JOÃO E AS BOAS NOVAS

0

Diante de tantas notícias desagradáveis, o Governo de Sergipe resolveu quebrar o marasmo em que se encontrava e passou a trabalhar urgentemente na formatação de uma agenda positiva. Ainda bem! Ninguém agüentava mais ter que ficar, a cada dia, apontando equívocos da atual administração. Eu, pelo menos, não tenho o menor prazer em dar notícias ruins. Sinto-me incomodado. Sou daqueles jornalistas que preferem analisar, falar e escrever sobre ações governamentais e projetos importantes para a população.

Por isso mesmo, estou por demais satisfeito com o corre-corre dos últimos dias lá pelas bandas do Palácio Adélia Franco. Tomei conhecimento que o governador João Alves não quer nem saber de desculpas esfarrapadas de seus auxiliares diretos e aproveitou o encontro de sexta passada – com todos eles – para cobrar resultados.

O governador pretende inaugurar nos próximos meses 1790 obras, algo equivalente a quatro por dia (boa performance, hein!) até o final de seu governo, independente do grau de importância que lhes seja atribuído. Pouco importa se são grandes ou pequenas realizações. O que vale é inaugurar festivamente. Afinal, de grão em grão também se “constrói o nosso progresso”, não é mesmo?

Mas as boas notícias não param por aí. O porta-voz do governo, jornalista César Gama, garantiu ontem que, terça-feira, 14 de junho, os servidores públicos estaduais vão ter um excelente motivo para comemorar. É que será anunciado com toda a pompa – e, muito provavelmente, com transmissão especial em cadeia de rádio e Televisão – o percentual de reajuste nos salários dos servidores do Estado. Sem dúvida, um momento inesquecível para uma categoria sempre relegada a planos secundários.

Segundo César Gama, o reajuste será consideravelmente superior ao concedido pelo presidente Lula aos servidores federais (Ufa!) e muito maior do que o que foi dado aos servidores municipais de Aracaju, pelo prefeito Marcelo Déda (10%).

Especulações não faltam. Há quem acredite que o governador pretenda apenas compensar a corrosão inflacionária dos últimos 29 meses (período em que governa Sergipe). Mas há também quem aposte em ganho real de salário, por conta da boa situação financeira do Estado.

Que venham as boas novas!

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais