela região. De acordo com Sérgio Gentil, diretor de obras da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), os últimos detalhes estão sendo ajustados.

Agilidade
“Estamos colocando as vigas no local e trabalhando da forma mais ágil possível para que a obra seja entregue no prazo e os transtornos sejam minimizados. Todos os processos da execução do projeto estão seguindo de acordo com o esperado e a população de Aracaju pode esperar um excelente resultado”, garantiu Gentil.

ASI – 80 ANOS
A  Associação Sergipana de Imprensa, entidade fundada em 31 de agosto de 1933, completa, nesta data, 80 anos de existência. O seu presidente atual é o escritor e jornalista Cleiber Vieira. Instituição com enorme contribuição ao desenvolvimento cultural de nosso Estado, a ASI teve em Eliéser Leopoldino o idealizador e fundador da sede da entidade, localizada em prédio situado na rua Itabaianinha, no centro de Aracaju. Ele foi, também, presidente, no período 1946/1947. Mas o primeiro presidente da Associação Sergipana de Imprensa foi Edson de Oliveira Ribeiro. Exerceu vários cargos de importância no Estado. Como jurista, chegou a desembargador. O seu mandato foi de 1933 a 1934.

Presidentes
Dentre os presidentes da chamada “Casa dos Jornalistas”, merecem destaque especial: Gonçalo Rollemberg Leite, Godofredo Diniz Gonçalves, Francisco Leite Neto, Zózimo Lima, João Oliva Alves, Jurandir Cavalcanti, José Rosa de Oliveira Neto, Célio Nunes, Elito Vasconcelos, Josete Leite Mendonça e José Eugênio de Jesus. O mandato do presidente atual, Cleiber Vieira, será concluído em 2014. Uma intensa programação foi elaborada pelos atuais dirigentes da ASI para comemorar esta importante data. “Tendo em vista que o presidente da ABI, Maurício Azedo, não pôde comparecer às comemorações pelos 80 anos de existência da ASI, a tarefa de substituí-lo coube ao presidente da Academia Sergipana de Letras, Anderson Nascimento, que proferiu palestra sobre o PANORAMA DA IMPRENSA EM SERGIPE, desde o pioneiro, Monsenhor Silveira, aos dias atuais. Também foram entregues diplomas de sócio-benemérito, medalhas e a comenda que leva o nome do Monsenhor Silveira a várias personalidades. Também ocorreu o lançamento de um catálogo especial de obras da artista plástica Rosa Faria e de um selo, lançado pela ECT, alusivo ao aniversário (80 anos) da Associação Sergipana de Imprensa. A programação foi desenvolvida no auditório da Sociedade Semear e contou com a presença de um público bastante numeroso.”

ACDS – 64 Anos
A Associação dos Cronistas Desportivos de Sergipe, fundada também em 31 de agosto, mas de 1949, está festejando os seus 64 anos de existência. Dentre os seus fundadores estavam José Eugênio de Jesus e José Tomaz. O atual presidente da associação que congrega os cronistas esportivos sergipanos é o radialista e jornalista Roberto Silva, que também participa da direção da ABRACE – a entidade nacional da categoria.

Agenda
31 DE AGOSTO – Hoje é o dia do NUTRICIONISTA e do OUTDOOR. Amanhã, primeiro de setembro, é o dia dedicado ao profissional de Educação Física. Começa neste domingo o mês 9 do ano 2013. Setembro é o mês da primavera. Hoje termina agosto, considerado por muitos um mês fatídico. Como a primavera vem aí trazendo muita alegria, o momento é de expectativa favorável. Salário mínimo será de 722 reais e 90 centavos, em 2014. O novo valor entra em vigor no dia primeiro de janeiro. O STF manteve a pena aplicada a José Dirceu. Catherine Zeta Jones e Michael Douglas dão um tempo no casamento. Obama pede a seu país para “terminar o trabalho” de Luther King. Fidel Castro nega que Cuba tenha cedido aos Estados Unidos e rejeitado Snowden. O Irã poderá processar os Estados Unidos por golpe de 1953. Apagão no Nordeste foi o oitavo de grandes proporções em quase três anos. Aracaju voltou a ter manifestações de rua ontem. Empresa que é dona da SCHIN e de outras marcas de cerveja investe para ter sua própria energia. Poupança paga mais do que fundos de renda fixa.

Memória
No dia 27 de agosto de 1980, no Rio de Janeiro, explode uma bomba na OAB – Ordem dos Advogados do Brasil – matando a secretária Lyda Monteiro da Silva, outra no gabinete do vereador Antonio Carlos, do MDB, e uma terceira na sede da Tribuna Operária, ferindo seis pessoas. Também no mês de agosto de 1980 falece o poeta e diplomata Vinícius de Moraes. No mês de setembro daquele ano, emenda constitucional prorroga mandatos de prefeitos por dois anos e Leonel Brizola funda o PDT – Partido Democrático Trabalhista. E em novembro, é aprovada pelo Congresso emenda que restabelece as eleições diretas para governador e extingue a nomeação dos senadores biônicos. O mês de agosto, que termina hoje, considerado fatídico por muitos estudiosos da política brasileira, principalmente pelo suicídio de Vargas (24 de agosto de 1954) e pela renúncia de Jânio Quadros (25 de agosto de 1961), também ficou marcado por outros episódios violentos, como a própria morte da secretária da OAB, em 27 de agosto de 1980. Nessa data, a última terça-feira, realizou-se solenidade especial para relembrar o episódio em que perdeu a vida a secretária da OAB do Rio de Janeiro. A iniciativa foi da Comissão da Verdade e da própria OAB e o ato foi realizado na Pontifícia Unidade Católica, na capital fluminense. OAB, ABI e CNBB foram grandes parceiras em momentos decisivos da vida brasileira, como no movimento de março de 1964, na campanha pelas eleições diretas e pela busca de desaparecidos e elucidação de assassinatos cometidos pela ditadura militar, como no caso do jornalista Vladimir Herzog e do operário Manoel Fiel Filho.

Curtas
MANIFESTAÇÕES DE RUA MARCARAM A SEXTA-FEIRA EM TODO O PAÍS. /// AUTORIDADES TEMEM OS PROTESTOS POPULARES PREVISTOS PARA O 7 DE SETEMBRO. /// PROVAS CLARAS CONDENAM REGIME SÍRIO PELO USO DE ARMAS QUÍMICAS. /// PIB CRESCE 1,5 POR CENTO NO SEGUNDO TRIMESTRE DO ANO. /// PREFEITURA QUE DEMITIR MÉDICOS SERÁ PUNIDA. /// MARIN É EMPAREDADO POR PAULO ANDRÉ, ZAGUEIRO DO CORINTHIANS, E RAÍ, EX-JOGADOR DO SÃO PAULO E DA SELEÇÃO BRASILEIRA, DURANTE DEBATE NO FÓRUM NACIONAL DO ESPORTE, EM SÃO PAULO. /// CASO DO DEPUTADO-PRESIDIÁRIO DEVE AGILIZAR FIM DO VOTO SECRETO. /// “FUNDO DO POÇO FOI SUPERADO”. – DIZ MANTEGA, SOBRE O PIB. /// COMISSÃO DA VERDADE LEMBRA OS 33 ANOS DO ATENTADO CONTRA A OAB DO RIO DE JANEIRO. /// SOLENIDADE NA PUC HOMENAGEOU LYDA MONTEIRO, MORTA EM ATENTADO A BOMBA NA OAB.

ESPORTE  – O  ESPAÇO DO ALCEU –  por Alceu Monteiro

Sergipe enfrenta obstáculo difícil
O Sergipe, campeão sergipano de 2013, terá pela frente, amanhã, em Arapiraca, mais uma difícil etapa a ser vencida em sua caminhada visando ao acesso à Série C do Campeonato Brasileiro de futebol. Seu adversário, no estádio Coaracy da Mata Fonseca, é uma das melhores equipes da quarta divisão do futebol brasileiro. Sua campanha impressiona. A decisão do conselho gestor do Mais Querido, tomada a pedido do técnico Givanildo Sales e dos seus jogadores, é apoiada por uns e questionada por outros. Não nos cabe insistir na posição que já assumimos. A responsabilidade, afinal de contas, é dos dirigentes da centenária agremiação, apenas uma semana mais nova do que o Cotinguiba. Por sinal, o grupo liderado por Reinaldo Moura tem apresentado um saldo efetivamente positivo. O tradicional dirigente rubro Ary Resende explicou, falando à imprensa esportiva, que, no momento, é muito mais importante para o time do Siqueira Campos um sucesso técnico que viabilize o acesso à Série B do que o aspecto financeiro da questão. Vamos torcer, então, por uma vitória, amanhã, diante do Tiradentes do Ceará, jovem equipe que é mantida pela Polícia Militar daquele Estado. Como é sabido, a personagem histórica José Joaquim da Silva Xavier, o protomártir de nossa Independência, é o patrono das polícias militares de todo o Brasil.

Porta fechada
O atacante Fabinho Cambalhota, mais uma vez, deixa o Sergipe sem uma explicação plausível. Como esta não é a primeira vez, o conselho gestor do Mais Querido, através da palavra firme de Reinaldo Moura, bateu o martelo e anunciou que o atleta nunca mais vestirá a camisa do Sergipe. É um outro caso de “reincidente específico”. Fabinho não quis aceitar a situação de reserva e acabou decidindo por voltar para o Baraúnas, do Rio Grande do Norte.

Trio gaúcho
A Comissão de Arbitragem da CBF escalou um trio do Rio Grande do Sul para dirigir a partida entre o Sergipe e o Tiradentes, amanhã, em Arapiraca. O árbitro será Jean Pierre Gonçalves. Seus auxiliares serão José Eduardo Calza e Rafael da Silva Alves. O alagoano José Ricardo Laranjeira será o árbitro reserva.

Venda de ingressos
Ao preço único de DEZ REAIS, inúmeros torcedores do Sergipe compareceram, durante todo o dia de ontem, ao João Hora, para adquirir o seu ingresso. 5.000 foram colocados à venda.

Patrocínio do Banese
O contrato de patrocínio do BANESE com o campeão estadual deverá ser renovado. O valor é 200 mil reais, que será pago em quatro parcelas iguais, de 50 mil. A autorização já foi dada pelo governador em exercício, Jackson Barreto.

Mais uma contratação
O zagueiro Fernando Belém foi a terceira contratação feita pelo Sergipe para reforçar a equipe na segunda fase da Série D, quando a equipe rubra vai enfrentar o Tiradentes de Fortaleza (CE). O primeiro jogo será amanhã, em Arapiraca e o segundo, no dia 10, no Estádio Presidente Vargas, na capital alencarina.

Proletário e João Hora
O que está demorando bastante é a reforma dos estádios do Confiança e do Sergipe. O tempo passa e nada acontece. Os projetos já foram elaborados e aprovados pela Secretaria de Infraestrutura. O secretário Walmor Barbosa precisa agilizar as providências. Dinâmico e prático, Walmor é considerado um dos melhores auxiliares do governo estadual.

Projeto de lei
De autoria do vereador Max Prejuízo, foi aprovado pela Câmara Municipal projeto que torna obrigatória, nas escolas públicas e privadas de Aracaju a matéria EDUCAÇÃO FÍSICA. Por sinal, amanhã, 01.09, é a data consagrada aos professores de Educação Física. Bola branca para o edil, que tem tido um bom desempenho no parlamento municipal. Max recebeu, recentemente, homenagem da categoria dos psicólogos, por sua contribuição à causa desses profissionais importantes da área da saúde.

Prazo final
A FSF concedeu um prazo até o dia 3 de outubro para que os clubes interessados confirmem sua participação no campeonato sub-17.

Hélio Pacheco
O veterano desportista estanciano, que também é dirigente sindical, é figura de destaque no departamento de aposentados do SEEB/SE, que é comandado por Milton Oliveira.

São Luís
A etapa Nordeste dos jogos dos aposentados do BB (JINFAABB), será realizada na segunda quinzena de novembro, na capital maranhense. A AABB Aracaju intensifica os treinamentos visando à referida competição.

Dia do Bancário
Para comemorar a data alusiva aos bancários, o Sindicato da categoria, presidido por José Souza, promoverá, hoje (31.08), a seguinte programação: VII Caminhada dos Bancários – 06,30 – Concentração e entrega do Kit em frente ao Mirante do Calçadão da 13 de Julho; 7 horas – Início da caminhada; No Clube do BANESE: 9 HORAS – Café da manhã para os participantes da caminhada; 9,30 h – Futsal, torneio de vôlei de praia misto (4 X 4); 10 horas – Teatro; 11 horas – Karaokê; 12 horas – Almoço; 13 h – Bingo; 13,30 horas – Entrega de troféus aos vencedores das competições e sorteio de brindes; 14 horas – Apresentação musical, com Isaac Borges.

Memória do esporte
31 DE AGOSTO – Em 1913, é fundado o PSV Eindhoven (Philips Sport Vereniging), clube holandês. 1969 – No Maracanã, o Brasil vence o Paraguai, por 1 a zero, no jogo de maior público oficial da história do estádio: 183.341 torcedores. 1994 – Na decisão da Taça Libertadores da América, o São Paulo vence o Vélez Sarsfield, da Argentina, por 1 a zero, gol marcado por Muller. Mas na decisão por pênaltis, vitória do Vélez, do consagrado goleiro Chilavert, por 5 a 3. Em 2002, Ronaldo, o “Fenômeno”, é contratado pelo Real Madrid, da Espanha, por 52,7 milhões de dólares. O atacante deixou a Internazionale, da Itália, por desentender-se com o técnico argentino Héctor Cúper.

Jogo rápido
A partida Sergipe X Tiradentes, de Fortaleza, que terá lugar amanhã, em Arapiraca, será transmitida pelo canal de TV “Esporte Interativo”. Registro especial merece a atuação de Carlos Batalha, secretário de comunicação social da PMA, cujo empenho pessoal viabilizou a transmissão ao vivo desse importante jogo do Sergipe na série D. /// Rafaela Silva, 21 anos, é a primeira brasileira a tornar-se campeã mundial de judô. /// O Fenerbahce, da Turquia, foi excluído da Liga Europa. Suspensão de dois anos de torneios europeus deveu-se a participação num esquema de manipulação de resultados em 2011. /// Superfaturamento apurado na Copa das Confederações: sedes alugam geradores de energia elétrica com até 4.000 por cento de  sobrepreço. /// Criada, com sede em São Paulo, a Associação Sul-Americana de Advogados do Futebol – ASAF. A entidade recém-criada terá o objetivo de tornar-se um canal de debate no âmbito internacional das principais questões jurídicas que afetam o futebol no continente. Já se filiaram advogados de 10 países da América do Sul. /// Seleção brasileira vai ser recebida no Planalto, pela presidente Dilma, logo na apresentação dos jogadores para o amistoso do dia 7 de setembro, contra a Austrália, no Mané Garrincha. Isso vai acontecer na próxima segunda-feira, 2 de setembro.

PELO TWITTER

www.twitter.com/ffariajr  O Twitter é essa gaiola em que um único passarinho conseguiu prender milhões de humanos. Bom dia!

www.twitter.com/Georg_Magalhaes  "a culpa é da policia que não mete o cacete em você" Vereador Agamenon Sobral falando com o Cleitson do Movimento Não Pago.

www.twitter.com/Edson_Bomfim  Demasia de manifestações cansa a sociedade e banaliza justas bandeiras de luta.

www.twitter.com/solemiohotel  O inferno de fogo, queima a consciência e o coração dos, malditos de desejo impuro, golpista e mal-intencionados!

www.twitter.com/netodograccho  Globo Repórter agora: Aracaju bi-campeã brasileira de inadimplência!

DOCUMENTO

Movimento Negro Sergipano – Documento Sergipe Afirmativo

Em celebração aos 300 anos da imortalidade do maior líder negro da América Latina – Zumbi dos Palmares em 1995 o Movimento Negro Brasileiro estabelece formas de luta que vai além da denuncia e assume uma postura incisiva, e intensifica sua luta por políticas públicas de promoção da igualdade racial exigindo dos governos uma posição frente ao racismo existente no Brasil. Para tanto, foi realizado naquele ano de 1995 uma histórica Marcha Zumbi Contra o Racismo e pela Cidadania e a Vida, e teve como resultado prático a entrega do documento de superação do racismo ao governo brasileiro.

Com isso, o Movimento Negro adota uma postura, mas focada nas políticas públicas, abrindo espaço através da organização coletiva e tornando-se voz através de reivindicações que se mostra cada vez explicita e real no contexto social. A esse processo se incorpora também a luta internacional contra o racismo através da convocação da Conferência de Durban na qual o Movimento Negro brasileiro teve participação decisiva e força o governo brasileiro da época admitir perante a comunidade internacional a existência do racismo no Brasil. Nesse contexto, o Brasil é signatário da Declaração de Durban e como consequência extremamente positiva o movimento negro acelera o processo de construção de políticas de ações afirmativas. E isso, se apresenta efetivamente a partir da eleição e reeleição do Presidente Lula e no caso especifico de Sergipe do Governador Marcelo Deda.

Podemos afirmar que o Movimento Negro avançou e consolidou uma política que vem sendo construída desde a retomada da redemocratização do país. Esse processo de luta e organização levou o movimento negro a uma negociação com o estado brasileiro e fechar um acordo governo e sociedade civil, que resultou na criação em 21de março de 2003, da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), vinculada a Presidência da República e com status de Ministério – atendendo uma demanda histórica do movimento negro.

Entre os anos de 2005 e 2009, aconteceram a 1º e a 2ª Conferências Nacional de Promoção da Igualdade Racial e como consequência as Conferências Estaduais respectivamente. Com uma efetiva participação do movimento em articulação com o Governo, naquele momento inaugura um modelo de políticas com gestão participativa estabelecendo um dialogo permanente entre governo e sociedade.

No caso especifico do Estado de Sergipe, o Governo em sua reforma administrativa cria a coordenadoria de políticas de promoção da igualdade racial – vinculada a Secretaria do trabalho, fruto de uma articulação entre governo e movimento negro. Neste primeiro mandato, foi realizado a segunda Conferência Nacional e Estadual de Promoção da Igualdade Racial, resultando em propostas e resoluções que apontavam para a aplicação de políticas de promoção igualdade racial, que, porém não se reflete até hoje, na prática de ações afirmativas que de fato inclua a população negra de Sergipe no plano de desenvolvimento econômico, político e cultural de nosso Estado.  No segundo mandato do Governo reeleito de Sergipe, o espaço político da comunidade negra foi reduzido por conta da reforma administrativa ficando restrita a Secretaria de Direitos Humanos e da Cidadania, cujos resultados políticos e das relações são desastrosos, só colaborando com a necessidade urgente de se criar uma Secretaria Estadual de Políticas de Promoção da Igualdade Racial ou órgão similar.

O ano de 2013 será marcado pela convocação pelo governo federal da III CONAPIR, momento impar para avaliação do papel da seppir na política racial, os desafios do movimento negro e perspectivas futuras. Em Sergipe, o Governo também convoca a III CONEPIR – Conferência Estadual com grande desafio de discutir Democracia e Desenvolvimento sem racismo: por um Sergipe afirmativo, visto que, o esforço do governo para implementar políticas publicas de ações afirmativas para a comunidade negra é quase nula, com exceção de eventos pontuais. E do ponto de vista estruturante não houve avanços, ao contrário, há um retrocesso quase irreparável quando o governo dissolve a coordenadoria responsável pela promoção da política da igualdade racial, colocando em cheque o compromisso do governo com a questão racial, com uma comunidade que todos os dados oficiais comprovam que estão na parte de baixo da pirâmide social e necessitam da ação do Estado com forma de inclusão e cidadania.

Nesse momento histórico em que a sociedade sergipana se organiza e se mobiliza para realizar a terceira Conferência Estadual de Promoção da Igualdade Racial (III CONEPIR) deverá ser o mais importante palco para discussões que apontem para a efetivação de um Sistema Estadual de Promoção da Igualdade Racial, que unificará em uma única política todos os programas destinados a combater os fatores de marginalização e promover a integração social da população negra.

Desta forma, os movimentos sociais negros cultural, religioso e político, reunidos em Plenária Estadual nesta cidade no dia 08 de junho de 2013, das 09 as 17:00 horas, na sede do partido dos trabalhadores deliberamos em apresentar ao Governo do Estado de Sergipe, uma proposta afirmativa com o objetivo de efetivar um pacto político em cima dos seguintes ponto de pauta:

1. Criação da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade racial preferencialmente, ou órgão similar;
2. Criação do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial e o Fundo de Participação de Promoção da Igualdade Racial
3. Criação do comitê técnico estadual de saúde da população negra;
4. Criação do comitê técnico estadual  de educação  para implementar  a lei 10.639;
5. Criação de Grupo Inter Setorial para quilombo;
6. Criação de Comissão estadual para a sustentabilidade dos povos e comunidades tradicionais;
7. Investimento estrutural e financeiro nos blocos afro visando o carnaval e o fortalecimento da cultura negra;
8. Criar fórum de gestores municipais de promoção da igualdade racial;
9. Criação de um comitê gestor para juventude negra

Assina este documento:
Fórum Sergipano das Religiões de Matriz Africana, Liga Oficial do Carnaval Sergipano, Movimento Negro Unificado (MNU), Fórum Municipal das Religiões de Matriz Africana de Laranjeiras, Grupo Afro Axé Kizomba, Bloco Afro Unidos do Quilombo, Bloco Lamarão é Folia, Bloco do Zé, Coordenação Nacional Quilombola (CONAQ), Vozes da África, Grupo Experimental de Dança Afro, Núcleo Afro GLBT, Grupo de Dança Afro Aboyamim de Santo Amaro/SE, Fórum Municipal de Religiões de Matriz Africana de Estância, Fórum Municipal de Religiões de Matriz Africana de Riachuelo, Central dos Movimentos Populares, ASSERMAM, Bloco K. Mirim, Grupo Gay de Socorro, Astraes de Estância, Fórum Municipal de Religiões de Matriz Africana de Maruim, GRESUS, Bloco do Tigrão, Grupo de Capoeira Filhos de Luanda, Movimento Popular de Saúde (MOPS), Astra, Bloco Festa do Tamandaré, Grupo Lésbico Athenas, Bloco as Italianas, Coordenação Nacional de Entidades Negras (CONEN), Criliber, Instituto Ponty,CRILIBER.

ARTIGO

Orçamento Doméstico  por Robson Carvalho de Menezes*

Controlar, planejar e administrar o orçamento domestico não é tarefa fácil. Porém é uma obrigação que temos que aprender para que haja sobra de recursos em casa, e possamos desfrutar de alguns privilégios com o dinheiro em alta.

Qualquer casal pode fazer o próprio planejamento financeiro, se dedicar alguns minutos por semana ao seu futuro. O planejamento não pode ser algo complexo, desgastante e complicado, pois nem todo mundo tem afinidades com números, nem ao menos gosta da palavra “poupar dinheiro”. Inicialmente aconselho algo do tipo: suas entradas e suas saídas de dinheiro. Simples assim.

É uma forma de iniciar a chamada familiarização com o dinheiro que entra em casa e o dinheiro que sai de casa para pagar contas e outros artefatos. A ideia é anotar em um papel ou planilha tudo que se gastou no mês, mas digo tudo mesmo. Do centavo dado à flanelinha no estacionamento ao pagamento do cartão de supermercado. Só assim o casal terá a verdadeira análise estatística de todos os seus gastos dentro de casa.

O primeiro passo para poupar é fazer sobrar dinheiro. Essa afirmativa é tão importante, mas de difícil entendimento entre as pessoas. Temos que nos atentar quanto gastamos no supermercado, combustível, escola, transporte, aluguel, condomínio, financiamentos e outros fixos. Mais atentos ainda para os pequenos gastos diários que fogem do controle ao fim do mês, como: padaria, feira, presentes de ocasiões, banca de jornal, barzinhos, eventos, encontros informais, antecipações de viagens, festas de aniversários, roupas e outros derivados que nos deixam no vermelho.

Controlar esses gastos requer um alto nível de disciplina, até começarmos a nos adaptar a eles e conseguirmos diluir aos poucos esses custos fixos. A tese é colocar e anotar realmente tudo em um papel ou planilha, pois só assim você terá a verdadeira precisão de quanto e para onde está indo seu dinheiro.

Com a planilha feita, discutam (juntos) o que está em excesso e decidam o que pode ser cortado ou diminuído. Vocês com certeza irão notar e observar que sempre a um jeitinho de diluir algum gasto, ou até mesmo de cortar de uma vez do seu orçamento. Alguns lógicos, realmente não podem ser cortados, mas outros certamente juntos vocês irão encontrar soluções de reduzir e minimizar os excessos. Um exemplo de excesso é as vezes no supermercado, pois você ir as compras com uma lista já definida faz toda a diferença do que sair pegando todas aquelas guloseimas que ultrapassam o orçamento e ainda prejudicam a saúde. Outro aspecto é as típicas saídas e barzinhos de fins de semana, nos quais também podem ser evitadas, roupas em excesso no guarda roupas e outros fatores que o casal terá que ser analíticos para enxergarem seus próprios exageros.

Imponham limites para seus gastos e sigam com precisão. Na planilha de planejamento financeiro inclua a meta de investimento do casal com poupança e não somente os gastos mensais.

Estabeleçam ou em valor ou em percentual de salário do casal, poupem o valor mensal assim que receberem o salário. Os investimentos devem ser a prioridade número 1 do casal. As contas e demais despesas fixas do casal e da casa, devem adequar-se ao projeto de independência financeira da família.

Sucesso nas finanças e na família.

* Prof. Esp.
Sites:http://robsongestor.blogspot.com/

Twitter: gestor_robson

Facebook:http://robsonmenezes_gestor@hotmail.com

Blog no twitter:   www.twitter.com/BlogClaudioNun
Frases do Dia
“Com paciência e perseverança muito se alcança.”

“As mais belas qualidades tornam-se inúteis, quando a força do caráter as não sustenta.”

Pierre Jules Théophile Gautier nasceu em 31 de Agosto de 1811 e morreu em 1872. Escritor, poeta, jornalista e crítico literário francês .

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários