João e suas bazófias

0

O prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM), está lançando um novo estilo de fazer política: o de prometer mundos e fundos na campanha eleitoral e depois culpar os outros pelo que não fez. Agora mesmo ele está atribuindo ao governador Jackson Barreto (PMDB) a responsabilidade pela não implantação do prometido sistema de transporte coletivo BRT. Que falácia! A principal promessa de campanha de João não saiu do papel porque ele não dispõe de recursos próprios para executar a obra e não se conhece iniciativas concretas visando captar verbas federais, e até internacionais, para o empreendimento. Mas, na tentativa de enganar o povo, Alves Filho garante que a obra já não foi inaugurada porque o governador se recusa mandar para a Assembléia um projeto criando o consórcio de transporte coletivo entre Aracaju, Socorro, São Cristóvão e Barra dos Coqueiros. Ora, na campanha de 2012, quando ele prometeu o BRT, Jackson nem governador era, não podendo, portanto, se comprometer com esta nem outras obras da Prefeitura. Alguém precisa mandar João procurar outra desculpa para esconder a incompetência de sua administração.

Braços cruzados

Reunidos ontem em assembleia, os professores da rede estadual decidiram manter a greve deflagrada na semana passada. Também prometem recorrer contra a liminar que considerou o movimento ilegal e estabeleceu R$ 10 mil de multa por cada dia parado. Por sua vez, o governo já está cortando o ponto dos grevistas. Essa briga promete!

Cadê o reajuste?

A oposição só participará das sessões plenárias da Assembleia quando o governo mandar para o Legislativo o projeto de reajuste salarial dos servidores. O protesto foi comunicado ontem pelo líder oposicionista, deputado Capitão Samuel (PSL).  “Já estamos no final de maio e o Executivo não sinalizou, nem mesmo, com a reposição das perdas inflacionárias. Os servidores não podem ficar sem ter, ao menos, a perspectiva do reajuste inflacionário”, discursa. O deputado tá certíssimo!

Homenagem

O ex-governador e empresário Albano Franco (PSDB) recebe hoje do Senado Federal o Diploma José Ermírio de Moraes. A indicação para a premiação foi de autoria do senador Antônio Carlos Valadares (PSB). A comenda foi criada pelo Senado para homenagear empresas e empresários que são referência em produção, responsabilidade social, cultural e ambiental, na contribuição para o desenvolvimento nacional.

Abrir o bico

Veja o que publica hoje no Correio de Sergipe o jornalista Diógenes Brayner: “O foragido Nollet Feitosa Vieira, tem 37 anos e é de uma boa família, mas sempre se envolveu em facilidades para ganhar dinheiro. A família de Nollet contratou um advogado para ele, que deve de se apresentar a qualquer momento. Assim como acontece com os dois que já foram presos, a intenção também é fazer a delação premiada”. Deus te leia, Brayner!

Grana no bolso

O governo estadual vai pagar a folha de pessoal de maio até o próximo sábado, portanto dentro do mês. Os servidores começam a botar a mão na ninharia já na próxima quinta-feira. Tomara que o Banese se prepare para não acontecer o mesmo que ocorreu no mês passado, quando a maioria dos caixas eletrônicos do banco amanheceu sem dinheiro no último dia de pagamento da folha.

Sem título

Por não terem comparecido as últimas três eleições, 10.137 sergipanos tiveram os títulos cancelados. Entre as zonas eleitorais com maior número de eleitores alcançados pelo cancelamento estão as 27ª, 1ª, 36ª e 34ª, localizadas na Grande Aracaju. Para regularizar a situação eleitoral, os faltosos devem ir ao Cartório munido de um documento oficial com foto, título de eleitor e do recibo de pagamento da multa ou dispensa desta. Fácil, né?

Festa no campo

As chuvas, que tantos transtornos causam às populações urbanas, estão fazendo a festa no interior. É o período de cavocar a terra para o plantio da próxima safra agrícola. Confiante num bom inverno, o agricultor torce para que Sergipe siga sendo um dos principais produtores de milho do Nordeste. Deus queira!

Ameaça grave

É gravíssima a ameaça feita por um cabo da Polícia Militar ao vereador aracajuano Emmanuel Nascimento (PT). Segundo o petista, o PM o agrediu verbalmente sem qualquer motivo aparente: “Ele disse que vereador não era nada, que autoridade era ele e o juiz, porque ele prendia, batia e matava”. Os deputados estaduais Francisco Gualberto (PT) e Capitão Samuel (PSL) se solidarizaram com Emmanuel e pediram providências contra o cabo.

Fora corruptos!

O Ministério Público Federal (MPF) lançou a campanha #CORRUPÇÃONÃO visando ampliar o debate sobre o combate esta prega, sobretudo nas mídias sociais, como Facebook e Twitter. Está no ar o hotsite oficial da campanha. O site explica que é preciso combater todas as formas de corrupção, desde as consideradas mais simples até as mais danosas à sociedade. “Chegou a hora de mostrar que não concordamos com nenhum tipo de corrupção. Não importa o tamanho, o autor ou a situação”, diz o site. Legal!

Recorte de jornal

Publicado na Folha da Manhã em 30 de setembro de 1939

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários