Líder de líderes, por Fernando Viana

0

“As lições de liderança que recebemos começam logo no início da vida, a partir da observação de professores, padres, técnicos – qualquer um que desempenhe um papel de líder em nossa vida”.

Daniel Goleman (in: O poder da inteligência emocional, Ed. Campus, 2002).

 

Ao longo da minha vida profissional já observei dezenas de executivos que foram “preparados” para serem líderes na organização na qual trabalhava. O mais interessante é que observada que quanto mais se investia nesses tipos de programas de liderança, o retorno efetivo era muito baixo. Não porque os executivos não estavam envolvidos ou preocupados em se tornarem líderes; mas principalmente porque os programas oferecidos, a meu ver, mais pareciam uma “caixinha de pandora”, cheia de dicas, regras, surpresas e receitas.

 

Percebo que ainda hoje isso é uma realidade. Muitos executivos com os quais trabalho ou convivo não têm ainda a noção exata de que a liderança é uma habilidade que pode ser naturalmente desenvolvida e não apenas um conjunto de regras, normas e procedimentos de líder que irão fazer uma diferença em suas vidas.

 

O exercício da liderança para ser efetivamente praticado precisa ser desenvolvido, vivenciado e experimentado porque exercitamos a nossa liderança através dos hábitos praticados por pessoas que consideramos líderes e as quais as observamos desde a nossa mais tenra idade. O problema na verdade consiste nas escolhas que iremos fazer sobre os hábitos de liderança que iremos por em prática ao longo da nossa vida e que por sua vez forma aprendidos como resultado da nossa observação em nossos modelos de lideres, os quais por sua vez não são os modelos que devemos copiar, ou moldar a nossa habilidade de liderança.

 

Por esse motivo, muitas vezes cristalizamos os papéis mais utilizados pelos líderes que admiramos e acreditamos que aquele é verdadeiramente o papel de liderança que devemos estar exercendo o tempo todo.

 

Assim sendo, para nos tornarmos líderes verdadeiros precisamos, antes de tudo: 1 – tomar consciência dos nossos hábitos; 2 – praticar deliberadamente alternativas mais adequadas e 3 – ensaiar o novo comportamento desejado sempre que tivermos oportunidades, até domina-la completamente.

 

É justamente por esse motivo que é muito difícil adquirirmos  e desenvolvermos competências de liderança apenas em sala de aula com embasamento teórico. Os nossos mestres não podem determinar que os nossos circuitos cerebrais, por sua vez, adquiram os novos hábitos por eles indicados como importantes para o líder. Porque, na verdade  é preciso muito exercício e prática para que os novos hábitos fiquem gravados nos nossos circuitos cerebrais.

 

Embora muitos programas de desenvolvimento de liderança ocorram em finais de semana, ou até uma semana fora da empresa, eles na realidade mal servem para se começar o processo de desenvolvimento da liderança.

 

Foi embasada nessa idéia que a FBC desenvolveu um programa avançado para preparação de líderes e que tem por elemento básico a experiência, a longa duração, a base teórica  e a vivência. O programa será lançado em breve, terá 18 meses de duração e, em face de sua estrutura, terá uma forte base teórica, mas a característica de um programa executivo focado em liderança de vanguarda.

 

Embora não tenha sido desenhado para ser um programa de cunho acadêmico, terá doutores, mestres e empresários de sucesso, ou seja, líderes que realmente exercitam o seu papel nas suas instituições ou empresas como  instrutores.

 

Assim fazendo a FBC inicia com chave de outro as atividades do seu Centro de Liderança Criativa – CLC. O programa que estará sendo lançado muito em breve foi chamado “DESENVOLVENDO O LÍDER DE LÍDERES”.

 

Fernando Viana é diretor-presidente da FBC

fbc@fbcriativo.org.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais