Médicos cubanos, bem-vindos ao Brasil

0

  “O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Artigo de  Hermann Hoffman, sergipano, acadêmico do 5° ano de Medicina. Membro do Núcleo Internacional do PT em Cuba. falecomhermann@gmail.com Obs: para não deixar dúvida: o titular deste espaço apoia a vinda dos médicos.

No Brasil, os cartazes ilustram diariamente uma situação que não queríamos que fosse verdade: NÃO TEMOS MÉDICOS PARA O ATENDIMENTO. No tatame, o Governo versus Conselho Federal de Medicina (CFM).

A dor da indignação supera a dor física naqueles que necessitam dos serviços médicos no Sistema Único de Saúde (SUS). Muitas vezes por um simples problema, outras, por está ante a situação mais difícil de ser enfrentada: a morte aproximando-se pela falta de assistência médica. Os pacientes, sem o atendimento adequado, são entregues a própria sorte, restando apenas a esperança de encontrar algum alívio mediante o auxílio dado por enfermeiros, técnicos e agentes comunitários.

A pergunta que a sociedade faz frente tal situação, é: Cadê o médico? A resposta nem sempre é tão fácil e pequena como a pergunta. O médico não está porque sempre chega atrasado à unidade de saúde, pois tem três locais de trabalho, (quase 30% dos médicos brasileiros possuem quatro ou mais empregos e o tempo fica curto, é necessário inventar um dia de 48 horas), ou pior, porque simplesmente não existem médicos que ofereçam cobertura assistencial nas áreas de difícil provimento.

Na busca de uma solução, aqueles quem logicamente deveriam ser aliados a esta luta de alta prioridade no Brasil, são os principais que impõem freios e fazem a oposição aos propósitos do Governo Federal.A batalha já é épica. Por um lado o Conselho Federal de Medicina, defendendo a proposta desumana e irresponsável, que o Brasil não necessita de mais médicos e assim criando obstáculos para registrar novos profissionais formados no exterior. Por outro, o Governo Federal, que há poucos dias anunciou que irá contratar mais de 6 mil médicos cubanos para trabalharem no Brasil, como também a disposição para aumentar o número das escolas de medicina no país e humanizar a revalidação dos diplomas de milhares de brasileiros que estudam em países como Argentina, Bolívia y Cuba.

Mais cédulas verdes que células vivas – Ainda não completaram seis meses da publicação de dois estudos do CFM em parceria com o Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp). As pesquisas se tratam da “demografia médica no Brasil”, e revelam situações absurdas que conspiram contra o próprio colégio médico, quando foi ineficiente para regular a distribuição médica no Brasil e agora culpa o Governo. Somando-se a tudo, o CFM também tem promovido atos públicos, com parlamentares e profissionais da saúde, contra a entrada dos médicos de outros países.

A recente nota do CFM contra a entrada de médicos estrangeiros, afirma que as entidades médicas envidarão todos os esforços possíveis e necessários, inclusive as medidas jurídicas cabíveis para evitar que o Governo concretize o convênio para a chegada dos médicos cubanos no Brasil. O jogo do colégio médico é de marcado interesse e agressividade, onde valem mais as cédulas verdes (dólares) que as células vivas (vida).

O Tiro saiu pela culatra –  Segundo estudos, em 2011 o Brasil tinha menos de 2 médicos para cada mil habitantes, somente em 2021 chegará próximo a (2,5). Em 2050, baseado em projeções, teremos 4,3 médicos por 1.000. Ora, diante de uma realidade como esta, devemos esperar quase 8 anos para ter menos de 3 médicos por 1.000?

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Organização Pan-americana da Saúde (Opas), esta última que apoia a entrada no Brasil de médicos cubanos, nossa vizinha, a Argentina, em 2005, possui mais de 3 médicos por 1.000 habitantes, quantidade que o Brasil somente alcançará em 2031 neste ritmo. Já Cuba, a título de comparação, ainda em 2008 ostentava quase 7 médicos por 1.000 habitantes. É confiando na legitimidade dos números apresentados pelo CFM, “demografia médica no Brasil”, que não vem a ser uma crença, o que os setores da gestão governamental defendem: aumentando do número total de médicos em atividade e saúde irá melhorar.

Distorção na distribuição – Quando já é certo que necessitamos de mais médicos, é igualmente correto que a distribuição geográfica deve ser justa. Em 2011, dos quase 372 mil médicos registrados no Brasil, aproximadamente 209 mil estavam concentrados na Região Sudeste, e pouco mais de 15 mil na Região Norte, o cenário fiel da péssima distribuição no território nacional.

Por parte do Governo Federal estão sendo implementadas iniciativas que visam melhorar tal situação distributiva. Uma delas é o Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab), lançado recentemente pelo Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e que promoverá a atuação de mais de 4.000 médicos nos serviços da Atenção Primária, beneficiando a população de 1.407 municípios do Brasil.

Outra iniciativa, que está sendo criminalizada pelo CFM, é a ótima proposta do Senador Cristóvão Buarque. Que os médicos brasileiros formados nas universidades públicas brasileiras trabalhem 2 anos em pequenos municípios carentes para que o seus registros médicos sejam reconhecidos. Seria uma forma de melhorar o atendimento onde muitos médicos não querem se fixar.

E agora?  Reduzir o caos da saúde pública no Brasil somente a desigual distribuição dos médicos e a questão do precário financiamento (sabemos que não é possível fazer mais com menos) é tornar o problema superficial, no afã de converter-se em vítima.  Uma coisa é certa! É necessário urgência para a resolução deste flagelo, que seja num ambiente tranquilo, sem que os burocratas do CFM convertam a tal situação numa arena de mais agressão, típico deles.

Clamamos para que o CFM baixe a guarda, assuma sua posição e respeite a decisão do Governo Federal de melhorar a saúde dos brasileiros aumentando o número total de médicos a partir da cooperação internacional.

Confiamos na vontade do Governo de nosso país e em um amanhã com saúde para todos, e dizemos em voz alta: bem-vindos sejam os médicos cubanos e de todas as partes, desde que ajudem a melhorar a saúde dos brasileiros.

PEC 27
Pelas matérias publicadas nos jornais de todo país e algumas opiniões divulgadas em telejornais ficou claro que a operação realizada em todo país na quinta-feira, comandada pela Polícia Civil teve a intenção de fortalecer a aprovação da PEC- 27. Quiseram mostrar que não precisam do MP para prender. Marcelo Resende, apresentador da TV Record, bateu pesado na operação.

Não foi a Canindé
O governador não acompanhou o ministro do Desenvolvimento Agrário Pepe Vargas para os atos no município de Canindé de São Francisco, como previamente marcado, para evitar o esforço num dia muito chuvoso numa viagem que poderia ser extremamente cansativa para quem chegou ontem (quinta-feira, 9) de mais uma sessão de quimioterapia. Ele foi representado no evento pelo vice-governador Jackson Barreto.

Solenidade
A solenidade de criação do Projeto de Assentamento da Colônia Agrícola Daniel Ricardo aconteceu na sexta-feira, 10, em Canindé com a presença de diversas autoridades.As famílias do assentamento Daniel Ricardo serão inscritas no Cadastro Único do Governo Federal e terão assegurados o acesso a diversos programas sociais.

1ª do país
Canindé é a primeira cidade no Brasil a ter implementadas as políticas para os novos assentamentos agrários, integrando todas as políticas publicas para as famílias do Movimento Sem Terra, melhorando as condições de vida de todos, que agora terão como conseguir crédito junto às instituições financeiras, para habitações e plantios.Estão sendo beneficiadas 54 famílias.

Benefícios
O prefeito de Canindé, Heleno Silva mais uma vez disse que “o assentamento Daniel Ricardo deve ser visto como um começo dos benéficios que poderão vir, na parceria dos governos municipal, estadual e federal. Todos como um único objetivo, que o de dar uma melhor condição de vida aos nossos irmãos que lutam para ter terras para trabalhar”.

Incêndio na orlinha
Ainda em Canindé, na sexta-feira, o  prefeito Heleno Silva e o Vice Governador Jackson Barreto estiveram na Prainha, local onde aconteceu o incêndio que destruiu 14 barracas durante a madrugada. O vice-governador viu de perto toda a destruição que aconteceu e ouviu histórias de pessoas que perderam tudo. O prefeito Heleno reafirmou que fará tudo o que for possível, e estiver dentro da lei, para ajudar a todos que tiravam o sustento do comércio destruído.

Sancionar a Lei do Proinveste
Na próxima segunda-feira, 13, o governador do Estado, Marcelo Déda, participa da solenidade de Sanção da Lei do Proinveste, o qual foi aprovado por unanimidade na última terça, 7, pelos deputados estaduais após meses de debate.  Evento acontece a partir das 10h no auditório da Codise.

Batistão
Na manhã desta sexta-feira, 10, o governador Marcelo Déda promoveu uma série de reuniões com secretários da administração estadual para dinamizar todas as providências necessárias ao início da obra de modernização do estádio Lourival Baptista, o Batistão. Com a equipe, o governador Marcelo Déda buscou encaminhar as providências relativas à assinatura da ordem de serviço para as obras do Batistão.

Famílias
“Discutimos com a PGE o problema das quatro famílias que ocupam parte do espaço do estádio, e a nossa orientação foi para que a procuradoria, juntamente com a Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social, a Secretaria de Esporte e Lazer e a Seinfra tomem as providências necessárias para a retomada do contato com aqueles moradores”, explicou o governador.

Compreensão
Ainda segundo o chefe do Executivo, atendendo a um pleito dos referidos moradores, foi suspenso o despejo ao longo de quase dois anos, desde que a questão foi abordada. “Há dois anos tomamos a decisão de não executar a ordem de despejo enquanto não tivéssemos os recursos garantidos e a decisão tomada de realizar a reforma do Batistão. O Governo demonstrou enorme compreensão e enorme solidariedade com aquelas famílias”, destacou Marcelo Déda.

Márcio Macêdo se posiciona contrário à redução da maioridade penal
O deputado federal Márcio Macêdo (PT), um dos convidados do encontro com jornalistas denominado "Cabaré" da quinta-feira (9), se posicionou contrário à redução da maioridade penal, contrapondo-se ao Projeto de Emenda à Constituição (PEC) 57/2011, de autoria do deputado federal André Moura (PSC), que também participou do debate. No encontro, outros temas foram discutidos como, por exemplo, a Medida Provisória 589/12, que refinancia as dívidas de Estados e Municípios com a Previdência Social. Márcio Macêdo foi o presidente da comissão mista que tratou da MP, no Congresso Nacional.

Retrocesso para o país
Ao comentar a PEC 57/2011, o parlamentar petista argumentou que alterar a idade penal de 18 anos para 16 anos representa um retrocesso para o país. "Este é um tema que requer muito debate e conteúdo apropriado para que não se tome medidas arbitrárias, contrarias à Constituição Brasileira. A idade penal de 18 anos é uma cláusula pétrea, que não pode ser reduzida ou suprimida do texto constitucional, sequer por vontade popular majoritária ou absoluta, conforme o artigo 60, da nossa Carta Magna", ressaltou.

Penalidades
Estatisticamente, segundo Márcio,  a ocorrência de crimes envolvendo adolescentes é muito pequena no país. "Estes fatos são exceção e não regra. Apenas 0,9% dos crimes que ocorrem no Brasil são praticados por adolescentes em conflito com a lei. E a maioria é porte de arma, roubos e furtos, o que não justifica a mudança na idade penal", frisou. Márcio ainda lembrou que o país já possui uma legislação que trata das infrações cometidas por menores de idade. "Pelo Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo, há uma série de penalidades, que vão desde advertências a detenção de até cinco anos", afirmou.

Debate dos Jovens Parlamentares do Mercosul
Antônio Neto, o vice-presidente do PSDB esteve participando da I Conferência dos Jovens Parlamentares do Mercosul, que ocorreu na sexta-feira, 10, no Auditório da UFS Campus Itabaiana. O evento que abriu uma reflexão entre os estudantes sergipanos, sobre a educação almejada, e contou até com a presença de estudantes do Acre, do Maranhão e de Alagoas, foi comandado pela estudante itabaianense e Parlamentar Juvenil do Mercosul de Sergipe, Camila de Jesus Oliveira.

Evento
"Parabenizo a Camila Oliveira e a seus amigos-irmãos pela desenvoltura na organização do evento deste porte. Esse debate pode trazer grandes mudanças para a educação no Estado, através da reflexão dos próprios estudantes", comentou Antônio Neto, acompanhado pelo vereador por Itabaiana, David Mota. O Parlamento Juvenil do Mercosul é uma iniciativa do setor educacional do Mercosul, criado em 2010, e conta com o apoio do Ministério da Educação e do Fundo das Nações Unidas (Unicef).

Curso de capacitação
A Prefeitura Municipal de Pirambu em parceira com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), realiza no período de 13 a 17 de maio, o curso de Treinamento do Manual de Cadastro Rural. O curso será realizado na Câmara Municipal de Pirambu, no horário das 9 às 17 horas.

Sede
Dos 15 municípios envolvidos no curso, Pirambu foi escolhida como sede para a realização do curso de capacitação de módulos, recepção, analise e digitação para os responsáveis das Unidades Municipais de Cadastro (UMC), envolvendo cerca de 40 pessoas.

Atendimento
Para o secretário Municipal de Agricultura e Pesca, André Maciel, a realização do curso de Treinamento envolvendo 15 prefeituras e cerca de 40 pessoas, é mais uma ação do prefeito Elinho Martins, que não medido esforços para que esse curso fosse realizado em Pirambu. “É um curso que vai capacitar pessoas para que possa atender melhor e com mais rapidez as necessidades do homem do campo”, disse Maciel.

Jovem carmopolitana representará Sergipe no Miss Brasil Globo Internacional 2013
Na manhã desta sexta-feira, 10, o Plenário da Câmara Municipal de Vereadores de Carmópolis tornou-se a passarela para o desfile de coroação da Miss Sergipe Globo 2013, a jovem carmopolitana Brenda Melo. O evento contou com a participação de familiares, amigos, vereadores do município e da prefeita Esmeralda Cruz. Na ocasião, a Miss Sergipe2012, Tatiane Carvalho, passou a faixa e a coroa para Brenda Melo, oficializando o reinado de Miss.

Patrocínio
Agora a carmopolitana torna-se o novo foco da beleza sergipana. No dia 25 de maio, no Hotel Nacional, em Brasília, Brenda representará o estado de Sergipe no concurso Miss Brasil Globo Internacional 2013. A prefeita Esmeralda Cruz enviou Projeto de Lei a Câmara Municipal solicitando a liberação de patrocínio para a Miss Carmopolitana no valor de R$ 6 mil. O projeto foi aprovado por unanimidade pelos vereadores do município.

Aviões do Forró será atração da abertura do Forró Siri
Quem gosta de forró já pode ir se preparando, pois o Forró Siri desse ano promete ser um dos melhores da história de Nossa Senhora do Socorro. A programação 2013 promete agradar a todos os gostos e ter a participação de grandes artistas. Só para dar uma prévia do que vem por ai, acaba de ser confirmada a data da abertura dos festejos juninos no município.

Tradicional
Será no dia 02 de junho, com *atrações que irão arrastar uma multidão para a Sede da cidade. "Às 22h teremos Leo e Lenilson. Em seguida, à 01h, a banda Aviões do Forró. Para finalizar, às 3h, Sena, o Forró da Roça", anuncia a secretária de Cultura Renata Braz.As demais atrações do tradicional Forró Siri, ainda não foram definidas, mas não deixarão a desejar. As maiores bandas de forró e os melhores cantores do cenário nacional e local passarão pelo palco da festa.

Roberto Azevedo
A eleição do diplomata Roberto Azevedo para o cargo de diretor-geral da OMC – Organização Mundial do Comércio – é uma vitória do Brasil. De sua atuação dependerá que seja, também, uma vitória para o Brasil. Tendo derrotado o candidato mexicano apoiado pelos países mais ricos do mundo, o brasileiro vencedor contou com o apoio do governo de nosso país, dos países emergentes e do grupo chamado BRICS – Rússia, Índia, China e África do Sul. Trata-se de uma excepcional oportunidade para que o Brasil afirme-se ainda mais no panorama mundial. O Brasil também integra o BRICS.

Setransp teme dificuldades para pagamento de rodoviários
O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp) está temeroso diante do desequilíbrio financeiro apontado pelas empresas de transporte coletivo devido a defasagem da tarifa de ônibus. De acordo com o superintendente do Setransp, José Carlos Amâncio, já com dificuldades, desde abril, as empresas estão pagando aos rodoviários os salários reajustados, com pagamento retroativo a março. Mas, segundo ele, a situação tende a apertar.

Reajuste
"Depois de mais de um ano sem reajuste e com uma tarifa já em desacordo com a planilha de custos do sistema, as empresas passaram recentemente sérias dificuldades para pagar os rodoviários. Agora com o aumento salarial quitar a folha será cada vez mais difícil", afirmou Amâncio, destacando que as negociações com os representantes dos rodoviários foram finalizadas com um reajuste salarial de 9% e 20% nos tickets alimentação.

Solução
O superintendente do Setransp frisou que a solução inicial para evitar que a crise financeira se amplie nas empresas, e atinja os mais de 3,5 mil colaboradores do sistema, está na validação do reajuste da tarifa de ônibus, que, inclusive, foi aprovada nesta terça-feira, 07, pela Câmara Municipal de Aracaju para ficar em R$ 2,45. "Nós não temos somente aumento nos custos com o reajuste dos rodoviários, mas temos ainda outras despesas reajustadas de praxe, o caso do combustível, por exemplo. Esperamos então que o prefeito João Alves sancione o quanto antes o projeto de lei de reajuste da tarifa, que é necessária para tentar manter o equilíbrio financeiro das empresas como sustenta a Lei Municipal nº 1.765/91", enfatizou José Carlos Amâncio.

PGE e EJUSE promovem curso sobre a Judicialização da Saúde
A Procuradoria-Geral do Estado (PGE), através do Centro de Estudos (CEJUR), em parceria com a Escola Judicial do Estado de Sergipe (EJUSE) promoverão, no próximo dia 13 de maio, às 14h30min, o curso “Judicialização da Saúde: Um Debate sobre o SUS e a Integralidade”. A palestra será ministrada por Lenir Santos, professora e doutora em Saúde pela UNICAMP, no auditório da EJUCE, localizado no 8º andar do anexo administrativo II Des. José Artêmio Barreto, situado à Rua Pacatuba, nº 55, Centro, Aracaju.

Ampliar conhecimentos
O evento tem o objetivo de ampliar os conhecimentos dos membros do Poder Judiciário, Procuradores do Estado e demais convidados sobre a organização e funcionamento do Sistema Único de Saúde e suas especificidades no Estado de Sergipe abordando como tema central, o crescente número de processos envolvendo contendas ligadas à Saúde e sua relevância pública.Vale destacar que não há necessidade de inscrição prévia.

João Saldanha
Figura proeminente do esporte brasileiro, o gaúcho João Saldanha afirmou-se, por sua competência e incomum independência em todos os setores em que atuou. Na crônica esportiva, é apontado, praticamente de forma unânime, como um dos mais importantes jornalistas esportivos do século XX, ao lado de nomes como Mário Filho e Armando Nogueira. Como técnico, revolucionou o futebol carioca na segunda metade da década de 50, levando o alvi-negro a uma histórica conquista do campeonato de 1957, oportunidade em que o Botafogo fechou sua campanha daquele ano aplicando uma antológica goleada de 6 X 2 no seu rival, o Fluminense, com o qual disputava o famoso “clássico vovô”. Sua maior façanha como treinador de futebol foi registrada quando de sua passagem pela seleção brasileira, durante a preparação para a Copa de 70, que seria disputada no México.

João Saldanha II
Por sua definição imediata sobre quais seriam os titulares da equipe nacional, surgiu a expressão “as feras do Saldanha”. Por motivos políticos, foi afastado do comando da seleção brasileira, tendo o seu lugar sido ocupado por Zagallo. A armação do time brasileiro que conquistou o tricampeonato em gramados mexicanos foi mais uma obra de João Saldanha. Atuou como comentarista esportivo no rádio, no jornal e na TV. Foi militante político. Por tudo isso, é absolutamente justa a iniciativa, que recebe apoio expressivo no Rio de Janeiro, no sentido de que o estádio Engenhão, atualmente interditado, tenha seu nome oficial mudado de JOÃO HAVELANGE para JOÃO SALDANHA. Pelo muito que fez pelo futebol brasileiro, em vários níveis de atuação, é extremamente justa a homenagem que está sendo proposta ao JOÃO SEM MEDO. A troca do nome vale a pena. A distância moral entre os dois JOÕES é abissal.

Agenda
12 de maio (amanhã) – Dia das MÃES, uma das datas mais comemoradas em todo o mundo, assim como o Natal. Em homenagem a todas as mães, transcrevemos estrofe de uma composição poética de autoria de Iramoya Benjamin, que integra o livro “Ofício de Mãe”: “As mães, essas, foram feitas para / Sofrer e chorar. / Chorar com e pelos seus filhos, / Lutar por eles, e sofrer com eles, / Sentindo como suas as dores deles.” Neste 12 de maio também são comemorados o dia do Engenheiro Militar e o dia da ENFERMAGEM.

Mães da construção
A construtora Jotanunes reconhece o valor das mães e presenteou todas as suas colaboradoras mães com canecas delicadas e  mensagem carinhosa. Tanto as mães que laboram em Aracaju como nas filiais de Petrolina/PE e Alagoinhas/BA, foram homenageadas por desempenharem tão bem a dupla jornada de excelentes profissionais e mães. Ontem (10), elas foram recepcionadas com café da manhã especial no escritório e foi ressaltada a mensagem de uma participação crescente feminina no setor da construção civil, de mães que constroem valores em casa e fazem a diferença no ambiente de trabalho.

Discordância
O blog agradece aos colegas da imprensa, da área esportiva, que leram o texto deste espaço sobre a atitude do técnico do Sergipe em ajudar o Fortaleza. Respeita a opinião de todos, inclusive os que discordaram. Cita como exemplo os profissionais Otacílio Leite e Raniel de Jesus, que discordaram da opinião, da rádio Liberdade.

Futebol
ATITUDE ANTIÉTICA – Conforme já registrado anteriormente, foi simplesmente ridículo o papel assumido pelo atual treinador do Sergipe, Givanildo Sales, no decorrer do treino realizado pelo Fortaleza no João Hora. Como se estivesse exercendo um papel normal, corriqueiro, segundo suas palavras, o técnico do Mais Querido passou informações ao seu colega de profissão, Hélio dos Anjos, da equipe cearense, a respeito do Confiança. Em verdade, foi a primeira vez que vimos um fato dessa natureza. Sabe-se que nos bastidores alguns profissionais adotam esse comportamento condenável. Há uma diferença muito grande entre um clube ceder o seu campo de treinamento para uma equipe visitante. Isso é absolutamente natural. Foi o que fez a diretoria rubra. Mas daí a seu técnico “entregar” detalhes do adversário à equipe visitante e ainda conceder entrevista à televisão afirmando que essa atitude é normal, corriqueira, pegou muito mal para o competente dirigente técnico do Sergipe, que, aliás, comunica-se bem, vindo daí o seu trânsito tranquilo com a crônica esportiva. Como dito anteriormente, foi, no mínimo, aético o comportamento do citado treinador. O futebol sergipano, através de seus dirigentes, da FSF e dos clubes, sempre se esmera em receber bem os visitantes, ao contrário do que ocorre quando um clube nosso atua em outros centros esportivos. A hospitalidade, aliás, é uma marca dos sergipanos. Mas municiar o clube visitante com informações sobre um co-irmão é, de fato, um absurdo inominável. Posicionamentos como esse servem para conspurcar a imagem do nosso futebol. /// Fluminense promete pagar todas as despesas de tratamento a que está sendo submetido o atacante Michael, de 20 anos, que consumiu maconha e foi flagrado pelo exame especializado. /// O veterano meia Déco também está envolvido em outro caso, que foi causado por uso de medicamento. /// O Corinthians afastou, por indisciplina, o jogador Jorge Henrique. /// Corinthians e Santos fazem amanhã a primeira das finais do certame paulista de 2013. A partida será disputada no Pacaembu. A segunda será na Vila Belmiro. /// O Maracanã já apresenta custos no montante de 1 bilhão e 200 milhões de reais. Positivamente, essa não é a Copa que desejávamos. /// A ADIDAS volta a ser a fornecedora de material esportivo ao Flamengo. O prazo do novo contrato é de 10 anos. /// Começa amanhã, com dois jogos, o cruzamento olímpico do campeonato sergipano. No Batistão – Confiança X River Plate. E no Francão, em Estância – Estanciano X Sergipe.

Futebol II
FUTSAL – Resultados das quartas-de-final: Em Nossa Senhora do Socorro, jogos de quinta-feira passada – Lagarto 3 X 2 Confiança e Socorrense 5 X 2 Rio Branco. GILSON DÓRIA – O diretor do departamento técnico da FSF pediu para deixar o cargo. Em resposta a especulações sobre sua saída, afirmou que ela não tem nada a ver com o recente caso envolvendo decisão do TJD e que atingiu o seu departamento. Esclareceu que conversou com Carivaldo de Souza, apresentou suas razões, e foi compreendido. Segundo Gilson, os reais motivos têm a ver com a sua atuação no CREFI, ampliadas agora, quando passou a ser delegado oficial da Federação Internacional de Educação Física. No próximo mês de outubro, Aracaju sediará um congresso mundial da categoria dos professores de Educação Física. CUSTÓDIO SANTANA – Circularam informações não oficiais dando conta do retorno do ex-vice-presidente da FSF, que ocuparia o cargo até então exercido por Gilson Dória. /// O São Paulo, no bojo de uma grande crise, resolveu manter o técnico Ney Franco e dispensar sete jogadores: João Filipe, Cañete, Wallyson, Fabrício, Cortez, Luiz Eduardo e Henrique Miranda. /// Claudionor apitará Confiança X River Plate, enquanto que Rogério vai dirigir a partida Estanciano X Sergipe. /// Cristiano Ronaldo exige direitos. Se não for atendido em suas pretensões, diz que poderá deixar o Real Madri.

Explicações da FSF
O blog volta a se referir ao assunto torcidas “organizadas”, para comentar outros aspectos da questão: 1. São verdadeiras as informações passadas pelo presidente Carivaldo de Souza a respeito das reuniões da Comissão de Arbitragem, que tem à frente o Coronel Marconi. Realmente, em sua grande maioria, elas são realizadas na sede da FSF. As que têm como objetivo realizar o sorteio dos árbitros, por sinal, são TODAS efetuadas nas dependências da Federação. E não poderia ser de outra forma. 2. Mas já houve outros encontros entre os árbitros e a Comissão, e foram vários, para tratar de assuntos variados. 3. Normalmente participa dessas reuniões o presidente da Associação dos Árbitros de Sergipe que, estranhamente, passou a ocupar o papel que, pela legislação vigente, cabe ao sindicato da categoria. 4. Esse sindicato simplesmente SUMIU DO MAPA. Foi a primeira vez que uma associação passou a ter primazia sobre um sindicato. Não ficou devidamente esclarecido o que levou a essa situação. 5. Nas observações feitas pelo presidente da FSF, não foi feita nenhuma referência à extemporaneidade da medida que suspendeu as torcidas “organizadas” por 30 dias. 6. A propósito, como nos próximos dias acontece a licitação da reforma do Batistão, em seguida começarão as obras. 7. Ou seja, TODAS as torcidas estarão suspensas, pela simples razão de que não haverá mais jogos no Batistão, após a decisão do campeonato de 2013, o que vai acontecer antes que o prazo de 30 dias se esgote. 8. Este analista sustenta a crítica feita no tocante à extrema falta de autonomia da Federação perante a CBF, que contribui mensalmente com uma importância determinada para cobrir as despesas administrativas da entidade e também diante do governo do Estado (seja qual for o partido político que esteja no poder). 9. De outra parte, o “modus operandi” da administração da mentora sergipana consiste na manutenção dos clubes sob seu controle. É indispensável dizer que os clubes profissionais não têm participação nas decisões de nosso futebol e os amadores prosseguem recebendo “benesses”, como bolas e outros materiais esportivos, tudo isso visando à perpetuação dos dirigentes da FSF no poder. 10. Para completar, vemos seguir seu curso a política de atrelamento à CBF, que já tem um nome certo para suceder José Maria Marin. Trata-se de Marco Pólo Del Nero, presidente da Federação Paulista e que deverá ser  o novo “capo” da CBF, a partir de 2015.

Curtas
EM SÃO PAULO, SINDICATO ANUNCIA FIM DA GREVE ESTADUAL, E PROFESSORES SE REVOLTAM. /// EX-CHEFE DO DOI-CODI DO EXÉRCITO, CARLOS ALBERTO BRILHANTE USTRA AFIRMA QUE DILMA QUERIA IMPLANTAR O COMUNISMO NO BRASIL. /// EXAMES EM SÍRIOS COMPROVAM USO DE ARMAS QUÍMICAS PELA TURQUIA. /// 15 POR CENTO DOS PROJETOS ANUNCIADOS NÃO FICARÃO PRONTOS ATÉ A COPA. /// FISCALIZAÇÃO DA ANAC IMPEDE 81 AERONAVES DE VOAR EM SÃO PAULO. /// RENDA DE MÃES QUE TRABALHAM CRESCE 83 POR CENTO EM 10 ANOS. /// AFIF ESCLARECE QUE PRETENDE TIRAR LICENÇA, SE PRECISAR GOVERNAR SÃO PAULO. /// ERRO CRASSO PODE MUDAR PENAS NA AÇÃO PENAL 470. /// OGX DEVE EXIGIR APORTE DE 1 BILHÃO DE DÓLARES DE EIKE BATISTA. /// GOVERNADOR MARCELO DÉDA PARTICIPARÁ, SEGUNDA-FEIRA, DO ATO EM QUE SANCIONARÁ O PROINVESTE. /// SERVIDORES DO ESTADO E DO MUNICÍPIO CONTINUAM INSATISFEITOS COM OS GOVERNOS ESTADUAL E MUNICIPAL. /// LIDERANÇAS DIZEM QUE GOVERNADOR E PREFEITO NÃO SE PREOCUPAM EM REAJUSTAR O SALÁRIO DOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS DE FORMA CONDIGNA E NÃO RESPEITAM A DATA-BASE DO AUMENTO ANUALIZADO.

PELO TWITTER

www.twitter.com/JoseRollemberg  Disseram que, em Aracaju, amanheceu fazendo 15 graus, com neblina. Será o Apocalipse?

www.twitter.com/SauloCoelhoAju   Os semáforos de #Aracaju são de última geração. Têm até sensor de chuva. Basta um chuvisco e já começam a piscar.

www.twitter.com/OtavioSales   Descobri hoje que meu carro é anfíbio!!!!

www.twitter.com/AntonioJMoraes   SSP/SE: operações midiáticas que não reduzem consistentemente a criminalidade.

www.twitter.com/lukinhasdj   Muita gente se preocupa em ser bonito, mas esquece de ser humilde. Ainda bem que eu sou as duas coisas.

www.twitter.com/rodrigobovary   "Algum dia a casa-grande e a senzala serão demolidas e o Brasil terá o destino que merece". Mino Carta, @cartacapita l

DO LEITOR

O sol realmente nasce para todos, mas alguns têm o privilégio da sobra e água fresca
Do leitor Lécio Max, respondendo ao texto do leitor Messias Gonçalves publicado na última sexta-feira:  “Cláudio Nunes vou recorrer ao seu blog do dia 20/05/2011: "Servidores do Executivo no Legislativo – Um leitor atento enviou dados interessantes do Diário Oficial do dia 19 de abril, onde percebeu o grande número de servidores do executivo cedido ao legislativo. Contou 138 numa única edição, ou seja, o número pode ser ainda maior. Por que a Assembléia Legislativa não realiza concurso, ao invés de solicitar os "afilhados" de algum padrinho político? 12 médicos, 2 guardas do sistema prisional e até parteira na AL
Outra questão é a natureza de alguns cargos:12 médicos (deve está sobrando médicos nos hospitais);13 professores de educação básica;  3 pedagogos (deve ser a superlotação de professores nas escolas);06 cirurgiões dentistas;02 guardas de segurança do sistema prisional (hã?);01 parteira (hã?) e um 01 químico industrial (porque não faz falta na Deso?)."  No texto "O sol nasce para todos" o leitor Messias Gonçalves esqueceu de mencionar o por que de um órgão requisitar servidor de outro e que na grande maioria esses servidores são requisitados porque tem um padrinho político em outro órgão quem não se lembra do concurso da Secretaria de Educação onde diversos "afilhados" de políticos fizeram o concurso para vigilante e merendeira e queriam ser transferidos para outros órgãos sem nem cumprir o estagio probatório você mesmo Cláudio Nunes denunciou blog do dia 28/11/2008 "Concursos, padrinhos e desvio de função –
O MP e o próprio governo do Estado têm que divulgar a lotação de todos estes novos servidores. Tem gente que mesmo antes de entrar já bradava por todos os cantos que não trabalharia na área."
E no dia 12/08/2009 "O blog está de olho nos concursados que entraram no governo do Estado nos últimos meses que já estão se mobilizando, pedindo a políticos, um "jeitinho" para serem desviados de função. O problema é que aproximadamente 90% têm nível superior ou cursam o terceiro grau e fizeram concurso para vigilante, merendeira e executor de serviços básicos, pensando apenas na estabilidade do emprego, mas não no salário baixo e principalmente no efetiva execução do trabalho."
Essa prática que privilegia alguns quando o correto é fazer concurso público para aquele órgão e não requisitar de outro, o servidor só deveria ir para outro órgão para assumir cargos de direção ou então o cargo que ocupa esteja sobrando no órgão de origem nesse caso poderia ir para outro órgão visando a economia do estado.Então o sol realmente nasce para todos, mas alguns têm o privilégio da sombra e água fresca”.

ARTIGO

A Esperança vencerá o terror  por Marcos Santana

Vivemos momentos de terror em São Cristóvão desde primeiro de janeiro quando tomou posse, de fato, como Prefeito do nosso município o Sr. Armando Batalha. Tenho certeza de que ninguém em sã consciência duvida de que a Sra Rivanda Farias é uma mera marionete nas mãos ardilosas do marido.

Tenho observado, participado da luta e conversado com muitos cidadãos e cidadãs sancristovenses e tenho colocado a minha posição a respeito de tudo o que está acontecendo. Mas tenho também externado a minha preocupação quanto aos rumos do movimento legítimo da classe mais organizada do nosso município e que tem uma história de luta e conquistas históricas, a classe dos trabalhadores na educação, os Professores.

Pois bem, como dizia, vivemos momentos de verdadeiro terror a cada dia e os que mais podem confirmar esta assertiva são os Professores do município. Os profissionais do magistério foram escolhidos como alvo principal sanha alucinante do Sr. Armando. Porque será? Esta é a pergunta que vou me propor, se não responder, a contribuir para que todos possam entender onde quer chegar Armando.

Vamos lá. Armando colocou como principal objetivo da sua vida, enquanto Prefeito, o acesso às verbas federais de uma tal emenda coletiva de bancada no valor de R$ 53,0 milhões de reais. É a sua “tábua de salvação”.

É preciso entender que Armando saiu de uma campanha eleitoral caríssima em que gastou (não aqueles valores informados à Justiça Eleitoral) uma quantia bastante elevada.Como se não bastasse os gastos de campanha, teve gastos adicionais, por conta dos processos que ele e a Esposa tiveram que se safar, com uma banca de Advogados que, dizem, ultrapassou a quantia de R$ 1,0 milhão de reais.

Então, este é o cenário em que ele se encontra. E vocês podem estar a perguntar: sim, e nós, o que temos a ver com isso?

Calma, continuemos.

Voltemos a tão propalada emenda coletiva de bancada do Orçamento Geral da União.

Armando quer por que quer meter a mão nesta bolada, segundo ele, para fazer as obras que São Cristóvão precisa. Quando ele fala desta grana, os olhos brilham. Este, inclusive, é o principal argumento que ele tem usado junto aos seus apaniguados. Quando questionado por seus aliados sobre as maldades que ele tem feito aos Professores e demais Servidores do município, ele sempre sai com a resposta: “Calma minha gente, quanto a gente botar a mão nesta “bufunfa” vamos fazer tanta obra em São Cristóvão que vamos calar a boca de todos esses Professores e seus defensores. Até agora o pessoal dele tem acreditado.

Aqui cabe, talvez, mais uma pergunta: e porque tanta maldade com os Professos e Servidores. Porque reduzir salários, porque excluir os reajustes, legais e legítimos, que os Professores tiveram em 2011 e 2012?
Eu explico.  O grande problema é a  tão falada “Certidão Negativa” da Prefeitura.
Para ter acesso ao dinheiro Armando precisa que a Prefeitura tenha a Certidão de Regularidade junto ao Tesouro Nacional. Ocorre que para que isto aconteça ele precisa solucionar três problemas: a dívida com o INSS, as pendências das prestações de contas dos convênios com o Governo Federal de administrações passadas, inclusive a dele de 1996 a 2004 e o percentual de gastos com salários que, segundo informações da própria Prefeitura se encontra em 63% das receitas e isto fere a Lei de Responsabilidade Fiscal – LRF e impede que o município tem a certidão.
Dos três problemas Armando já se livrou de um, talvez de dois. Vamos a eles:
DÍVIDA COM O INSS
Está resolvida. O Governo da Presidenta Dilma editou a Medida Provisória 589/2012 que, dentre outras coisas, parcelou os débitos que os municípios brasileiros tinham com o INSS em vinte anos (240 parcelas).

PRESTAÇÃO DE CONTAS DOS CONVÊNIOS
Esta Armando espera ter resolvido com uma solução jurídica. O que fez ele? A Prefeitura entrou com ação contra todos os Prefeitos que passaram, inclusive ele. Dessa forma ele espera ir para a Justiça, pedindo uma liminar, alegando que a atual gestão não tem culpa (de fato não tem) de os Prefeitos anteriores não terem prestado contas dos Convênios.
O interessante neste caso é que Armando está sendo acionado judicialmente porque assinou convênio para construção da Estação de Tratamento de Água do Rio Comprido, recebeu uma parcela do dinheiro, construiu um barracão, não terminou a obra e nunca prestou contas.

LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL – GASTOS COM SALÁRIOS
Bem aqui está a última pedra no sapato de Armando. Aqui está a explicação do porque de tantas maldades contra Professores e Servidores. Armando diz que a Prefeitura está gastando 63% das receitas com salários. E a LRF só permite que se gaste pouco mais de 54%. Aqui é onde entra você Professor e Servidor municipais. Armando não vai parar. Ele, todos nós já sabemos, consegue enganar inclusive a Lei quando quer alcançar seus objetivos.
Armando não tem limites. Como exemplo, estamos vendo a humilhação a que ele está impondo os Professores.
A última armação dele, Armando, é a edição do Decreto 240/2013 de 02 de maio passado. Armando fez e a esposa assinou este Decreto que determina, entre outras medidas, em seu Artigo 1, inciso III a exoneração do Servidor Estável.

Só há uma coisa que pode fazer ele parar: a determinação cívica e a capacidade de luta dos Trabalhadores da educação e dos Servidores municipais.

Para finalizar, eu rogo a Deus que dê forças aos Professores e Professoras de São Cristóvão, para que continuem com sua luta e compreendam que só ela poderá interromper a sanha de destruição e vingança de Armando Batalha.
Naquilo que for necessário, contem com este cidadão sancristovense que sonha com uma São Cristóvão decente, livre da corrupção e com suas finanças equilibradas sem ter que, para isso, tomar aquilo que os homens e mulheres da nossa cidade tem de mais valoroso: a dignidade conquistada com o suor do trabalho.
À luta homens e mulheres de boa vontade.

ARTIGO

Operação  policial que resultou na morte de “Matemático”   por Eduardo Marcelo Silva Rocha

No domingo, o fantástico divulgou imagens de uma operação policial que resultou na morte do traficante matemático, no Rio de Janeiro. Independente de qualquer outra consideração  – como a possibilidade de a edição haver omitido outras imagens – o fato é que à sociedade, foram apresentadas cenas de disparos de armas de guerra, em plena rua de um bairro residencial, não esclarecendo  as justificativa daquela ação.

Não se pretende aqui emitir juízo sobre a operação como um todo, o que seria leviano pois não se deu conhecimento de todos os detalhes, mas sim da repercussão dos fatos e das suas linhas de defesa.

Como dito, as cenas são dignas de filmes policiais hollywoodianos, nos quais grupos detentores de poderes supraestatais e econômicos, conseguem perseguir e eliminar os seus inimigos lançando mão de diversos recursos e a qualquer preço, sem medo dos efeitos colaterais dos seus atos. E sem o menor medo do poder do estado. Só que nos filmes tais personagens são criminosos, no caso real não.

Vimos uma verdadeira caçada humana, na acepção mais pura da palavra: localização do alvo/caça, observação, preparação e ataque. Vimos um veículo transitando em uma área residencial sob rajadas de “balas” de “grosso calibre”. As imagens foram incisivas.

E tão grave quanto o que vimos foi a sua repercussão junto a sociedade. Nas redes sociais não foram poucas as manifestações contrárias à reportagem, na medida em que esta questionou a ação policial. Muita gente se opôs à matéria, sob o discurso de que toda a ação se justificava e era válida, pois o “matemático” era um traficante e essa condição era bastante em sí – tal qual a “licença 007”, que autorizava a personagem James Bond, de Sir Ian Fleeming, a matar.

É preciso lembrar, que vivemos em um estado democrático de direito, que assim é constituído para regrar e equilibrar as relações entre os homens. E é através da Lei que tais regras se impõem a todos, que devem respeitá-las. E neste sistema, duas coisas são juridicamente incontestáveis: 1 – a limitação do uso da força pelas instituições de segurança, mesmo a força letal; 2 – o não cabimento aos órgãos de segurança do julgamento, da condenação e da execução de penas criminais;

Quando hoje a sociedade defende a execução sumária de um traficante, é difícil não se lembrar dos Esquadrões da Morte surgidos nos anos 50. Os argumentos que buscaram justificar aquele fenômeno não eram diferentes, como nos mostra a literatura relacionada. Na verdade e em essência, as justificativas de hoje são as mesmas de ontem. Na música do “melo do mão branca” (http://www.youtube.com/watch?v=ffVm8O1gxIQ  ) temos um breve resumo do assunto. Se olharmos para trás e lembrarmos como acabaram os Esquadrões da Morte, então perceberemos a gravidade dessa perspectiva.

Existem, como existiam ainda na década de 50, diversos problemas no sistema de segurança pública. Mas o açodamento de alguns policiais que acreditavam poder resolver os problemas da criminalidade através de execuções sumárias mostrou-se tão ineficaz quanto criminoso.  Com o tempo,  aquele comportamento inicial à margem da Lei – e por isso, sem controle – descambou em um novo problema, na medida que os Esquadrões da Morte foram acusados de executarem mais e mais pessoas, independente de serem criminosos ou não, a mando de diversos interesses e envolvendo remuneração, às vezes.

Os problemas da segurança pública exigem soluções urgentes. Mas são muitas as variáveis envolvidas, desde a ação preventiva do estado em diversos setores, passando pelo sistema jurídico criminal e pelo sistema prisional, até a ressocialização do ex-presidiário. Nesse complexo sistema a ação policial é apenas uma das suas vertentes, não sendo a única responsável pela solução e nem a redentora capaz de resolver todas as demandas. Apesar de ser a mais visível e cobrada.

Portanto, não podem seguir como sendo as únicas responsáveis por tais soluções. É essa falsa impressão que, ao pesar nos ombros dos profissionais, terminam pressionando-os, impelindo-os a atitudes arbitrárias ante sua impotência frente às lacunas de responsabilidade de outros segmentos públicos e sob o apoio dos segmentos da sociedade que acreditam na violência policial como  solução. Assim agindo, a história ensina que cedo ou tarde esses comportamentos “redentores” desembocarão em simples crimes, sem nenhuma diferença dos crimes dizem combater, transformado-se em um novo problema. Mais um.

É essa percepção que parece faltar aos que defendem, sem refletir, aquelas imagens de execução sumária que passaram no domingo. Como dito, é possível que a edição tenha desvirtuado tudo o que aconteceu, mas é fato que foi mostrado na televisão uma caçada mortal. E os que estão criticando a reportagem, sem maiores argumentos, estão defendendo aquela caçada que vai de encontro às leis em vigor e à razoável atuação do estado.

Cabe à sociedade cobrar a ação estatal correta. Não podemos achar normal que a falta de políticas públicas adequadas ao combate do crime justifiquem ações à margem da Lei. Não podemos enaltecer uma ação policial similar às caçadas dos antigos capitães do mato. Não podemos repetir e achar normal o refrão “bandido bom é bandido morto”. Por isso, se for para ser desta forma, deixo a dúvida que pode afligir qualquer um: quem deve dizer quem é bandido e decidir sobre a sua morte? Eu, você ou meu vizinho? Afinal, quem?

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun   

Frases do Dia
“Só há uma diferença entre um louco e eu. O louco pensa que é sadio. Eu sei que sou louco”.  Salvador Dalí, pintor surrealista espanhol, nasceu em 11 de Maio de 1904 e morreu em 1989.

"Se os partidos não aprendem com a vida, a vida, depois, também muda os partidos." Manuel Alegre, poeta e político português, nasceu em 12 de Maio de 1936.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários