Machado faz escola

0

Na campanha eleitoral passada, o hoje vice-prefeito de Aracaju, José Carlos Machado (PSDB), foi acusado de querer dividir a capital. Tudo porque, anos atrás, preferiu recolher aos cofres de São Cristóvão o IPTU de um terreno localizado no povoado Mosqueiro, pois lá o tributo era mais barato do que cá. Não sabia o tucano que seu ato pode ser copiado agora por um bom número de empresas de Tecnologia da Informação (TI). Inconformadas com o projeto do prefeito João Alves Filho (DEM) anulando a Lei da administração passada, que reduziu o ISS de 5% para 2%, elas ameaçam se transferir para São Cristóvão, causando enormes prejuízos à Prefeitura e deixando de gerar empregos na capital. A Câmara de Vereadores pode impedir a debandada não aprovando o projeto, mas certamente não o fará para não contrariar João e o próprio Machado.

Mar vermelho

A presidenta Dilma é a grande favorita de 2014. Quem pensa assim é o governador de Sergipe Marcelo Déda (PT). Entrevistado pelo jornal O Globo, o petista sergipano disse que quem for enfrentá-la terá uma adversária com uma base de sustentação extremamente sólida e com capilaridade no Brasil. “Ela vai manter o mar vermelho cheio. E não vejo nos candidatos lançados até agora nenhum com vocação de Moisés para atravessar esse mar”, diz Déda.

Fechados

Os bancos não terão expediente nos dias 11 e 12 de fevereiro, em função do feriado de carnaval. De acordo com a Febraban, as contas de consumo e os carnês com vencimento nessas datas poderão ser pagos no primeiro dia útil após o feriado (13), sem acréscimo. A população ainda pode utilizar os meios alternativos de atendimento, como os caixas eletrônicos e a internet.

Invocados

Não chamem para o mesmo evento os professores da rede pública e o ex-deputado federal Jerônimo Reis. Os primeiros estão invocados com o político lagartense por ele ter chamado o professor Nazon Barboza de incrédulo e sem moral para defender a categoria, mesmo o educador sendo líder dos professores na região Centro-Sul. Em nota, o Sintese diz que Jerônimo deveria explicar porque teve o mandato de deputado cassado e o acusa de político autoritário. Misericórdia!

Energia

Embora pequeno em dimensão territorial, Sergipe possui uma matriz energética muito diversificada. É um estado exportador de energia, pois produz mais do que consome. A afirmação é do economista e professor da Universidade Federal de Sergipe, Ricardo Lacerda, que lançou, na semana passada, o livro Economia Sergipana Contemporânea (1970-2010). Segundo o economista, os novos investimentos privados anunciados na semana passada vão gerar 9.248 novos empregos diretos e indiretos no estado. Legal!

Blindagem

Com o título acima, o jornalista Ilmar Franco publicou a seguinte nota em O Globo: O PMDB irá recuperar a presidência do Conselho de Ética do Senado. Eleito em 2011 para o cargo, o senador João Alberto (PMDB-MA) se licenciou para ser secretário estadual. Voltou ao Senado e tomará o lugar do senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), que assumiu ano passado. Coube a Valadares o processo de cassação de Demóstenes Torres. Agora, Valadares foi avisado que terá que sair.

Navalha

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) realiza, nos dias 14 e 15 de março, sessões extraordinárias para analisar o recebimento da denúncia decorrente das investigações da chamada Operação Navalha. 17 pessoas são acusadas de integrar uma suposta quadrilha, que desviou recursos da União e dos estados em Sergipe, Alagoas, Maranhão e Piauí. Entre os denunciados estão o prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM), e o filho dele, o empresário João Neto.

Birita

As Bebidas registram as maiores cargas tributárias entre os produtos tradicionais do carnaval. Pesquisa do IBPT apontou que a birita registra as maiores incidências de impostos. Caipirinha (76,66%), chope (62,20%), cerveja (55,60%) e refrigerante em lata (46,47%) lideram a lista. Entre os adereços mais comuns, o colar havaiano (45,96%) e o spray de espuma (45,94%) também apresentaram percentuais elevados.

Candidatíssimo

Jackson Barreto (PMDB) está mesmo disposto a concorrer ao governo de Sergipe em 2014. Entrevistado pelo colega Joedson Telles, o peemedebista disse que “essa história de dizer vamos ver, vou pensar, é mentira. Sou candidatíssimo”. Quanto ao melhor adversário, se João Alves ou Eduardo Amorim, Jackson foi curto e grosso: “Pouco estou me importando com essa questão. Estamos trabalhando para construir o nosso projeto”.

Do baú político

A Globo News exibiu ontem o documentário ‘Garrafas ao mar: a víbora manda lembranças’. Vale a pena assistir. Trata-se de um conjunto de entrevistas que o jornalista Geneton Moraes Neto fez ao longo de 20 anos com o jornalista sergipano Joel Silveira. Em dado momento do documentário, Joel conta que, quando foi secretário de Cultura de Sergipe, no governo Antônio Carlos Valadares (PSB), costumava conversar muito com o então arcebispo metropolitano dom Luciano Cabral Duarte. “O fato de ser agnóstico não me impediu que travasse longos e proveitosos diálogos com dom Luciano, pessoa das mais preparadas intelectualmente. Isso era possível porque respeitávamos nossas diferenças: nem ele falava em Deus, nem eu falava de mulheres”.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais