Juntando os cacos

0

A exoneração do superintendente da Caixa Econômica Federal em Sergipe, Luciano Pimentel, expôs as escaramuças internas da coligação política que dá sustentação ao governo estadual. Sentindo-se traído pelos aliados, o senador Antônio Carlos Valadares (PSB) chutou o pau da barraca, sugerindo, inclusive, à presidente Dilma Rousseff (PT) que exonere outros neosocialistas antes que os petistas sergipanos o façam. A reação dura do senador contra a exoneração de Pimentel mostra que o governador Jackson Barreto (PMB) precisará usar toda a experiência política para juntar os cacos dessa briga entre PT e PSB. E para não ver ameaçado seu projeto de reeleição, o peemedebista terá que articular muito para manter no mesmo palanque o heterogênio grupo político que lhe dá sustentação.

Internado

O ex-deputado estadual Artur Reis está internado desde a última sexta-feira no Hospital São Lucas, em Aracaju. Pelo Facebook, a secretária da Saúde de Aracaju e deputada estadual Goretti Reis (DEM) pediu uma corrente de orações para o pai. A parlamentar informou que o líder político “não está bem. Sei que ele é forte e vai vencer, pois a família demonstra isso na sua genética”, escreveu a demista.

Desdobro

Técnicos governistas estão querendo enganar o servidor estadual. Como há dois anos o Executivo não concede reajuste à categoria, os técnicos tentam jogar para a plateia e enganar os servidores com a afirmação de que o salário base deles não está vinculado ao mínimo nacional. Isso é puro desdobro. Ora, toda a vida o salário base de quem ganha menos no Estado foi sim atrelado ao mínimo, que hoje é de R$ 724.

Lerdeza

Há mais de sete anos o Ibama não aprovava qualquer licença para a Petrobras operar em águas rasas no litoral de Sergipe. Este jejum só acabou agora com a concessão de licença prévia para a estatal ampliar a recuperação de óleo e gás dos campos petrolíferos de Camorim, Dourado e Guaricema. O projeto vai permitir ampliar consideravelmente a produção de petróleo e gás na Bacia de Sergipe/Alagoas.

Carnalita

O governador Jackson Barreto (PMDB) está otimista com a reunião que terá este mês, com o prefeito de Capela, Ezequiel Ferreira Neto (PSC), para discutir sobre a instalação da planta de beneficiamento da carnalita. Dona do projeto, a Vale definiu que tecnicamente o melhor local é Japaratuba, mas o Ezequiel ameaça ir à Justiça para impedir a obra. A reunião foi articulada pelo empresário Eduardo Prado, presidente da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES).

Encontros

O novo presidente estadual do PT, deputado federal Rogério Carvalho, tem agenda cheia no começo desta semana. Hoje ele se reúne com o grupo vencedor do Processo de Eleição Direta do PT. Amanhã, ele se encontrará com os secretários estaduais filiados ao PT e com lideranças do partido em Sergipe. Na quarta-feira, Rogério vai se reunir com a Executiva estadual do PT para discutir a agenda política a ser seguida agora no 1º semestre.

Será que sai?

O secretário dos Direitos Humanos de Sergipe, Luiz Eduardo Oliva, promete que a Comissão Estadual da Verdade será instalada agora no 1º semestre de 2014. Já era sem tempo, pois a Comissão Nacional da Verdade já teve seus trabalhos prorrogados. Até parece que o governo sergipano tem medo de mexer na triste história das torturas praticadas em Sergipe por covardes oficiais do Exército brasileiro.

Vida mansa

Os 11 ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) começaram  o ano com aumento de aproximadamente R$ 1,4 mil nos salários. Desde o último dia 1º, o salário dos ministros passou de R$ 28.059,29 para R$ 29.462,25, um reajuste de cerca de 4,9%. O aumento provocou efeito cascata nos subsídios dos demais membros da magistratura. Enquanto isso, o salário mínimo pago a quem trabalha de sol a sol é de apenas R$ 724.

Haja festa

A campanha eleitoral deste ano de 2014 dar-se-á em clima de muitas festas. Segundo publica no blog Primeira Mão o jornalista Eugênio Nascimento, isso vai exigir dos candidatos presença nos eventos e nos palanques. A partir de agora, os pré-candidatos vão ter que se mostrar nas festas religiosas e emancipações políticas, Pré-Caju, Projeto Verão, Carnaval, festejos juninos dos 75 municípios, etc e tal. Ufa!

Do baú político

Derrotada na disputa para o governo de Sergipe em 1962 pelo ex-udenista Seixas Dória, a UDN de Leandro Maciel perdeu todos os espaços no poder. Acostumado a contar com a Polícia para prender desafetos e soltar aliados, o deputado federal e chefe político de Itabaiana, Euclides Paes Mendonça, criou a Guarda Municipal no município. Armados até os dentes e protegidos pelo chefe político, os guardinhas faziam e aconteciam na cidade. Sob o comando do tenente-coronel Solon, um udenista de quatro costados, a Guarda de Euclides vivia desafiando a Polícia Militar, até que um confronto em 1963 deixou feridos a bala Solon e o major Teles, tendo este morrido a caminho de Aracaju. Ponto, estava montado o palco para a tragédia. Dias depois, o filho de Euclides, deputado estadual Antônio Mendonça, tentou impedir uma manifestação estudantil e foi, juntamente com o pai, metralhado pela Polícia Militar. Com estas duas mortes, a Guarda Municipal de Itabaiana foi extinta.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais