M de Mulher

0

Olho para a palma da minha mão e vejo o M de mulher, vejo o M de Mãe,
M das Marias, que carregam o milagre de gerar.
M das magníficas Marias, que vencem os obstáculos transformando-os, como as ostras, em madrepérolas.
M das Maravilhosas Marias, que foram à luta e viraram Vereadoras, Prefeitas, Governadoras, Ministras e Presidentas.
M das Majestosas Marias, que inconformadas quebraram tabus, venceram os preconceitos, para que no futuro as outras companheiras tivessem vez.
M das Marias Mártires, que corajosamente perderam as suas vidas balançando a bandeira da igualdade, que marcaram suas gerações e entraram pra história, fincando não apenas no calendário, mas nos nossos corações o valor do M de Mulher.
M de Mulher Mais bela, que o diamante – teu brilho por muito tempo foi ofuscado, bravamente guerreaste pra gritar teu valor, que excede em muito o de diamantes. Esses se formam na rocha e viram enfeites. Tu, Mulher, lutastes e lutas pra mostrar que não és adorno, e provastes que és forte como a rocha e mais bela que seu fruto.
És merecedora de aplausos de pé e digna de medalhas de ouro”.

A poesia acima é de Elizanete de Paula

Desigualdade
Pesquisam mostram que as trabalham mais e ganham menos, ainda que sejam mais qualificadas do que os homens. Entre os analfabetos, a renda média mensal em 31 de dezembro de 2008 era de R$ 614,80 para os homens, enquanto para as mulheres trabalhadoras ficava em R$ 506,95. Esse fenômeno se verifica entre os trabalhadores com formação em nível superior. A média salarial para esse grau de instrução, à época, era de R$ 3.461,82. No caso dos homens, essa renda subiria para R$ 4.623,98. Se o assalariado fosse mulher, o salário seria de R$ 2.656,47.

Preços menores
Uma boa notícia para as mulheres: o aumento médio dos preços de produtos e serviços para o público feminino subiu menos que a inflação medida pela Fundação Getulio Vargas, entre fevereiro de 2004 e o mesmo mês deste ano. Em fevereiro passado, enquanto o IPC-M teve variação de 4,72%, o índice referente à cesta de consumo do público feminino registrou média de 3,44%. Ainda no segundo mês deste ano, na comparação com fevereiro de 2009, 11 itens da cesta para mulheres tiveram variações de preço abaixo da inflação.

Gripe suína
Começa hoje a Campanha de vacinação contra a influenza A (H1N1) – gripe suína. Inicialmente serão vacinados os profissionais de saúde e indígenas que vivem em aldeias. A próxima etapa terá início em 22 de março, quando começam a ser vacinadas as grávidas, os portadores de doenças crônicas e crianças de 6 meses a 2 anos de idade. Os locais e horários de vacinação serão definidos pelas autoridades de saúde estaduais e municipais, que também são responsáveis por fazer as doses de vacina chegarem até as populações de locais mais afastados.

Café com Negócio
A Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese) abre seu calendário de eventos para este ano no próximo dia 19 com a realização do 1º Café com Negócios. Será no Mercure Hotel, na Orla de Atalaia. Para fazer a primeira palestra do ano, o presidente da Acese, Sadi Gitz, convidou o governador Marcelo Déda (PT), que já confirmou presença no evento empresarial.

Candidatos proibidos 
Candidatos nas eleições de 2010 estão proibidos, a partir de 3 de julho, de participar de inaugurações de obras públicas. O calendário eleitoral também define que a propaganda eleitoral só pode ser feita a partir de 6 de julho. Os registros de candidatura devem ser feitos pelos candidatos até o dia 10 de julho. Outra novidade é que os candidatos deverão apresentar certidões criminais no ato de registro de sua candidatura para as eleições de 2010.

Morre Lobinho
Foi sepultado ontem em Aracaju o delegado de Polícia da Bahia, Júlio Cezar Lobão Moreira. Ele era irmão di promotor público Augusto César Lobão. Formado em Direito na capital baiana, Lobinho, como era chamado pelos amigos, ingressou na Polícia Civil como delegado no final da década de 70. Além de policial, ele era músico, poeta, compositor, pintor e cantor. Amigos dele e da família lotaram ontem o Velatório Osaf para lhe prestar a última homenagem.

Burocracia
A burocracia de alguns órgãos públicos tem prejudicado as empresas de construção civil, que só podem comercializar seus projetos após a obtenção de todas as licenças. Preocupada com isso, a nova diretoria da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Sergipe (ADEMI-SE) já manteve contatos com o Corpo de Bombeiros, Adema e Secretaria de Finanças. O novo presidente da entidade, Júlio César Silveira, espera que as visitas que fez aos órgãos públicos surtam resultados positivos.

Hipertensão
A Unimed Sergipe, através do Serviço de Medicina Preventiva (Sempre), começa nesta segunda-feira o 10º grupo de Hipertensão. O programa será desenvolvido na sede do Sempre, duas vezes por semana, com duração de três meses. As atividades serão realizadas pela equipe multidisciplinar da unidade, composta por médico, enfermeiro, nutricionista, assistente social, psicólogo, fisioterapeuta e educador físico. O público alvo é os usuários da Unimed Sergipe.

Palestra de imortal
Está marcada para às 19h desta segunda-feira em Aracaju a palestra do imortal da Academia Brasileira de Letras, Murilo Mello Filho. Será na Biblioteca Pública Ephifânio Dórea e ele vai falar sobre a 2ª edição da Maratona Escolar Joaquim Nabuco, uma promoção da Caixa Econômica Federal, com apoio cultural da Academia Brasileira de Letras e realização do Instituto Antares, do Rio de Janeiro. A palestra é aberta ao público em geral.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários