JB é candidatíssimo

0

Engana-se quem pensa que o governador Jackson Barreto (PMDB) não disputará as próximas eleições. Embora se diga ainda indefinido, intimamente ele já decidiu concorrer a uma das duas vagas para o Senado. Não revela isso agora para não colocar a campanha nas ruas e expor o governo, cedo demais, às críticas da oposição. Justamente por isso, JB deverá empurrar esta decisão para os primeiros meses de 2018. Até lá, vai inflar ao máximo o balão do vice Belivaldo Chagas (PMDB), seu pré-candidato ao governo. E como fica a promessa feita pelo governador de se aposentar politicamente? Fica pra depois. Septuagenário, ele terá nas próximas eleições a grande chance se se eleger senador. Com a experiência acumulada ao longo das décadas, Jackson não cometerá o erro básico de fazer vistas grossas ao cavalo selado – talvez o último – que passará em sua frente.

Novos velhos

Segundo Zezinho Sobral, novo dirigente do Podemos em Sergipe, o partido significa o rompimento absoluto com as práticas nocivas da política velha, além de representar propostas diferentes, defendidas por pessoas novas. E para tocar o que ele chama de “inovação da política”, Zezinho quer ver filiados ao Podemos o governador Jackson Barreto, o vice Belivaldo Chagas e outros tantos “novos”. Então, tá!

Partido do bisturi

Os diretórios do PSDB de Sergipe e de Aracaju agora são comandados por dois médicos. Eleito para presidir o partido na capital, o vereador Manuel Marcos admitiu o peso da responsabilidade, “principalmente porque sou muito ligado à minha profissão de médico”. Também doutor em bisturi, o presidente do PSDB sergipano, senador Eduardo Amorim, disse que em Aracaju a legenda “está em mãos competentes”.

Não esqueça

Você ainda lembra quais foram os nove deputados estaduais cassados sob a acusação de terem metido a mão grande nas verbas de subvenção da Assembleia? Para clarear sua memória, segue a relação dos condenados: Adelson Barreto, João Daniel, Augusto Bezerra, Paulinho das Varzinhas, capitão Samuel Barreto, Gustinho Ribeiro, Jeferson Andrade, Zezinho Guimarães e Venâncio Fonseca. Apesar de cassados, todos seguem no bem bom de seus mandatos. Êta brasilzão sem jeito!

Vala comum

E quem anda preocupada com a generalização na política é a vereadora aracajuana Emília Corrêa (PEN). Ela diz que isso é resultado do apetite da classe política por dinheiro. “Muitos advogam que farinha pouca, meu pirão primeiro”, afirma. Segundo Emília, é por causa destes maus políticos que a população generaliza, colocando todo mundo, mesmo as pessoas sérias, na mesma vala. É vero!

Luto

Vítima de câncer, o jornalista e advogado Nivaldo Elias Barbosa morreu no último final de semana. Ele exerceu com competência a advocacia trabalhista, dirigiu a Delegacia Regional do Trabalho e teve importante atuação no Sindicato dos Jornalistas de Sergipe. Descanse em paz, amigo!

Arrumação verde

O Partido Verde começa a se arrumar para as eleições de 2018. Reunidos no último final de semana em Aracaju, o dirigentes municipais e estaduais defenderam uma candidatura própria ao governo. A princípio, o nome mais cotado para este desafio é o de Reynaldo Nunes, presidente dos verdes em Sergipe. Recém-filiado ao PV, Airton da CGTB pode ser outra opção. Em 2014, ele disputou o governo e ficou na “lanterna”, com apenas 1.988 votos.

Mudanças no BNB
 
O bancário Antônio César é o novo superintendente do Banco do Nordeste em Sergipe. O atual ocupante do cargo, Saumíneo Nascimento, vai assumir a gerência geral do BNB em Maceió (AL). Esta informação é do jornalista Eugênio Nascimento, no blog Primeira Mão.

Tática errada

Nem todos os governistas concordaram com o chega pra lá dado no ex-prefeito de Capela, Manoel Sukita (Podemos). Segundo o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD), “tomar o partido comandado por Sukita em Sergipe foi um erro grosseiro do governo”. Marminino!

Proteja-se

Quatro em cada 10 jovens acham que não precisam usar camisinha em um relacionamento estável. Além disso, três em cada 10 ficariam desconfiados da fidelidade do parceiro caso ele propusesse sexo seguro. A pesquisa Juventude, Comportamento e DST/Aids  apurou que 40% dos jovens não consideram o uso de camisinha um método eficaz na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis ou gravidez. Grande equívoco!

Recorte de jornal

Pulicado no aracajuano Diário da Manhã, em 24 de novembro de 1911

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários