LIDERANÇA, MUDANÇA E CRIATIVIDADE: Qual a sua correlação com o sucesso?

0

Liderança, mudança e criatividade têm alguma correlação? O que você acha disto? Eu durante muitos anos pensei que eram palavras que não tinham nenhuma correlação. Na verdade por mais que queiramos ignorar essas três palavras são componentes principais no sucesso da carreira de qualquer pessoa e, por mais incrível que possa parecer afetam também as suas vidas pessoais.

Nos últimos anos, essas três palavras têm sido discutidas constantemente e tem ficado muito claro que há uma conexão forte e direta entre mudança, liderança e criatividade. É só imaginar um pouco e perceber que a postura de um verdadeiro líder é de um forte agente catalisador da mudança e é, certamente, o atitudinal do líder que irá ajudar a equipes, organizações e comunidades a responderem proativamente com relação à mudança. Logo, a liderança é um fator critico quando se quer inspirar, provocar e gerenciar uma mudança.

Mas, vale considerar que ainda não comentamos a falta um item essencial e que sem a sua presença é bem provável que não irá acontecer nenhum tipo de mudança. Bem, estamos falando de criatividade, essa habilidade fantástica que por ser a única característica humana que nos permite imaginar e trabalhar para criar o tipo de mundo que realmente queremos viver e trabalhar nele. Esse é um pequeno diferencial muito pouco explorado por pessoas, organizações, comunidades, cidades e países.

Na verdade as mudanças que os verdadeiros líderes forjam em suas mentes através da utilização constante do pensamento criativo e a sua capacidade de mergulhar rapidamente nesse tipo de pensamento ou até mesmo ajudar a desenvolvê-lo em outras pessoas, é justamente o diferencial de competência que separa os que lideram daqueles que seguem.

Os verdadeiros líderes estão imbuídos do espírito criativo, é só imaginarmos os grandes inventores, os grandes generais, os grandes líderes de pessoas, a história universal está repleta deles e da dificuldade que tiveram para colocar as suas idéias fantásticas em prática, em fazer com que as pessoas entendessem o significado do que estavam realmente querendo e os apoiassem.

Uma cena genial disto poderá ser vista no filme 1492, quando Cristovão Colombo visita a academia e a igreja para falar da sua idéia, numa época que a Santa Inquisição era poderosa. A sua idéia visionária foi massacrada, as pessoas o ridicularizaram e duvidaram da sua capacidade. Este não é um fato isolado do passado, continuamos vivendo num mundo que poderemos dizer que é de certa forma, guardando-se as devidas proporções, muito parecido ainda.

Continuamos querendo só ver o palpável, num mundo que se descortina a todo instante e que precisa cada vez mais que as pessoas vejam o inimaginável. Justamente porque o que pode ser imaginado e tocado, já está sendo visto.

Os verdadeiros líderes são indivíduos que sabem muito bem usar o pensamento criativo adaptando-se rapidamente às inflexibilidades da prática cotidiana para poderem gerar situações que sejam capazes de trazer respostas positivas às mudanças desejadas. Em outras palavras, eles são capazes de estimular as pessoas para que elas pensem ou vivam situação nas quais aquela mudança imaginada por ele é necessária.

Portanto, voltando às palavras temas, quando falamos em criatividade, deve ficar bastante claro que a criatividade é um processo que lida efetivamente com a mudança e, lamentavelmente, não poderá existir mudança sem que o pensamento criativo esteja instalado.

Os verdadeiros líderes são indivíduos que ajudam às pessoas, às organizações ou às comunidades aonde vivem a crescerem e se transformarem verdadeiramente. Vale considerar aqui e se entender que a criatividade é uma habilidade natural dos seres humanos que, muitas vezes, precisa ser resgatada e desenvolvida.

Finalmente, só aqueles indivíduos que conseguem desenvolver o pensamento criativo e resgatarem o atitudinal que permite com que a criatividade verdadeiramente se estabeleça é que se tornam líderes poderosamente inesquecíveis: Santos Dumont, Irmã Dulce, Madre Tereza de Calcutá, Einstein, Cristóvão Colombo, Walt Disney, Betinho, Ghandi, Tia Rute[1], dona Silvia[2], Rodrigo Brito[3], José Carlos Silva[4], Marcel Fortes[5] e milhares de outros.

Mas, você sabe por quê? Simplesmente, por que são capazes de sonhar sem limites, persistir e correr atrás do sonho, formar alianças estratégicas e, finalmente, tornar o seu sonho uma realidade. Portanto, como você pode ver com esse pequeno grupo, nem sempre eles precisam ser doutores, gênios ou seres extraordinários.

Cada um com a sua amplitude e domínio precisa apenas ser um ser humano verdadeiro, mas, cada um usou a sua criatividade, e a sua capacidade de liderar para provocar mudanças grandes ou pequenas, não importa. Simplesmente, eles transformam o mundo à sua volta!

E você? O que está esperando? Que mudança deseja provocar?

(*) Fernando Viana
www.fbcriativo.org.br

 



[1] Avosos, Aracaju,SE –

[2] Barraca da Tapioca, na Atalaia, Aracaju, SE

[3] Aliança Empreendedora, Curitiba, Paraná

[4] Construtora Cosil, Aracaju, SE

[5] Movimento Competitivo Sergipe – MCS

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários