JB, religião E a conduta que não tem apreço por nada

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Os que acompanham a política de Sergipe e a trajetória do governador Jackson Barreto, estão habituados a vê-lo, constantemente, buscar refúgio 

Por fim, Jackson, como uma figura "morna" que está entre o frio e o quente, resolveu equilibrar-se em uma corda sustentado por duas estacas. (Foto Agência Alagoas/Thiago Sampaio)

em sua fé cristã. Este hábito é ainda mais constante quando ele enfrentou desafios e obstáculos ao longo de sua exitosa carreira política.

Talvez, a formação religiosa de JB seja autoexplicativa para este hábito e, inclusive, para o seu sucesso político. São inegáveis os atributos políticos de Jackson que a partir da profissão inicial de carteiro exerceu inúmeros cargos públicos, sempre através do voto do eleitor.

Jackson chegou ao apogeu político na sua oitava década de vida exercendo o pomposo cargo de governador de Estado podendo não só, pleitear a eleição, como tornar-se Senador da República. É bem verdade que JB herdou o governo e o agrupamento político do Majestoso Marcelo Déda, porém, ninguém em sã consciência há de tirar-lhe os méritos, Jackson é merecedor do cargo que ocupa.

Sim, é verdade que alguns, os mais antigos talvez, poderão dizer que o governador manchou sua biografia ao fazer um acordo digamos, “obscuro” com o então candidato a governador Albano Franco, em 1998, após ter se portado como principal adversário da “rede Cabaú de notícias"  pertencente à família de Albano Franco.

Sim, também é verdade que Jackson rendeu-se à conveniência política ao reatar a aliança com o senador Valadares, bem como com o candidato a prefeito e, posteriormente, candidato a governador, Marcelo Déda. Ambos, Valadares e Déda, segundo o próprio Jackson, responsáveis diretos por apeá-lo do trono de Prefeito.

Por fim, Jackson, como uma figura "morna" que está entre o frio e o quente, resolveu equilibrar-se em uma corda sustentado por duas estacas.

Uma destas estacas, personifica-se  na figura do Líder André Moura, defensor-Mor de Temer, Cunha e seus comparsas do PMDB. A segunda estaca a sustentar a corda de Jackson personifica-se em Rogério Carvalho, Lula e o PT.

Ora, sendo religioso, JB deveria então, voltar-se ao ensinamento bíblico especialmente ao “Corintios” (Revelacão 3:16). Lá, está escrito, O Senhor dirigiu-se aos Mornos: Conheco a tua obra, não sois frio nem quente, sois morno, e como tal, vomitar-te ei da minha boca. Melhor seria que tu fosses frio ou quente.

Não bastassem os ensinamentos bíblicos, JB sabe por experiência própria, que o morno não habita a mente do eleitor que poderá vomitá-lo.

Ao comportar-se como morno, Jackson assemelha-se tal e qual "Denorex" aquilo que parece, mas não é.

Dito de outro modo, JB não tem apreço por nada nem por ninguém, seja Albano, André, Sukita, Valadares, Rogério, Lula, Belivaldo ou muito menos uma liderança política da capital ou do interior. Quem assim se comporta não tem apreço sequer por sua excelência, o eleitor!

Almeida & JB deixam de pagar R$ 200 mil condomínio e funcionários serão demitidos Desde que assumiu a Secretaria de Estado da Saúde, o 

Condomínio do "Maria Feliciana": funcionários serão demitidos por conta do calote de Almeida e Jackson.(Foto: Salir/Fotografias)

secretário José Almeida Lima deixou de pagar os alugueis dos vários andares que a pasta ocupa no Edifício Estado de Sergipe, conhecido como Maria Feliciana. Lá se vão quatro meses e nada do pagamento ser regularizado. A dívida com o Condomínio representa um total de R$ 174.517,12. O Condomínio apelou para o bom senso do secretário, mas não teve sucesso e preconiza tempos difíceis com a possibilidade de demissão de funcionários.

Carta branca de JB ao primo Quando se fala que o governador Jackson Barreto de Lima tem culpa sobre os desmandos que o Zé Almeida vem aprontando na Secretaria da Saúde, é porque foi ele que deu carta branca para o primo querido mandar e desmandar na Saúde do Estado. Inclusive em outras pastas, criando dissabor com secretários indicados por partidos.

Sem fartura, mas sem miséria Cresceram juntos, com Zé arranchado na casa de dona Neuzice, mãe de Jackson, em Aracaju na esquina entre as Ruas Estância e Dom Bosco, onde ele dormia em cama de campanha desmontável no corredor. Zé Almeida era um menino pobre, vivendo de favor na casa de dona Neuzice, mas nunca passou fome. Se não tinha fartura também não tinha miséria.

Briga de 15 anos sem motivos revelados A amizade já foi algumas vezes abalada como na música “Entre Tapas e Beijos”, mas atualmente continua firme e forte com o mandatário concordando com todos os atos do primo amado. A última e mais séria briga entre os primos e que ocasionou uma inimizade de mais de 15 anos, nunca teve seus motivos revelados. Desta vez Almeida prometeu a JB  “um caminho estruturado” para chegar ao Senado. Experiência ele tem, já que foi eleito senador em 2002.

Dupla propiciará demissões de pais de família Hoje, o esboço financeiro do Condomínio do Edifício Estado de Sergipe demonstra uma realidade miserável com a inevitável possibilidade de demissões de funcionários, entre eles, porteiros, ascensoristas e pessoal de limpeza e manutenção. São pais de família que serão desempregados em um tempo de crise econômica que o país atravessa e com certeza passarão aperto para levar comida aos seus filhos.

O Taj Mahal será especial Diante da irresponsabilidade do gestor, a pergunta que eles fazem é uma só: “Como pode um secretário não honrar com o pagamento das taxas e fazer uma reforma de milhões de reais para embelezar um local como o “Mistão” que é de propriedade de terceiros, sem sequer honrar com seus compromissos de pagamento de taxas condominiais?” Boa pergunta.

Esse presságio pode virar realidade em 2018  Sobre o assunto dos primos, o Barão de Itararé tem uma frase que mais parece um presságio: primos e pombos são o que sujam a casa.

Cozinheiro com agrado na saúde Aliás, sindicalistas estão investigando a denúncia que uma autoridade que resolveu colocar seu cozinheiro para 

O extrato do contrato por 90 dias que não diz a quantidade de ambulâncias. 

melhorar o salário na saúde. E não aparece.

Locação ambulâncias: Na dispensa de licitação valor era de R$ 3 milhões. No contrato publicado hoje, 16, R$ R$ 1,5 milhão  Hoje, 16, a secretaria de saúde resolveu publicar o extrato do contato da locação de ambulâncias. A dispensa foi no valor de R$ 3 milhões e o  contrato agora foi de 90 dias no valor de R$ 1,543 milhão.  Por certo, poderá ser prorrogado por mais 90 dias e aí dará o valor exato da dispensa, tudo referendado pela PGE.

“95% do que sai na imprensa sobre o momento político  SE é factoide. 4% é blefe dos nossos políticos. 1% pode ser aproveitado com muita boa vontade!” Do ex-deputado João Fontes: “Na verdade a imprensa de Sergipe está na exata medida  do nosso ambiente político que não se altera há muitos e muitos anos. Os protagonistas de 2018 serão os mesmos de 40 anos atrás. As mesmas pessoas e seus herdeiros de "sangue azul". As mesmas ideias, Os mesmos pontos de vistas a embalar os mesmos projetos pessoais. Muda apenas, em alguns casos, os cargos que ocuparão. E a grande parte da imprensa nesse ramerrrão costumeiro, sem domínio da realidade, sem enxergar o que vê, sem talento para discernir, cumpre um papel obscuro de reproduzir o que esses velhos, calejados e desnecessários personagens de um "chão parado" vicioso ruminam. A população que fique sentada ao meio fio qual Wladimir e Estragon que envelheceram ESPERANDO GODOT segundo Samuel Beckett.”

Lagarto: prefeito exonera comissionados, reduz gratificações, mas mantém alto gasto com diárias  O prefeito de Lagarto, Valmir Monteiro, anunciou nos últimos dias redução dos comissionados e de gratificações. Porém, basta uma análise no Portal da transparência, do municípios on line, para verificar que o pagamento exagerado de diárias continua. Abaixo o link de diárias já deste mês, como também dos meses anteriores de julho, agosto e setembro. É só comprovar nos links, Outubro: /wp-infonet/img/colunistas/206147/Di%C3%83%C2%A1rias%20-%20Outubro.pdf

Setembro:/wp-infonet/img/colunistas/206147/Di%C3%83%C2%A1rias%20-%20Setembro.pdf

Agosto:/wp-infonet/img/colunistas/206147/Di%C3%83%C2%A1rias%20-%20Agosto.pdf

 Julho:/wp-infonet/img/colunistas/206147/Di%C3%83%C2%A1rias%20-%20Julho.pdf

Frase citada por Clóvis de Darcy Ribeiro A frase citada por Clóvis Barbosa publicada na edição anterior do blog é de autoria de Darcy Ribeiro e se enquadra no cenário descrito pelo Conselheiro desiludido.Clóvis adaptou muito bem o pensamento do genial Darcy.Outra que se adapta como uma luva sobre o TCE : "Em cada canto um grande Conselheiro, que nos quer governar cabanas e vinhas. Não sabe governar uma cozinha. E quer governar o mundo inteiro.” Gregório de Matos.Século XVII.

Da queixa-crime e a charge no Jornal do Dia Cabe a qualquer cidadão que se sentir caluniado pelas redes sociais ingressar na justiça, mas cabe também senso critico para saber o que é uma sátira, como foi a charge do Jornal do Dia mostrando Belivaldo Chagas como marajá. Os vídeos que o governador cita que foram caluniosos o blog não teve acesso, mas se a charge de Edidelson foi de livre expressão e precisa ser respeitada. E muito menos sofrer qualquer tipo de intimidação.

Sobre projeto que proíbe “fichas sujas” nas administrações A assessoria do vereador de Aracaju Américo de Deus, Rede, explicou que a intenção das assinaturas não é para um projeto na capital que já existe proibindo a nomeação no Executivo municipal de pessoas declaradas “fichas sujas”, mas é uma campanha nacional do partido que  foi lançada por Marina Silva e diversas outras lideranças. Em Aracaju já existe a lei municipal (3.993 de 06 de Janeiro de 2011)

Artistas da periferia  No sábado, 14, o ] vereador Professor Bittencourt (PCdoB) esteve no bairro Santos Dumont, em Aracaju, onde reuniu-se com o Movimento de Artistas Periféricos e representantes de 11 grupos de diversos segmentos: reggae, capoeira, dança, teatro, música, sertanejo, forró, hip hop, street dance, entre outros.Na roda de conversa estão presentes 70 pessoas, entre artistas e inovadores da cultura local.

Interlocutor O parlamentar ouviu as histórias, as lutas e reivindicações para o fortalecimento da cultura e das manifestações artísticas, colocando-se à disposição para sempre ser o interlocutor entre os artistas e a Prefeitura de Aracaju.

Seminário de Recursos Hídricos em Itabaiana O Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), realizará o Seminário de Recursos Hídricos – Reuso da Água na próxima quinta-feira, 19 de outubro, a partir das 8h, no Auditório da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Campus Itabaiana.                                                                                                                                         

Idosos tiveram uma atenção especial.

“Outubro Rosa” na Semana do Idoso A Prefeitura de Laranjeiras, através das Secretarias Municipais de Saúde e de Assistência Social, promoveu uma série de atividades, essa semana, em comemoração ao Dia do Idoso, sempre com ênfase para a campanha “Outubro Rosa”, estimulando a prevenção ao câncer de mama e à necessidade do diagnóstico precoce.

Atrações Dentro das várias atrações desenvolvidas no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, na sede do município, alunos das Oficinas e usuários realizaram uma apresentação musical para divertir os idosos presentes.A secretária de Assistência Social, Lícia Aguiar, avalia este tipo de ação importante porque, além da prevenção ao câncer, ela promove a intervenção social, estimulando e orientando os usuários na construção e reconstrução de suas histórias e vivências, coletivas e individuais.

Prevenção Já a secretária de Saúde, Cristina Hagenbeck, entende que todas as ações de prevenção são importantes para a comunidade. “É importante esta interação constante que a Prefeitura e as secretarias promovem, levando orientações sobre doenças e cuidados com a saúde das pessoas e medicamentos. É o serviço público agindo efetivamente”, destacou.

Comemoração AEASE A noite da última sexta-feira,13, para o deputado estadual Garibalde Mendonça, PMDB, foi de reencontro com amigos engenheiros agrônomos de Sergipe.Atendendo convite da categoria, o parlamentar participou na sede da AEASE da solenidade em comemoração ao Dia do Engenheiro Agrônomo, quando Edmilsom Machado recebeu o título de Engenheiro Agrônomo do ano de 2017.

Justiça "Me sinto honrado em participar desta solenidade dos engenheiros agrônomos do meu Estado e, em especial, Edmilson Machado, que com muita justiça foi reconhecido como o profissional do ano na Engenharia Agrônoma", declarou.

Fórum sobre Obras Públicas, Parcerias e Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV) Hoje , 16, será realizado em Aracaju, das 8h às 16h, no Radisson Hotel, o Fórum Obras Públicas, Parcerias e Programa Minha Casa Minha Vida, numa promoção da  Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e Senai Nacional, com a realização das entidades da construção de Sergipe, a Associação dos Dirigentes das Empresas do Mercado Imobiliário de Sergipe (Ademi/SE), a Associação Sergipana dos Empresários de Obras Públicas e Privadas (ASEOPP) e o Sindicato da Indústria da Construção Civil em Sergipe (Sinduscon/SE).

Discussão entraves O Fórum tem como objetivo disseminar o conhecimento, discutir entraves e promover a aceleração de oportunidades de negócios de PPPs, de Concessões e Mercado Imobiliário no Brasil. Contará com painéis como a “Relação com Fiscalização e Controle nas Obras Públicas – Propostas de aprimoramento”; “Introdução ao tema das PPPs e Concessões e Programa de Apoio às Concessões Municipais” e Perspectivas do Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV). 

Cristinápolis: prefeito exonera comissionados e denuncia dívida herdada Em Cristinápolis, o prefeito João Dantas dos Santos, Du de Juca,disse que recebeu 29 milhões de dívidas deixadas pelo antecessor, Raimundo da Silva Leal e outras dividas com bancos. A atual gestão já fez o acordo com a previdência e os bancos, mas precisa enxugar a folha para também pagar os fornecedores que estão em atraso devido a crise.

Glória: prefeito diz que planejamento deixou a gestão arrumada e sem demissões O prefeito de Glória, Chico do Correio, no segundo mandato como prefeito revelou que mesmo com a crise financeira e o FPM cada vez menor, a administração vem realizando ações para não ocorrer exonerações e manter as contas em dia. Chico disse que com o apoio de toda equipe foi feito um planejamento já prevendo a queda de receita nos meses de setembro a dezembro.

Vitória Para o prefeito Chico do Correio, manter os servidores é uma vitória do Planejamento. “Para nós que fazemos a Administração Com a Força da Nossa Gente é uma vitória; fazíamos esse planejamento pois sabíamos que isso poderia acontecer, mediante a experiência de anos anteriores. Continuamos honrando os salários dos servidores e não precisamos exonerar nenhum deles, mesmo com os problemas que todos estão enfrentando”.

Redução de salário do prefeito e secretáriado Vale lembrar que em 2015, o prefeito Chico do Correio, durante um ano, reduziu em 50% o seu próprio salário e o do vice-prefeito na época, 20% dos secretários e corte em todas as gratificações.“Continuamos prestando importantes serviços básicos para toda a população, garantindo o acesso à Saúde, Educação, Segurança, Infraestrutura e Assistência Social. Sei que muita coisa tem que ser feita, mas estamos trabalhando para buscar melhorias, deixando a Capital do Sertão sempre em evidência positiva”, destacou.

Feira de Sergipe 2018. Aberta seleção dos artesãos O Sebrae/SE informa que voltará a realizar a  Feira de Sergipe em 2018, no período de 16 a 28 de janeiro, na Praça de Eventos da Orla de Atalaia. A grande novidade esse ano é que a seleção dos artesãos para participação na Feira será feita através de Edital de Chamada Publica, que encontra-se disponível no site http://www.se.sebrae.com.br , bem como no mural  na sede da Instituição.

Inscrições As inscrições deverão ser feitas no Sebrae, localizado na Av. Tancredo Neves, 5500 – Bairro América, no período de 10 a 20 de outubro, de segunda a sexta feira das 8hs à 12hs e das 14hs às 18hs. Mais informações pelo número 0800 570 0800, ou através do Edital disponível no site do Sebrae/SE.

Presidente faz avaliação positiva do Jipe Show Terminou com chave de Ouro o 21o Jipe Show de Sergipe que contempla a Nona Etapa do 

Organização do evento da etapa brasileira do Rally 4 x 4 foi elogiada por todos participantes

Campeonato Brasileiro de Rally 4×4, realizado no sábado e domingo, 14 e 15, no antigo espaço do hotel Parque dos Coqueiros.O evento que é o maior do Norte/Nordeste, contou com a participação de mais de  450 jipeiros de todo o Brasil disputando cinco categorias.

Sucesso "Mais uma vez quero agradecer a todos os jipeiros pelo empenho e a colaboração para que o evento alcançasse o sucesso que têm sido uma marca registrada a cada edição", disse o presidente do Jipe Clube de Sergipe, Kennedy Fonseca, que agradeceu a todos os parceiros e colaboradores."Fizemos uma festa bonita onde movimentamos a economia do município, gerando emprego e renda e a certeza de que em 2018 o evento será ainda melhor" disse.

Organização O secretário de Esporte e Lazer do Município de Aracaju, Jorge Araújo Filho, parabenizou em nome do prefeito Edvaldo Nogueira a organização do evento ressaltando  que município se sente orgulhoso em poder contribuir para a sua realização.A décima etapa do Campeonato Brasileiro de Rally 4×4, será em Valença/BA nos dias 08 e 09 de dezembro deste ano.

Classificação Na categoria Production quem levou o troféu Alberto Castro/BA; Na categoria Dieesel o troféu ficou com Vinicius Castro /BA; Na categoria Protótipo, Cláudio Fausto/PE, levou o troféu.Na categoria Superproduction, o troféu ficou com Bergson Torres/AL e a categoria Extra Livre que levou o troféu foi com Cláudio Torres/PE.

Aperipê TV: No Bola em Jogo de hoje, 16, homenagem os 108 anos do Club Sportivo Sergipe. Na Aperipê TV hoje, 16, a partir das 19h, no programa Bola em Jogo, será exibida uma uma reportagem especial com Édson Dida, ele faz um trabalho de pesquisa em jornais antigos na busca de registros que ajudem a montar a história do clube. Terá  a presença de Delmar, ex-jogador do time na década de sessenta e a exibição de um filme histórico que mostra uma partida amistosa, realizada no antigo estádio estadual de Aracaju, entre o Club Sportivo Sergipe e a equipe do Vasco da Gama do Rio de Janeiro.

Memória preserva Ainda no programa as presenças de Reinaldo Moura, ex-presidente do clube, e Dida Araújo que vai falar sobre o  "Memória Preservada", documentario dirigido por ele,  que faz um recorte na história centenária do clube mais querido do estado.

PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018

Infelizmente a justiça deixa-se cegar Pelo zap “Não viu o que estava na cara com as denuncias dos síndicos sobre o sucateamento.Será que essa cegueira também não tardará o seu julgamento ou sentença?”

Já Clóvis Barbosa! Pelo zap: “Esse até deu um impulso na esperança de vermos finalmente a justiça sendo feita, mais os lençóis sujos da corrupção enraizada profundas no meio é em todos os lados.Se tornou um câncer enraizado e aparentemente sem cura.Mais um pouco que fez serviu para alertar que ainda existem pessoas com caráter.”

Sobre a demolição do restaurante Corno Velho Tito Prado: “Somente agora é que as “otoridades” querem fechar o Crono Velho. Quantos deles não quebraram caranguejos ali com suas respectivas famílias? Agora descobriram a pólvora?  Tenham vergonha e vão se preocupar com o Desmonte da Saúde e muitas corrupções. Se preocupem com o atraso de Sergipe.”

Luto e revolta. Como morreu Reginaldo do Tabuleiro Desabafo de Valdenício do Sertão pelo Zap: “Faleceu no Hospital de Hurgência de Sergipe Reginaldo Raimundo  do Nascimento, conhecido por Regi do Tabuleiro. O paciente foi acometido de um princípio de AVC, recebeu os primeiros socorros ainda no Hospital de Nossa Senhora da Glória e depois de três dias transferido para Aracaju. Infelizmente não resistiu e veio a falecer na madrugada deste sábado. Lamentavelmente, Regi é vítima da negligência e incompetência desse desgoverno que vive de Propaganda e a enganar o povo. Enviamos à família enlutada nossos sentimentos e colocamos na conta desses governantes mentirosos e incompetentes mais uma vida perdida.”

Administração do Prefeito Otávio Sobral deixa a desejar Pelo zap:“O Prefeito Otávio Sobral, em sua campanha eleitoral no ano passado se apresentava como a pessoa que salvaria Itaporanga. O tempo passou e Otávio tomou posse da prefeitura. E o que fez o prefeito? Repetiu os mesmos erros dos ex-prefeitos, esqueceu dos seus aliados e deu continuidade aos aliados da ex-prefeita, e fez pior ainda nomeou parte do seu secretariado de  pessoas de Aracaju… o povo está sofrendo com uma administração fraca que deixa o povo a mercê, Otávio dar apenas continuidade as obras deixadas pela ex prefeita.”

PELO E-MAIL E FACEBOOK

Guarda Municipal de Aracaju: apelo para investigação e alerta ao prefeito Edvaldo. Baixaram um circular da Ditadura    E-mail enviado por 

A circular que muitos guardas consideram um ato ditatorial. 

vários membros da corporação: “Venho por meio desse pedir que seja, feita uma investigação jornalística na Guarda Municipal de Aracaju pois atualmente vêm acontecendo diversos problemas de ordem administrativa e legal, tipo: assédio moral, ordens absurdas, excesso de servidores do setor administrativo, acúmulo de gratificações com tempo integral, prestígios de dispensas no serviço, etc.
Após diversas anotações  em atrasos por parte dos servidores que estão no serviço administrativos, observações estas que foram feitas e  encaminhadas ao Diretor Geral que não gostando baixou uma circular de num. 031/2017 (anexo), proibindo claramente de que qualquer servidor que não seja a Subinspetora Renata,  apontar uma falta na folha de frequência dos protegidos do Rei, chegando ao absurdo de ameaçar punir por desobediência todo e qualquer GM que registre a falta ou atraso dos guardas do Administrativo. Até entendemos que o ato de abonar faltas seja do diretor, mas ameaçar punir o GM que registrar o ocorrido chega a ser imoral, ilegal e patético, podendo configurar crime ou ilícito administrativo após aprofundamento dos levantamentos.Provas estão sendo juntadas para que o MP tome conhecimento desses fatos.Diante de tais atos, gera-nos uma curiosidade: por qual motivo não se pode registrar o atraso ou falta de alguém do administrativo? Po quê tanto protecionismo? Quem detém o poder de indicar dentro da GMA? Quem é o protetor do atual diretor? Enfim, são várias perguntas que não se tem as respostas e por isso pedimos vosso apoio. Ora, estamos passando por problemas sérios de ordem estrutural e financeiro, situação já percebida pela população aracajuana que não mais observa os guardiões nas ruas, bens do município. Não adianta falar em recorde de apreensão de armas se também já ultrapassamos os recordes de ilícitos nas escolas do município, postos de saúde, CRAS, Mercados Centrais, Praças sendo danificadas, etc.Saliento que até a presente data também  não recebemos sequer o auxílio alimentação, não temos água potável, viaturas sem condições de uso, cortes nas nossas horas extras (algo em torno de 1.000 reais). Na contramão, alguns poucos privilegiados sendo nomeados em cargos de 3.000 e 4.000 mil reais. Muitas coisas que estão acontecendo são  desumanas, ilegais e imorais. Vários cortes nos salários dos servidores antigos.  Na contramão dessa contenção tem nomeações em cargos com altos salários.
Estão criando normas e leis, a  exemplo do uso de armas particulares em serviços institucionais.Ato vetado pela PF.Pois o estatuto do desarmamento não permite às guardas municipais esse uso.
Por fim, espero que nossas agonias cheguem ao conhecimento do senhor prefeito Edvaldo Nogueira e ao Cel. Luiz Fernando, tendo estes os poderes suficientes para intervir e nos ajudar, afastando todo e qualquer tipo de perseguição e assédio.”

PELO TWITTER

www.twitter.com/pefabiodemelo  Suponho que as pessoas que alimentam o hábito de palpitar na vida alheia devam ter suas vidas em perfeita ordem.

www.twitter.com/ValadaresPSB  A eleição de 2018, pelo que está acontecendo no Brasil, e em SE, vai ser atípica. Melhor ouvir e aguardar. A pressa é inimiga da perfeição.

www.twitter.com/Rafael_Salomao Se aracaju é um ovo. O carro do ovo q estar parado em sua porta é uma representação simbólica dos bairros da cidade? Dúvidas da manhã!

www.twitter.com/KarinaDrummond  Muitos falam que querem um Brasil melhor,poucos tem atitude!

NOTA PÚBLICA – Os motivos que levaram as prefeituras a fecharem suas portas hoje e amanhã

O FPM, que é a principal transferência constitucional para os municípios, é formado por dois impostos: Imposto de Renda (IR) e o Imposto sobre 

produtos industrializados (IPI). No entanto, ambos impostos estão crescendo muito abaixo do necessário. Em agosto de 2017 o crescimento foi de apenas 2% por diversos fatores econômicos. Enquanto isso, o Governo Federal, de forma injusta, está priorizando a participação das Contribuições para arrecadar mais. Isso porque o Governo fica com todo o valor arrecadado, e não precisa dividir com Estados e Municípios, o que é injusto. Atualmente, 53,6% de tudo o que o Governo Federal arrecada vem das contribuições, contra 28,2% do IPI e do IR, ou seja, do dinheiro que é repassada para os governos estaduais e municípios. Isso é uma enorme injustiça.

Nos últimos anos, o quadro de pessoal ativo apresentou crescimento moderado. Além disso, as prefeituras são obrigadas a contratar, a realizar concursos públicos, porque a demanda de serviços municipais nas áreas de educação, saúde e assistência social aumentou consideravelmente. A evolução do gasto com a folha de pagamento de pessoal passou a abarcar grande parte do orçamento do Município. Uma explicação é o nível salarial dos funcionários, pois foram instituídos pisos salariais, muitas vezes atrelados ao salário mínimo. O piso do magistério, por exemplo, aumentou substancialmente o gasto com pessoal, uma vez que consiste em uma das maiores despesas do Município. Segundo dados da CNM, 28,5% dos Municípios estão na situação limítrofe (entre 46% e 51% da arrecadação) e 26,1% estão com o limite estourado (acima de 54% da arrecadação). Esse cenário é consequência do aumento do quadro de pessoal imposto aos Municípios com a municipalização das políticas públicas, dos pisos salariais e da redução da RCL decorrente da queda na arrecadação dos impostos municipais e das transferências constitucionais. É preciso mudar essa situação.

Os Restos a Pagar (RAP) destinados aos Municípios somavam no Orçamento Geral da União de 2017 era de R$ 31,5 bilhões. Até agora, foram pagos R$ 4,3 bilhões, ainda restando um saldo considerável, o montante até setembro deste ano é de R$ 27,1 bilhões. Estes RAP são empenhos oriundos de projetos elaborados e aprovados pelos Municípios brasileiros, ou seja, são todas pequenas obras e/ou aquisições de equipamentos que foram inscritos pelo Governo Federal no Orçamento Público e que por vários motivos, são roladas ano após ano, gerando esse valor significativo. É necessário que se tome algumas medidas sobre a retomada destas obras no Brasil inteiro, porque corre-se o risco que em novembro uma parte significativa disso seja cancelada pelo Governo Federal. Estudos realizados pela CNM indicam que 77% dos empenhos inscritos em RAP não processados já tiveram as obras ou as aquisições de equipamento iniciadas nos Municípios. Esses 27 bilhões de reais pertencem às Prefeituras, mas o Governo Federal não dá sinais quando pretende pagar essa dívida. Isso não é justo.

A grande parte das obras executadas, nas cidades brasileiras, está dentro dos Restos a Pagar (RAP’s), cuja dívida para com os Municípios chega a R$ 27,1 bilhões. A consequência disso é a paralisação de milhares de obras. São exatamente 8.239 obras que foram iniciadas e que hoje estão paralisadas e 11.252 obras que deveriam estar em andamento e que não foram nem sequer iniciadas. São milhares de obras espalhadas pelo país inteiro que impactam diretamente no dia a dia da população por estarem relacionadas a diversas áreas, como, por exemplo, a construção de praças, quadras de esporte, espaços esportivos, recuperação e pavimentação de vias, construções de habitação popular e de unidades de atenção especializada em saúde, assim como a aquisição de máquinas agrícolas e veículos utilitários essenciais para o provimento de certos serviços à população. Além de prejudicar a economia local, quando se paralisa uma obra, toda a cobrança fica nas costas dos prefeitos, o que não é justo.

 Precatórios são requisições de pagamento expedidas pelo Judiciário a fim de cobrar de Municípios, Estados ou da União, assim como de autarquias e fundações, o pagamento de valores devidos após condenação judicial definitiva. Esse é outro assunto que preocupa os gestores brasileiros pois por determinação do STF, todos estão sendo chamados aos tribunais de justiça para parcelarem estes débitos em quatro anos com o sequestro nas contas do município dos valores correspondentes. Muitos Estados e Municípios não previram em seus orçamentos recursos para o pagamento destes precatórios. Há uma guerra jurídica entre os credores que conseguem decisões judiciais determinando o bloqueio de receitas diretamente na conta das Prefeituras. Só em Sergipe, o valor dos precatórios chega a mais de R$ 57 milhões.

São 392 programas federais que criam atribuições para os Municípios sem repasse do montante do valor necessário para executá-los. Além disso, não raro atrasa os repasses de recursos financeiros ou não atualiza seus valores per capita, onerando as administrações municipais. Em consequência, os gestores são obrigados a manter estes programas sem a assistência financeira necessária, destinando expressivos recursos de seus orçamentos para sua execução, ou seja, comprometendo ainda mais os caixas municipais. Um dos exemplos é o Programa Saúde da Família, cujo incentivo Federal é de pouco mais de R$ 16,5 mil mês. No entanto, o custo médio de cada equipe de PSF com os agentes comunitários e mais a manutenção da unidade de saúde chega a ultrapassar o valor de R$ 40 mil por mês. Essa diferença, de R$ 23,5 mil é custeada pelas Prefeituras, cujas finanças já estão seriamente abaladas. Além disso, a municipalização das políticas públicas, por meio desses Programas, trouxe também como consequência o aumento da quantidade de funcionários públicos municipais.

 A instabilidade econômica torna a gestão dos Municípios um desafio ao interferir diretamente na arrecadação dos impostos de todos os entes Federados, impactando, assim, a receita dos Municípios advinda dos tributos de sua competência e das transferências constitucionais. Estamos no primeiro ano de mandato dos atuais prefeitos, cerca de 80% deles são novos gestores, que assumiram suas cidades com discurso de mudanças exigidas pela população. Passados agora nove meses do atual mandato, vemos que esses gestores mal conseguem cumprir com o pagamento de suas folhas salariais, causando uma grande frustração de expectativas. Grande parte dos gestores já tomaram decisões de reorganização administrativa; controle de pessoal; demissão de comissionados; informatização de serviços; diminuição dos horários de atendimento ao público e racionalização dos gastos, mas mesmo assim os recursos disponíveis aos Municípios não conseguem nem cobrir as despesas correntes das prefeituras. Os poucos ou quase inexistentes investimentos públicos e municipais que estão ocorrendo são feitos com enormes sacrifícios dos outros setores, deixando de priorizar serviços essenciais.

FEDERAÇÃO DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DE SERGIPE

Cláudio Nunes no Face e no twitter:

https://www.facebook.com/blogclaudionunes/

Frase do Dia
“Sobreviver e ajudar os outros a sobreviver”. Anarcossindicalista português, Emídio Santana, morreu em 16 de Outubro de 1988 (n. 1906). Citação sobre a luta contra o fascismo de Salazar em Portugal.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais