JOÃO ESTÁ NOVO

0

O governador João Alves Filho está recuperado do susto que tomou. Depois de submetidos a minuciosos exames no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, foi confirmada a inexistência de alguma coisa além do que a ruptura de uma artéria anômala do duodeno, como diagnosticou o médico que o assistiu e o acompanhou à capital paulista, Gilvan Pinto. Foi um alívio para todos e uma lição para o governador, que sempre deu pouca importância à saúde, porque se envolve demasiadamente com a administração do Estado e fica ansioso e estressado diante do desafio de concretizar o projeto que definiu para o seu governo. João esquece um pouco dele próprio e coloca as soluções do estado à frente de sua própria saúde. Como não se trata de um jovem e robusto atleta, o corpo não responde mais com agilidade ao estímulo da mente para trabalhar 24 horas por dia. É um homem que dorme pouco, está sempre ligado aos seus projetos e ainda encontra tempo para ler e escrever.

 

Um dos seus secretários revelou que o governador vive antenado na administração o tempo todo e lembra que já recebeu telefonemas dele por volta das 2 horas da madrugada para uma simples consulta. Aos sábados, domingos e feriados trabalha como se fosse uma segunda-feira. Esse mesmo secretário já lhe disse que as reuniões nos dias de sábado e domingo não são produtivas, porque os membros de sua equipe procuram acompanhar o ritmo dele, mas são cobrados pela mulher e filhos, e isso tira o raciocínio, o que não oferece bons resultados no final. Alguns contatos entram madrugada a dentro e já por volta das seis horas o governador está telefonando para auxiliares, sempre para cobrar alguma coisa. Tem uma mente privilegiada e lembra detalhes minuciosos que os próprios secretários esqueceram em suas pastas. “É uma máquina”, definiu um deles.

 

Durante a entrevista que concedeu ontem, quando ainda anunciava que deixava o Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, o governador João Alves Filho avisou que estava chegando na quarta-feira “com todo o pique”. Brincando, mandou um recado para o secretário de Comunicação, Carlos Batalha: “sei que o Batalha gosta de Carnaval. Ele pode ir para Salvador, mas esteja aí na quarta-feira para reiniciar o trabalho”. Lógico que não será assim, porque ainda haverá um período de repouso e cuidado na alimentação, que deve tirar o governador dessa roda-viva por aproximadamente uma semana. Depois é possível que continue trabalhando intensamente, sempre em busca de alcançar seus objetivos e ultrapassar os seus próprios limites. Só que, a partir de agora, terá a vigilância da família, principalmente da senadora Maria do Carmo (PFL), que já estava reclamando da forma estafante com que o marido vinha exercendo o mandato. Era como se quisesse construir todas as obras e resolver todos os problemas em uma noite.

 

Este ano será mais longo, porque o Brasil está começando a trabalhar mais cedo, em razão da data em que acontece o carnaval. Como não é ano eleitoral, os governantes geralmente se dedicam mais à execução de obras e inaugurações, porque é o penúltimo ano do mandato e no próximo tem eleição. João Alves Filho garante que o Estado tem o maior canteiro de obras do Nordeste e quer concluir todos os seus projetos, para cumprir promessas de campanha e fixar sua capacidade de trabalho. É um otimista e tem certeza que deixará muito pouca coisa a fazer, mesmo que a partir de agora tenha que adotar algumas precauções para que o corpo acompanhe o ritmo de sua cabeça. João Alves Filho também já disse que ia iniciar visitas a todos os municípios e, logicamente, fazer política, já se preparando para 2006. Embora evite comentários sobre o assunto, é um candidato em potencial à reeleição e certamente o será, porque não dá sinais da preparação de alguém para sucede-lo. Político experiente, esse sinal que o corpo lhe deu agora e os resultados adquiridos pelos exames em São Paulo, mostram que ele está bem para uma nova batalha eleitoral, com quem vier da oposição.

 

João está aí, forte e firme, para continuar o seu caminho e cumprir o seu destino, dentro do que está traçado para ele.

 

RETORNO

O governador João Alves Filho (PFL) está bem e teve alta ontem do hospital Sírio Libanês, depois de ter passado por uma bateria de exames.

João vai permanecer em São Paulo durante o carnaval, apenas para descansar, mas na quarta-feira retorna a Aracaju e reinicia os trabalhos no dia seguinte.

 

DIFÍCEIS

O governador João Alves Filho disse, ontem, que esses dois primeiros anos foram difíceis, porque teve que fazer uma reestruturação no Estado.

Entretanto, os “próximos dois anos são de colheita”. João falou da recuperação da citricultura e adiantou vai visitar todos os municípios quando retornar de São Paulo.

 

ASSEMBLÉIA

João Alves Filho ficou contente com a reeleição da Mesa Diretora da Assembléia, pela vitória por unanimidade.

Lembrou que teve uma participação muito importante na primeira eleição da Mesa, mas que na reeleição os próprios deputados chegaram a um consenso.

 

PAIXÃO

O deputado federal Ivan Paixão (PPS) já avisou que não deixará o partido, permanecendo inclusive como seu presidente regional.

Apesar da calmaria que voltou ao PPS, Ivan Paixão alfinetou: “algumas pessoas criara uma polêmica sobre isso, achando que o PPS tem dono”.

 

RELAÇÃO

Ivan Paixão admite que tem um bom relacionamento com o ministro Ciro Gomes, que não vai ficar se afastar do PPS para ficar no Ministério.

Segundo Ivan, um grupo de deputados, senadores e governadores do partidos estão tentando buscar um entendimento para que Ciro permaneça no partido.

 

CONTATOS

Vários políticos da oposição tentaram entrar em contato com o governador João Alves Filho, quando ele estava em São Paulo, para desejar-lhe melhoras.

Um deles foi o ex-governador Albano Franco, que conversou com João Neto e pediu que transmitisse ao pai o desejo que ele se recuperasse o mais rápido possível.

 

VIRGÍLIO

O deputado federal Virgílio Guimarães (PT), candidato independente a presidente da Câmara, desembarca hoje às 10 horas em Aracaju.

Terá encontro com pelo menos quatro deputados federais e dará entrevista a jornalistas. Em seguida viaja para Salvador.

 

GARIBALDE

O deputado Luiz Garibalde Mendonça ainda está no PDT e aguarda o ato que será realizado em Aracaju, para que todos passem para o PSDB.

Garibalde acrescentou que todos os membros do PDT vinculados a Almeida Lima já estão comprometidos em se filiar no PSDB.

 

ENCONTRO

Um importante membro da oposição disse, ontem, que a presença de Albano Franco, Antônio Carlos Valadares, Marcelo Déda e José Eduardo Dutra pode não ser só para o carnaval.

Acha que os três terão uma reunião no decorrer da semana, para debater assuntos relacionados à entrada do ex-governador no bloco.

 

MILITARES

O comandante da Polícia Militar, coronel Péricles, disse que o problema envolvendo policiais militares na boate Girl, está sendo apurado na Delegacia plantonista.

Adiantou que os militares não estavam em serviço e se envolveram em uma discussão. Mesmo assim vai apurar.

 

LEVANTAMENTO

Segundo o coronel Péricles, um oficial PN já foi ao local e fez todo o levantamento das ocorrências, para uma avaliação interna.

Disse que ao receber a conclusão do delegado fará uma análise para saber se houve alguma transgressão disciplinar.

 

EDUARDO

O ex-secretário de Saúde, médico Eduardo Amorim (PFL) já está trabalhando para disputar uma vaga na Assembléia Legislativa.

Segundo uma liderança do interior, ele fará dobradinha com José Teles de Mendonça, que disputara a Assembléia, e deve sair de Itabaiana com 17 mil votos.

 

JOÃO NETO

O empresário João Neto teve duas alegrias ontem, o diagnóstico completo do pai, João Alves Filho, “que foi ótimo e ele deixará o hospital hoje mesmo (ontem)”.

A outra alegria foi o nascimento de sua primeira filha, Maria de Lourdes. Às 5h50 de ontem ele compartilhou a alegria com os amigos, através de e-mail.

 

Notas

 

REFORMA

O ministro Carlos Velloso anunciou a retomada da discussão sobre o sistema eleitoral brasileiro, envolvendo a reforma partidária, o financiamento das campanhas e a revisão do Código Eleitoral. Velloso assumirá a presidência do TSE no próximo dia 20 de fevereiro, cargo que ocupará pela segunda vez.

Velloso criticou o atual sistema eleitoral, que privilegia os candidatos mais ricos. Deu como exemplo o deputado cassado Sérgio Naya, que era um político desconhecido, mas contou com forte apoio financeiro e se elegeu.

 

CANINDÉ

O prefeito de Canindé do São Francisco, Orlando Porto de Andrade (Orlandinho) está começando a tomar pé da situação do município, com o objetivo de colocá-lo dentro de um projeto de desenvolvimento sustentável, principalmente com um forte projeto de inclusão social, para assistir melhor a população.

Embora Canindé seja uma das maiores arrecadações de Sergipe, a maioria dos seus habitantes vive em extrema pobreza, porque as lideranças políticas tinham interesse nessa situação de caos para se manter no poder.

 

BENEDITO

O presidente regional do PMDB, Benedito Figueiredo, está iniciando os primeiros passos para mostrar que tem pretensões políticas em 2006.Tem aparecido muito nas inserções publicitárias do partido e está disposto a disputar um novo mandato nas próximas eleições, não tendo ainda se definido por nenhum.

Já disse que pode disputar a Assembléia Legislativa, a Câmera Federal “ou até mesmo o Governo do Estado, dependendo das necessidades do partido” Benedito quer o PMDB na linha de frente das próximas eleições.

 

É fogo

 

O prefeito de Aracaju, Marcelo Déda (PT), viajou ontem de Maceió para o Rio de Janeiro e no domingo estará desfilando na Estação Primeira de Mangueira.

 

“Sou um folião” disse Marcelo Déda, que não perderá o desfile na Marquês de Sapucaí, nos dois dias de desfile das escolas de samba. Estará no camarote da Petrobrás.

 

O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) também viaja hoje ao Rio de Janeiro, para assistir o desfile das escolas de samba do camarote da Petrobrás.

 

Alguns outros amigos íntimos de José Eduardo também estão embarcando para participar do carnaval carioca.

 

Pirambu mantém a tradição do mais longo carnaval de Sergipe. Desde quinta-feira passada que o povo está na rua.

 

Uma das boas surpresas era o carnaval de São Cristóvão, que vai relembrar os antigos carnavais. Tem tudo para dar certo.

 

O prefeito de Lagarto, Zezé Rocha (PTB), submeteu-se a uma cirurgia e passa bem. Tirou um nódulo benigno que estava no intestino.

 

Em Neópolis o bloco do Zé Pereira, uma tradição dos carnavais, já saiu às ruas, convocando os foliões.

 

O diretor da Defesa Civil, Adalberto Figueiredo reclamou da lentidão das ações do Governo Federal quanto à tomada das providências para a seca em Sergipe.

 

A obra de implantação das barracas padronizadas que substituem as antigas, na praia de Atalaia, já está quase finalizada.

 

A Caixa Econômica Federal (CEF) vai levar de R$ 15 mil para R$ 50 mil o limite de empréstimo do penhor.

 

As agências bancárias não vão funcionar na segunda e terça-feira de carnaval, segundo informação da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban).

 

brayner@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários