Malandragem condenada

0

A descrença do eleitor com os políticos tem razão de ser. Ao condenar os ditos representantes do povo, a população reage contra as bodegas em que se transformaram os partidos, condena a malandragem dos políticos e rechaça os acordos espúrios entre legislativo e executivo. Os brasileiros desejam uma verdadeira reforma política, pois as atuais legendas trocaram a ideologia por vergonhosas negociatas chamadas de coligações. Seus ‘donos’ enxergam o eleitor como simples mercadoria, vendida abertamente nas campanhas eleitorais. É contra esses hipócritas que o povo protesta. Portanto, quem condena a reação popular aos políticos ou é inocente, ou deseja que tudo continue como está para seguir se locupletando com o dinheiro público.

Malas prontas

O governador Jackson Barreto está mesmo disposto a trocar o PMDB pelo PODEMOS. Na próxima quinta-feira, ele vai a São Paulo se reunir com a direção do ex-PTN para tratar sobre a mudança. JB se queixa da falta de prestígio no governo federal, comandado pelo PMDB, e quer sair antes da provável coligação do seu partido com o PSDB do senador Eduardo Amorim.

Passo de cágado

E a Prefeitura de Aracaju está comemorando o fato de ter conseguido na Justiça a certidão negativa, que garante a liberação de recursos federais para o município. A gestão passada, tão criticada pela atual, sempre obteve liminarmente esta certidão, que a administração do prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) levou seis meses para conseguir. Marminino!

Corrupção em debate

"Lava Jato: corrupção, ética, liderança e cidadania". Este é o tema da palestra a ser proferida, daqui a pouco, pelo jurista Luiz Flávio Gomes. Organizado pelo Tribunal de Contas de Sergipe, o evento faz parte do Fórum "Por um Brasil ético: o dinheiro público é da sua conta". Para a próxima sexta-feira, está prevista palestra do advogado e ex-ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Prestigie!

Quem quer?

O governo de Sergipe vai procurar empresários interessados em fazer uma Parceria Público Privada (PPP) visando duplicar a rodovia federal ligando Aracaju a Itabaiana. A Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado já tem pronto o edital convidando empresas interessadas em investir na duplicação do trecho da BR-235. Resta saber se, com tamanha crise econômica, alguém vai querer empatar seu rico dinheirinho em tal empreendimento. Tomara!

Fora Temer

Até quem faz parte deste governo temerário está pedindo a cabeça do ainda presidente Michel Temer (PMDB). É o caso do PSB, que usou seu programa partidário n rádio e na TV para pregar a renúncia do peemedebista. O fato de comandar o Ministério de Minas e Energia, não impediu que o PSB defendesse eleições diretas já “para impedir que interferências do poder econômico continuem valendo mais que a vontade da população”. Homem, vôte!

Leve e solto

Preso ontem, ao ser flagrado dirigindo um carro com restrição de roubo, o vereador de Socorro, Zé Hilton Motos (PDT), conseguiu a liberdade rapidamente. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a numeração do motor do Hyundai/HB 20 dirigido pelo pedetista pertence a outro carro, roubado em Minas Gerais. Em 2014, Zé Hilton foi preso por porte de arma de fogo com munição de uso restrito. Crendeuspai!

Fere a lei

Aprovado pela Câmara de Aracaju, o projeto propondo a implantação de uma rede de internet sem fio em vários pontos da capital fere a legislação. De autoria do vereador Thiago Batalha (PMB), a propositura estabelece que a Prefeitura implante o sinal wi-fi gratuito nas orlas de Atalaia e Por do Sol, Orlinha do Bairro Industrial e na Praia Formosa. O diabo é que o Legislativo não tem competência para criar leis que acarretem em despesa para o Executivo.

Unhas afiadas

Faltando mais de um ano para as eleições, muitos correligionários do governador Jackson Barreto (PMDB), já começaram a fustigar os próprios aliados visando desgastá-los politicamente. É como se fossem gatos afiando as unhas para defender sua parte na hora da ração. Misericórdia!

Já é São João

Comida típica, fogueira, quadrilha e fogos de artifício são alguns dos elementos tradicionais das festas juninas, que têm raiz histórica nos rituais de celebração das colheitas. A festa milenar foi se transformando ao longo dos anos, porém se manteve como uma manifestação cultural da relação do homem com o campo. Feliz festança com muita comilança!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Folha de Sergipe, em 23 de junho de 1907

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais