Mercados abandonados

0

Comerciantes dos mercados centrais de Aracaju estão desesperados com a crescente violência no local. Mas os roubos, furtos e até assassinatos não são os únicos problemas de quem trabalha ou freqüenta aquela área da capital. Recuperados em 1999 pela administração do prefeito João Gama (PMDB), aqueles centros de comercialização estão entregues às baratas. Os mercados estão sujos, cheios de usuários de drogas e marginais prontos para avançar na bolsa dos menos precavidos. A sujeira atrai ratos e a estrutura dos antigos prédios carece de melhorias urgentes para que o local recupere a beleza que tanto encheu de orgulho os aracajuanos quando foi reformado. O desprezo dos mercados é uma pequena mostra de como a administração municipal cuida mal do patrimônio dos aracajuanos. Lastimável!

Eleitoreiro

Em nota paga publicada nos jornais de Aracaju, a Universidade Tiradentes sustenta ser proprietária do terreno que o deputado estadual Venâncio Fonseca (PP) disse pertencer à Prefeitura de Aracaju. A Unit diz que a documentação provando a propriedade “está nas mãos de alguns parlamentares denunciantes que, ávidos por notoriedade e votos, suprimem informações relevantes com o claro intuito de denegrir a imagem da Universidade e, em especial, dos seus dirigentes”. Com a palavra, Venâncio!

Mutirão fiscal

O Governo já encaminhou para apreciação da Assembléia Legislativa o Projeto de Lei estabelecendo o Mutirão Fiscal, que visa à renegociação do ICMS atrasado. Não será um Programa de Recuperação Fiscal (Refis), mas prevê redução de multas e juros. Segundo o secretário estadual da Fazenda, João Andrade, o Mutirão Fiscal prevê renegociar dívidas que estão nas esferas administrativa e judicial.

Prévias petistas

A realização de prévias para a escolha do candidato do PT à Prefeitura de Aracaju será inevitável. O jornalista Eugênio Nascimento escreve no Blog Primeira Mão que a entrada da deputada estadual Ana Lúcia na disputa puxa o PT um pouco mais para a esquerda e praticamente determina as prévias. Além dela, também pretendem ser candidatos o deputado federal Rogério Carvalho e o vice-prefeito Sílvio Santos. O risco é o partido ficar ainda mais dividido.

Confraternização

A Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese) promove no próximo dia 10 seu almoço de confraternização. Será a partir das 11h30, no Hotel Mercure, na orla de Atalaia, em Aracaju. Diferente dos almoços com a participação de palestrantes que a entidade promove, o do dia 10 será para que a classe empresarial se confraternize e comemore os resultados alcançados em 2011.

Selo da água

O governo estadual está finalizando estudos para implementar o Selo Fiscal a ser usado pelas empresas engarrafadoras de água mineral. A idéia é aumentar o controle de qualidade do produto, pois existem sérias denúncias sobre o engarrafamento clandestino e sonegação fiscal. A concessão do Selo Fiscal passará por avaliação da Secretaria Estadual da Saúde e da Vigilância Sanitária.

Conciliação

Começa nesta segunda-feira a Semana Nacional de Conciliação. A iniciativa visa resolver conflitos judiciais de forma mais rápida através de acordos entre as partes envolvidas em processos. Até sexta-feira próxima, réus e processantes participarão de audiências de conciliação convocadas pela Justiça.

Biometria

O eleitor que ainda não fez o recadastramento biométrico e pretende agendá-lo pela internet deve se apressar, pois este procedimento só será permitido até quarta-feira próxima. A partir de então, o eleitor terá que enfrentar filas. Previsto para terminar no dia 16 de dezembro, o recadastramento está longe de atingir a meta de 80% do eleitorado estabelecida pela Justiça Eleitoral. Até o momento, apenas 66,84% dos eleitores se interessaram em tirar o novo título.

Oposição unida

PSD, PMDB, PDT e PHS de Carira resolveram se unir para enfrentar o candidato da prefeita Gilma Chagas (PSC). Segundo o radialista Edivanildo Santana, os partidos de oposição decidiram que o candidato do grupo deve ser o ex-prefeito João Bosco Machado, ou o filho deste, Diogo Machado. O postulante a vice é Beto de Zé Guarda (PHS), enquanto o PMDB e PDT apresentarão candidatos a vereador. Gilma Chagas já anunciou que não disputará a reeleição em 2012.

Do baú político

O ex-senador Júlio Leite (PSD) foi um grande articulador político. A ele é atribuída a montagem do tabuleiro que resultou no afastamento de Seixas Dória da UDN para se candidatar a governador de Sergipe contra o próprio partido, derrotando Leandro Maciel, o principal líder udenista do Estado. Mas, se tinha habilidade nos bastidores, o pessedista detestava dialogar com a imprensa. Seu neto e jornalista Ricardo Leite escreve no livro “Júlio Leite, o chefe invisível”, que o avô “talvez tenha dificultado a vida dos trabalhadores do jornalismo, ausentando-se das entrevistas e declarações exclusivas. Era uma péssima fonte”. Segundo Ricardo, era tão difícil ouvi-lo que, certa feita, a Gazeta de Sergipe publicou uma ‘entrevista exclusiva’ com Júlio Leite, onde o repórter pergunta e responde ao mesmo tempo: “E sobre Leandro, senador? Não sou contra, nem a favor, muito pelo contrário. E o que o senhor tem a dizer? Que sábado é véspera de domingo”. Outra vez, a mesma Gazeta anuncia na 1ª página uma nova entrevista exclusiva com o líder do PSD, mas logo abaixo da chamada, o jornal deixa um enorme espaço em branco.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários